A Conversa do "somos diferentes"...

Respeito todos os comentários feitos aqui mas a meu ver, salva as distancias obvias entre equipas e orçamentos, isto é como ser do liverpool, à quantos anos está o liverpool sem ganhar o campeonato tambem? Mas pronto, o que eu acho é que este clube tem coisas distintas que movem as pessoas a apoiar e isso é obvio, perguntas a 60/70% da nação slmerda e não sabem sequer o onze “base” da equipa de futebol, não sei se somos nos os malucos que temos a ideia do “ser da equipa que ganha era mais facil” e apoiamos o nosso sporting ou entao nao sei, pode parecer estranho, cada vez tenho mais orgulho em ser Sportinguista, quem gere o clube isso ai já é um caso diferente e muito muito triste infelizmente

Infelizmente não é o mesmo que ser do Liverpool.

O Liverpool não é campeão inglês desde 89/90, mas ganharam duas supertaças Europeias, podendo agora ganhar a terceira, uma Liga Europa e duas Champions.

Nos últimos 29 anos, foram a 8 finais europeias e a uma do mundial de clubes, isto sem contar com o mundial de clubes desta época e a supertaça europeia, também desta época.

Situações completamente distintas.

Confesso que a ilusão de sermos “diferentes”, em certa altura da minha vida, me massajou o ego.

Principalmente quando conseguimos ir buscar Peter Schmeichel, um dos melhores keepers do mundo, e fomos campeões 2 vezes em 3 épocas, no limiar do milénio.

Mas isso só aconteceu porque acompanhava o Sporting à distância, lá ia ver 2 ou 3 jogos por época a Alvalade e o resto seguia pela TV e pelos jornais.

Depois, descobri o Fórum e comecei a perceber certas coisas, muito por força de colegas daqui que acompanhavam o Clube desde sempre e sempre, fosse no futebol, fosse nas modalidades.

Fui a alguns (poucos) almoços, conheci, falei, aprofundei.

E percebi que andava enganado.

Isso de sermos “diferentes” só deverá ser por sermos sempre comidos de cebolada, primeiro pela lampionagem, depois pelo foculporto, e agora novamente pela lampionagem e por apaniguados como o Braga.

Neste momento, só sinto um vazio enorme.

Obviamente, dai referir a diferença das equipas orçamentos etc, temos objetivos completamente distintos, mas tenho amigos em inglaterra que sao do liverpool e a mensagem que passam é mesmo que necessitam de ser campeoes em inglaterra, seres campeao no teu país é outra coisa, sinceramente eé como se tivessemos ganho a liga europa, isto na nossa dimensao, nao me enchia o ego

Trocava já a presença e a conquista de 9 finais europeias e duas finais mundiais por mais 18 anos, é que era já. Entre ser campeão do campeonato do cu da Europa, e ser campeão europeu e mundial, acho que não existe grandes dúvidas.

E tínhamos a obrigação de ter criado uma hegemonia. O focul andava com o Otávio Machado a treinador e o panelas era uma comédia autêntica, quase fechavam portas, se não fosse a promiscuidade existente com as entidades governativas.

O nosso rival era o Boavista e mesmo assim levámos na pá dos gajos.

Compreendo o teu ponto de vista, mas face a nossa realidade o que precisamos mesmo é de sercampeões, falando do liverpool acredita que o ponto de vista inglês é muito diferente, basta veres a importância que o city deu a nao ter chegado a final e ainda assim ter alcançado o principal objetivo de ter sido campeao, tambem é obvio, campeonato de outra exigencia nao fosse ele o melhor campeonato do mundo

Um slogan de perdedores

1 Curtiu

Sermos diferentes, aos dias de hoje… É sermos mansos. É isso. Já estou convencido, muito pelo que finalmente consegui ver nestes quase dois anos.
Temos um quisto de perdedores que nunca será removido. A não ser que haja coragem de quem quer de facto ganhar.

Não é só aos dias de hoje. Em 42 anos de vida, só em cerca de 5 deles me lembro de ver exigência total e cultura de vitórias. Os restantes foram o que agora voltámos a ter. Uma cultura amorfa, vetusta e virada para a implosão financeira, desportiva e social do clube. O lento definhar do melhor clube Português. Com o alto patrocínio dos meus consócios, que somente elegem parasitas para os OS.

1 Curtiu