[Euro 2020] Grupo F | Hungria, Portugal, França, Alemanha

Em construção Em construção
Em construção Em construção

Bom, vamos lá acampar no grupo da “morte”. Não apostaria em nada.

1º Alemanha
2ºFrança
3º Mendes FC
4ºHungria

HUNGRIA
Melhor marcador no apuramento: Willi Orban (3)

Histórico
Melhor no UEFA EURO: terceiro lugar (1964)
UEFA EURO 2016: oitavos-de-final, perdeu por 4-0 com a Bélgica

Seleccionador: Marco Rossi
O antigo defesa italiano treinava na Hungria há quatro anos quando foi convidado a assumir a selecção húngara, em Junho de 2018.

Jogador-chave: Willi Orban
Forte no desarme, o defesa-central do Leipzig é prático e que também tem veia goleadora. Os quatro golos marcados desde que se estreou pela Hungria, em Outubro de 2018, fazem dele o segundo melhor marcador da equipa nos últimos dois anos.

Jogador a seguir: Roland Sallai
Extremo ou segundo avançado, Sallai chega a este EURO após uma excelente temporada na Bundesliga, ao serviço do Friburgo, tendo apontado oito golos e seis assistências. Com um excelente registo goleador na selecção antes da fase final, é uma excelente alternativa ao capitão Ádám Szalai.

Sabia que?
A Hungria esteve presente em duas meias-finais nas primeiras quatro edições do torneio, em 1964 e 1972, mas só voltou a participar em 2016.

PORTUGAL
Melhor marcador na qualificação: Cristiano Ronaldo (11)

Histórico
Melhor no UEFA EURO: vencedor (2016)
UEFA EURO 2016: vencedor

Seleccionador: Fernando Santos
Defesa nos tempos de jogador, cuja carreira passou por vários clubes, Fernando Santos treinou os três clubes maiores em Portugal, Benfica, Porto e Sporting, antes de assumir o comando técnico da selecção portuguesa em 2014, após ter orientado a Grécia. Conduziu Portugal à conquista do UEFA EURO 2016 e da edição inaugural da UEFA Nations League.

Jogador-chave: Cristiano Ronaldo
O jogador mais internacional de Portugal e o melhor marcador de sempre terá 36 anos quando participar no EURO 2020, prova na qual um dos seus objectivos é, certamente, sagrar-se pela primeira vez melhor marcador numa fase final de um EURO ou de um Mundial.

Jogador a seguir: Bruno Fernandes
Chegou ao United, tomou conta do balneário, da braçadeira e da equipa. Uma época bastou para ser a referência de um gigante à procura do regresso e, caso Fernando Santos não invente, este Euro pode confirmá-lo como um dos melhores médios a nível mundial.

Sabia que?
A derrota em Outubro na Ucrânia foi a primeira sofrida por Portugal sob o comando de Fernando Santos num jogo do EURO (ou da Nations League) – qualificação ou fase final –, desde que o técnico assumiu o cargo em Setembro de 2014. As suas únicas derrotas anteriores tinham sido no Mundial.

FRANÇA
Melhor marcador na qualificação: Olivier Giroud (6)

Histórico
Melhor no UEFA EURO: vencedor (1984, 2000)
UEFA EURO 2016: finalista, perdeu 1-0 frente a Portugal (ap)

Seleccionador: Didier Deschamps
Deschamps foi o capitão dos Bleus na vitória do Campeonato do Mundo de 1998 e no EURO 2000. Seleccionador de França desde 2012, levou os gauleses à glória no Campeonato do Mundo em 2018 e pode garantir o segundo título internacional da carreira de treinador em 2020.

Jogador-chave: Kylian Mbappé
O avançado do Paris Saint-Germain parece jogar ainda melhor quando os adversários são mais exigentes. Excepção feita às fases finais dos torneios, a França costuma defrontar equipas que optam por privilegiar a defesa e o meio-campo, o que torna mais difícil a vida a Mbappé, incapaz de fazer uso dos seus pontos fortes. Frente a oponentes de maior qualidade e que tentam jogar o jogo pelo jogo, o jovem dianteiro mostra-se letal, sobretudo no contra-ataque.

Jogador a seguir: Kingsley Coman
Tendo falhado a conquista do Campeonato do Mundo devido a lesão, Coman está ainda mais motivado. O desejo de Deschamps em equilibrar a sua equipa poderá levar a que o veloz extremo do Bayern seja relegado para o banco de suplentes, mas as defesas contrárias terão certamente calafrios quando virem a placa de substituição com o seu número.

Sabia que?
A França vai participar na sua 13ª fase final consecutiva de um grande torneio; não falha qualquer torneio desde o EURO’96 e chegou a cinco finais nessa série, tendo vencido três delas.

ALEMANHA
Melhor marcador na qualificação: Serge Gnabry (8)

Histórico
Melhor no UEFA EURO: vencedora (1972, 1980, 1996)
UEFA EURO 2016: meias-finais, perdeu por 2-0 ante a França

Seleccionador: Joachim Löw
Após 15 anos no cargo, este será o último torneio para o treinador que nunca deixou de levar a Alemanha pelo menos às meias-finais do EURO.

Jogador-chave: Thomas Müller
Dois anos e meio depois dar espaço para a reconstrução da equipa, a Alemanha voltou a chamar Müller, um verdadeiro líder com vasta experiência em grandes torneios. O jogador de 31 anos faz questão de transmitir sempre aos companheiros a sua mentalidade vitoriosa .

Jogador a seguir: Kevin Volland
O nome anterior que constava aqui era Kai Havertz, mas depois de marcar o golo da vitória do Chelsea na final da UEFA Champions League já deve estar sob o olhar atento de todos. A surpresa pode ser Volland, avançado que chega com uma atitude ambiciosa e um bom registo de 18 golos em 40 jogos na sua primeira época no Mónaco.

Sabia que?
A fase final deste Verão será a 26ª presença consecutiva da Alemanha num grande torneio, Mundial ou EURO.

Vamos arrasar🤣