Skip to main content
 
Linha 4: Linha 4:
 
|naturalidade    =Torres Vedras
 
|naturalidade    =Torres Vedras
 
|pais  =Portugal
 
|pais  =Portugal
|posicao        =Andebolista, Baquetebolista, Atleta e Dirigente
+
|posicao        =Jogador de Andebol e Basquetebol, Atleta e Dirigente
 
|imagem        =[[Imagem:Correia_Cesar.jpg|270x160px]]
 
|imagem        =[[Imagem:Correia_Cesar.jpg|270x160px]]
 
}}
 
}}

Edição atual desde as 08h54min de 26 de setembro de 2017

Dados de Correia César Correia Cesar.jpg
Nome Guilherme Correia César
Nascimento 4 de Junho de 1912
Naturalidade Torres Vedras - Portugal
Posição Jogador de Andebol e Basquetebol, Atleta e Dirigente

Correia César começou a praticar Andebol de 11 em 1932, envergando sempre a camisola do Sporting Clube de Portugal, onde foi várias vezes Campeão Regional na 1ª e 2º categorias, tendo representado também as Selecções de Lisboa e Portugal

Embora a sua posição habitual fosse a médio-esquerdo, adaptava-se facilmente a qualquer outro lugar, particularmente na linha da frente, onde tirava partido do seu poderoso remate e da sua capacidade de drible para baralhar os adversários, pelo que foi sem dúvida um dos melhores jogadores portugueses de Andebol de 11.

Também praticou Basquetebol, conquistando o Campeonato de Lisboa de Reservas nas épocas 1934/35 e 1936/37 e a partir dessa época começou a jogar regularmente com a 1ª categoria. Fez parte da equipa que chegou à final do Campeonato de Portugal em 1936/37, a primeira Final nacional do Basquetebol leonino. Ainda nesta modalidade, integrou uma Selecção Regional num jogo contra Leiria, disputado em 1936.

Passou também pelo Atletismo, competindo nas provas de velocidade e no Lançamento do Dardo, especialidade em que foi Campeão de Portugal de Juniores, em 1932, tendo conquistado também um Campeonato de Lisboa nos 83m barreiras.

Como dirigente fez parte de várias Direcções, primeiro como Vogal nas Gerências de Amado de Aguilar, entre 2 de Setembro de 1942 e 26 de Outubro de 1943 e em várias das Direcções presididas por Ribeiro Ferreira entre 1946 e 1952, e depois como Director das Actividades Desportivas, entre 23 de Fevereiro de 1954 e 14 de Fevereiro de 1958.

Também chefiou a secção de Andebol de 11 do Sporting, tendo instituído a Taça César Vitorino, em honra de outro pilar da modalidade.

Correia César nomeou aquela que considerou ser a melhor equipa de sempre do Sporting no Andebol de 11, numa homenagem a alguns dos seus antigos companheiros: Almasqué, Manuel Farinha e António Fontainhas; César Vitorino, José Abreu e Correia César; Raul Vidal, Oliveira Martins, Tomás de Macedo, Adelino Pereira e Francisco Mega.

Foi também declarado sócio benemérito do Sporting Clube de Portugal.