Futebol e ténis processam YouTube, em França

A Liga de Futebol Profissional (LFP) e a Federação Francesa de Ténis (FFT) anunciaram hoje que vão agir judicialmente contra o YouTube.

As duas instituições juntam assim as suas queixas à acção judicial da liga inglesa (Premier League) interposta nos EUA contra o site de partilha de vídeos que é propriedade do Google.

“Associámo-nos à acção intentada pela Premiere League contre YouTube nos EUA. Tomámos esta decisão porque há vários videos de jogos da L1 (1.ª liga) que são difundidos sem qualquer autorização ou contrapartida”, esclareceu François Quideau, director de comunicação da LFP.

A LFP detém os direitos de transmissão dos jogos da L1, enquanto a FFT gere os direitos de Roland Garros.

Data: Quarta-feira, 6 Junho de 2007 - 15:14

in [url]http://www.record.pt/noticia.asp?id=747444&idCanal=44[/url]

Mas que grandes idiotas. O principal problema é que, na realidade, o youtube corre este risco, ainda para mais depois de ter sido comprado pelo Google. Uma boa percentagem de videos viola a legalidade dos direitos de autor! Ainda que, paradoxalmente, sejam um óptimo meio de publicidade.

Não acredito é que a Google não tenha pensado neste problema legal antes de comprar o youtube.

A nossa Liga de futebol podia aproveitar a onda e ir no sentido oposto - fazer uma pareceria com o Youtube (como já a rtp tem) para colocar vídeos de promoção do nosso campeonato.

Esquece lá isso, em tempos, um dos vídeos que tinha o Youtube era de um golo do Tello em Braga em 2002/2003 (Sport TV).

Um dia, acordei calmamente, fui ver o meu e-mail e tinha lá uma notificação do Youtube a dizer que o Video violava os direitos de autor e que a Sportinveste se tinha queixado… Bitches!