Skip to main content
 
(Sem diferenças)

Edição atual desde as 10h43min de 21 de outubro de 2019

Dados de Nelson Pereira Nelson Pereira.jpg Nelson pereira1.jpg
Nome Nelson Alexandre Gomes Pereira
Nascimento 20 de Outubro de 1975
Naturalidade Torres Vedras - Portugal
Posição Futebolista (guarda-redes) e Treinador (guarda redes, adjunto, academia)
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
S17 S19 S21 BB AA Golos
Honra 1994/95 Torreense
2ª B 1995/96 Torreense
2ª B 1996/97 Torreense
1ª Divisão 1997/98 SPORTING 0 0
1ª Divisão 1998/99 SPORTING 6 -8
1ª Divisão 1999/00 SPORTING 9 -5 Campeonato Nacional
1ª Divisão 2000/01 SPORTING 18 -17 2 -1
1ª Divisão 2001/02 SPORTING 24 -16 Campeonato Nacional
Taça de Portugal
1 2 -1-1
1ª Divisão 2002/03 SPORTING 21 -30 1 0
2ª B 2002/03 SPORTING B 1 -4
1ª Divisão 2003/04 SPORTING 3 -1
1ª Divisão 2004/05 SPORTING 1 -4
1ª Divisão 2005/06 SPORTING 8 -11
1ª Divisão 2006/07 V.Setúbal
1ª Divisão 2007/08 E.Amadora
1ª Divisão 2008/09 E.Amadora
1ª Divisão 2009/10 Belenenses
Total B= 1 -4
Total = 90 -92 3 3 -2-1
Escalão Época Clube Jogos V E D Observações/Titulos
Juniores 2011/12 SPORTING Tr. guarda-redes
1ª Liga 2011/12 SPORTING Tr. guarda-redes
1ª Liga 2012/13 SPORTING Tr. guarda-redes
1ª Liga 2013/14 SPORTING Tr. guarda-redes
1ª Liga 2014/15 SPORTING Tr. guarda-redes
1ª Liga 2015/16 SPORTING Tr. guarda-redes
1ª Liga 2016/17 SPORTING Tr. guarda-redes
1ª Liga 2017/18 SPORTING Adjunto
1ª Liga 2018/19 SPORTING Tr. guarda-redes
1ª Liga 2019/20 SPORTING Tr. guarda-redes
1ª Liga 2019/20 SPORTING Coordenador
Total =

Aos 10 anos ingressou na equipa da sua cidade, o Torreense, e segundo o próprio "gostava de marcar golos, mas na escola jogava sempre na baliza". Um dia faltou um guarda-redes, experimentou a posição e nunca mais saiu, permanecendo 11 anos no clube de Torres Vedras, antes de ingressar no Sporting em 1997.

Alguns dos melhores momentos de Nelson no Sporting

Chegou a Alvalade para ser o terceiro guarda-redes, e na primeira época nem jogou, mas começou temporada seguinte como suplente de Tiago que seria de resto o seu grande rival no Sporting, e a quem "roubaria" o lugar na ponta final da época.

Com a contratação de Schmeichel voltou para o banco, mas teve a oportunidade de participar na histórica campanha que levou o Sporting ao titulo de Campeão Nacional, depois de 18 anos de jejum.

Após a saída do grande dinamarquês, voltou a ombrear com Tiago na luta pela baliza leonina, alternando a titularidade com o banco, e conquistando a histórica "dobradinha" da temporada de 2001/02 sob o comando de Lazlo Boloni, naquela que terá sido o seu melhor ano ao serviço do Sporting que o levou à Selecção Nacional, que representou em 3 ocasiões, integrando o grupo dos convocados para o Mundial de 2002.

A partir de 2003 com a contratação de Ricardo, passou novamente à condição de suplente, embora tenha chegado a recuperar o lugar no inicio da temporada de 2005/06, mas após a chegada de Paulo Bento ao comando da equipa, voltou a ser preterido, não renovando o seu contrato no final da temporada, terminando assim a sua ligação ao Sporting com 90 jogos realizados de Leão ao peito.

Na trajectória da sua carreira, Vítor Damas e Silvano di Lucia foram treinadores fundamentais:

O Vítor Damas era um ídolo para mim e tive a felicidade dele ser o meu primeiro treinador específico, já o Silvano di Lucia chegou no ano em que fomos campeões e todos diziam que ele era meu pai. Construímos uma ligação afectiva muito grande, que se mantém até hoje.

Ao fim de 9 anos de contrato com o Sporting, foi-lhe proposto que ingressasse a equipa técnica do Clube, mas Nelson considerou que era muito cedo para acabar a sua carreira que prosseguiu então jogando no Vitória de Setúbal, Estrela da Amadora e Belenenses, onde encerrou a sua carreira na época de 2009/10.

Nelson abriu uma academia ligada ao Sporting e também uma escola de guarda-redes, onde ele próprio que ministrava os treinos.

Na época de 2011/12 regressou ao Sporting para integrar a equipa técnica dos Juniores comandada por Ricardo Sá Pinto, numa altura em que a nova Direcção levava a cabo uma profunda remodelação na Academia.

Em Fevereiro de 2012 transitou para os seniores juntamente com Tiago Moutinho, acompanhando Sá Pinto que fora o escolhido para substituir Domingos Paciência no comando da equipa principal.

Desde essa altura manteve-se nas funções de técnico de guarda redes do Sporting, trabalhando com vários treinadores que passaram pelo Clube até à chegada de Jorge Silas em Outubro de 2019, altura em que passou a ser o Coordenador dos Treinadores de Guarda Redes do Sporting.