Bookcrossing Portugal

Vi há pouco uma reportagem na RTP sobre este movimento, que já chegou a Portugal e pareceu-me muito engraçado e interessante.

O objectivo é deixar livros que já lemos, em locais publicos para outras pessoas poderem levar e tambem lerem, sendo que essas pessoas devem depois de os ler fazer o mesmo.
Cria-se assim uma rede de leitura e partilha de livros.

A ideia é a seguinte, uma pessoa regista-se neste site http://www.bookcrossing-portugal.com/, que em Portugal já tem 8000 membros.

Depois regista os livros que vai deixar ao publico, ao registar o sistema cria um codigo de identificação para esse livro. Esse codigo deve ser escrito no livro com a identificação Bookcrossing Portugal.

A pessoa que apanhar o livro, pode ir ao site, localizar o livro, dizer que o tem, e se quiser dar a sua opinião sobre ele. Mais tarde pode regressar ao site e dizer em que sitio e hora o vai “abandonar” e assim sucessivamente.

Desta forma podemos seguir o trajecto do livro ao longo do tempo, saber por onde andou, quem o leu, se gostou ou não, etc…

Sempre é mais interessante que deitar livros já lidos no lixo, ou deixá-los a apanhar nas preteleiras. :wink:

sinceramente não consigo entender a ideia de gostar de um livro e então ver-me livre dele. Só era capaz de fazer isso a um livro que não goste, e se todos pensarmos como eu não vamos andar muito contentes com os livros que nos calham na rifa!

Achava mais piada à iniciativa, se se destinasse a quem realmente não tem dinheiro para comprar livros. Como muito provavelmente quem não tem dinheiro para comprar um livro também não o tem para pagar a internet, ou se calhar nunca vem a saber desta iniciativa, acho apenas alguma piada à troca de livros de que aqui se fala.

Não sei até que ponto o post do Nuno Lapa é completo o suficiente para se tirar conclusões, porque não vi a reportagem (apesar de ter dado uma vista de olhos no site), mas isto interessará sobretudo a quem tem já uma colecção considerável de livros que não se importava de “reciclar”.

Pessoalmente não estou interessado, porque não leio tantos livros quanto isso. Em média, leio 1 livro por mês, ou às vezes nem isso. Como na minha família e círculo de amigos há quem leia mais que eu, vai dando para emprestar e pedir emprestado. Mas não vejo nos livros a qualidade decorativa para os manter eternamente numa prateleira, sem qualquer uso. Nesse caso prefiro dá-los.

@Nuno

Eu já me inscrevi. Sabes como posso requisitar um livro a alguém?

Eu acho particularmente interessante visto desta forma não sermos obrigados a comprar o livro. Eu só fico com os livros que realmente gosto (que não são assim tantos quanto isso), normalmente depois andam sempre emprestados ou são dados. Portanto acho que é de valor iniciativas como esta.

Se quiserem fazer um bookcrossing aqui no forum, eu tenho alguns livros interessantes que não me importo de colocar a rodar:

Crónica dos Bons Malandros
Porno - Irvine Welsh
Vários títulos do Rui Zink e Kafka

Alguém tem outros para troca???

Gostava de te ajudar, mas tambem não sei. ::slight_smile:

Eu tambem não conhecia este site, vi a reportagem no telejornal da RTP e como achei interessante fui ver o site e coloquei aqui a informação.

Vou-me inscrever e tentar perceber como as coisas se processam, de qualquer forma pelo que vi no site, há formas de requisitar e ver quais os llivros disponiveis na rede, não sendo necessário andar á procura de livros “abandonados” :wink: