Evolução da Actividade nos primeiros 9 meses [1.07.2011 e 31.03.2012]

[size=12pt][b]Evolução da Actividade nos primeiros 9 meses[/b][/size]

A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD, vem cumprir os seus deveres de prestação de informação económica e financeira referente aos primeiros nove meses do exercício em curso, período compreendido entre 1 de Julho de 2011 e 31 de Março de 2012, destacando-se os seguintes factos:

[ul][li] Tal com já referido no Relatório da Actividade relativo ao 1º Semestre do corrente
exercício, o ano desportivo foi marcado por resultados inferiores aos que seriam
normalmente expectáveis, sobretudo no que se refere à Liga Nacional. A época
terminou com a obtenção do 4º lugar na Liga, com 59 pontos, garantindo deste modo o
acesso ao play off da Liga Europa.[/li][/ul]

Análise Económico-Financeira

[ul][li] Os Proveitos Operacionais tiveram um crescimento de 11,2% em relação a igual período do Exercício anterior sendo de destacar o acréscimo verificado na rubrica “ Bilheteira e Bilhetes de Época” que teve uma evolução positiva de 894 m € (16,4%). De referir que a diminuição na rubrica “Quotizações” é explicada pelo facto de se ter contratualizado entre o SCP e a Sporting, SAD que, a partir de 01.10.2011, esta recebe 25% das quotas cobradas aos sócios do Clube.[/li]

[li] Os Custos Operacionais foram superiores aos verificados em 2011/12, mas houve uma compensação deste aumento de custos com acréscimo de receitas.[/li]

[li] A variação nos Custos de Pessoal é consistente com o verificado nos trimestres anteriores, e é consequência do investimento na Equipa Principal.[/li]

[li]Os Custos e Perdas Financeiras do período são explicados pelo acréscimo de Passivo médio remunerado no período de nove meses ( cerca de 50 M€). O Resultado Financeiro é atenuado pela remuneração da dívida de longo prazo das empresas do Grupo SCP à Sociedade.[/li][/ul]

Resultados

  • O desvio verificado nesta rubrica (tanto em termos de “Resultado Operacional” com no “Resultado Líquido do Exercício”) é totalmente explicado pelas variações das rubricas “Pessoal” e “Custos / Proveitos com Transacções de Passes de Jogadores “

Sobre a Situação Patrimonial em 31 de Março de 2012 merecem referência os seguintes pontos:

[ul][li] O acréscimo do Activo (9 650 m €) é resultante do esforço de investimento realizado para reforço da competitividade da equipa principal (Activo Fixo Intangível – Valor do Plantel).[/li]

[li] O acréscimo de Passivo (40 625 m €) é explicado pelo resultado negativo de exploração do período, e pela contabilização das parcerias nos investimentos efectuados no plantel (23 536 m €).[/li][/ul]

Lisboa, 31 de Maio de 2012
O Conselho de Administração

Tens o quote mal, na parte da Análise Económico-Financeira é isto:

[ul][li]Os Proveitos Operacionais tiveram um crescimento de 11,2% em relação a igual período do Exercício anterior sendo de destacar o acréscimo verificado na rubrica “ Bilheteira e Bilhetes de Época” que teve uma evolução positiva de 894 m € (16,4%). De referir que a diminuição na rubrica “Quotizações” é explicada pelo facto de se ter contratualizado entre o SCP e a Sporting, SAD que, a partir de 01.10.2011, esta recebe 25% das quotas cobradas aos sócios do Clube.[/li]

[li]Os Custos Operacionais foram superiores aos verificados em 2011/12, mas houve uma compensação deste aumento de custos com acréscimo de receitas.[/li]

[li]A variação nos Custos de Pessoal é consistente com o verificado nos trimestres anteriores, e é consequência do investimento na Equipa Principal.[/li]

[li]Os Custos e Perdas Financeiras do período são explicados pelo acréscimo de Passivo médio remunerado no período de nove meses ( cerca de 50 M€).
O Resultado Financeiro é atenuado pela remuneração da dívida de longo prazo das empresas do Grupo SCP à Sociedade
[/li][/ul]

[youtube=650,535]http://www.youtube.com/watch?v=vBYJdZlpBT4[/youtube]

Corrigido Green_Heart :great:.

De prejuizo em prejuizo , até ao prejuizo final
Brilhantes gestores estes, de topo sem duvida
Quem vier que feche a porta

SL

Continuam a fazer a mesma merda, dia após dia. Nojo desta gente.

cantando e rindo rumo ao cadafalso :boohoo: com a banda do titanic a tocar. ah esperem…ainda sobram 70 milhoes para investir

Grande gesTTão!!

Siga a banda que a silly season está mesmo aí à porta e o que interessa mesmo é Nilmares e Quaresmas para mais uma época do quase… quase ainda mais catastrófica que esta!!

Os apoiantes deste boneco que saiam das tocas para tentar descortinar o lado bom deste descalabro.

Excelente gestão :cartao:

Vêm já dizer que o Sporting aumentou o passivo em 40M mas tem uma equipa forte.

Esquecem-se é que o Sporting precisava de vender quase todos os jogadores que comprou para cobrir os 40M outra vez :whistle: :whistle:

Num outro ponto do relatório é escrito que «os proveitos com transações de jogadores, nomeadamente com a venda de direitos desportivos, resultam essencialmente das alienações dos jogadores Helder Postiga e Simon Vukcevic». A verba em referência é esta: 680 mil euros.

