Skip to main content
O ginásio do Sporting em 1934.
Alta ginástica em 1939 - Margarida Salazar Carreira.
A classe feminina campeã nacional em 1938.

As primeiras décadas

A Ginástica sempre fez parte da vida do Sporting Clube de Portugal, embora inicialmente apenas como treino para outras modalidades. Em 1925 foi criada a primeira classe de ginástica, na modalidade de ginástica sueca, através do instrutor Bo Cullberg. Seguiu-se depois a criação das classes de manutenção e exibição, que chegaram a movimentar algumas centenas de jovens de ambos os sexos, principalmente no tempo da Sede do Palácio da Foz a partir de 1934, onde o Sporting instalou um ginásio.

Nessa altura Salazar Carreira foi o grande dinamizador da Secção de Educação Física, que teve ao seu serviço consagrados professores como Rui da Cunha, Ermelindo Santos, Ferreira da Costa, António Carmo, Álvaro Couceiro Neto e Herculano Cunha. Havia então uma divisão entre dois ramos da ginástica. Por um lado a chamada ginástica educativa ou sueca, ou seja de apoio e desenvolvimento da forma física, e que era muito popular entre desportistas e mesmo entre o público, numa altura em que a força e vitalidade nacionais eram muito valorizadas. Por outro a assim chamada alta ginástica, com exercícios difíceis, percursora da ginástica de competição, e que era menos popular por ser considerada violenta e perigosa por alguns. Ambos os ramos eram praticados no Sporting, com predominância da vertente educativa em que havia classes a partir dos 7 anos de idade, e já nesta altura o Clube realizava saraus de demonstração das classes. Nesta altura, o Sporting estava na vanguarda da modalidade.

Em 1941 com a saída do Sporting da referida Sede, a Ginástica leonina sofreu um rude golpe pois ficou sem ginásio, levando a que tivesse que continuar as classes de ginástica em instalações alheias, primeiro no ginásio do Triângulo Vermelho e depois na Rua de Santa Marta, com uma natural diminuição do número de praticantes.

As competições e os festivais

Esta situação só seria corrigida quando em 1947 o Clube se instalou na Rua do Passadiço, gerando-se condições para a ginástica regressar ao seio do Clube. Recomeçou-se praticamente do zero, e sob a direção de Abel Salazar Carreira foram então retomadas as aulas e criadas novamente classes de exibição, sob a direção dos professores Moura e Sá, Moniz Pereira e Margarida Vieira da Rocha, uma equipa que em 1952 foi reforçada pelo Prof. Reis Pinto, que substituiu Moniz Pereira que tinha ido para o CDUL.

Assim, em 1951 o Sporting voltou a apresentar-se a concurso, o II Concurso Nacional de GInástica Educativa, em 1951 com a classe de senhoras. A competição veio mais tarde e os primeiros Campeonatos Nacionais organizados pela Federação Portuguesa de Ginástica decorreram em Junho de 1952, onde o Sporting Clube de Portugal marcou presença com duas equipas, vencendo na categoria de Infantis Mistos orientada pelo Prof. Reis Pinto e classificando-se no 2º lugar na classe de Senhoras, numa altura em que César Faustino desempenhou um relevante papel no comando da secção que depressa passou a ter algumas centenas de praticantes. O Sporting concorreu pela primeira vez aos Campeonatos Nacionais de Ginástica Aplicada (correspondendo à Ginástica de competição) em 1953.

Neste período os Festivais Ginástico-Desportivos organizados pelo Sporting no Pavilhão dos Desportos tornaram-se numa tradição do Clube, que nesses espetáculos exibia com excelência a evolução das suas classes de Ginástica, cujo o crescimento era inegável, não só em numero de praticantes mas também em qualidade, muito graças ao trabalho dos técnicos ao serviço do Clube que nessa altura contava com nomes como Dália Cunha, Guida de Freitas, Maria Francisca Leote Gonçalves, Enes Ferreira, Pereira de Carvalho, Josef Sammer e Robalo Gouveia.

A expansão da ginástica no Sporting

Mas foi a partir da década de 1970, sob a liderança de Francisco Matos de Oliveira, que se deu o grande crescimento, ao ponto de em 1982 chegarem a estar inscritos mais de 7000 ginastas no Sporting.

A partir de 2004, com o Edifício Multidesportivo, o Sporting passou a dispor de excelentes condições para a prática da Ginástica Desportiva e dos Saltos em Trampolim e Acrobáticos, o que já levou alguns dos cerca de 1200 atletas atualmente inscritos à conquista de medalhas a nível internacional.

O ano desportivo 2008/09 ficou marcado pela criação do Grupo Reis Pinto que, para além de homenagear uma das principais figuras do Sporting, veio contribuir para a reflexão e crescimento da Ginástica. Teve como ponto alto a organização da I Gala Prof. Reis Pinto, onde foram distinguidos vários ilustres elementos do presente e do passado.

A Ginástica Época a Época
Ginástica 1953 • Ginástica 1954 • Ginástica 1955 • Ginástica 1956 • Ginástica 1957 • Ginástica 1958 • Ginástica 1959
Ver também
Ginastas Treinadores Dirigentes Lista dos Títulos conquistados pelos ginastas do Sporting Trampolins

Palmarés


GINÁSTICA DESPORTIVA

  • 1 Taça de Portugal Masculinos por Equipas
    • 1972
  • 6 Taças de Portugal Femininos por Equipas
    • 1983, 1984, 1985, 1986, 1987 e 1998

DESPORTOS ACROBÁTICOS

  • 4 Taças de Portugal por Equipas Juniores
    • 1991, 1993, 1995 e 1996
  • 1 Taça de Portugal de Pares Masculinos Juniores
    • 1996
  • 1 Taça de Portugal de Pares Femininos Juniores
    • 1996
  • 1 Taça de Portugal de Pares Mistos Juniores
    • 1996

GINÁSTICA EDUCATIVA

  • 1 Campeonato Nacional por Equipas Senhoras
    • 1938
  • 1 Campeonato Nacional por Equipas Meninos
    • 1938
  • 1 Campeonato Nacional por Equipas Meninas
    • 1938
  • 1 Campeonato Nacional por Equipas Infantis Mistos
    • 1952
  • 1 Campeonato Nacional por Equipas Principiantes Femininos
    • 1956

TUMBLING

  • 3 Taças de Portugal de Equipas Masculinas
    • 1993, 1994 e 1995
  • 1 Taça de Portugal de Equipas Femininas
    • 1996

TEAM GYM

  • 1 Campeonato Nacional de Seniores Elite Masculinos
    • 2013
  • 3 Campeonato Nacional de Seniores Elite Femininos
    • 2013, 2015 e 2016
  • 1 Campeonato Nacional de Seniores Masculinos
    • 2018
  • 1 Campeonato Nacional de Seniores Mistos
    • 2013
  • 2 Campeonatos Nacionais de Juniores Masculinos
    • 2017 e 2018
  • 3 Campeonato Nacional de Juniores Mistos
    • 2013, 2015 e 2016
  • 1 Campeonato Nacional de Youth (10-14 anos) Equipas Mistas
    • 2018

Links