Violencia na Figueira da Foz - Bullyng

Já devem ter ouvido falar sobre o vídeo que tem sido espalhado pelas redes sociais onde um rapaz foi encurralado e lhe começaram a bater

Aqui fica o vídeo

http://ainanas.com/must-see/sociedade-must-see/denuncia-violencia-na-escola-na-figueira-da-foz/

Pessoalmente quem mais me meteu nojo neste vídeo foi aquele pseudo-boy que tinha uma voz algo irritante e só dizia porcaria literalmente, coisas sem nexo nem sentido. E a rapariga com a sua atitude nojenta e repugnante, cabra de merda.

Já vi o video e claramente o rapaz não está “encurralado”, se não queria ripostar podia perfeitamente ter fugido. Com isto dito, esses marginais deviam ser penalizados drasticamente pois revelaram ser uns animais e ainda mais medrosos que a vitima. Se escapam impunes, que imagem vai dar aos outros marginais que fazem isto? Uma imagem, lá está, de impunidade e que podem fazer o que bem lhes apetecer.

E fácil falar, mas isto não são filmes que se faz “corta”. Possivelmente não ripostou, pois viu que não tinha possibilidades e foi inteligente, porque agora tem a razão do seu lado, por não ter sido “reflexo” da atitude errada.

Eu gostava de saber as razões pela qual encurralaram o rapaz, a minha intuição leva-me a rejeição por parte do rapaz (não quis namorar)

Independentemente das razões (?) que levaram estes jovens a atacar cobardemente o rapaz, acção pela qual espero uma justiça exemplar e rápida, preocupa-me mais quais os efeitos sofridos pela vitima com esta situação.

Não me refiro á exposição mediática mas á forma como tem decorrido a vida do rapaz após os acontecimentos.

Eu teria ido aos cornos à Gaja se me desse uma estalada.

Mas mesmo à séria. Para ver se ainda se arma em homem.

Claro. Era melhor dar logo uma em quem aparecesse e depois levar com 5 ou 6 em cima do que estar ali a levar sem ripostar.

Que nojo, até a essas pitas dá vontade de dar nos cornos. Querem-se armar em heróis quando estão 7 ou 8 contra 1 e acham-se os maiores do mundo… cobardes!

Eu ainda sou do tempo de apanhar do pessoal mais velho, primária, ciclo…etc…
era assim uma espécie de ritual de iniciação para manter o pessoal mais novo na linha :lol: …não me lembro de nada muito grave.

Estas situações agora , com mulheres, é que são novas: miúdas à chapada ou a incentivar à violência, começa a ser mais comum.

O facto de haver smartphones para filmar pode dar a impressão que existem mais
situações apenas pelo facto de se tornarem públicas.

Vi só pequeno parte do video, bastou-me para dar voltas ao estômago.

Não sei o que me chocou mais, se a violência gratuita das miúdas, se a incapacidade do rapaz para reagir.

Espero uma punição exemplar, esta malta tem que começar a sentir na pele que estas atitudes tem consequências.

A certa altura o miúdo tenta reagir mas é logo agarrado por outro energúmeno.

Não sei os motivos porque o miúdo não fugiu, mas que estava ali coagido, disso não tenho dúvidas.

Essa merda que o agarrou foi dos que me meteu mais nojo,

O problema é que antigamente os miúdos iam para casa e estavam numa espécie de zona segura, hoje em dia chegam a casa, vão para a net e continuam a ser abusados nas redes sociais.

Se ele tivesse mandado um bilhete logo na primeira que a deixasse estendida, era o que tinha feito melhor…

Era para manter o pessoal na linha como quem diz… Já existiam casos graves, tal como existem agora, pura e simplesmente, não eram tão difundidos. O poder filmar alguma coisa em qualquer momento trouxeram a coisa para outro nível. Mas o outro nível não é para os que sofrem (só), é também para quem começa a contactar com a realidade.

