Voltar a ter um Sporting CAMPEÃO em 2012/2013, será que é pedir muito?

Eu não sou muito de escrever, mas senti que deveria escrever qualquer coisinha sobre aquilo que me move, aquilo que é para mim um sentimento irracional, misto de orgulho e sensação de pertença, e em tudo semelhante a uma paixão que me faz sofrer intensamente. Vou por isso escrever o meu primeiro texto sobre a minha doença incurável, o Sporting Clube de Portugal.

CÉU

Estou a caminho dos meus 20 anos de idade, e como tal cresci a ver o Sporting a quebrar o seu jejum de 18 anos sem ganhar um Campeonato Nacional. Vi o Sporting a ganhar um Campeonato e passado dois anos outro. Vi o velhinho Estádio D’Alvalade a rebentar pelas costuras e hoje ainda tenho memórias e heróis de infância tingidos de verde (o que mais me marcou foi o Beto Acosta. Aquele “velhote” argentino, com a dorsal número 11, que marcava golos pa’ caraças !). Pelo meio da minha existência ainda vibrei com algumas conquistas da Taça de Portugal, uma dobradinha e ainda sofri com as caminhadas europeias do Sporting, principalmente na Taça Uefa. Qualquer dia, vamos ter que a reconquistar!

INFERNO

Nos últimos anos, infelizmente, não vi um Sporting Clube de Portugal…vi um sportinguezinho, triste, dirigido por pessoas incompetentes e a bater no fundo. Vi um Sporting com um plantel digno de um Vitória de Guimarães ou de um Boavista nos seus anos normais de I Divisão (com todo o respeito por estes), e por isso vi o meu Clube a empatar e perder várias vezes com ‘mijas na escada’ tanto em casa ou fora. Vi o Sporting desorientado, a trocar de treinador a cada 6 meses e até vi o Sporting a ter assistências de apenas 10.000-15.000 adeptos em Alvalade (!!!). Enfim, uma coisa horrível que eu quando era mais novo, nunca pensei passar. Mau demais para um Clube grande com milhões de adeptos espalhados por esse Portugal e pelo Mundo.

Nesta última época desportiva, houve eleições que deram que falar e surgiu um novo Presidente: Godinho Lopes, com os seus “trunfos” Luís Duque e Freitas. Há quem diga que se mudou a mentalidade do Futebol do Sporting, mas eu cá ainda não vi nada. Notei que ao menos já se faz um esforço para tentar mudar as coisas para melhor, mas a verdade é que foi mais uma época que passou e acabámos por ficar mais uma vez longe dos objectivos definidos. Zero títulos, mais um vergonhoso 4º lugar e mais uma época de prejuízo. Resumindo, esta foi só mais uma época de crise desportiva e financeira, e mais uma vez o Sporting foi alvo de gozo pela Comunicação Social e adeptos rivais.

Até quando? Até quando irá acabar este ciclo vicioso? Até quando é que o pesadelo acaba e o SCP volta a ter lucro e sobretudo aos títulos de Campeão Nacional? Até quando deixaremos de ser alvo de gozo e a ser novamente respeitados pela CS?

O pesadelo só irá acabar, quando voltarmos a ter sucesso desportivo. Não há mais volta a dar. O Sporting terá que ser Campeão muito em breve ou então esta será mais uma Direcção que vai para a rua antes do final do seu mandato. É bom que Godinho Lopes tenha bem a noção disso, porque foi ele que prometeu um Sporting ganhador, CAMPEÃO e com lucro ao fim de 3 anos de mandato.
[glow=greenyellow,2,300]
Um ano já foi. Agora só faltam dois. E eu tenho a certeza que a época desportiva que vem aí é a época-chave para esta Direcção. Ou há sucesso ou vai borda fora. [/glow]

O Sporting CP precisa de capital e se há investidores (mas eu já nem digo nada), construir desde já um plantel forte, competente, investindo em jogadores de grande qualidade e ambição. É também fundamental ter um Departamento de Comunicação forte e criar uma mentalidade de Campeão à volta de um Clube que quer ser tão grande como os maiores da Europa.

Eu queria voltar a sentir grandes alegrias no meu Clube. Queria ter vontade de comprar jornais e sentir que o meu Sporting calou todas as bocas. Sentir que o meu Sporting era de novo respeitado. Será que é pedir muito, voltar a ver o SPORTING CAMPEÃO?

@Frederico Vieira 2012

Julgo que o sucesso do Sporting terá de passar por quatro etapas:

  • Manter os melhores jogadores da equipa de futebol
  • Aproveitar os jogadores saidos da Academia
  • Conseguir um (ou mais) investidor que permita algum desafogo financeiro
  • Dar aos bois do apito o que eles quiserem (meninas, meninos, viagens, carros, etc.). Enquanto não usarmos as mesmas armas que outros será muito dificil não ficar para trás, lambendo as nossas feridas, indignados com os roubos constantes de que o Sporting é vitima!

