Skip to main content
 
Linha 71: Linha 71:
 
| Ligue 1||2018/19||Mónaco <small>(emp)</small>||||||||||||||||||||||||
 
| Ligue 1||2018/19||Mónaco <small>(emp)</small>||||||||||||||||||||||||
 
|-
 
|-
 +
| Ligue 1||2019/20||Mónaco <small>(emp)</small>||||||||||||||||||||||||
 +
|
 
|-style="background:#E1EFC2;"
 
|-style="background:#E1EFC2;"
 
| colspan="3" align=right |'''Total = ''' |||<section begin=jogos />243<section end=jogos />||<section begin=golos />39<section end=golos />||||||||||||||||14||26||1/1
 
| colspan="3" align=right |'''Total = ''' |||<section begin=jogos />243<section end=jogos />||<section begin=golos />39<section end=golos />||||||||||||||||14||26||1/1

Edição atual desde as 10h23min de 18 de outubro de 2019

Dados de Adrien Silva Asilv.jpg Adrien Silva-15.16.jpg Adrien silva 263103.jpg
Nome Adrien Sebastian Perruchet da Silva
Nascimento 15 de Março de 1989
Naturalidade Angoulême - França
Posição Futebolista (médio)
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
S16 S17 S18 S19 S20 S21 AA Golos
Iniciados B 2002/03 SPORTING
Iniciados 2002/03 SPORTING Campeonato Nacional
Iniciados 2003/04 SPORTING 30 8 Campeonato Nacional
Juvenis B 2004/05 SPORTING Campeonato Regional
Juvenis 2004/05 SPORTING 6 0 Campeonato Nacional 3
Juvenis 2005/06 SPORTING 30 10 Campeonato Nacional 17
Juniores 2006/07 SPORTING 22 5 6 2
Juniores 2007/08 SPORTING 9 2 Campeonato Nacional 8 1
Intercalar 2008/09 SPORTING 2 0
Total = 3 17 6 8 3
1ª Divisão 2007/08 SPORTING 15 0 Taça de Portugal
1ª Divisão 2008/09 SPORTING 19 0 7 0
1ª Divisão 2009/10 SPORTING 24 1 7 1
1ª Divisão 2010/11 Maccabi Haifa (emp)
1ª Liga 2010/11 Académica (emp)
1ª Liga 2011/12 Académica (emp) Taça de Portugal
1ª Liga 2012/13 SPORTING 26 3
1ª Liga 2013/14 SPORTING 33 9
1ª Liga 2014/15 SPORTING 44 10 Taça de Honra
Taça de Portugal
4 0
1ª Liga 2015/16 SPORTING 41 9 Supertaça
Campeonato da Europa
9 0
1ª Liga 2016/17 SPORTING 36 6 7 1
1ª Liga 2017/18 SPORTING 5 1
Premier League 2017/18 Leicester 6 0
Premier League 2018/19 Leicester
Ligue 1 2018/19 Mónaco (emp)
Ligue 1 2019/20 Mónaco (emp)
Total = 243 39 14 26 1/1

Nascido em França mas com ascendência portuguesa, o pequeno Adrien começou a jogar nas escolas do Bordeaux, até que os seus pais decidiram vir viver para Arcos de Valdevez, e foi aí que ele se destacou no Paço, um pequeno clube da terra, de tal forma que pouco tempo depois e com apenas 12 anos, já estava no Sporting, onde foi Campeão e internacional em todos os escalões do futebol jovem, sendo também Capitão de equipa quer no Clube quer nas Selecções.

Inicialmente a sua maior dificuldade foi a língua portuguesa, que dominava muito mal, o que para um miúdo a viver em Lisboa longe da família, era um problema acrescido, no entanto o seu carácter e perseverança, ajudaram-no a superar esse e todos os outros obstáculos.

Adrien em acção

Adrien Silva actuava preferencialmente como médio defensivo, mas podia jogar em todos os lugares do meio-campo e até fez "uma perninha" como lateral, pois sempre foi um jogador com uma cultura táctica acima da média, demonstrando um enorme poder de combate, um bom sentido posicional, tendo também uma boa técnica e uma excelente visão de jogo, que lhe permitiam ser exímio no passe.

Em 2005 esteve com um pé no Chelsea, que o tentou "roubar" ao Sporting, juntamente com Ricardo Fernandes e Fábio Ferreira que rumaram a Inglaterra, mas o Clube conseguiu segurá-lo e, em 2007 foi chamado à selecção europeia que disputou a Meridian Cup, mas uma lesão impossibilitou-o de marcar presença.

Na temporada de 2007/08, ainda com idade júnior, passou a fazer parte do plantel principal sob o comando de Paulo Bento, e estreou-se logo na 1ª jornada do campeonato, em jogo disputado em Alvalade frente à Académica, entrando a poucos minutos do fim.

