Chi Cheng, baixista dos Deftones, morre aos 42 anos

Chi Cheng, baixista dos Deftones, morre aos 42 anos

Chi Cheng, baixista e membro fundador dos Deftones, morreu no sábado, aos 42 anos. O músico estava em estado semi-consciente há quase quatro anos depois de um violento acidente de viação em novembro de 2008.

Em comunicado divulgado no site OneLoveForChi, a mãe de Chi anunciou o falecimento do filho, vítima de uma paragem cardíaca. «Ele foi levado para as urgências e às 3h00 da manhã o coração dele parou de repente. Ele deixou este mundo enquanto eu lhe cantava ao ouvido as canções de que ele gostava», escreveu Jeanne Marie Cheng.

Em 2008, Chi Cheng ficou em estado de coma após o acidente e, apesar de ter recuperado algumas funções motoras (como mover os olhos ou as pernas), nunca chegou a sair de um estado semi-consciente nem a conseguir comunicar ou andar.

Antes do trágico acidente, os Deftones tinham um álbum praticamente acabado, gravado com Chi. Há três anos, em entrevista ao IOL Música, a banda explicou que guardou «Eros» na gaveta, na esperança de um dia poder vir a lançar o disco com o próprio Chi Cheng.

Desde então, os Deftones lançaram dois álbuns de estúdio, «Diamond Eyes» (2010) e «Koi No Yokan» (2012) com o baixista Sergio Vega.

In IOL

Morreu o baixista dos Deftones, Chi Cheng
Músico sofrera um acidente de viação em 2008 e encontrava-se “parcialmente consciente” desde então. Leia a mensagem da mãe de Chi Cheng.
Chi Cheng, baixista e um dos fundadores dos Deftones, morreu ontem (13 de abril).

O músico encontrava-se num estado “parcialmente consciente” desde novembro de 2008, altura em que sofreu lesões graves, na sequência de um acidente automóvel.

A notícia da morte foi dada pela mãe de Chi Cheng, no site dedicado ao filho.

“O vosso amor e devoção pelo Chi foram sempre incondicionais e incríveis. Sei que vão sempre lembrá-lo como um homem gigante em palco, com um coração que chegava para cada um de vós. Ele foi levado para as urgências e às três da manhã o seu coração parou, subitamente. Deixou este mundo comigo a cantar-lhe ao ouvido as músicas de que gostava”.

“Ele lutou muito. Vocês apoiaram-no, mandando-lhe amor diariamente. Ele sabia que era amado e que não estava só”, escreve ainda a mãe do baixista, prometendo dar mais notícias em breve e pedindo aos fãs que enviem para o site One Love For Chi quaisquer histórias que tenham relacionadas com o seu filho.

O último álbum em que Chi tocou foi Saturday Night Wrist , de 2006. Os Deftones prosseguiram a carreira, lançando Diamond Eyes em 2010 e Koi No Yokan , em 2012.

Nascido em 1970, Chi Cheng deixa um filho, Gabriel.

In Blitz

RIP.

RIP

Que descanse em paz.

RIP.

RIP grande Chi Cheng! :’( :’(

RIP