Skip to main content
Uma fase do Sporting-Vit. Setúbal

Sporting 5 - Estoril 3

Ficha do Jogo

Na 22ª jornada do Campeonato Nacional de 1950/51, o Sporting ganhou por 3-2 ao Belenenses nas Salésias e assim quatro jornadas do fim manteve os 7 pontos de avanço que tinha sobre o FC Porto, pelo que a festa do título ficou marcada para o jogo seguinte no Estádio José Alvalade, onde o Sporting recebeu o Estoril no dia 25 de Fevereiro de 1951.

Esta foi uma época marcada por muitas lesões pelo que o Sporting se apresentou com uma defesa e um meio campo muito remendados, daí que a equipa tenha pregado alguns sustos aos seus adeptos, que enchiam o campo apesar da chuva que teimava em atrapalhar a festa.

Mário Wilson inaugurou o marcador logo aos 5m com um potente remate de fora da área, mas 5 minutos depois Vieira respondeu na mesma moeda, não dando hipóteses de defesa a Azevedo.

De imediato o Sporting tomou conta do jogo e partiu à procura da vitória, mas só muito perto do intervalo é que se voltou a adiantar no marcador, depois de uma excelente jogada individual de Armando Barros, que fazia o seu segundo jogo pela equipa principal, o remate do médio leonino acertou no poste, mas Jesus Correia foi felino na recarga e fez o 2-1 com que se chegou ao intervalo.

Na 2ª parte o Sporting voltou a entrar muito forte e aos 57m na sequência de uma jogada individual de Mário Wilson, a bola sobrou para Albano que não teve dificuldades em fazer o 3-1. 4 minutos depois Vasques marcou o seu 22º golo no Campeonato, consolidando a sua posição de melhor marcador da prova.

Com meia hora para jogar os Leões entraram em ritmo de festa e de repente o Estoril fez dois golos reduzindo para 4-3, graças a alguma displicência e falta de entrosamento dos sectores mais recuados da equipa leonina.

A reação do Sporting não se fez esperar e 3 minutos depois do 3º golo do Estoril, Eloi salvou em cima da linha de baliza um remate certeiro de Vasques, mas Jesus Correia foi rápido como sempre e fez o 5-3 final.

Estava consumado o regresso do Sporting à condição de Campeão Nacional de Futebol, e no fim do jogo a Direção desceu ao campo para felicitar os Campeões, enquanto o treinador inglês Randolph Galloway era passeado em ombros pelos seus jogadores.

To-mane (discussão) 20h53min de 26 de maio de 2017 (WEST)