Bruno de Carvalho - Presidente do Sporting Clube de Portugal

Queria aproveitar a deixa, para pedir para terem isso em consideração sempre que quiserem partilhar alguma notícia saída em jornais, principalmente dos mais nojentos. Assim está acessível a mais foristas e as sanguessugas têm menos pageviews.

Concordo que a publicidade é desnecessária mas não deixem de postar essas pérolas para que não esqueçamos quem são os primeiros e mais perigosos inimigos do Sporting. Eles não estão extintos, esperam na sombra que as coisas corram mal. O tempo vai passando e alguns não aguentam. Vão tentando preparar caminho.
Não convém negligenciar o sportinguense.
Alerta meus caros, sempre atentos…

É depois de ler textos como este que me relembro das palavras que mais gostei de ouvir em muitos anos… “O SPORTING É NOSSO OUTRA VEZ”

No entanto acho fundamental haver textos e blogs deste género. Depois de ganhar uma guerra não se pode ficar a celebrar a beber copos no interior do castelo, é preciso estar muito atento e haver sempre alguém de guarda porque os lambuças que andam escondidos, bem escondidinhos e todos borrados, vão sair das profundezas da toca para atacar à mínima oportunidade. Este texto faz-nos lembrar disso mesmo… Obrigado.

Verborreia total.

Siga, os cães ladram a caravana passa.

Ora nem mais, é isso mesmo, é muito bom que os lambuças vão lançando essas verborreias mentais para que não nos esqueçamos deles, pois um sportinguense é sempre um sportinguense.

Um chorrilho de disparates de fazer lembrar o mais burro dos lampiões.

Não notei nada de avanços nisto, provavelmente entre a estrutura do futebol houve o entendimento de que tal departamento não traria nada de novo ao clube e a ideia estagnou…Digo eu.

É nick do gajo ou é já piada tua?

É que a analogia nem está má :twisted:

Óbvio, havia de ser quem? lol

Menos altivez, se faz favor.

@ProTrunks, não me pareceu, até porque já não foi a primeira vez que este tipo de frases surgiu, mas aceito a interpretação.

Comecei a ler… cheguei ao 3º ponto e resolvi vir escrever esta mensagem que, apesar de desprovida de qualquer utilidade, sempre é uma forma bem mais util de ocupar o meu tempo.

Nem mais.

Enquanto não forem todos expulsos, são uma ameaça permanente ao Sporting.

Está na altura de se iniciar a 2ª fase da limpeza.

Ainda existe muito velhaco ligado à Era Roquette, a conspurcar o Sporting, e a tentar minar o caminho do Presidente.

Entrei nesse blog há bocado por mero acaso e só os primeiros 2/3 pontos deram-me cancro. Nem li mais.

Aquilo que o BdC disse é simples, e acho que não deixa espaço para muitas diferenças de interpretação (menos para pessoas como essas do “camarote da croquettagem” que distorcem tudo o que é dito e feito, para que assim consigam continuar com os seus caminhos de ódios mesquinhos e ridículos):

A maioria dos Sportinguistas não percebeu o que implicava/significava o novo regulamento eleitoral, e a maior parte sempre achou que a simples mudança de número de votos dos sócios é que tinha alterado todo o “paradigma”. Acho que isto não é mentira nenhuma.
Porque mesmo com o novo sistema de votos, mas com o regulamento eleitoral antigo (que praticamente era inexistente), seria sempre possível de fazer a mesma trafulhice que fizeram em 2011. E assim, a mudança do regulamento eleitoral, veio acabar com muitas “portas do cavalo” que existiam.

E ele disse isso tudo para explicar que, tal como se fez no Sporting, é também preciso mudar regulamentos no futebol - que muitas vezes não são aqueles que estão mais à vista - para que se consiga ir eliminando a facilidade de viciação do “sistema”.

Claro que o “gozo” maior foi a croquettagem não ter percebido o que iria mudar com a alteração do regulamento eleitoral. Andavam muito preocupados com o sistema de votos dos sócios, porque pensavam que o maior perigo para eles e para a sua “dinastia” estaria apenas aí.

lembrei-me disso há uns tempos, mas esqueci-me de perguntar aqui.

Parece-me que não avançou. Devem ter pensado melhor e devem ter falado bem entre eles (e também com o Leonardo Jardim) e meteram a ideia na gaveta.

Devo dizer que era uma medida que sempre me deixou com algumas dúvidas acerca da sua eficácia, e duvido muito que fosse fácil de implementar, porque tínhamos que ter um treinador disposto a perder alguma autonomia do seu preparador físico.

Se optaram por aquilo que acharam melhor, então ainda bem.

Ou então ainda não há verba.

estive a rever o site oficial da campanha do BdC. Será que o nosso Presidente já obrigou Bacelar Gouveia e Artur Torres Pereira a tornarem-se socios do clube? :twisted:

!!!

Se não fossem nem sequer se podiam candidatar aos órgãos sociais do clube.
Cada sócio para se poder candidatar tem que ter pelo menos 5 anos de sócio, e isto não é algo de novo, já tem muitos anos, está nos estatutos.

Não percebi sinceramente… Alguém te enganou.

E já agora, para que não existam dúvidas:

48.757-0 JORGE BACELAR GOUVEIA 68.307-0 ARTUR RYDER TORRES PEREIRA

p.s: Ou era alguma piada da tua parte que eu não entendi ?
É que todos os dias nascem mentiras destas que depois se espalham e as pessoas acreditam, por isso já nem dá para perceber muito bem quando é piada ou não.

Isso foi uma aldrabice plantada pelos do costume…

Ao contrário desse senhor que postou o texto, considero uma das mais importantes entrevistas sobre o futebol português dos últimos tempos, que infelizmente vai passar ao lado devido ao ruído sobre o falecimento de Eusébio, se este vai ou não para o Panteão, um circo e uma banalização do que deveria ser o Panteão é o que se verifica.

A entrevista, tal como já tinha o Presidente mencionado em outras ocasiões, fala da necessidade de criar regras que salvaguardem tanto o futuro dos jogadores como o dos clubes formadores e também de regras para ajudar os árbitros (aqui penso que é mais discutível o que o Presidente disse, nomeadamente sobre o auxilio ás imagens para tomar decisões, deveria ser antes posto em fase de testes).

Em suma, uma grande entrevista.