:clap: :clap:

Excelente gestao sim senhor! :clap:

Obrigado por mais um prego na tampa do caixao, que cada vez mais custa a abrir!

Bravo! :clap: :clap: :clap:

Ninguem se lembrou foi disto para defender a venda do JP, senão ainda tinhamos ouvido a justificação “Ah, já fizemos vendas piores e não ouvi tanto barulho”…

Os valores de bilheteira aumentaram, o que por si, é positivo. A ver se faço umas contas para ver a receita média por jogo de forma a analisar se aumentaram mesmo devido ao aumento de assistencia média ou devido ao aumento do numero de jogos (taça e liga europa).

Não sei é como é que é possível o Sporting ainda ter crédito para poder continuar a ter prejuízos… :xock:

As empresas, que geram riqueza para o país e que, verdadeiramente, dão emprego, não conseguem uma trampa duma garantia bancária para um concurso, o Sporting (e não só, deve haver mais) consegue, semestre após semestre, ano após ano, enterrar-se cada vez mais em dívidas… :xock:

Parabéns, isto é que são verdadeiros gestores. :twisted: :whistle:

Deviam era estar no governo. Até enganavam a Troika. :twisted:

Assim, o Sporting não vai mesmo durar muito.

É obvio que esta situação não é suportavel por muito mais tempo. Quem é que paga este RL negativos crónicos. Vamos ter mais um ano histórico lá isso vamos…

Vendas de Postiga, Vukcevic, Nuno André Coelho, Zapater, Torsiglieri e Djalo resultaram em 680 mil euros de receitas :clap:

Se não houver uma inversão de rumo rapidamente é certo que a SAD não aguenta até final da época 2012/2013!

Torsiglieri? Isso quer dizer que o vendemos por 0€? Tens a certeza?

Para uma equipa credível com o salvador ao leme, continua o afundanço.
Tiremo-los daqui!

Pergunto-me: como podemos nós competir com os nossos rivais, se o pior jogador da história que é o Roberto é vendido por mais do que 4/5 titulares nossos JUNTOS? Os outros têm 4/5 equipas e vendem qualquer flop a preços absurdos, assim é difícil.

Enquanto andarmos com uma gestão amadora e pouco profissional, não esperem outros resultados.

Um dia o passo atrás que precisamos de dar, será tarde de mais. :menos: :menos:

"Assim, os jogadores detidos a 100 por cento são apenas três: Pereirinha, Carriço e Izmailov. Polga e Tiago entretanto saíram.

Em alguns casos, o clube detém menos de 50 por cento do passe dos futebolistas: André Santos (30%), Carrillo (30%), Wolfswinkel (35%) e Rinaudo (35%) são alguns exemplos.
São estes os jogadores que terminam contrato em 2013: Rui Patrício, Matias Fernandez, Izmailov, Carriço e Pereirinha, mais uma vez dados a 31 de Março deste ano.
No relatório apresentado esta quinta-feira é revelado que o clube pagou cerca de 275 mil euros em comissões para «cedência de jogadores a outros clubes na presente temporada».

Num outro ponto do relatório é escrito que «os proveitos com transações de jogadores, nomeadamente com a venda de direitos desportivos, resultam essencialmente das alienações dos jogadores Helder Postiga e Simon Vukcevic». A verba em referência é esta: 680 mil euros.

Quanto a cedências, a lista é a seguinte: Nuno Reis, Amido Baldé e William Carvalho ao Cercle de Brugges; João Gonçalves e Edson Sitoe “Mexer” ao Olhanense; André Marques e Atila Turan ao Beira-Mar; Celsinho ao Targu Mures; Adrien Silva e Cédric Soares à Académica de Coimbra, Pedro Teodósio Mendes ao Real Madrid; Jaime Valdés ao Parma; Diogo Salomão ao Deportivo da Coruña; Pongolle ao Saint-Etienne; Diogo Rosado ao Feirense, Vitor Golas ao Penafiel; William Carvalho ao Fátima; Luís Ribeiro ao sertanense e posteriormente ao Coruche; Juary ao Sertanense; ¿Zézinho¿ ao Atlético Clube de Portugal; Grimi ao Genk; Bozhinov ao Lecce e Miguel Serôdio ao Moura."

Bem pegando nestes dados, saltam à vista várias coisas. O Sporting só ter 100% do passe de três jogadores é qualquer coisa fora do normal. E que três… Pereirinha, a eterna promessa, Carriço penhorado ao Baltazar e por fim Izmailov.
Os jogadores em fim de contrato para o ano, só se tem falado em Patrício e Matigol, mas curiosamente, aparecem também os três jogadores cujo passe pertence a 100% a SAD. Não deixa de ser curioso
Das receitas das vendas, nem vou falar… 680.000€?! Espero que haja alguém da área de finanças aqui do blog, que me consiga explicar, por exemplo que isto é o lucro que tivemos com os jogadores (Vã esperança…)
Por fim, a lista enorme de empréstimos! Vale a pena andar a emprestar jogadores ao sertanense, ao Moura e ao Coruche? Espero que seja para mudar. A filosofia tem que ser outra. Os jogadores ou são emprestados a clubes da primeira liga, ou ficam na equipa B, ou vão para o estrangeiro rodar em clubes que por um motivo ou outro interessem (por exemplo, um clube que seja mais conhecido pelo seu trabalho de marcação ou qualquer coisa assim). Os outros, são para ser corridos.

Isto é apenas a minha opinião…