Directivo Ultras XXI

Directivo Ultras XXI

O grupo Directivo Ultras XXI foi criado no dia 17 de Maio de 2002. Inicialmente situado no topo norte do antigo Estádio José Alvalade, manteve a tradição ao ocupar o mesmo topo norte, no sector A-17 do novo estádio do Complexo Alvalade XXI, até à reunião de todas as claques no topo sul em Julho de 2013.

A criação desta nova claque foi assinalada com o seguinte comunicado:

Caríssimos amigos… Nestes últimos tempos, a grande maioria de vós foi extremamente importante para o sucesso do nosso clube. Constatámos que no estádio, sócios ou não, sempre apoiaram ao nosso lado. Precisamente por este motivo, decidimos informar-vos e dar-vos conta da nossa decisão de abandonarmos a Curva Sul, depois de vários anos ali passados. Acontece que, no já próximo campeonato 2002/03, transferir-nos-emos, em número considerável para a curva norte. Estamos conscientes de que a mudança não vai ser fácil, mas isso serve também como estímulo para esta nova forma de viver e amar o grande Sporting Clube de Portugal. Ficaremos com muitas saudades da velha e querida Curva Sul, que nos viu crescer durante todos estes anos e que testemunhou das mais variadas formas o nosso amor pelo Sporting. As razões que nos levaram a dar este passo são múltiplas, mas entre todas, as principais prendem-se com a total desorganização e o situacionismo de alguns elementos da Curva Sul. Por este meio vimos assim informar todos os Sportinguistas das nossas pretensões e do novo rumo a que, tal como nós, o nosso clube se propôs, novo Estádio, novo Símbolo… Nova Claque, nova Mentalidade. Fazemos ainda o apelo a quem connosco quiser fazer a festa para se dirigir para a Curva Norte, e, viver grandes momentos com aquela fantástica Equipa que todos os Domingos nos reúne debaixo de um único emblema: o Leão, símbolo do nosso maravilhoso clube: SPORTING! PELO SPORTING, OBRIGADO POR EXISTIRES…!! ATÉ QUE A MORTE NÃO NOS SEPARE…!!

A sede

Pormenores da sede do DUXXI

A-17 era o sector que o Directivo ocupava no estádio e foi com este nome que se baptizou a porta da sede. A partir do momento em que se passa a porta A-17 só dois ideais devem nortear o nosso pensamento: o Sporting Clube de Portugal e o Directivo Ultras XXI.

A sede permite o convívio, troca de experiências, o diálogo e o estabelecimento de laços de amizade entre todos os Sportinguistas. Este espaço multifuncional está dotado de uma secretaria, sala de reuniões, bar, sala de sócios e casa de banho.

Contactos

Directivo Ultras XXI

10 h ·

COMUNICADO

A Associação DIRECTIVO ULTRAS XXI, na qualidade de Grupo Organizado de Adeptos e de Associados do Sporting Clube de Portugal, em função da multiplicação e disseminação de notícias nos meios de comunicação social que envolvem o seu nome, vem, pelo presente meio, informar os seus Associados e o público em geral do seguinte:

  1. No que respeita ao local onde funciona a sede social desta Associação, reiteramos que o mesmo não é propriedade do Sporting Clube de Portugal nem da Sporting Clube de Portugal, Futebol SAD, pelo que não se reconhece a estas entidades qualquer legitimidade para endereçar “ordens” ou “ultimatos” relativamente à ocupação e utilização do referido espaço;

  2. Antes de pensar recorrer à Polícia de Segurança Pública ou a qualquer outra força de segurança para auxiliar na prática de actos ilegais, as referidas entidades deverão, como é obrigatório num Estado de Direito Democrático, socorrer-se dos meios judiciais ao seu dispor, onde deverão comprovar o seu alegado direito de propriedade do referido espaço, que expressamente contestamos;

  3. Caso as referidas entidades logrem realizar prova plena do referido direito e, em consequência, obter decisão judicial definitiva que ordene a esta Associação a desocupação do espaço em causa, a mesma acatará imediatamente a mesma com urbanidade e responsabilidade, sem qualquer necessidade de “protecção” ou “auxílio” das forças de segurança;

