Discos de Vinyl, Gira-Discos, Coleções e Afins

Estou tentado a voltar a entrar neste mundo.
Tenho uns quantos albuns que eram do meu pai e alguns (poucos) da minha juventude.

Andei a sondar uns gira discos e descobri estes:

Penso que para o que eu quero (ouvir uns discos em casa) serve perfeitamente e li boas reviews sobre a marca.

Esta parte julgo estar “resolvida”, a outra parte será começar a adquirir discos e aumentar a coleção gradualmente.
A minha ideia seria começar pelos discos mais clássicos, mais fáceis de encontrar e espero eu mais baratos.

Tirando a velha Fnac , têm sugestões de lojas onde se encontrem discos a bom preço ? Podem ser usados, desde que estejam em boas condições.

Partilhem aqui as vossas coleções ou raridades. :+1:

1 Like

Peço aqui uma opinião sobre as diferenças destes 2 gira discos:

American Audio TTD 2400 USB – Thomann Portuguesa

Turntable Direct drive, With USB audio interface, Line and phono signal as output, Speeds: 33 and 45 RPM, Pitch: +/- 10%., Without ground connection even in phono mode, Minimum computer requirement: PC with Windows 98, 2000 or XP | Mac with OS9 or…

Audio-Technica AT-LP120X USB Silver – Thomann Portuguesa

Direct Drive Turntable DC servo motor, Dynamic anti-skating control, Low-resonance die-cast aluminium platter with felt mat, 33, 45 and 78 RPM, S-shaped tonearm, Start / stop button, Pitch range of +/- 8% and +/- 16%, Weight: 8 kg, Colour: Silver…

Só para passar uns discos em casa acham que o primeiro é suficiente? ou mais vale investir mais uns euros e comprar o 2º ?

Consigo arranjar os 2 sem IVA…ou seja um fica a cerca de 100€ e o outro a cerca de 200€

Aqui podes encontrar discos em muito bom estado e com preços bastante acessíveis. Tens é de ter alguma paciência para procurar e comparar:

1 Like

Sou colecionador de vinil e tirando questões particulares com gostos pessoais de tipo de música, a sugestão anterior do discogs é, de facto, a melhor opção para encontrar discos.

Também podes adicionar a tua coleção, sendo que, para cada disco estão praticamente todas as edições por ano, país de origem, etc etc

O mundo do vinyl tem tido um crescimento gigante nos últimos anos e com isso os preços também subiram imenso. Cada disco agora tem associadas imensas versões, que vão desde a básica até às deluxe e afins. Há actualmente discos coloridos que são verdadeiras obras de arte.

Para gostos menos underground por estes dias a Fnac está a fazer -25% em todos os discos o que é uma promoção bastante aceitável.

1 Like

Eu sei que é moda e tal, mas para quem não tem já uma razoavel coleccão de discos, não se metam nisto, mais se for pela qualidade de som. Um daqueles mitos que não se entendem!

Comprar discos e os pratos é como querer agora comprar um carro com motor a vapor :wink:

Em relação a esses nao te consigo ajudar muito. Comprei este,

Ganhou prêmio eisa

Gosto imenso para a qualidade e valor do mesmo.

2 Likes

Pelo contrario cada vez cresce mais.

Tens a fnac, a tubitek (Porto e Lisboa),e muito mais se fores da zona do Porto. Lisboa nao sei mas n deve de faltar mercado.

Ontem chegou como prenda de Natal da minha mulher.

:heart_eyes::heart_eyes::heart_eyes::heart_eyes:

2 Likes

Nem mais ontem comprei o delicate sound of thunder presente (ver comentário acima, prenda) e outro da mariza para a minha mulher com 25% de desconto.

Este mora lá em casa. Linn Sondek LP12, dos anos 80, braço Ittok LVII e cabeça Grado black com agulha gold. Fonte interna (Valhalla) e sem phono. Estou a pensar fazer uns upgrades, quando houver mais €s.

5 Likes

Isso é para quem sabe o que é bom :clap::blush:

1 Like

Eu sei, mas porquê que alguém com 20 (ou volta disso) se meta nestas aventuras, não percebo.
A tecnologia em si já é rudimentar e primitiva, depois compram e usam decks de caca, os discos novos são carissimos e muitos de má qualidade (as prensas usadas são as velhas!), as masters que são usadas são as digitais etc.
É ridiculo depois virem dizer que “vinyl soa melhor” :sweat_smile:

Mas OK, cada um sabe de si.

Dentro dos gira-discos, também tens os Rega Planar (várias gamas) que te permitem ir fazendo alguns upgrades ao longo do tempo. Comprei um há cerca de 3 anos e estou satisfeito.

Se fores da zona de Lisboa, antes do Covid costumava apanhar bons achados numa feira de rua junto à entrada do metro no Arco do Cego. O último que lá comprei foi o “Brothers in Arms” dos Dire Straits por 10€.

1 Like

Não quero fazer publicidade, mas acho que esta deve ser uma boa oportunidade.

1 Like

Os Pro-ject e os Rega são bons modelos de entrada.
Lojas em Lisboa (para quem curte rock principalmente ) temos a carbono, a Mau génio, a Sound Club Vinyl Store ou a Discoleccão… No porto temos a piranha …nota importante : prefere edições antigas , pois era de fonte analógica em todo o processo. O vinil recente é igual ao CD… Teria que estar horas a explicar. :blush: Boas audições e escolhas :blush:

1 Like

Esse prato é muito razoável, pelo preço é muito difícil encontrar quem se lhe aproxime. Boa escolha.

Eu coleciono vinil pirata - bootlegs - de um cantor com carreira entre 1958 e 2010. Ouço cada disco uma vez para ver como está, e depois mais nada. É mais para ter na estante :slight_smile:

1 Like

Um rega sobe para uns 400 paus?

O Rega planar 1 (modelo de entrada da marca ) custa 299 no representante em Benfica (audioteam) e se for bem cantado o engenheiro Alves ainda tira qualquer coisa. Aproveita e aprendes com ele a mexer corretamente no dito coiso. Os Rega têm garantia vitalícia de motor e duram uma vida.O Engenheiro é das 10 pessoas raras que temos a afinar vinis no nosso burgo. É 5 estrelas . SL

1 Like

Tens razão em parte daquilo que dizes, que a grande maioria do vinil atual não tem qualidade. Mas não todo. E há muito vinil antigo em boas condições disponível para comprar. O prazer de ouvir um bom disco em vinil é incomparável ao de ouvir em CD (que, já agora, em muitos casos, também não tem qualidade).

1 Like

O meu é este (não sei se é possível visualizar):

1 Like