Amadeu Lima de Carvalho e o Sporting

Que relações tem este senhor advogado com a nossa grande instituição?

Deixo aqui algumas informações que andam a circular pela net …

"Segunda-feira, Março 12, 2007
Factos 14

  • Rui Verde vice – reitor, foi expulso da Universidade Independente (UNI) com a ajuda de elementos da Juventude Leonina
  • Amadeu Lima de Carvalho, ( ex. ) sócio de Rui Verde, tem a sua irmã a viver do Banco Alimentar Contra a Fome, por ter confiado dinheiro a Rui Verde, que lhe dava 20% de juros ao ano! foi o intermediário dos capitais angolanos do ministro da educação e do irmão deste que se queixam de terem perdido 4 milhões de Euros na UNI.
  • A UNI é acusada de ser um veículo de tráfico de diamantes.
  • A UNI é acusada de ter dado o canudo a José Sócrates – ( http://www.doportugalprofundo.blogspot.com/ ) e a Armando Vara, administrador da Caixa Geral de Depósitos, além de ao próprio Amadeu de Lima Carvalho.
  • Foi referido no “ Sol “ de 02/03/2007 que a CGD e o BES ! estavam envolvidos com os assuntos UNI.
  • O presidente do BES, Ricardo Salgado já foi referido como tendo relações privilegiadas com o presidente angolano.
  • O BES tem um seu quadro, FSF, como presidente do Sporting.
  • FSF vendeu o imobiliário do Sporting, segundo consta a angolanos, por intermédio de Amadeu Lima Carvalho, que teria ganho com o negócio 2 milhões de euros.
  • Consta que FSF irá vender 30% do capital da SAD, com o Estádio e a Academia incluídos, a angolanos por intermédio de Amadeu Lima de Carvalho, o qual se tem de apresentar diáriamente ás autoridades, como medida de coacção – http://blogdabola.blogspot.com/
    Marcadores: Academia, Amadeu Lima de Carvalho, Angola, Armando Vara, BES, CGD, Estádio José de Alvalade, Factos, FSF, Gestão, Imobiliário, José Sócrates, Juventude Leonina, SAD, Universidade Independente

Quinta-feira, Março 16, 2006
PATRIMÓNIO A SAQUE

Amadeu Lima de Carvalho.
Esta è a personagem que se diz amigo de FSF e representante de fundos estrangeiros, para comprar o património, que ontem no debate da RTPN, nem sabia o valor de cada imóvel. Avaliou em 25 milhões a Alvaláxia, em 25 milhões o edificio Visconde de Alvalade, e quando o Paulo Catarro lhe fez notar que já ia em 50 milhões ficou todo atrapalhado e teve que perguntar ao vizinho do lado, Carlos Cruz ,membro do Concelho Fiscal !!! o valor dos imóveis !!!
Quem é então a personagem. Olhem então para uns extratos do Correio da Manhã :

“Amadeu Lima de Carvalho, administrador e sócio maioritário da Sociedade Independente para o Desenvolvimento do Ensino Superior (SIDES), a sigla maior que está por detrás da UnI, diz que a situação da universidade é “drástica””

“O futuro da Universidade Independente (UnI) pode passar pela via judicial, caso os responsáveis pela instituição não se entendam. Em causa estão quezílias internas entre a administração e a reitoria sobre a gestão financeira da instituição. Os professores queixam-se de não receber há meses, situação que está a provocar atrasos na atribuição de notas. Face a isto, os alunos estão preocupados com o que se avizinha”

“O portal ‘Notícias Lusófonas’ divulgou que a UnI deve ao BES dois milhões de euros e tem um conjunto de outras dívidas, que ultrapassam 10 milhões”

Belo cartão de visitas!!! Fortemente endividado ao BES!!! Um dos bancos que trabalham com o Sporting!!!"

posted by joaquim agostinho in http://sportingnocoracao.blogspot.com "

o Bdb de Hoje afirma:

"Aí vem mais um caso

LIMA DE CARVALHO
VAI FAZER MOSSA

Amadeu Lima de Carvalho ficou preso preventivamente acusado de burla, falsificação e fraude fiscal. Como se sabe, a sua casa e escritório foram alvo de buscas por parte da Polícia Judiciária e foram apreendidos muitos documentos que atestam o rol de crimes porque foi preso, como se entende.
Mas, nós sabemos que entre os documentos apreendidos estão alguns bastante interessantes e que nada têm a ver com a Universidade Independente. São documentos de outros negócios e relacionados com o nosso futebol. A PJ já deitou mão a tudo e vai começar a investigar e pode a muito breve prazo haver algumas surpresas.

PS: Não entendemos a razão pela qual a Ordem dos Advogados, da qual é bastonário o presidente da Assembleia Geral do Sporting, Rogério Alves, insiste em não retirar o registo de Amadeu Lima de Carvalho como advogado no seu site, quando se sabe que todos os documentos são falsificados. Amadeu Lima de Carvalho continua registado na Ordem dos Advogados, como causídico com a cédula nº 20453. Isto apesar de se saber há mais de um ano que este indivíduo não é, nem nunca foi, advogado."

Afinal quem é afinal este senhor e que ligações tem ao e no Sporting?

Abraços

Obrigado vitinhos

"SIC - Publicação: 27-03-2007 20:46 e Última actualização: 28-03-2007 07:36

Investigação na Independente

Polícia Judiciária analisa falsificação de habilitações

A falsificação de habilitações concedidas pela Universidade Independente é um dos muitos indícios que estão a ser investigados pela Polícia Judiciária e pela Inspecção-Geral do Ensino Superior. A SIC teve acesso a documentos que mostram a falsificação de assinaturas.

O curso de Direito de Amadeu Lima Carvalho teria sido concluído na Universidade Independente em 1996 e reconhecido no início de 1997 pelo reitor Luiz Arouca. A média final foi de 13 valores, o que logo à partida não permitiria a frequência de um mestrado.

A 1 de Setembro de 2004, o reitor Luiz Arouca teria certificado publicamente que Amadeu Lima Carvalho tinha obtido o grau de Mestre em Direito.

A verdade é que os mestrados em Direito na Universidade Independente só começaram no ano lectivo 2005-2006.

Já em Março de 2006, Luiz Arouca queixou-se à Ordem dos Advogados que a sua assinatura teria sido falsificada. Pediu também à secretaria da Universidade Independente os registos biográficos de todos os professores e mestres de Direito, em particular de Amadeu Lima Carvalho que o reitor diz ser apenas solicitador.

Na resposta, uma funcionária da secretaria garante que Amadeu Lima Carvalho nunca foi aluno da licenciatura em Direito desta Universidade.

Por seu lado, o chefe dos serviços da secretaria António de Sousa Lousão atesta por escrito que não é sua a assinatura constante do certificado de habilitações de Amadeu Lima Carvalho, emitido em 1997.

O reitor Luiz Arouca queixou-se novamente à Ordem dos Advogados, mostrando-se preocupado com a credibilidade dos graus académicos concedidos pela Universidade Independente e com a credibilidade do próprio Ensino Superior Privado em geral.

Recorde-se que, desta Universidade saíram licenciados que ocupam agora cargos de responsabilidade em grandes empresas públicas e no próprio Estado. "

In SIC ONLINE

Não devia o nosso Sporting esclarecer alguma coisa sobre a intermediação do negocio com este senhor ?

Adiantava o Expresso a 02 MAR 07 :

“Uma queixa-crime produzida por Rodrigo Santiago e entregue hoje no Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) acusa Rui Verde e Amadeu Lima Carvalho, ambos sócios fundadores da SIDES (dona da Independente), de se terem aproriado de mais de 20 milhões de euros durante 2000 e 2006. A queixa – subscrita à cabeça pelo reitor Luíz Arouca, que esta semana destituíu Rui Verde do cargo de vice-reitor e de presidente da SIDES – acusa os dois accionistas fundadores da Independente de branqueamento de capitais, falsificação de documentos (desde acções da empresa a títulos académicos), gestão e insolvência danosa e burla.
Além da SIDES, a acusação menciona outras alegadas vítimas como uma irmã do próprio Amadeu Lima Carvalho e a ex-mulher e uma filha de Luís Arouca. O ministro da Educação de Angola surge também como um dos lesados dos negócios de Rui Verde e Lima Carvalho. Este último admitu ao Expresso ter sugerido a amigos e familiares que entregassem quantias elevadas a Rui Verde, quem como contrapartida “remunerava” os clientes com uma taxa de 20% ao ano. No processo judicial interposto pela irmã de Amadeu Lima Carvalho contra Rui Verde e a que o Expresso teve também acesso, surge claramente o esquema da pirâmide, usado pela famosa Dona Branca. Rui Verde desmente tudo e diz que os processos que entregou nos tribunais tratarão de clarificar tudo.”

Também vi esse debate, há cerca de um ano, em que Lima de Carvalho esteve com Carlos Barbosa Cruz, defendendo a solução da venda do património contra Dias da Cunha e Dias Ferreira.

Fiquei bastante mal impressionado com a pinta de “artista” do sujeito, ostentando um sportinguismo que me pareceu completamente postiço e oportunista, falando de milhões como quem falava de tremoços e não perdendo oportunidade de referir os “investidores” e o “Porsche” e mais não sei quê.

Mal impressionado fiquei também com a pouca substância jurídica do seu discurso (penso que DF até teve que o corrigir sobre um assunto qualquer).