  4. Porém, até que tal venha eventualmente a suceder, esta Associação não permitirá que as referidas entidades pratiquem, de forma ilegal, actos tendentes ao esbulho violento do referido espaço, no sentido de se apropriarem ilegitimamente do mesmo, reservando-se esta Associação no direito de agir em conformidade, recorrendo aos meios legais ao seu dispor para fazer cessar, cautelar e definitivamente, a violação dos seus direitos;

  5. Em relação à propalada comunicação da APCVD, relacionada com a suspensão do registo desta Associação como Grupo Organizado de Adeptos oficialmente reconhecido pelo Sporting Clube de Portugal e pela Sporting Clube de Portugal, Futebol SAD, a mesma limitou-se, sem possibilidade de contraditório por parte desta Associação, a cumprir os trâmites legais actualmente previstos na Lei n.º 39/2009, de 30 de Julho;

  6. A referida Lei, conforme oportunamente tivemos oportunidade de transmitir em sede própria, junto da Assembleia da República, não reconhece quaisquer direitos aos adeptos de desporto, organizados ou não, mas apenas deveres, obrigações e sanções, “empurrando-os” para uma ilegalidade que não se pretende e que apenas potencia os actos que se pretendem precisamente evitar e erradicar;

  7. Nesta temática, apenas podemos lamentar que o nosso Clube se tenha limitado a uma breve intervenção escrita no processo de discussão pública da última alteração à referida Lei, não defendendo dignamente os seus Associados das nefastas repercussões da mesma;

  8. Ao invés de defender os seus Associados, de reconhecer e acarinhar os adeptos mais fiéis que existem, e de procurar angariar o máximo de apoio possível para as suas equipas desportivas, a actual Direcção do Sporting Clube de Portugal de tudo tem feito para impedir e dispersar esse apoio organizado, cancelando unilateralmente bilhetes de época adquiridos e pagos; dificultando a aquisição, por Associados, de bilhetes individuais; bloqueando, para a Curva Sul, a possibilidade de aquisição online e no âmbito de campanhas solidárias; impedindo a entrada de material de apoio do Clube no próprio Estádio e Pavilhão; retirando do Estádio placas alusivas aos GOAs; eliminando do website oficial do Clube as referências e elogios a (todos) os GOAS; cancelando a venda dos CDs desta Associação na Loja Verde (continuando no entanto a passar os mesmos nos sistemas sonoros dos recintos desportivos); chegando ao cúmulo de emitir ordens a membros das forças de segurança para apreender vestuário pessoal com as cores e o símbolo do nosso Clube e desta Associação e de exortar clubes adversários a impedirem a entrada de material de apoio ao Sporting Clube de Portugal;

  9. Enquanto estes actos de censura e de violação dos mais elementares direitos dos cidadãos são praticados em locais onde se realizam competições desportivas, as entidades públicas responsáveis pelas referidas competições e pelo Desporto em geral remetem-se a um comprometedor silêncio, ao arrepio das suas obrigações legais e estatutárias;

  10. Desde a última tomada de posição pública desta Associação, temo-nos reservado e concentrado em encontrar formas de permitir a todos os Associados do Sporting Clube de Portugal que integram esta Associação o acesso à aquisição de bilhetes para os jogos das mais diversas modalidades - nomeadamente a quem adquiriu a sua GameBox através da Associação e que viu a mesma ser cancelada de forma ilegal sem que até à presente data tenham obtido qualquer explicação ou esclarecimento directo por parte do Clube - tendo para isso de contornar as limitações impostas, na própria casa, pelo próprio Clube que apoiamos, de forma a mantermos o apoio inequívoco pelo qual sempre nos pautámos;

  11. Porém, uma vez mais, o nosso nome foi chamado para a praça pública através de notícias plantadas nos meios de comunicação social de uso privilegiado desta Direção e de um discurso (mal) lido e não redigido pelo seu Presidente, onde este faz tabula rasa de todos os elogios dirigidos em privado a esta Associação e ao reconhecimento de que a mesma nada deve a ninguém, para uma vez mais apontar o dedo a quem não deveria, nunca, apontar;

  12. Esta Associação continua a ouvir e ler falsas acusações que lesam o seu bom nome e o que representa no Universo Leonino há mais de 17 anos, sem que sejam apresentadas quaisquer provas ou fundamentos, tentando moldar negativamente a opinião pública dos Associados e adeptos do Sporting Clube de Portugal;

  13. Para desmistificar todas as mentiras sobre “borlas”, “regalias” e “negócios” que têm sido propaladas em relação a esta Associação sobre os cognomes “claque” ou “claques”, nas próximas semanas traremos ao conhecimento público, de forma documentada, toda a informação sobre as relações protocoladas e o cumprimento das obrigações para todas as partes envolvidas, nomeadamente, a nível financeiro;

  14. Conforme prometemos, já provámos e reiteramos, estaremos sempre aqui, em Portugal ou no estrangeiro, faça chuva ou faça sol, para fazer o que sabemos fazer melhor: apoiar de forma incansável apenas e só o nosso Sporting Clube de Portugal;

  15. Ao contrário do suposto líder do nosso Clube, nunca escondemos a nossa cara, sempre pensámos pela nossa cabeça e sempre assumimos os nossos actos, lamentando que a manifesta falta de liderança, comunicação e competência que têm trazido resultados negativos ao nosso Clube sejam insistentemente escamoteados na praça pública utilizando o nome desta Associação como o bode expiatório habitual, sobre o pretexto de actos de violência em que não participámos, não protagonizámos, não filmámos e que condenamos;

  16. Da mesma forma que não invadimos absolutamente nada, seja nas garagens do Estádio ou no Pavilhão - cuja bancada central, note-se, é de livre acesso e passagem para quem acede à bancada sul - nem praticámos qualquer acto de violência contra outros Associados, pessoas e bens do Sporting Clube de Portugal;

  17. Por muito que tentem alimentar diariamente um sentimento de ódio e de revolta no seio deste grupo de Associados, saberemos, como o temos feito, manter a serenidade possível e concentrar-nos na organização do apoio às equipas das mais diversas modalidades;

  18. Quando todos os limites forem atingidos e ultrapassados não existirá a resposta violenta pretendida, mas apenas um silêncio ensurdecedor.

Pelo Sporting, Sempre!

A ASSOCIAÇÃO DIRECTIVO ULTRAS XXI

DIRECTIVO ULTRAS XXI PROMETE NOVIDADES: «BASTA DE MENTIRAS»

SPORTING 08:26

Por
Redação

Num comunicado intitulado ‘A verdade da mentira - o início’, o Directivo Ultras XXI informou que, esta semana, irá trazer ao conhecimento público novos documentos com o objetivo de «desmistificar os mitos» sobre o protocolo com as claques.

«Basta de mentiras», escreve a claque, que ameaça difundir «toda a documentação relevante».

«Somos inimigos da mentira, somos inimigos da opacidade e somos inimigos da incompetência», conclui o Directivo Ultras XXI.

A Bola

Directivo Ultras XXI

15 h ·

Comunicado

A VERDADE DA MENTIRA – O INÍCIO

A Associação Directivo Ultras XXI, na qualidade de Grupo Organizado de Adeptos e de Associados do Sporting Clube de Portugal, no seguimento do exposto no seu último Comunicado, e para que não exista qualquer surpresa ou tentativa de deturpação de motivos, vem, pelo presente meio, informar os seus Associados e o público em geral do seguinte:

  1. Com início na próxima semana, conforme prometido, e independentemente de quaisquer resultados desportivos de qualquer modalidade, traremos ao conhecimento público, de forma detalhada, toda a informação sobre as relações protocoladas entre esta Associação e as diversas Direcções do Sporting Clube de Portugal e Administrações da Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD, e o cumprimento das obrigações para todas as partes envolvidas, nomeadamente, a nível financeiro;

  2. A informação que iremos partilhar visa, única e exclusivamente, desmistificar os mitos criados ao longo dos anos e que, no caso desta Associação, assumem carácter infundado e difamatório, relacionado com alegadas “borlas”, “regalias” e “negócios” envolvendo apoios e benefícios concedidos pelo Sporting Clube de Portugal e pela Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD ao abrigo dos sucessivos Protocolos de cooperação celebrados desde a época desportiva de 2004/2005;

  3. Não obstante toda a informação que será disponibilizada, reservamo-nos no direito de, caso algum dado apresentado seja contestado ou desmerecido de forma infundada e maliciosa, vir novamente a público apresentar toda a documentação relevante que acumulámos durante os últimos 17 anos e que temos em nosso poder, de forma a desmentir categoricamente quem quer que, por seu próprio desígnio ou a mando de outrem, se atreva a vir a público tentar negar ou procurar mascarar a verdade dos factos;

  4. Durante 17 anos, a Associação Directivo Ultras XXI funcionou e cresceu com e sem apoios por parte do Sporting Clube de Portugal, tendo visto passar pelo Clube 6 Direcções, 6 Presidentes muito diferentes entre si e diversos Oficiais de Ligação aos Adeptos, com quem sempre se relacionou a nível institucional, mesmo quando existiram severas divergências de opinião, sendo do pleno conhecimento de todos estes envolvidos a veracidade deste facto, assim como das informações que traremos a público;

  5. Basta de mentiras, basta de calúnias e basta de difamações difundidas através de meios de comunicação social de acesso privilegiado, sem dar a cara, sem assumir frontalmente as mentiras propaladas nem quem são os reais visados das mesmas, e com a impudência de não apresentar quaisquer provas daquilo que mandam outros publicitar de forma a camuflar a sua própria incapacidade de gestão e liderança.

  6. Somos inimigos da mentira, somos inimigos da opacidade e somos inimigos da incompetência.

A Associação Directivo Ultras XXI


Nenhuma descrição de foto disponível.

Directivo Ultras XXI

11 h ·

Hoje realizamos o nosso convívio de Natal Directivo onde existiu um grande espírito de união e amizade entre todos os sócios DUXXI. Mesmo com todas as dificuldades e obstáculos existentes não deixamos de pensar no nosso grande amor. Agradecemos assim a todos os que ajudaram a que este convívio se realizasse e a todos os que fizeram com que estivesse mais uma vez, e como sempre, um ambiente incrível !

Feliz Natal a todos os sócios e simpatizantes. DIRECTIVO ULTRAS XXI

Directivo Ultras XXI

13 h ·

COMUNICADO
A VERDADE DA MENTIRA – ASSOCIADOS

A Associação DIRECTIVO ULTRAS XXI, na qualidade de Grupo Organizado de Adeptos e de Associados do Sporting Clube de Portugal, e no seguimento do prometido, vem, pelo presente meio, informar os seus Associados e o público em geral dos detalhes relativos aos números de Associados desta Associação e do Sporting Clube de Portugal.

A Associação DIRECTIVO ULTRAS XXI foi fundada em 17 de Maio de 2002, sendo constituída nos termos legais em 13 de Dezembro de 2002, como associação privada sem fins lucrativos, e desde a sua constituição que se encontra previsto nos respectivos Estatutos a obrigatoriedade de todos os seus Associados serem, simultaneamente, Associados do Sporting Clube de Portugal.

Em abono da verdade, existiram excepções a esta regra, que se deveram a temporária falta de capacidade financeira de alguns Associados para, juntamente com todas as despesas indispensáveis à sua sobrevivência e do seu agregado familiar, suportarem as quotas devidas pela condição de Associado do Sporting Clube de Portugal, tendo visto esta condição ser temporariamente suspensa pelo Clube.

No entanto, esta Associação sempre procurou ajudar esses Associados a permanecerem no seio do grupo e activos no apoio às equipas do Sporting Clube de Portugal, nunca excluindo ninguém por razões de índole social e financeira.

Este posicionamento social, pelo qual esta Associação é reconhecida, permitiu manter estes Associados do Sporting Clube de Portugal, actualmente com quotas em dia, e angariar novos Associados para o Clube, de forma crescente, ininterrupta e independente dos (maus) resultados desportivos.

Note-se que, entre os anos de 2002 e 2004, a ASSOCIAÇÃO DIRECTIVO ULTRAS XXI funcionou normalmente, suportando todos os custos inerentes à aquisição de bilhetes e de material de apoio, à realização de deslocações em Portugal e no estrangeiro e à elaboração de coreografias de estádio, sem qualquer tipo de apoio por parte do Sporting Clube de Portugal.

Apenas em 2004, a Direcção do Sporting Clube de Portugal, liderada pelo então Presidente António Dias da Cunha, reconhecendo o crescente apoio e importância desta Associação no universo leonino, e de forma inédita, abordou esta Associação para celebração de um protocolo de cooperação, através do qual se disponibilizou para conceder apoios logísticos e financeiros mediante a responsabilização legal e financeira da Associação pelos actos praticados pelos seus Associados.

Nesse mesmo ano, a referida Direcção do Sporting Clube de Portugal foi igualmente pioneira ao organizar uma conferência de imprensa conjunta com todos os Grupos Organizados de Adeptos existentes e oficialmente reconhecidos à data, anunciando a legalização dos mesmos de acordo com a Lei n.º 16/2004, de 11 de Maio, que apenas entraria em vigor na época desportiva seguinte.

Os dados que apresentaremos de seguida reflectem esta realidade associativa e encontram-se devidamente organizados em função do mandato cumprido por cada uma das seguintes Direcções do Sporting Clube de Portugal, que, por facilidade de identificação e sem qualquer intuito persecutório, enumeramos em função do respectivo Presidente:

  1. Mandato da Direcção presidida por António Dias da Cunha (2000-2005)*:

 Época 2004/2005:
 N.º Associados Duxxi: 1223
 N.º Associados SCP: 896

  1. Mandato da Direcção presidida por Filipe Soares Franco (2005-2009):

 Época 2005/2006:
 N.º Associados Duxxi: 1310
 N.º Associados SCP: 973

 Época 2006/2007:
 N.º Associados Duxxi: 1412
 N.º Associados SCP: 1011

 Época 2007/2008:
 N.º Associados Duxxi: 1596
 N.º Associados SCP: 1186

 Época 2008/2009:
 N.º Associados Duxxi: 1680
 N.º Associados SCP: 1234

  1. Mandato da Direcção presidida por José Eduardo Bettencourt (2009-2011):

 Época 2009/2010:
 N.º Associados Duxxi: 1721
 N.º Associados SCP: 1226

 Época 2010/2011:
 N.º Associados Duxxi: 1809
 N.º Associados SCP: 1127

  1. Mandato da Direcção presidida por Luís Godinho Lopes (2011-2013):

 Época 2011/2012:
 N.º Associados Duxxi: 1623
 N.º Associados SCP: 927

 Época 2012/2013:
 N.º Associados Duxxi: 1712
 N.º Associados SCP: 1021

  1. Mandato da Direcção presidida por Bruno de Carvalho (2013-2018):

 Época 2013/2014:
 N.º Associados Duxxi: 1893
 N.º Associados SCP: 1197

 Época 2014/2015:
 N.º Associados Duxxi: 1997
 N.º Associados SCP: 1299

 Época 2015/2016:
 N.º Associados Duxxi: 2093
 N.º Associados SCP: 1352

 Época 2016/ 2017:
 N.º Associados Duxxi: 2189
 N.º Associados SCP: 1560

 Época 2017/2018:
 N.º Associados Duxxi: 2224
 N.º Associados SCP: 1628

Factor relevante a ter em conta na informação apresentada é o facto de esta Associação proceder à renumeração dos seus Associados apenas de 4 em 4 anos, com a inerente contabilização anual de Associados que não renovaram a sua inscrição e que, paralelamente, deixaram de pagar as respectivas quotas ao Sporting Clube de Portugal, vendo a sua condição de Associado do Clube ser suspensa em consequência desse facto.

Não obstante a referida condicionante, o que mais sobressai da informação apresentada é o elevado e crescente número de Associados do Sporting Clube de Portugal que integram esta Associação e que a mesma angariou, permitindo alcançar com naturalidade a conclusão de que, afinal de contas, o mito de que não somos associados e não pagamos quotas não passa de uma absoluta mentira que, de tanto ser repetida, quase se tornava uma verdade.

