Voleibol Masculino - Época 2022/2023

Pronto, eliminados.

Acabou. 19-25

Outra vez!

1 Curtiu

Perdemos a negra também. 3-2

Fecha Afonso.

SL

Não conseguem surpreender, ponto

Vai ter que ser dar mesmo muita volta aqui p se voltar a vencer. Ou se investe ou nada feito

2 Curtiram

LEÕES ELIMINADOS DA CEV CHALLENGE CUP

Por Sporting CP
25 Jan, 2023

VOLEIBOL

Voleibol perde com a AJ Fonte do Bastardo

A equipa masculina de voleibol do Sporting Clube de Portugal perdeu, esta quarta-feira, por 2-3 na recepção à AJ Fonte do Bastardo para a segunda não dos quartos-de-final da CEV Challenge Cup, sendo assim eliminada da prova.

Os Leões procuravam voltar às meias-finais da competição, como fizeram em 2018/2019 e 2019/2020, e o duelo começou com um longo e entusiasmante rally que acabou por pender para os visitantes, ainda que qualquer equipa pudesse ter vencido o ponto.

O início foi equilibrado e aos 6-6 apareceu Joaquín Gallego com um tremendo bloco. Seria o primeiro de muitos do argentino, um dos melhores em quadra, na partida.

A AJ Fonte do Bastardo começou a acelerar e conseguiu criar uma vantagem confortável a meio do set, acabando por vencer por 19-25.

A resposta Leonina tinha de ser imediata, uma vez que um 0-2 eliminaria o Sporting CP, e foi isso que se viu. José Masso abriu a contagem do segundo set e Joaquín Gallego continuou a distribuir blocos, mas a turma dos Açores aguentou-se bem.

Só a partir do 21-19, quado Tiago Barth pontuou e conseguiu um ás de seguida, é que o emblema de Alvalade disparou no marcador. Brian Melgarejo fez o 24-19 com um ás e Pedro Cardoso fechou em 25-19.

Terceiro set e… Joaquín Gallego novamente em alta, agora com Brian Melgarejo também e destaque. A AJ Fonte do Bastardo até esteve a vencer por 8-11, mas o Sporting CP recuperou e cresceu.

Nos últimos pontos, foi o conjunto de João Coelho a estar mais forte e um serviço adversário para fora fez o 25-23 e o 2-1.

Era o tudo ou nada para o Sporting CP: uma vitória no quarto set levava a eliminatória para golden set, enquanto uma derrota acabava com o percurso europeu.

Os primeiros pontos foram muito disputados, com as duas equipas no limite, mas a AJ Fonte do Bastardo conseguiu um ligeiro avanço. Com um ás de Pedro Cardoso, o Sporting CP ainda se aproximou (14-15), mas os visitantes conseguiram voltar a dominar e venceram por 19-25. Assim, a passagem à meia-final estava decidida, com os Leões a ficarem de fora.

O quinto set, apenas para cumprir calendário, ainda se disputou, com vitória para a AJ Fonte do Bastardo por 10-15.

O Sporting CP volta a jogar este sábado, recebendo a AA Espinho para a Liga.

Sporting CP: Josué López (2), José Masso (12), Toms Svans (1), José Jardim (1), Kelton Tavares (1), Thiago Gelinski [C], Gabriel Bertolini (4), Pedro Cardoso (14), Gil Meireles [L], Tiago Barth (6), Brian Melgarejo (19), Joaquín Gallego (11) e João Simões [L].

JOÃO COELHO: “É PRECISO TRABALHAR MUITO”

Por Sporting CP
25 Jan, 2023

VOLEIBOL

Declarações depois do desaire na CEV Challenge Cup

No final da derrota da equipa masculina de voleibol do Sporting Clube de Portugal por 2-3 contra a AJ Fonte do Bastardo, João Coelho comentou a partida e a eliminação da CEV Challenge Cup.

“Entrámos, mais uma vez, em falso. Perdemos o controlo do jogo no primeiro set e ficámos sem margem de erro para forçar o erro do adversário, que é uma equipa adulta e madura e que sabe jogar muito bem a bola alta o número de vezes que for preciso até encontrar a melhor solução. Não temos isso, temos de ser muito mais focado. Fomos atrás do prejuízo, já tarde, e pagámos cara a consistência do adversário e a nossa alternância no marcador no quarto set. Até estivemos bem no bloco, mas foi insuficiente. Perdemos os dois jogos nas duas mãos, o adversário foi superior e temos de admitir que estamos por baixo e é preciso trabalhar muito. Não chega achar que representar um clube destes nos garante favoritismo. É preciso prová-lo dentro de campo”, começou por dizer à Sporting TV, continuando.