Entretanto veio a público o regabofe do diploma falso e a informação de que ele se teria inscrito na Ordem como estagiário em 98, o que me fez estranhar que ele tenha um número de cédula de advogado emitido por volta de 2005. Mais recentemente veio a notícia da sua amizade com alguma da pandilha cleptocrata do regime angolano, e do seu envolvimento em mais este triste capítulo da história do ensino superior privado em Portugal.

Lamento que uma personagem de contornos tão nebulosos gravite e prospere na órbita do meu Clube, supostamente gerido pela fina flor do rigor e da credibilidade empresarial deste país. E também lamento que o bastonário da Ordem se deixe associar a alguém sobre quem pendem suspeitas desta natureza, sem pelo menos haver a iniciativa de esclarecer a situação.

Se este individuo Amadeu Lima de Carvalho anda metido em negociatas para a compra de património do Sporting e agora está preso por corrupção ligado à uni , começo a ficar preocupado com o rumo do nosso clube , começo a dar razão ao Dias da Cunha sobre a actual direcção do Sporting , sempre ouvi dizer diz-me com quem andas e eu dir-te ei quem és.

Sporting perde coentrão para rival mas reage ao caso Amadeu …

"29-03-2007
COMUNICADO DO CONSELHO DIRECTIVO

Tendo em conta alguns pedidos de informação chegados ao Sporting Clube de Portugal durante o dia 29 de Março de 2007 relativos à intervenção do sr. Amadeu Lima de Carvalho na operação de venda do património não desportivo deste Clube esclarece-se o seguinte:

  1. O património não desportivo foi adquirido pela Sociedade SILCOGE - Sociedade Construtora de Obras Gerais , S.A. conforme consta da escritura pública respectiva;

  2. Nesta operação de compra e venda interveio como mediadora imobiliária a Sociedade SILFIDUCIA - Sociedade de Mediação Imobiliária , Lda que contou com a colaboração, na qualidade de consultor de gestão financeira e desenvolvimento de estudos de mercado, da Sociedade Dignidade e Firmeza, Unipessoal, Lda representada pela mulher do sr. Amadeu Lima de Carvalho;

  3. Como contrapartida da intervenção na operação em causa das duas entidades referidas no número anterior, foram pagos os honorários contratualmente acordados no valor global de um 1 809 459 mil euros que correspondem a 3,55% sobre o valor de venda de 50 972 944 euros;

  4. Uma parte dos referidos honorários, equivalente a oitocentos mil euros foi pago através da entrega de quatrocentas mil acções da Sporting Sociedade Desportiva de Futebol, SAD;

  5. Todos os valores e elementos supra mencionados constam dos documentos mediante os quais a operação foi concretizada;

  6. Para além da sua condição de sócio e da titularidade de um camarote no Estádio José Alvalade, ajustado no momento da realização da operação, nenhuma outra ligação existe entre o Grupo Sporting e o sr. Amadeu Lima de Carvalho;

Lisboa, 29 de Março de 2007

Sporting Clube de Portugal
O Conselho Directivo
"

Tudo normalissimo … !

Tudo normalissimo ... !

Veremos…

E afinal é verdade que os honorarios normalmente ficam-se pelos 1.5% em negócios deste género?

(...) na qualidade de consultor de gestão financeira e desenvolvimento de estudos de mercado, da [b]Sociedade Dignidade e Firmeza[/b], Unipessoal, Lda representada pela mulher do sr. Amadeu Lima de Carvalho

:shock: :shock: :shock:

É o verdadeiro cafreal aterrador, esse fulano. É surreal que (e)s(t)eja associado a um ‘negócio’ com o SCP.

Bem no comunicado q o scp lançou esclarece tudo, a unica coisa q preocupa é o elevado valor em comissão q foi pago mas n faço ideia se é a percentagem normal ou não.

Já agora penso que é de elogiar o facto de o scp ter emitido o comunicado a tentar esclarecer a situação, para o bem ou para o mal dá 1º imagem de transparencia q eu penso q devia ser comum nos outros clubes. abraços

Esclarece ?

Na!

Vejamos o valor de 1,8 M de Euros foi pago a quem afinal?

Sociedade SILFIDUCIA - Sociedade de Mediação Imobiliária , Lda recebeu 1 M Euros ?

e Sociedade Dignidade e Firmeza, Unipessoal, Lda representada pela mulher do sr. Amadeu Lima de Carvalho o resto ?

Se assim foi como é que o senhor Amadeu Lima de Carvalho tem um camarote de 25 mil euros (valor minimo e ajustado no momento da realização da operação) incluido no negócio e recebe 400 mil acções da Sporting Sociedade Desportiva de Futebol, SAD e no valor de oitocentos mil euros ?