A ASSOCIAÇÃO DIRECTIVO ULTRAS XXI

  • Os dados apresentados referem-se apenas à época desportiva de 2004/2005, considerando que apenas nessa época foi celebrado o primeiro Protocolo entre as partes, em função da entrada em vigor da Lei n.º 16/2004, de 11 de Maio.


Nenhuma descrição de foto disponível.

1 Like
Directivo Ultras XXI

1 h ·

COMUNICADO

A Associação DIRECTIVO ULTRAS XXI, vem informar e esclarecer publicamente os seus Associados, assim como o público em geral, sobre o mais recente e grave acontecimento, relacionado com a actividade deste grupo e, em particular, dos seus Associados:

  1. Na semana anterior ao Natal, após ser lançada publicamente pela Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD a campanha “Gamebox Fase 2”, e perante o interesse manifestado por diversos Associados no sentido de adquirir este produto, a Direcção desta Associação contactou o Oficial de Ligação aos Adeptos, Pedro Alves, no sentido de apurar se, por razões logísticas, era possível centralizar numa única pessoa a compra do referido produto para diversos associados do Sporting Clube de Portugal;

  2. A resposta recebida foi afirmativa, tendo sido transmitido que era necessário à pessoa em causa fazer-se acompanhar para o efeito de uma cópia do Cartão de Cidadão de cada Associado adquirente, assim como de uma declaração assinada pelo mesmo, a autorizar que a referida pessoa procedesse à aquisição, em seu nome, do referido produto;

  3. No passado dia 23 de Dezembro de 2019, a pessoa devidamente mandatada pelos Associados interessados deslocou-se pessoalmente ao Centro de Atendimento localizado na Loja Verde do Estádio José de Alvalade, fazendo-se acompanhar de toda a documentação indicada e do próprio Oficial de Ligação aos Adeptos, que fez questão de estar presente para garantir que não existiriam quaisquer entraves no processo de aquisição;

  4. No local, foi solicitada a aquisição, a título individual, e pelo preço integral de tabela de venda a Associados, de 142 produtos “Gamebox Fase 2” para a Bancada Sul A (“Curva Sul”);

  5. A aquisição dos referidos produtos decorreu de forma parcelada atento o elevado número, correspondendo a primeira fase de aquisição a 19 “Gamebox Fase 2”, tendo todo o procedimento inerente a esta primeira fase demorado cerca de 3 horas a concluir;

  6. Os Associados adquirentes receberam, momentos após a referida aquisição, um SMS emitido e enviado pelo Sporting Clube de Portugal, a confirmar a aquisição do referido produto e contendo a seguinte menção, que assume no caso contornos de perfeita ironia: “A sua presença e apoio serão fundamentais para tornar Alvalade a nossa fortaleza.”;

  7. Minutos após a conclusão do procedimento sequencial de aquisição da 19.ª “Gamebox Fase 2”, e para estupefação do próprio, o funcionário responsável pelo atendimento recebeu um telefonema da Administração da Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD com instruções expressas para parar de imediato com a venda de Gameboxes para a Bancada Sul A (“Curva Sul”), não permitindo a aquisição de produtos adicionais;

  8. Mais grave ainda, o referido funcionário recebeu instruções expressas para cancelar de imediato as 19 “Gamebox Fase 2” que haviam sido adquiridas pelos Associados e proceder à devolução dos montantes pagos pela referida aquisição, o que veio a suceder, não obstante os protestos da pessoa mandatada pelos Associados para realizar as referidas aquisições, de acordo com as indicações dadas pelo Oficial de Ligação aos Adeptos, quer pelo telefone, quer presencialmente;

  9. A única justificação dada pelo referido funcionário, confirmada posteriormente pelo Oficial de Ligação aos Adeptos, foi o facto de os Associados do Sporting Clube de Portugal adquirentes o serem, simultaneamente, da Associação Directivo Ultras XXI;

  10. Os Associados do Sporting Clube de Portugal adquirentes não receberam até ao momento qualquer comunicação do Clube ou da SAD, seja via telefone, sms ou e-mail, a informar do sucedido e a apresentar a devida justificação para o mesmo, nem tão pouco informando do cancelamento das referidas 19 “Gamebox Fase 2”;

  11. Todos os referidos Associados, sem excepção, encontram-se no pleno gozo dos respectivos direitos estatutários, tendo o pagamento de todas as suas quotas regularizado e inexistindo qualquer procedimento disciplinar intentado contra os mesmos;

  12. Uma vez mais, vivendo naquele que deveria ser um estado de Direito Democrático, dentro e fora do Clube, assistimos à prática de actos ilegais para com Associados e consumidores, actos esses notória e injustificadamente discriminatórios, preconceituosos e persecutórios por parte de quem lidera o Clube e a SAD;

  13. Enquanto isto sucede e se impedem ilegalmente Associados do Sporting Clube de Portugal, com quotas em dia, de adquirirem bilhetes anuais para o seu próprio Estádio, comercializam-se de forma indiscriminada “packs” de bilhetes para os próximos 3 (três) jogos que se realizam no Estádio José de Alvalade, sendo 2 (dois) deles contra rivais históricos, permitindo-se que os respectivos adeptos adquiram, com desconto, bilhetes para esses mesmos jogos independentemente do sector escolhido;

  14. Para quem tanto defende e apregoa a segurança e o combate à violência, estando sempre pronto para, sem qualquer prova, atacar publicamente os próprios Associados e adeptos, este facto reveste-se de uma insensatez tremenda, com consequências imprevisíveis, que fazemos questão de denunciar antecipada e publicamente, para que, depois, não sejamos os habituais “bodes expiatórios” de quem lidera os destinos do nosso Clube;

  15. Em face do exposto, os Associados visados pelo sucedido reservam-se no direito de actuar judicialmente contra a Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD para serem devidamente ressarcidos dos prejuízos impostos com a sua actuação, além de se reservarem no direito de denunciarem esta situação, pelos canais próprios, ao Conselho Fiscal e Disciplinar do Sporting Clube de Portugal e à Mesa da Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal, para que iniciem os procedimentos de averiguação interna estatutariamente obrigatórios, assim como às entidades responsáveis pela fiscalização de actividades económicas e pela protecção do consumidor;

  16. Não obstante, a Associação Directivo Ultras XXI, enquanto grupo de Associados do Sporting Clube de Portugal que apenas pretende marcar presença e apoiar ao máximo as equipas do Clube, tomará as medidas e assumirá as posições que, em face do sucedido, entendem ser as adequadas em solidariedade com os Associados que se viram impedidos de exercer os seus direitos e de garantirem a sua presença no Estádio José de Alvalade.

A ASSOCIAÇÃO DIRECTIVO ULTRAS XXI


Nenhuma descrição de foto disponível.

A imagem pode conter: texto que diz "12:07 Sporting Socio hoje contamos com com teu apoio para manter a lideranca. As portas do Estadio abrem às 17h30. A tua Gamebox da entrada pela porta 5. 25/10 20:30 Dia 1 de Novembro realiza- se a Corrida Sporting Mario Moniz Pe- reira, que este ano homenageia Carlos Lopes. Inscreve-te em corridadosporting.pt 23/12 17:33 Obrigado por ter adquirido a GA- MEBOX 2019/2020. A sua pre- senca apoio serao fundamen- tais para tornar nossa fortaleza. Saudacoes Leoninas."

A imagem pode conter: texto

Directivo Ultras XXI

1 h ·

Caso fosse autorizado seria este o nosso tifo para este jogo para ilustrar o funcionamento da primeira liga Portuguesa o Jogo do Monopólio e as suas casas adquiridas ao longo de quase uma vintena de anos ! Agradecer a todos os que desde finais de setembro se dedicaram ao tema e a criatividade execução e a pintura que ficou por fazer um obrigado a todos que colaboraram para tal. mas com as devidas as circunstâncias não poderá ser exibido no jogo de hoje!
#duxxi


Nenhuma descrição de foto disponível.

4 Likes

image