De resto a temporada não correu muito bem, nem ao Sporting nem a ele, que apenas fez 15 jogos, salvando-se a conquista da Taça de Portugal, para a qual contribuiu com 3 aparições. Para além disso esteve pontualmente na equipa de Juniores que ajudou a ganhar o Campeonato, naquele que foi o seu 4º título nacional, aos quais pode juntar outros três regionais.

Mesmo assim recebeu dois claros votos de confiança, primeiro quando o Sporting lhe prolongou o contrato até Junho de 2012 e depois quando Paulo Bento o manteve no plantel principal, mas curiosamente foi com a chegada de Carlos Carvalhal que passou a jogar mais, no entanto depois da contratação de Pedro Mendes voltou para o banco.

Na época de 2010/11 foi decidido que seria melhor emprestá-lo para que pudesse jogar mais, e assim foi cedido ao Maccabi Haifa de Israel, onde não jogou muito, pelo que em Janeiro de 2011 foi cedido à Académica de Coimbra e simultaneamente viu o seu contrato ser renovado até 2013.

Este empréstimo foi prolongado à temporada de 2011/12, na qual foi uma das grandes figuras da equipa que ganhou a Taça de Portugal, numa Final disputada precisamente frente ao Sporting.

Após alguma polémica motivada por declarações feitas por Adrien antes dessa Final, que não terão agradado ao treinador Sá Pinto, o jovem médio luso-francês foi integrado no plantel principal do Sporting para a temporada de 2012/13, numa altura em que o seu contrato estava perto do fim, e já se falava insistentemente na sua saída e até no interesse do FC Porto.

No entanto em Setembro de 2012 Adrien Silva prolongou o seu vinculo com o Sporting até 2017, ficando com uma clausula de rescisão fixada em 40 milhões € e tornando-se num dos jogadores mais bem pagos do plantel.

Começou a temporada como titular, mas o seu rendimento ficou sempre muito longe das expectativas, sendo um dos jogadores mais criticados pelos adeptos, acabando por perder o lugar, embora tenha sido sempre regularmente utilizado, ora como suplente, ora nas várias posições do meio campo, o que também contribuiu para a irregularidade das suas prestações.

Na época seguinte sob a orientação de Leonardo Jardim, o seu rendimento subiu significativamente, tornando-se num dos patrões da equipa, sendo integrado no grupo dos Capitães e, chegando mesmo a ser convocado por Paulo Bento para um jogo particular da Selecção Nacional, mas acabou por não ser utilizado e foi com alguma injustiça que foi excluído dos 23 que estiveram no Brasil.

Em 2013 foi distinguido com o Prémio Stromp na categoria "Futebolista".

No dia 18 de Dezembro de 2014, estreou-se finalmente na Selecção, entrando na 2ª parte de um jogo particular em que Portugal ganhou por 1-0 à Argentina, com Adrien a iniciar a jogada que decidiu o jogo, numa época em continuou a ser titular indiscutível e em que participou na campanha que levou o Sporting à conquista de mais uma Taça de Portugal.

No inicio da época de 2015/16 ascendeu à condição de Capitão de equipa em detrimento de Rui Patrício, por decisão do treinador Jorge Jesus, que preferia ter um jogador de campo com a braçadeira, assumindo-se então definitivamente como o grande patrão da equipa e em Fevereiro de 2016 renovou o seu contrato com o Sporting até Junho de 2020, passando o mesmo a estar blindado por uma clausula de rescisão fixada no valor de 45 milhões de Euros.

Após ter realizado uma grande temporada, foi um dos 23 seleccionados por Fernando Santos para a fase final do Campeonato da Europa de 2016, onde depois de um mau começo, o seleccionador nacional recorreu ao meio campo do Sporting, com Adrien Silva a desempenhar um papel determinante na histórica vitória de Portugal no Europeu de França.

No final de Agosto de 2016, em cima do fecho do mercado, começaram a surgir rumores que apontavam para a sua saída, constando que o Leicester, o campeão de Inglaterra, teria oferecido 30 milhões de Euros pelo passe de Adrien Silva, mas a sua importância na equipa obrigou a SAD leonina a rejeitar a oferta.

Em Dezembro de 2016 foi distinguido com o Prémio Stromp na categoria "Europeu".

Em cima do fecho do mercado de verão de 2017 o Leicester voltou à carga e desta vez levou mesmo o Capitão do Sporting, mas o último documento para a transferência terá sido entregue pelo clube inglês 14 segundos depois do prazo estabelecido, pelo que a FIFA não validou a inscrição do jogador já efetivada na Liga Inglesa. O negócio foi concluído por um valor de 24,5 milhões de Euros mais 5 milhões por objetivos, tendo a Sporting SAD garantido o direito a 15 por cento de uma hipotética mais valia futura.

Esteve 6 meses impedido de jogar e quando voltou não se conseguiu impor pelo que um ano depois foi emprestado ao Mónaco.

To-mane 23h38min de 1 de Agosto de 2014 (WEST)