500???

Desculpem lá estar a abrir um tópico só por causa disto mas estou farto de ver vocês falarem de um tal de “500” e gostava de saber quem é, se é que é uma pessoa. Desculpem a ignorância só que a curiosidade é imensa…

De facto não é. Como sabes, a claque do nacional é na sua maioria constituída por peixeiras. O 500 é um peixinho asqueroso, que só existe na madeira, mas que é a principal fonte de sustento das ditas peixeiras.

e a alcunha do rui alves na madeira…500 pq ele aceitava (aceita) umas notas por tras lolol

nada como ser madeirense para andar bem informado eheh

Muito obrigado e peço desculpa por qualquer coisa lol.
Podem fechar :wink:

Então mas o 500 é o Rui Alves ou um peixe?

:rotfl: :rotfl: :rotfl:

Não gozem por favor… Apesar de talvez merecer…

É o Rui Alves.

A t-shirt comemorativa da elevação a cidade.

:rotfl: :rotfl: :rotfl: :rotfl:

Manda isso à Fátima Lopes :wink:

Voces viram aquele equipamento do Regional da Madeira, pareciam os homens do lixo :rotfl:

é melhor não, senão ela ainda obriga o cristiano ronaldo a vesti-la. e todos nós sabemos que t-shirts relativas á madeira, para o cristiano, só com a foto do alberto joão jardim e mais nenhum. “tá bem assim ó presidente” diria cr

na volta ainda era o miguel veloso quem a tinha de enfiar pelas orelhas abaixo… :twisted:

:lol: :lol: :lol: :rotfl:

:rotfl: :rotfl: :rotfl: :rotfl: :rotfl:

Rui Alves, presidente do Nacional, em entrevista à Antena 1 Madeira, afirma que é defensor da independência madeirense e fica espantado por Carlos Pereira, presidente do Marítimo, não estar indiciado no caso Apito Dourado.

Rui Alves admitiu ainda que não gosta de portugueses, “da língua portuguesa e da cultura portuguesa”. Assume defender a independência da Madeira - “no início talvez sofressemos um pouco, mas seria melhor” - e em 2011 irá abandonar o país. “Só fico até lá por causa do centenário do clube”.

O dirigente máximo do Nacional incendiou o ambiente para o “derby” regional do próximo final de semana ao afirmar não entender “porque razão Carlos Pereira não foi indiciado no caso Apito Dourado”. Em causa o jogo realizado a 19 de Março de 2004 onde escutas telefónicas da polícia judiciária, incriminaram António Henriques e Martins do Santos.

De resto, sobre o árbitro Martins dos Santos, Rui Alves é cáustico afirmando que o juiz “deve ser muito religioso” pois deveria dar “graças a Deus” por só estar neste processo devido “à pouca vergonha que ele sempre fez nos estádios”.

Sobre futebol e o Nacional, Rui Alves afirmou que o objectivo UEFA continua em aberto.

In record.pt

Eu não comento. :-X

Para o Nacional (ironia :slight_smile: ) a independência era boa: passava a lutar pelo título.

Para a região (e o país) o melhor era Rui 500 Alves ir viver para as Ilhas Selvagens.

Não sei como é que, estando isolado do resto do mundo ;), rodeado apenas por mar, consegues resistir a espancar esse %&$!"#$

Para quê? a semana vai ser interessante :lol:

Ainda estou à espera do comentário do Bileão… :mrgreen: