Treinador preso durante jogo

O treinador do América do Brasil foi preso durante um jogo da sua equipa e deu em directo na televisão.
Bem só visto.

http://www.youtube.com/watch?v=6wT8V-vtp4g

Os treinadores que se cuidem. :lol:

Os treinadores que se cuidem. :lol:

eu diria antes os bófias que se cuidem, porque o que motivou a detenção foram as “festinhas” dadas pelo treinador ao bófia, mas os agentes não tinham nada que entrar em campo. É contra as leis do jogo. Se um elemento se recusa a cumprir as ordens do árbitro e impede a continuação do jogo, o que o árbitro tem a fazer é cancelar o jogo e punir com derrota a equipa do elemento que se recusa a sair.

Ninguém podia obrigar o treinador a sair do campo, bófias incluídos.

Isto é um caso típico de abuso de autoridade.

mas os agentes não tinham nada que entrar em campo. É contra as leis do jogo.

Essa agora!! :shock: Contra as leis de jogo?? Agora as leis do futebol sobrepõem-se às leis da sociedade? A polícia pode ter bom senso e deixar o árbitro tentar controlar uma situação até a um limite razoável. Se o árbitro não conseguir controlar a situação, a polícia pode e deve intervir para fazer respeitar as regras da sociedade. Ainda para mais a polícia não estava a intervir em nenhuma lei de jogo - o treinador é que estava a desrespeitar as leis ao entrar dentro de campo quando não pode nem deve.
Normalmente a polícia deve esperar que o árbitro peça ajuda para controlar a situação, mas pode decidir unilateralmente fazer essa intervenção sem o pedido do árbitro.
O campo de jogo não é uma realidade paralela em relação ao resto da sociedade.

mas os agentes não tinham nada que entrar em campo. É contra as leis do jogo.

Essa agora!! :shock: Contra as leis de jogo?? Agora as leis do futebol sobrepõem-se às leis da sociedade? A polícia pode ter bom senso e deixar o árbitro tentar controlar uma situação até a um limite razoável. Se o árbitro não conseguir controlar a situação, a polícia pode e deve intervir para fazer respeitar as regras da sociedade.

e qual era a regra da sociedade que estava aqui a ser desrespeitada? se calhar escapou-me talvez me possas elucidar.

mas os agentes não tinham nada que entrar em campo. É contra as leis do jogo.

Essa agora!! :shock: Contra as leis de jogo?? Agora as leis do futebol sobrepõem-se às leis da sociedade? A polícia pode ter bom senso e deixar o árbitro tentar controlar uma situação até a um limite razoável. Se o árbitro não conseguir controlar a situação, a polícia pode e deve intervir para fazer respeitar as regras da sociedade.

e qual era a regra da sociedade que estava aqui a ser desrespeitada? se calhar escapou-me talvez me possas elucidar.


A autoridade daquilo sítio (árbitro) estava a perder o controlo da situação com um elemento estranho ao jogo (não era jogador titular) a entrar dentro das 4 linhas e pelos vistos sem vontade de sair naquele momento. Como a autoridade (árbitro) não podia utilizar força física, então a polícia utilizou a sua autoridade (superior à do árbitro) para fazer o referido senhor sair do relvado.
É óbvio que a polícia teve falta de bom senso neste caso, pois deveria ter dado alguns momentos ao árbitro para controlar a situação.
Mas o treinador é obviamente o maior culpado da situação. Primeiro, não deveria ter entrado dentro de campo (esse local é só para jogadores e árbitros) e deveria ter acatado a ordem da autoridade (polícia) e sair de campo. O polícia inicialmente só lhe colocou a mão no braço para o dirigir para fora de campo.

Se isto acontecesse ao Paulo Bento…coitados dos polícias

mas os agentes não tinham nada que entrar em campo. É contra as leis do jogo.

Essa agora!! :shock: Contra as leis de jogo?? Agora as leis do futebol sobrepõem-se às leis da sociedade? A polícia pode ter bom senso e deixar o árbitro tentar controlar uma situação até a um limite razoável. Se o árbitro não conseguir controlar a situação, a polícia pode e deve intervir para fazer respeitar as regras da sociedade.

e qual era a regra da sociedade que estava aqui a ser desrespeitada? se calhar escapou-me talvez me possas elucidar.

A autoridade daquilo sítio (árbitro) estava a perder o controlo da situação com um elemento estranho ao jogo (não era jogador titular) a entrar dentro das 4 linhas e pelos vistos sem vontade de sair naquele momento. Como a autoridade (árbitro) não podia utilizar força física, então a polícia utilizou a sua autoridade (superior à do árbitro) para fazer o referido senhor sair do relvado.
É óbvio que a polícia teve falta de bom senso neste caso, pois deveria ter dado alguns momentos ao árbitro para controlar a situação.
Mas o treinador é obviamente o maior culpado da situação. Primeiro, não deveria ter entrado dentro de campo (esse local é só para jogadores e árbitros) e deveria ter acatado a ordem da autoridade (polícia) e sair de campo. O polícia inicialmente só lhe colocou a mão no braço para o dirigir para fora de campo.

continuo sem perceber…eu não sei se os bófias estavam devidamente mandatados pela Federação de Futebol do Brasil, para entrar em campo e impedir o acesso de um TREINADOR ao relvado (repito TREINADOR, não um microcéfalo vindo da bancada com um pau na mão ou um presidente da câmara karateca), mas duvido muito.

Como a autoridade (árbitro) não podia utilizar força física, então a polícia utilizou a sua autoridade (superior à do árbitro) para fazer o referido senhor sair do relvado.

vou refazer este teu parágrafo de acordo com as leis do jogo:

Como a autoridade (árbitro) não podia utilizar força física, então devia dar o jogo por terminado e punir a equipa do treinador expulso com derrota.

A bófia não ajudou em nada, pelo contrário. Não estava em causa a integridade física de ninguém nem a liberdade de ninguém. Estava em causa meramente a continuidade de um espectáculo, situação que podia ser resolvida pelo árbitro, a bem ou a mal. A bófia não tinha autoridade nenhuma para intervir. Os bófias foram acéfalos e prepotentes e deviam ser adeptos da outra equipa.

Nunca tinha visto jogadores quase a pegarem-se com a policia :xock:

Ja agora, concordo com o Eddie no sentido da policia ter sido impulsiva demais, não se vê o árbitro a pedir ajuda em qualquer altura, a policia só deve intervir qdo o arbitro pedir, ou se o mesmo estiver a ser agredido, aqui sim, aplicam-se as regras que o Dmalmeida fala… Mas enfim, America do Sul, não me espanta nada…

A atitude da policia é escandalosa…