Vetar homenagem a Sousa Cintra

https://www.ojogo.pt/futebol/1a-liga/sporting/noticias/interior/sousa-cintra-homenageado-com-jantar-em-outubro-9896797.html

Alguém tem de fazer algo, isto é simplesmente vergonhoso, despede um treinador para trazer um incompetente, aceita traidores com aumentos salariais de volta, contrata um treinador incompetente com uma equipa técnica ainda pior, enfim. O que vem a seguir, homenagem ao Godinho Lopes? O único que fez algo de bom pelo Sporting nem sequer teve um agradecimento muito menos uma homenagem.

1 Curtiu

Vetar… :lol:

É um jantar particular o que queres fazer? Invadir o restaurante com meia duzia de gajos tipo JL e partir aquilo? Haja noção.

Desde que não seja o clube a pagar, estou me a marimbar pra vida do velho. Ja fez merda que chegue, quanto mais depressa ele cair no esquecimento melhor, pois não deixa saudades

Vetar…

Eu então se pudesse ia ao jantar… comia à grande… no final passava pelo WC c@g@v@ num saquinho e deixava o dito cujo em cima da mesa do Cintra… na boa.

https://youtu.be/eSpWpPJbRy4?t=32s

Homenagear golpistas!!? Pobre sporting o que te fizeram…

Veneno na comida desses ratos, já!

:lol:

Desde que seja “apenas” um grupo de sócios, e não alguém com responsabilidades directas no clube, que façam o que quiserem. Vão lá puxar o saco ao avozinho.

Homenagem ao escroque que meteu o pzero no SCP. :nauseated_face::nauseated_face:

Só se for uma homenagem de tiroteio

Enviado do meu Redmi Note 4 através do Tapatalk

Diogo Vaz Guedes, a queda de um medíocre
Rui Calafate 15 horas atrás

Daniel Oliveira: Tenha a decência de assumir com transparência a acusação…

Serviços públicos: menos saída, mais voz
Diogo Vaz Guedes continua a rir de uma sociedade que baixa a cabeça perante os poderosos. É contra isto que temos de remar.
A maior parte das pessoas cinge-se a criticar a classe política. Tem motivos para isso pois, na generalidade, é má. Mas o grande problema de Portugal está nas suas elites empresariais, com honrosas excepções, absolutamente medíocres e incultas. Há um enorme défice de qualidade de quem lidera, uma falta de mundo e visão global que devia apoquentar decisivamente os portugueses.
São inúmeros os casos de indivíduos que ganharam muito dinheiro e, posteriormente, caíram com estrondo no inferno do opróbrio e da vergonha. Alguns, chegaram mesmo a ser condecorados com as mais altas sinecuras do Estado quando apenas “media” colaboracionistas e deslumbrados teceram a teia de se endeusar um qualquer pusilânime. Na “pole position” desta situação não se pode esquecer Zeinal Bava. Uma mediocridade brilhante a quem deram capas de jornais, prémios nacionais e internacionais, uma medalha no 10 de Junho e que, como viemos a saber, matou a maior empresa portuguesa. Revoltante foi, há pouco tempo, uma tentativa de branqueamento realizada por uma revista de um jornal que pretendia criar a imagem de coitadinho e de vítima como se alguma pessoa de bem pudesse ter pena de quem ganhou um mundo e outro, alegadas comissões milionárias, e agora, segundo o lido, anda sozinho, ninguém se senta com ele e desapareceu das actividades sociais o que, ainda por cima, é falso pois continua sem pudor a circular pelos restaurantes da moda.
Esta semana assistimos a outro ultraje. Diogo Vaz Guedes, o poderoso homem que comandou a Somague, que vestiu sempre uma capa de soberba, declara insolvência e pede um perdão de 67 milhões. É bom não brincarmos com quem trabalha, chega dos ditos “gestores de topo” desrespeitarem o país real, aquele que se esmifra por cumprir todos os meses com as suas obrigações com quem emprega, com o fisco e a segurança social. A realidade portuguesa é de micro e pequenas empresas e o Estado, a estes, nunca perdoa nada ameaçando mensalmente com uma espada de Dâmocles que pode matar a sua actividade.
Este senhor no seu auge passeou pelo Sporting, no tempo em que os ditos “gestores de topo” e “magos das finanças” andaram por lá a brincar às empresas deixando um passivo de 400 milhões que hoje ainda estrangula o clube com o serviço da dívida. Este cavalheiro andou pelo Compromisso Portugal que deu um forte apoio a outra mediocridade brilhante chamada Durão Barroso. Encheram a boca com o país, disseram que pensavam o futuro, e na primeira oportunidade venderam as suas empresas, mudando os centros de decisão para Espanha. Sim, foi assim que a maior parte deste grupo amou Portugal. Como vêem, foi paixão muito passageira.
Os portugueses já pagaram também milhares de milhões das sumidades da banca que obrigaram a que todos suportássemos uma austeridade que matou a economia para salvar a pele destes génios. O mais insólito neste caso, segundo notícias dadas à estampa, é que diz que está falido, mas continua a viver no luxo da Quinta Patiño. Charles Dickens dizia que «cada fracasso ensina ao homem que tem algo a aprender».
O problema é que este medíocre e inculto – e esta é a minha opinião como outros poderão ter outra e têm toda a liberdade para a ter – que nunca leu um livro na vida e deve achar que Mizoguchi e Tarkovsky são empreiteiros, não aprendeu nada. Continua a rir da passividade de uma sociedade que baixa a cabeça perante os poderosos. É contra isto que temos de remar porque é na mediocridade das elites que reside a nossa incapacidade de sermos melhores.