“A agressividade na rede e o cuidado no segundo toque é algo que atletas profissionais, como estes jogadores, têm. Precisam é de trabalhar colectivamente até isso passar a ser uma realidade”, referiu.

Também o central Tiago Barth analisou a partida: “Sabíamos que ia ser um jogo difícil e que a missão era dura devido à primeira mão. Não podíamos ter cometido tantos erros como cometemos. Agora há que pensar na Liga e na Taça de Portugal, que são objectivos importantes. (…) A época ainda vai ser longa e temos partidas duras pela frente. Há que ver onde errámos e onde podemos melhorar. No próximo sábado já voltamos à Liga com tudo”.

Letargia completa, não existe o minimo de ambição para melhorar.
O responsável por esta modalidade e quem o escolheu , são uns incompetentes que andam a mandar o nome do SCP para a lama com sucessivas derrotas.

Tenham vergonha na cara.

SL

4 Curtiram

Plano de treino: 4X 100 m costas.
2X 100 m livres.
4X 50 m mariposa.
1X 100 m Varandetes .

1 Curtiu

“O NOSSO ATAQUE TEM DE APRESENTAR-SE MUITO FORTE”

Por Sporting CP
27 Jan, 2023

VOLEIBOL

Gabriel Bertolini antes da recepção deste sábado à AA Espinho (18h00)

A equipa principal masculina de voleibol do Sporting Clube de Portugal recebe a AA Espinho, este sábado (18h00), em jogo da sétima jornada da segunda fase do Campeonato Nacional.

Na antecâmara do encontro, o oposto verde e branco Gabriel Bertolini reconheceu que o facto de este ser o quarto jogo a disputar no espaço de apenas uma semana pode significar algum desgaste, mas ainda assim frisou que a equipa está preparada para lutar por mais um triunfo.

“É certo que o acumular de jogos traz algum cansaço físico e mental, mas a equipa técnica está a saber lidar bem com isso nos treinos. Estamos cansados, sim, mas estamos bem. Ainda temos muito campeonato pela frente e não vamos desistir”, começou por dizer o brasileiro à Sporting TV, recordando que os Leões já conhecem este opositor, que venceram durante a primeira fase.

“Conseguimos fazer um bom jogo em casa deles e vencemos 0-3. Temos de seguir com o mesmo empenho e manter a táctica que utilizámos nesse primeiro jogo. Sabemos que não será um duelo fácil, mas vamos entrar de cabeça erguida, independentemente dos resultados passados”, referiu, assegurando que a derrota europeia contra a AJ Fonte do Bastardo faz parte do passado.

A fechar, Gabriel Bertolini apontou ainda aquela que poderá ser a chave para vencer esta partida. “Sabemos que o adversário é uma equipa que defende muito bem, pelo que o nosso ataque tem de apresentar-se muito forte para tentarmos ultrapassar o sistema defensivo deles”.

Foto João Pedro Morais

REGRESSO ÀS VITÓRIAS

Por Sporting CP
28 Jan, 2023

VOLEIBOL

Reviravolta e triunfo diante da AA Espinho (3-1)

A equipa principal masculina de voleibol do Sporting Clube de Portugal bateu, este sábado, a AA Espinho por 3-1 em jogo da sétima jornada da série A da segunda fase da Liga.

Ainda assim, no Pavilhão João Rocha, os Leões foram obrigados a reagir depois de a AA Espinho - treinada por Miguel Maia, lenda nacional da modalidade e do Sporting CP - ter vencido o set inaugural. Ora, daí em diante, a resposta verde e branca foi afirmativa, resultando na reviravolta que recolocou a turma de Alvalade na senda dos triunfos. Individualmente, Josué López destacou-se com 16 pontos.

Foi com muito equilíbrio que começou o duelo no Pavilhão João Rocha (12-12), mas com um ligeiro ascendente visitante (17-20), que se viria a confirmar no primeiro set. A AA Espinho superiorizou-se também na recta final e venceu por 23-25, complicando desde o início a tarefa Leonina.

Ainda assim, a resposta verde e branca não tardou, mas chegaria depois de muito esforço num set tão discutido que se prolongou para lá dos 25 pontos. Desta feita, foram os Leões a estar por cima do set, conseguindo manter uma vantagem de três pontos até à recta final (15-12 e 18-15). Contudo, ao 19-19 seguiu-se um novo ‘nó’ no marcador, só desatado com o 26-24, que reestabeleceu o empate no jogo.

Foi o ponto de viragem no encontro, a partir do qual o Sporting CP tomou conta definitivamente da partida. Depois de um bom arranque (9-4), os Leões dispararam no marcador até ao 16-11, que deu o balanço necessário para chegar, sem surpresas, ao 25-18.

Dando continuidade às melhorias exibidas no encontro, a turma de Alvalade dominou o quarto – e último set – para fechar o jogo. Conseguido o 11-5 a abrir, a equipa de João Coelho não tirou o pé do acelerador até confirmar o triunfo por 25-15.

Com este resultado, o Sporting CP atingiu os 20 pontos e na próxima jornada reencontra a AA Espinho, mas desta vez fora de portas.

Sporting CP: Josué López (16), José Masso (4), Toms Svans (9), José Jardim (2), Kelton Tavares (11), Thiago Gelinski [C], Gabriel Bertolini (14), Pedro Cardoso (12), Gil Meireles [L], Tiago Barth, Brian Melgarejo (6), Joaquín Gallego e João Simões.

JOÃO COELHO: “REAGIMOS COMO TÍNHAMOS OBRIGAÇÃO DE REAGIR”

Por Sporting CP
28 Jan, 2023

VOLEIBOL

Treinador salientou altos e baixos da exibição

Após o triunfo por 3-1 frente à AA Espinho, João Coelho, treinador da equipa principal masculina de voleibol do Sporting Clube de Portugal, analisou o jogo em declarações à Sporting TV.

“Todos os elementos da equipa podem pôr os olhos no Kelton [Tavares], que fez um jogo muito equilibrado do início ao fim, mostra serviço e agarra a oportunidade, sendo provavelmente o melhor em campo e também o mais novo. Reagir à adversidade, devido aos últimos resultados não terem sido bons, requer uma entrada em jogo completamente diferente desta”, alertou inicialmente, antes de frisar a reacção conseguida.

“Não fomos felizes na entrada, não podemos usar a desculpa do cansaço, mas reagimos como tínhamos a obrigação de reagir e acabámos bem o jogo. Temos de subir uns patamares e a confiança só vem se a atitude estiver lá”, acrescentou o técnico.

Depois, José Jardim, jogador verde e branco, também corroborou a análise feita pelo seu treinador.

“Entrámos apáticos, talvez, mas depois diminuímos os erros e ganhámos confiança para o resto do jogo. Depois de uma eliminação [na CEV Challenge Cup], o que custa sempre um bocadinho, era bom voltar com uma vitória e foi isso que fizemos”, sublinhou.

JOÃO COELHO: “TEMOS DE SER NÓS A COMANDAR O JOGO”

Por Sporting CP
03 Fev, 2023

VOLEIBOL

Sporting CP com jornada dupla fora de casa este fim-de-semana

A equipa principal de voleibol do Sporting Clube de Portugal tem dois jogos para o Campeonato Nacional este fim-de-semana. No sábado, os Leões jogam em casa da AA Espinho e no domingo no reduto do Leixões SC.

Na antevisão aos dois encontros, João Coelho admitiu que são “duas deslocações difíceis”, mas acredita em dois triunfos.

“A AA Espinho tem dado muitas dificuldades a quem a visita. É uma equipa jovem, que joga de forma rápida, que não tem medo de forçar jogo pelo meio, que recebe bem e é muito aguerrida, com bons defesas, com muita sustentação. Temos de impor o nosso ritmo, que tem de ser diferente. Temos de jogar de forma imponente para não fazer o adversário acreditar que pode discutir a vitória e para tornarmos as coisas mais fáceis para nós”, começou por dizer o técnico, falando sobre o primeiro jogo.

O segundo será igualmente exigente, ainda que diferente: “O Leixões SC é um candidato fortíssimo aos play-off e está, neste momento, em vantagem sobre o Esmoriz GC e está em discussão connosco porque também quer o terceiro lugar. Em casa é uma equipa ainda mais perigosa, uma equipa com boa dimensão em termos ofensivos, bom bloco e bom serviço. Temos de ter um serviço bem agressivo, ser muito sólidos e coesos no bloco de defesa”.

“Uma equipa como a nossa não pode permitir que o adversário fique em vantagem. Temos de ser nós a comandar o jogo. É algo que tem falhado nos últimos jogos e que temos de corrigir já nestes”, sublinhou o técnico, referindo ainda: “Este fim-de-semana a oportunidade de agarrar a nossa posição para os play-off e com duas vitórias entrarmos nas derradeiras jornadas na luta pelos lugares do factor casa, que é aquilo que nós mais ambicionamos nesta fase”.