Para além disso, como a [member=20081]BiaG bem apontou, hoje em dia, o fenómeno não acaba só na escola. Tenho um amigo (uns anos mais velho que eu) que sofria imenso de bullying na escola, mas que depois chegava a casa e podia fazer o que queria. E felizmente para ele, teve sempre gente de perto que sabia bem o que se passava e, como tal, ainda foi andando mais ou menos protegido. Mas isto é caso raro. Na maioria das situações, os putos, vítimas, estão praticamente sozinhos porque para além de serem ameaçados, ainda têm o receio de represálias se pedirem ajuda.

Ainda bem que estes putos são inteligentes o suficiente :lol: para afiambrarem umas quantas chapadas e socos num e filmarem o ato. Mas como se não bastasse filmarem o ato, ainda o colocam online. Fico genuinamente satisfeito com isso. Como está claro, durante algumas semanas, os jovens (pelo menos aqueles que têm a cabeça a prémio pelas redes sociais), vão sofrer na pele o que fizeram o rapazito sofrer.

Acima de tudo é preocupante o acentuar da crise de valores, que me parece geracional e cultural.

O caso do rapaz morto esta semana em Salvaterra, por motivos aparentemente insignificantes, é também um exemplo disso. Fora as inúmeras situações que não atingem proporções tão graves e nem são por isso reportadas.

Eu não penso assim.

O chamado “bullying” nas escolas sempre existiu. Quem não se lembra de ouvir falar do “caixa-de-óculos”, do “gordo”, da “gorda”, etc…

O mesmo acontece com a violência domestica. Sempre existiu, o que mudaram foi as mentalidades. Antes as mulheres eram mais subserviente porque a sociedade assim obrigava, e as poucas que tentavam fazer uma queixa ainda era enxovalhadas pela policia. Então nos meios pequenos, isto era assunto tabu.

Felizmente as mentalidade mudaram e deixou de se ter medo de falar e denunciar estes casos, por isso é que parece que agora estes casos nascem como cogumelos e antes vivia-se na paz do senhor.

O que nunca muda é a estupidez humana, felizmente em alguns casos até dá jeito que assim seja. Porque só mesmo pessoas muito burras é que filmam e metem no youtube este tipo de agressões. Que levem muita porradinha para aprenderem o que é bom são os meus votos.

A mentalidade mudou para melhor, mas a natureza humana parece que não muda, vão haver sempre aqueles que se acham, essa porcaria.

Deveria de haver consequências severes a quem tanto gosta de ser Bully

O que ouvi dizer, foi alguém que apanhou o cartão de memória e publicou e não os miúdos envolvidos.

Juntar uns sem cérebro e outros que se deixam pisar dá sempre merda.

Pelo que li na Imprensa, foi isso mesmo que aconteceu.
Quanto aos animaizinhos que fizeram aquilo ao rapaz e ainda foram mentecaptos ao ponto de fimar, espero que sejam punidos. Severamente.

Ainda sou do tempo em que os mais velhos, na escola, praxavam os mais novos. Mas os mimos físicos não iam além dos carolos e um ou outro cachaço. Nada muito saudável, mas longe desta ignominia.
Umas surras de cinto era o que esses garotos precisavam. À moda de ter que esfregar alcoól nas nádegas. Só se perdiam as que caissem no chão. Mas hoje em dia os pais não podem dar um estalo nos garotos, quando estes merecem, senão a criança ainda fica “marcada psicologicamente”. E depois dá nisto…
Enfim, que os miúdos sejam devidamente responsabilizados e punidos pelos seus actos. Para que, espero eu, lhes sirva de emenda.

Em apenas 2 minutos esse video deixou-me com um ódio enorme às pessoas que fizeram isso ao miúdo. Nos USA e no Brasil estes casos tendem em acabar muito mal pois os que sofrem bullying muitas vezes fartam-se e ou suicidam-se ou levam armas para a escola e limpam o sebo aos filhos da p*** que os chateavam ( e neste ultimo caso só é pena é eles serem presos e vistos como assassinos, quando eles foram é uns heróis ao ter livrado a sociedade de escumalha dessa como esses pseudo-valentões de 7 pessoas para 1). Enquanto estes casos não forem severamente punidos e a escumalha que faz isto não for severamente castigada estes espectáculos degradantes vão continuar a acontecer.