Muito bom.

Uma manifestação, permitir estes jantares só vai escalar as coisas, sabes bem que a cs vai ecoar isso pelo país inteiro e deturpar. Toda a gente vai elogiar o sousa cintre. É ridiculo sequer andar-se a falar em homenagens a um homem que em 3 meses conseguiu baixar tremendamente o nivel de exigencia.

Alguém sabe se ainda há inscrições?

É pra um amigo…

Sousa Cintra, o homem que “arrumou a casa”.

Esperem só que o Sporting seja, efectivamente, arrumado de todas as competições, que será o resultado óbvio depois da magnífica preparação que esta época teve e cujo ponto mais alto foi a dispensa de um treinador “no período experimental” mas sem um dia de trabalho para meter lá o Peseiro.

Depois façam-lhe as homenagens que quiserem e até podem convidar lampiões. Eles certamente estarão em perfeita sintonia com os promotores da festa.

Quase de certeza que a no fim a conta vai ser a dividir por todos.

Não, o Cintra paga tudo, pelo seu sportingismo…mas depois vai cobrar com 20% de juros…

Sendo assim não me dá jeito ir.

É um jantar… :inde:
Tentar vetar um jantar privado é dar atenção a quem não merece.
Se houver movimentos para vetar, o jantar vai ter muito mediatismo, e se deixarem andar vai ser só um jantar onde falam 5m na TV.
Se tentarem é tópico para uma semana, pelo menos, e quem ganha “força” no final é o cintra.

Pensem bem.

E depois ja sabem quem é que as paga… " ah foram apoiantes de BdC" e é logo nas noticias " BdC manda estragar jantar de sousa Cintra"

Se é isso que querem, força…

Um exemplo de escala muito diferente:
Charlottesville.

Havia um grupo de algumas dezenas que iam deslocar-se até um ponto, fazer uns discursos para eles próprios e quiçá meia dúzia de neutros. Acabavam a coisa, iam-se embora e 2-3 canais e/ou jornais falariam nisso em “caixa pequena”, e o tópico morria dias depois.

Só que não. Vieram centenas e centenas de malta do contra do outro extremo (autocarros de excursões inclusivé), que foram picar quem não gostavam, só porque sim. Deram-lhes a atenção que não mereciam.
Resultado?
Violência. Atenção mediática nacional e mundial. Um morto. Vários feridos. Provavelmente o acto conseguiu que alguns neutros até se juntassem a um dos extremos.
Quem ganhou? Ninguém.

Deixem lá o velho ir jantar com alguns lambe botas. No one fuc#%& cares. :inde:

Concordo que o melhor é mesmo desprezar, manifestação para quê? Para fazerem directos no novo canal oficial do clube “apoiantes doentes de Bruno de Carvalho ainda esperneiam”? Não vale a pena dar pretextos. O futuro se encarregará de nos dar razão…

Ridículo. Vergonhoso até