Este ano continuamos a não ter grande equipa comparado com os outros grandes … um segundo lugar já ficava bastante contente, tendo em conta as circunstâncias, o que daria apuramente directo para a LC, para assim para o ano investirmos e termos um grande equipa para atacar o titulo :great:

É possivel e eu acredito ;).

Se pararmos de disparar contra os nossos proprios pés, o titulo pode ser uma realidade.

O Comanche (e muito bem), já escreveu algumas ideias daquilo que o Sporting precisa para ser campeão, queria acrescentar mais algumas:

  • Maior criterio na contratação de novos reforços. Mais vale 1 mas bom do que 10 que não fazem 1.
  • Estabilidade tecnica e directiva
  • Tirar da cabeça essa triste mentalidade derrotista de coitadinhos que não ganham por causa dos arbitros, e substitui-la por uma mentalidade ganhadora de “Como ganhar apesar das adversidades”.
  • Eleger capitães á altura dos valores do Sporting
  • Mais Rigor e mais exigencia para com a equipa de futebol profissional

Eu até acredito que é possível, a direcção não se pode é ditrair dos seus objectivos e entrar nos joguinhos da imprensa!
E claro os objectivos passam por: - Manter a estrutura do plantel do plantel e os jogadores base que são, o Patrício, o Insua, o Carriço, o Schaars, o Capel e o Ricky(todos estes não devem sair por valor algum);
- Contratar apenas um ponta de lança e um central, que sejam baratos mas que tenham qualidade mais que suficiente para serem titulares;
- Mostrar a todos os que entram no plantel do Sporting o que significa o nosso clube e que se não derem tudo pelo osso símbolo que mais vale irem logo embora:
- Melhor a situação financeira

Pessoalmente, não acredito muito.

Tudo depende das saídas e das entradas, de se atingir alguma estabilidade financeira e desportiva e de muitos outros fatores.

Por isso, só postarei os meus vatícinios (deixai-me ser um bocadinho pretensioso, pois então :mrgreen:) quando vir como está a correr a pre-época.

Aparte os fenómenos estranhos que se continua a passar ano após ano, quem ganha mais é quase sempre quem aposta mais.
Na minha opinião temos o 3º melhor plantel em Portugal e para sermos realmente de topo teriamos de apostar mais 20 milhões em 3/4 jogadores cruciais. Para além disso espero que o que se passou a nivel de lesões o ano passado não se volte a repetir, porque não tendo um plantel com soluções infinitas acaba por ter um papel significativo na classificação final.

Há momentos fundamentais durante uma época:

  • Primeiras cinco jornadas: Iniciar o campeonato com uma sequência vitoriosa é importante não só para as condições emocionais dos atletas mas para confirmar o Sporting como sério candidato ao título. E há sempre o aspecto da esperança dos adeptos, seria uma onda verde por todo o país.
  • Mês de Janeiro: Onde temos falhado repetidamente todas as temporadas, é neste mês que confirmamos a nossa candidatura ao título (obtendo vitórias) ou a resignação perante uma classificação menor (na época passada empatamos frente ao Porto e Olhanense e perdemos em Braga para a Liga, além de que empatamos com o Nacional para a Taça de Portugal e Moreirense para a da Liga)
  • Jogos “Grandes”:É essencial ganhar jogos ao Porto e Benfica, especialmente em casa. Ganhar em casa e empatar fora era um cenário quase ideal.

Com toda a sinceridade, tendo em conta os passos que se dão, as medidas tomadas todos os dias, o absurdo nas vendas e contratações, temo que cada vez mais se abra o fosso entre o Sporting e os habituais rivais. Este que deveria ser novamente o ano “zero” não o foi. Foi o ano menos 1 ou pior ainda. Não acredito que a época de 2012/2013 seja um ano de conquistas fulgurantes. Com toda a sinceridade, não acredito. Apoio e sempre apoiarei o Sporting até à última possibilidade, é o meu clube, a minha paixão, nada há a fazer. Mas sou realista e estamos longe da estabilidade necessária para re-atingir os níveis que tivemos há 12 anos, há 10 anos e que fomos desfazendo com más medidas atrás de más medidas.

Se tivéssemos uma Direcção minimamente competente não tenho duvidas que está seria uma época em que teríamos todas as hipóteses de ganhar a Liga e de fazer uma excelente época nas outras frentes.

E isto na minha opinião era exequível, mantendo todos os jogadores com qualidade e alterando alguns jogadores reservas substituindo-os por jovens que tem estado emprestados.

Acrescentando a isto um bom avançado e um central de classe.

Infelizmente não vamos nesse sentido!

Com jogadores como Patricio, J.Pereira, Insua, Rinaudo, Schaars, Adrien,Elias, Carrillo, Jeffren, Capel, Izmailov, Matias, labyad, wolfswinkel temos tudo para lutar pelo titulo. O J.Pereira já foi e mais se seguirão…

Queria ser optimista, mas pelo andar da carruagem, nem interna nem externamente teremos condições para lutar pelo título.
Não há uma liderança forte. Credível.
Adoraria estar enganado.

Podem criticar-me mas se há coisa que eu não quero é que o SPORTING responda na mesma moeda. SPORTING acima de tudo, e SPORTING não equivale a esses esquemas. Critiquem-me mas prefiro não ganhar a compactuar com esse tipo de esquemas.

No máximo, fazer o que fazia Manolo Vidal: descobrir esses estratagemas e denunciá-los, na hora ao árbitro a ver se ele não se borrava todo.

No máximo processar tudo quanto for preciso para termos um futebol isento.

No máximo fazer “espionagem” não ao Rui Patrício, mas ao pintinho, vieira e outros que tais do “sistema”, de forma a denunciá-los.

E como o Mourinho diz, no campeonato português basta teres uma boa equipa que ganhas, e é aí que temos de nos FOCAR. Construir um bom plantel, unirmos-nos, formar um grupo, com uma equipa técnica competente, uma equipa dirigente que seja Líder, que demonstre confiança e “continuidade” no trabalho transmitindo-a ao grupo de Trabalho. Competência acima de tudo, e seremos CAMPEÕES.

Não concordo totalmente com esta ideia, embora a perceba. Passo a explicar: o Sporting CP, tal como qualquer outro clube português tem de saber exportar e saber negociar; por muito que nos custe somos um trampolim para a maioria dos jogadores, contudo, isso não significa algo propriamente mau. Há que saber utilizar este atributo de trampolim para se conseguirem campeonatos interessantes e uma equipa competitiva. O problema do Sporting CP nas últimas épocas no mercado de transferências está em saber vender. Não se aproveitam momentos em que os jogadores valorizaram tremendamente, optando-se por ficar com eles, acabando o jogador por cair no descrédito e perdendo-se boas oportunidades de negócio.

Isto é A chave do Sporting CP. Valorizar o talento que sai da academia, contudo, não só. Espero bem que a equipa B possa servir para isto. Para dar oportunidades a jogadores saídos dos júniores e para aproveitar oportunidades de negócios a baixo custo englobando jovens das nossas divisões inferiores e de quaisquer outros campeonatos do mundo onde comecem a despontar, mas por serem campeonatos pouco vistosos o preço do jogador não subiu exponencialmente.

Não consigo concordar por 2 motivos:

1 - Se eu critico os outros é porque tenho razão para o fazer. Vou adoptar a mesma medida? Então passarei a criticar-me!
2 - Embora reconheça que o Sporting CP tenha sido prejudicado num ou noutro jogo, não me parece que os “erros” da arbitragem sejam, de todo, suficientes para explicar a prestação no campeonato.

Oh, o Mundo vai acabar este ano… :hand: :hand: :hand:

A verdade é que o melhor Sporting (campeão em 2000 e 2002, talvez o de 2005) não conseguia ser campeão contra o porco de… vitor pereira. Isto diz muita coisa, infelizmente, sobre o estado do nosso clube (mais ainda sobre o estado do futebol em Portugal, mas nem vale a pena entrar por aí) . Por isso é preciso assentar os pés na terra: o objectivo passa pelo 2º lugar. Garante encaixe financeiro, rodagem de jogadores para jogos a doer, enfim, uma preparação para o ataque ao título no ano seguinte. Tudo bem que esta conversa já tem anos, mas qual a solução se não esta?

bom ponto de vista! heheh :lol:

Muito bom caro Frederico :clap:

PS - para termos um texto na Redacção o que temos de fazer? :think: :mrgreen:

Se formos campeões este ano vai ser, simplesmente, com o trabalho de Sá Pinto e 70% dos jogadores do nosso plantel que se esforçam ao máximo. Não acredito na nossa direcção nem nos seus chamados ‘trunfos’.
Fulcral é mantermos uma estabilidade financeira (algo que neste momento parece complicado) e mantermos a estrutura óssea da nossa equipa. Só assim chegaremos lá, principalmente se todos os ADEPTOS apoiarem, apesar destes lambuças da direcção não ajudarem a isso. :wink:

Em 26 anos de existencia e o primeiro ano que comeca uma epoca e nao tenho ponta de esperanca… Quanto a mim sera ainda pior que a epoca passada… ???

Pois não, só nos foram roubados, directamente, uns… 11 pontos, o ano passado? Não teve influência nenhuma na tabela classificativa.