Se a empresa é da mulher …

Depois não se percebe como pessoas como o Carlos Freitas ainda trabalham para o Sporting mas isso são contas de outro rosário …

Depois não se percebe como pessoas como o Carlos Freitas ainda trabalham para o Sporting mas isso são contas de outro rosário ...

Em terra de cegos quem tem olho é rei :wink:

TOME-SE ATENÇÃO AO QUE DIZ O FAMOSO E CONCEITUADO BLOG DA BOLA DE HOJE :

"TUDO SOBRE O NEGÓCIO DO SPORTING
COM O FALSO ADVOGADO LIMA DE CARVALHO

Através de um comunicado no seu site, o Sporting veio ontem a público contar todos os pormenores que envolveram o negócio da venda do património não desportivo de Alvalade.
O Sporting, na finalidade, veio reafirmar tudo o que se tem lido neste BdB relacionado com este negócio, mas vamos a factos:
O que diz o comunicado do Sporting:

  1. O património não desportivo foi adquirido pela Sociedade SILCOGE - Sociedade Construtora de Obras Gerais , S.A. conforme consta da escritura pública respectiva;

  2. Nesta operação de compra e venda interveio como mediadora imobiliária a Sociedade SILFIDUCIA - Sociedade de Mediação Imobiliária , Lda que contou com a colaboração, na qualidade de consultor de gestão financeira e desenvolvimento de estudos de mercado, da Sociedade Dignidade e Firmeza, Unipessoal, Lda representada pela mulher do sr. Amadeu Lima de Carvalho;

  3. Como contrapartida da intervenção na operação em causa das duas entidades referidas no número anterior, foram pagos os honorários contratualmente acordados no valor global de um 1 809 459 mil euros que correspondem a 3,55% sobre o valor de venda de 50 972 944 euros;

O que temos a rectificar na nossa notícia é o facto da comissão ter sido de 3,55% e não 4% como se disse.
No ponto 2, o Sporting assegura que o negócio teve como mediadora a SILFIDUCIA que contou com a colaboração, na qualidade de gestão financeira de estudos de mercado, uma empresa representada pela mulher de Lima de Carvalho.
Podemos acrescentar que a SILFIDUCIA é de facto uma empresa mediadora, mas do grupo da SILCOGE exactamente a que comprou o património. Sendo assim, o grupo comprador também foi o mediador.
Mas mais abaixo, pode ler-se que a Sociedade Dignidade e Firmeza, Unipessoal, Lda, representada pela mulher do sr. Amadeu Lima de Carvalho, entrou no negócio na qualidade de consultora de gestão financeira e desenvolvimento de estudos de mercado. Acontece que o Grupo SIL tem uma empresa gerida pelo filho de Joaquim Carlos Silveira, que preside a todo o grupo SIL , com a designação de FUNDO VIP, gerida pela SILVIP que se dedica exactamente à consultoria de gestão financeira e desenvolvimento. Como se entende com alguma facilidade, a empresa da mulher de Lima de Carvalho é unipessoal, isto quer dizer, uma empresa de pequena dimensão e sendo assim, porque é que a SILFIDUCIA a foi convidar para fazer um trabalho que uma empresa do mesmo grupo poderia fazer com muito mais facilidade: A SILVIP?
Também sabemos que devido aos vários problemas que Amadeu Lima de Carvalho tem com a justiça, criou a empresa acima citada, mas representada pela sua mulher.
Da comissão atribuída, como se sabe, em negócios de imobiliária, a percentagem ronda os 1,5%, mas o Sporting pagou 3,55%. Claro que do 1 milhão 809 mil euros recebidos de comissão pelo negócio, 800 mil foram desviados para a compra de acções da SAD do Sporting, mas lembramos que Lima de Carvalho, quando Filipe Soares Franco disse que queria alienar a maior parte das acções da SAD, veio a público afirmar que tinha comprador para o negócio das acções que se cifrava em cerca de 30%. Claro. Ele já tinha uma parte em seu poder.
Lembramos ainda que Lima de Carvalho foi apresentado a Filipe Soares Franco pelo director financeiro Rui Meireles, o mesmo que foi apanhado a jantar com Abrantes Mendes, situação que criou grande incómodo ao presidente do Sporting, mas que não o despediu como fez com muita gente que por muito menos, viu os seus contratos rescindidos com direito a pagamento de chorudas indemnizações."

Alguem me explica qual é a percentagem que dao as 400 mil acções?

1,9% (o total são 21 milhões de acções).

Mais daqui a pouco já estarão aqui novos esclarecimentos sobre este caso.

1,9% (o total são 21 milhões de acções).

Mais daqui a pouco já estarão aqui novos esclarecimentos sobre este caso.

:?: