ELEICÕES 2017 - QUE PROJECTO ?

Lanço este tópico com intuito de lançar ideias e opiniões sobre o que deverá ser o projecto do Sporting para o próximo mandato.

Ideias sobre pequenas ou grandes coisas que gostaríamos de mudar e que venham a fazer parte do / dos projectos que vão a eleições no Sporting.

Bruno de Carvalho tem sido um líder incontestável, com trabalho tremendo à frente do Sporting, mas temos de ser exigentes como ele, como ele sempre pediu aos Sportinguistas para serem. Os tempos das focas amestradas que batiam palmas a tudo o que se dizia nas assembleias nao pode voltar, porque quase nos levou à ruina.

Da minha parte, independentemente de sermos campeões ou não, Bruno terá o meu voto. Depois do trabalho fantástico que fez em todos os sectores do clube, não poderá estar dependente se a bola entra ou não.

O “meu projecto” sugestivo para o Bruno de Carvalho, é o seguinte:

  • Criar um cartão único para os sócios. Um cartão ao estilo “Cartão do Cidadão”, onde o " Cartão de Sócio " desse para acrescentar a Gamebox Futebol, Gamebox Modalidades, Cartão Fundação ou até o de desconto da gasolina. Quem fosse sócio e adquirisse a Gamebox futebol, ela seria " carregada " no cartão de sócio. No desconto da gasolina, bastava apresentar o cartão de sócio, escusávamos de andar com mais um cartão na carteira.

  • Contrato com a marca desportiva transversal a todas as modalidades. Tanto a Adidas como a Nike, têm equipamentos para todos os desportos, desde o Futebol, ao Judo, passando pelo Ciclismo, Rugby, etc.

  • Negociar o naming da Academia com a Nike ou Adidas, incluindo no contrato com a marca desportiva de equipamento. Tanto Figo como Ronaldo são patrocinados pela Nike, com os 2 bolas de ouro associados a essa marca, poderiam ser dois excelentes embaixadores para esse patrocínio, e a Nike ficava associada a uma das melhores academias dos mundo. Com um bom poder negocial e de marketing, seria possível fazer um contrato deste género, em que ambas as partes iriam beneficiar.

  • Um vice para as modalidades, jovem e dinâmico. Pronto para ir a combate pelo Sporting e pelas suas modalidades, junto das federações, na comunicação social, alguém pronto para caminhar ao lado do Bruno enquanto for presidente.

--------------------------------- // ---------------------------------------------------------------------

Posto isto deixo para reflexão algo que poderá pesar no futuro do Sporting e que deveria ser debatido nas assembleias gerais e por membros da direcção. Qual o rumo do Sporting em termos de património ? Qual é a ideia ? O que é realista e o que é utópico ?

  • Que futuro para a camadas jovens das modalidades do Sporting ? Vão continuar a treinar longe de Alvalade ?

  • Onde será o Centro de Altletismo Mario Moniz Pereira ?

  • Repensar todo o Complexo Alvalade. 4 anos de mandato para trabalhar sobre isso. Colocando várias questões:

–» Dá ou não para ter um bom relvado em Alvalade ? ( penso ser a resposta fulcral )

–» Caso não dê, temos de levar o próximo mandato a pensar, analisar, projectar um futuro estádio, nem que ande os próximos 10/20 anos em papel, e analisar várias questões:

  • Se não der para recuperar os terrenos, e daqui a 10/20/30/40 anos, quisermos outro estádio, vamos mudar de localização ?

  • Quais os principais erros do estádio ? O que foi mal feito e não pode ser repetido ? Como construir um estádio que dê garantias de ter um excelente relvado ?

  • O que é essencial num estádio de futebol ? Onde se gastou dinheiro desnecessariamente neste ?

  • O que foi bem feito neste estádio e que poderá ser bem aproveitado para o seguinte ?

Algo que também deve ser ponderado e respondido de uma vez aos sócios, é se é possivel recuperar os terrenos do antigo estádio ? Se houver dinheiro, dá para recomprar ? não dá ?

O clube poderá recuperar aqueles terrenos através da SAD ? Quanto valem os terrenos ? ( deixo como nota, que os terrenos da antiga feira popular estiveram à venda por 100 milhoes e ninguem lhes tocou )

Uma venda de um Gelson e de um William, e pegando em cerca de 80/90/100 milhões, daria para recomprar aqueles terrenos e construir património para o clube ?

Ex: Naves de treino para as modalidades, ou um “barracao” ao estilo do antigo pavilhao que desse para dividir em 4/5 quadras para treinos

Mini estádio com pista de atletismo, para jogos das camadas jovens, rugby e para pratica do Atletismo.

Isto custaria o que ? 15/20 milhoes ? Menos ?

No caso do estádio der para ter um bom relvado, dá para melhorar o estádio ? Dá para reorganizar a estrutura do estádio, falando numa melhor localização do museu e da loja verde, conjugar isso com as visitas ao estádio por parte de grupos, estrangeiros e afins ?

A ideia é recomprar o alvalaxia ou o pavilhao será o coração do clube com o museu e loja verde ?

Ha algum acordo de principio para no futuro o Sporting poder comprar os terrenos à Camara Municipal de Lisboa, falo dos campos sinteticos que vao ficar junto ao pavilhao.

Eu sinceramente espero que não sejam umas eleições marcadas por um debate entre os projectos “Olhem para mim, varri com os croquettes e mereço continuar porque éramos sétimos antes de eu chegar e agora somos segundos” e “Esse Azevedo de Carvalho é um aldrabão, um mentiroso e um aventureiro, nós somos muito mais Sportinguistas que toda a gente porque até somos ex-atletas e tudo e o João Rocha é Deus”.

Mas muito sinceramente acredito mais que vai ser a campanha mais vergonhosa que este clube já viu. Sim, pior que em 2011! Com ataques, mentiras, processos, fantasmas, mortos-vivos à solta e um clube mais dividido que nunca.

Oxalá esteja enganado…

Boas!

Para mim o nosso presidente Bruno Carvalho tem sido um presidente altura do nosso grande amor Sporting!

O que eu gostava que tivesse o seu projecto do próximo mandato:

1- ver o património do Sporting maior:
Centro de Alto Rendimento feito
Academia de modalidades para as camadas jovens
Alvalaxia recuperado
Acabar com o fosso no estádio
Por as cadeiras verdes

2- Futebol:
Recuperar o resto dos passes dos nossos jogadores
Melhorar ainda mais a academia
Relvado resolver

3- Modalidades:
Um novo vice presidente para as modalidades mais jovem, mais lutador e mais ambicioso
Voltar a ter Basquetebol, Voleibol, Rugby, etc…
Mais modalidades ou então com fizeram com o ténis

4- Sócios:
O cartão único era uma boa ideia
Lojas verdes pelo o país

E muito mais mas se ele fizer com fez este mandato para mim chega e sobra
Obrigado Presidente por tudo!
:venia:

O meu voto o Presidente vai ter nem que percamos todas as provas até final, depois do excelente trabalho que fez até hoje não consigo ter outra forma de pensar, foi ele quem fez renascer o Sporting e o orgulho em ser Sportinguista e acima de tudo voltar a sentir aquele enorme amor que sentia em miúdo, este sim é o SPORTING que acredito com este enorme Leão ao leme tem tudo para ser cada dia mais pujante.

Sobre o que gostaria de ver feito, o tapar do fosso do estádio uma ainda maior aposta nos jogadores formados na academia, mas continuo convencido que com este Leão ao leme a sua exigência será sempre maior do que a minha e como tal só depois de ler o que terá para o clube poderei dizer algo mais, como sempre aqui disse o meu apoio à sua Presidência foi total e o meu apoio para novo mandato continua a ser total.

Se formos campeões ou estivermos em posição para o ser (as eleições são em Março? Se o forem é uma estupidez) nem eleições temos, se estivermos numa situação complicada desportivamente então sim, vai ser um festim ao estilo do Sporting dos últimos anos.

Quanto ao Cartão de Leão :twisted: que o primeiro forista postou, gosto muito da ideia. Neste momento acaba por ser difícil devido ás modalidades terem casas alugadas e localizadas em sítios diferentes, mas penso que será possível implementar isso no João Rocha. Já o desconto para a Galp acho duvidoso que o façam, porque é uma empresa exterior ao grupo Sporting.

Quanto à marca desportiva transversal a todas as modalidades, acho difícil. Nem os clubes tubarões conseguem fazer tal coisa. E pessoalmente, mas eu não sirvo de exemplo para nada :-[, gostava que as modalidades mais pequenas conseguissem ser patrocinadas (ou complementadas) por marcas portuguesas tipo Lacatoni. Acho que umas parcerias desse estilo eram bastante interessantes,o Sporting promovia o espírito nacional e essas marcas ganhariam visibilidade que muito dificilmente têm.

Quanto ao naming, penso que será difícil. Se nem os lampiões com a ajuda do Mendes conseguem vender o naming da ETAR do Colombo, irá ser o Sporting? Mas realmente dava-lhes visibilidade, como os casos Ronaldo e Quaresma, que apareceram em fotos antigas este verão (patrocinados pela Rebook e PT). Até o Pepe apareceu com camisolas destas em fotos antigas, embora tivesse sido por engano. Lembro-me da Coca-Cola e Pingo-Doce ainda tirarem dividendos da formação Sporting ainda nos dias de hoje, e Puma via João Mário este verão quando foi transferido para o Inter. O sócio 100000 com contrato com a MEO apareceu há um mês como uma camisola da NOS que virou viral. :twisted: Mas de resto, a visibilidade centra-se em poucos atletas… talvez seria melhor uma maior promoção dessas fotos por parte do Sporting também, por exemplo podia-se difundir na wiki Sporting ou quando se fala na formação, ou em resumos dos atletas no website, etc. De resto, só aparecem na jornalagem quando lhes apetece (na estrangeira até é bastante). Tem de haver uma maior visibilidade, agora com as redes sociais / sportingTV fica mais fácil mas ainda há um grande caminho a percorrer.

Também quero alguém para as modalidades… O Vicente Moura já não vai para novo. E outro que me preocupa é o Aurélio Pereira.


Aqui há uns tempos falava-se que o BdC queria meter o Sporting mais ecológico. Como temos uma parceria com a Galp, será que eles não estariam disponível para apostar nas energias renováveis e patrocinar cá a malta, com uma cena tipo ‘energia verde’? Oh Galp faz favor. :twisted:

Sonhos realistas:

Banir o amarelo do estádio e fechar o fosso. >:D

Sonhos irrealistas e que nem com um sultão e um chinoca a largar cá balúrdios conseguíamos fazer:

A Academia transformar-se num centro de estágios para futebol e modalidades. Neste momento serve para futebol e futsal masculino, mas gostaria que também tivesse o resto. Seria o bunker do desporto do Sporting, longe de olhares indiscretos e com tranquilidade. 8) Suponho que esta não seja assim tão irrealista quanto isso. :smiley: Vai-se tornando…

O Alvaláxia ser recomprado para se fazer o Multidesportivo das Modalidades de Pavilhão (há espaço para muita coisa). Depois reformulava-se o Multidesportivo actual para as outras modalidades sem ser de pavilhão, provavelmente mudar aquela estrutura toda que lá está (talvez até reconstruir).

Os terrenos antigos ao lado do João Rocha serem comprados, e aí construía-se um mini-estádio para tipo 5 mil pessoas, com pista de atletismo com o centro de alto rendimento acoplado, e o relvado servia para as B e para as senhoras jogarem em casa. Com o resto do espaço ajardinava-se e metia-se uns cafés e bares, tipo Parque das Nações.

Alargar o protocolo com a EUL e reconstruir a Academia de Formação (só futebol ou futebol + modalidades) ou acoplada à Cidade Universitária ou acoplada ao Pólo do Monsanto (aqui há muito espaço, mas depois havia maior concorrência com o Belém). Isto bem esgalhado e até alargado com o Ministério do Desporto / Educação até servia como um bom incentivo ao desporto escolar, como países estrangeiros têm para desenvolvimento das modalidades.

Há dois terrenos ao lado do edifício da NOS que é para construir prédios igual a eles Era convencer a CUF a comparar um deles e construírem lá uma mega clínica com um protocolo com o Sporting. O Varandas ficava com um piso e fazia daquilo um bastião de medicina desportiva mundial. Depois comprava-se a parte da CUF no estádio e construía-se o Multidesportivo III. Quanto ao outro terreno, sei lá, mas construía-se o mono e depois entre os três monos que lá estavam fazia-se das caves, piso térreo, e 1/2 andares (aqui tem de se incluir o metro também) um centro comercial urbano tipo Monumental / Saldanha / Saldanha Residence.

O EVA é feio para caralho. Deitar abaixo e construir de novo, nem havia meio termo aqui. ^-^ Odeio aquela merda, cada vez que passo lá e vejo aquele mono dá-me uma azia que nem posso. Há para ali uns terrenos assim meios meh à volta do estádio ou perto que também me dão azia, era chatear a câmara e fazer estacionamento em caves e jardinar tudo por cima, tal como está na zona do edifício da NOS.

É pensar que se me saísse o EuroMilhões, só dava para fazer uma destas coisas que falo acima. :cartao:

Fechar o fosso com cadeiras, estádio com 55 mil.
Verde e branco nas cadeiras, no estádio todo.
Recuperar o basquetebol.
Trocar a macron por uma marca de referência ( NIke ou Adidas).
O resto é continuar o bom trabalho, com mais titulos no futebol.

Basquetebol sénior de regresso;
Novo vice para as modalidades, alguém mais jovem e de preferência uma figura do clube seja um Benedito, seja um Andorinho etc, embora reconheça que mais do que uma figura precisemos de alguém com pulso e que não pape grupos em casos como o do andebol na época passada por exemplo;
Cadeiras todas de verde no estádio;
Tentar arranjar uma marca melhor de equipamentos com outra expressão, a Macron até tem sacado uns equipamentos porreiros mas é como um amigo italiano e Sportinguista me diz" são uma empresa regional".
Há sempre outras coisas a melhorar mas para mim se vier o basquetebol como se fala e sei que se está a trabalhar nesse sentido já não exigo mais nada.
Falaram aí em Lojas Verdes pelo país, é uma excelente ideia, não é muito difícil ao clube saber onde há mais Sportinguistas no país, na zona Centro a malta safa-se no Museu de Leiria mas calculo que haja outro sitíos onde o pessoal se vê à rasca.

Gostava saber porquê que têm ser uma marca de referência, para mim têm que ser a que tá mais dinheiro.
Eu que saiba a Nike perfere fazer contratos com jogadores individuais e não tá nada de jeito aos clubes. A Adidas é dos orcas tb não dá nada de jeito. A Puma e Reebok fizeram uma proposta mas a Macron ofreceu 3× mais.

É tudo uma questão de estatuto…

Já foi assim, actualmente vais ver equipas grandes com outras marcas no futuro com Warrior, New Balance, Legea, Fox, etc…principalmente as marcas dos Estados Unidos.

Just my five cents…

:great:

-Basicamente, realizar alguns pontos que por motivos diversos, não puderam ser realizados nestes 4 anos ( espantoso, perto de 90% dos objectivos foram cumpridos. Acho se na politica fossem honestos como o presidente, não estariamos como estamos…)

-Regresso de mais modalidades ( angariação de mais socios, a fim de ser sustentável este ponto… ) e reforço das existentes…

-Construção do centro de alto rendimento.

  • uma pista de atletismo, ( acho imperdoável a quando da construção do estádio, ignorarem isto… Temos um historial que " obriga" quase a termos…)

Estou acima de tudo curioso para saber o que vai ser “prometido” em termos de infra-estruturas. Seja no que diz respeito ao estádio (eliminação do fosso e cadeiras verdes), seja em termos de requalificação do espaço à volta do mesmo (há zonas que estão simplesmente horríveis…e por favor lavem-me os vifros); seja no que diz respeito ao falado Centro de Atletismo. Gostava de uma de duas opções: o ideal seria localizar-se em Lisboa e em zona próxima a Alvalade; caso não o possa ser, que se leve para Alcochete, se possível. Veremos.

Depois, gostava que a nível de projecção da marca, se pensassem em mais iniciativas. Em Lisboa devemos ter lojas do clube espalhadas nas zonas de maior turismo (nenhum turista vai à zona do estádio) e penso que no estrangeiro devíamos ter um outro tipo de iniciativas em países europeus onde até temos muitos adeptos (Reino Unido, Alemanha, Suiça).

Projeto desportivo:
Ser campeão nacional em Futebol, Futebol Feminino, Futsal, Andebol, Hoquei, Futebol Praia, Atletismo Masculino, Atletismo Feminino.
Ter um título Europeu em 3 das modalidades acima.
Em suma, voltar a ser a maior potência desportiva nacional.

Projeto futebol de futuro:
Repensar o modelo das camadas jovens, para o fortalecer, uma vez que existe o risco que com mais dinheiro existam menos oportunidades para os miudos. Repensar a quantidade de emprestados. Pensar um modelo equilibrado equipa A / equipa B / emprestados / camadas jovens

Projeto imobiliário:
Recuperar os terrenos que estão à volta do estádio, de forma a termos uma verdadeira Cidade Desportiva, com diversos equipamentos desportivos, lazer, Museu condigno. Aumentar e modernizar Alcochete.

Projeto financeiro:
Garantir que temos lucro todos os anos, através de aumento em todas as vertentes operacionais (bilheteira, quotas, merchandising, publicidade, naming, etc - cada um destes é um desafio próprio, não vou detalhar) e um controlo mais apertados dos custos. Equilibrar ainda mais receitas e despesas operacionais (passar do défice 10M para um défice 0). Recomprar uma parte das VMOCs, apontar para 5M cada ano. Garantir que os lucros não são feitos com truques contabilísticos.

Projeto comunicacional:
Infelizmente não há outra forma de o fazer. Isto não poderá ficar escrito mas deve ser objetivo: dominar pelo menos 1 meio de comunicação na TV, outro nos jornais escritos, outros nas rádios. Comprar, pagar, subornar, impor, chantagear, fazer o que for preciso para termos uma boa imprensa e um bastião comunicacional forte para acabar com as mentiras dos rivais. A médio prazo, com a vitórias a surgir regularmente e com as finanças a melhorarem todos os anos, a boa imprensa acabará por aparecer também nos outros meios.

O jn diz hoje que o Presidente vai sozinho a votos, espero que seja verdade, pois a meu ver é só a melhor noticia do ano em relação ao SPORTING, farto do outro Sporting estava eu há 31 anos.

candidaturas são sempre bem vindas.
Demonstra vitalidade e pluralidade de opiniões.
Agora, é preciso é candidaturas serias e propostas concretas.
nota:

Sent from my Redmi Note 3 using Tapatalk

Pois, até tenho pena que “O Projeto”, outrora tão pujante, não apareça para disputar a liderança. Agora é que deviam ir entrevistar o Rui Barreiro.

Depois nas urnas levavam uma bela tareia.

Por outro lado, ainda bem: seria uma fonte de desestabilização constante, numa fase que certamente precisamos é de calma. Noticias nos jornais, invenções, carvão sem fim.

Já acreditei mais que o Bruno ia sozinho a votos. Fizeram vários mártires até conseguirem um presidenciável. Era o mais difícil…