TMN - Queixa!

Olá pessoal.

Sei que neste fórum existe muita gente em diversos ramos de actividade e gostava de uma ajuda de alguém que tivesse conhecimento.

Como referi no título trata-se de uma queixa contra a TMN. A empresa do meu pai (onde eu também trabalho em part-time) celebrou um contrato com esta operadora em Junho deste ano, no contracto ficou acordada uma mensalidade na ordem dos 180€, tem por base um valor mais alto que diminuía face a 1 desconto de 30% na mensalidade + 1 desconto no valor de 65€ (plafond não utilizado em equipamentos)!

Desde Junho até agora tenho recebido sempre facturas com valores na ordem dos 300/500€ :o

Já efectuei várias queixas, por carta, por telefone (já liguei sem exagero umas 12 vezes) e através do merdoso do agente deles!

O resultado é nada, continuam a vir as mesma facturas, até agora apenas recebi 4 notas de crédito relativas às 2 primeiras facturas!

Já estou a ficar mesmo desesperado, já me exaltei com eles pela linha telefónica, já fui ao agente deles, já fiz tudo e não me resolvem o problema! Um dia destes cortam-me as comunicações por falta de pagamento e como devem imaginar não era nada agradável fazerem isso numa empresa em que a maior parte dos negócios são feitos por telemóvel.

Se rescindo o contrato eles vão-me exigir as mensalidades todas até à conclusão do mesmo (24 meses).

Será que vou ter mesmo que ir para tribunal? É que o maior problema não é mesmo o dinheiro (muito importante claro) mas sim eles bloquearem-me os números (que estão presentes em todas as publicidades, cartas, envelopes, net, etc).

Alguém já passou por uma situação idêntica? Como resolveram? Será que vou ter de deixar andar assim e ir pagando, e depois deixar as últimas 7/8 mensalidades em atraso para compensar? E os equipamentos atribuídos tenho de os devolver?

De referir que as facturas vêm mais elevadas porque não estão a fazer os descontos que mencionei em cima e por estarem a debitar as chamadas tmn-tmn fora do pacote de minutos (que não faz qualquer sentido e tendo inclusive ficado no contrato a indicação contrária)!

Quando ligo pra lá eles assumem sempre o problema e dizem que vão tratar do mesmo, mas nunca resolvem nada!

Pqp

Estou completamente fora do sector, mas adianto só uma ideia:

Troca de operadora e “porta” os números anteriores. (portabilidade)!

É só uma ideia!

Abraço e bom ano!

Também ia sugerir isso. Mas fica agarrado aos contratos o que pode impedir a portabilidade. O que podes fazer é antes de “portares” os números alocares o contrato a outros números, e aí pedes a portabilidade dos que te interessam.

De pref. para a Vodafone que é considerada a melhor operadora relativamente a clientes empresariais.

Aquilo que te posso sugerir, filipe87, é deslocares-te a uma loja oficial que tenha atendimento empresarial (podes ver em http://www.tmn.pt/portal/site/tmn/menuitem.3d4521ffdeeec3803d21ecd0851056a0/?vgnextoid=1beed0196304ff00VgnVCM1000005a01650aRCRD se tem ou não) e levares contigo as facturas de forma a apresentares a reclamação ao vivo.

Isso de fazeres por agentes nem sempre é certo porque muitos estão-se nas tintas para a imagem que estão a dar à empresa que representam, só querem a sua % de comissão. Por telefone depende do seu serviço de atendimento, há muitos assistentes que encaminham as situações, mas depois não as acompanham e fica tudo no esquecimento. Por carta/e-mail também é uma solução (visto estar tudo escrito), mas demora mais.

Já te sugeri mudares para a Vodafone? ;D

O trunks tem razão, fazer por agentes é muito mau. Muitas vezes eles põem mais coisas nos contractos do que as que tu assinaste, para ganharem mais, e outras coisas do género. Sugiro-te que, quando ligues para a linha de apoio, peças para falares sempre com os supervisores, e isto por uma razão muito simples, os operadores que te atendem inicialmente têm ferramentas muito limitadas, logo pouca ajuda podem dar. Quanto mais acima falas, mais resultados consegues, mas vais ter aí uma senhora bota… Para mim, foste lixado pelo agente, e agora é forçar o gajo contra a parede.

Outra coisa, estão aqui a sugerir mudar de operadora, mas esquecem-se dum “simples” pormenor que é o contracto de permanência que ele tem, segundo disseste, de 24 meses. Para ele sair, vai ter que indemnizar a empresa, logo, não faças isso excepto em ultimo caso.

Não é a 1ª vez que eu oiço situações destas (e outras bem piores), em que tens pessoas a vigarizar outras para beneficio próprio, lixando com isso a imagem de empresas que (a maioria das vezes) pouca ou nenhuma culpa têm.

Eu não sei quão importante é a empresa dele (vendo pelas mensalidades não seria este o caso), mas há casos em que as outras operadoras pagam a rescisão de forma a que possam ficar elas com o cliente em causa.

Lá está… eu sugeri a deslocação à Loja porque é a única forma dele ter a situação resolvida, pois não sai da loja sem uma resposta sobre o assunto.

Só vejo uma forma de conseguires resolver isso, que é contactando a DECO. Não te esqueças de levares todos os documentos contigo, contratos, facturas, notas de credito… etc…

Eles certamente vão ajudar-te juridicamente a resolver o problema. Paralelamente devias enviar uma carta registada directamente para a TMN a denunciar o teu agente e deixa de contacá-lo está visto que é uma perda de tempo e só te chateias. Passa a falar directamente com a TMN.

Não te preocupes com a questão dos números, porque se mudares de operadora, seja para a Vodafone ou Optimus, podes sempre pedir a portabilidade.

Subscrevo os conselhos dados acima.
Apenas um comentário: eu no teu caso tentaria resolver a bem o diferendo com a TMN, tentar perceber efectivamente o que está a ser cobrado e porque não estão a conceder os tais descontos.

Quanto à portabilidade, não sou fã desse serviço. É desagradável ouvir, a cada chamada para um número portado, a mensagem de aviso do mesmo. Além disso, dado ser uma empresa, não ficará de todo bem os clientes ligarem e como primeiro acolhimento ouvirem essa mensagem. Just my thoughts…

Obrigado a todos pela ajuda :wink:

Pois o meu receio é que eles me retenham os números, caso surja lá um pedido de portabilidade! Podem fazer isso?

Eu aconselho-te isto que o C!lH@ disse primeiro. Pensa na portabilidade (ou mesmo saires da VDF) somente como último recurso.