Thierry Anti de saída do Andebol do Sporting

COMUNICADO SPORTING CLUBE DE PORTUGAL

Por Sporting CP
21 maio, 2020

COMUNICADOS

Thierry Anti

O Sporting Clube de Portugal informa que chegou ao fim a ligação contratual com o treinador da equipa de andebol Thierry Anti, devido a questões do foro familiar.

O técnico, que chegou ao Sporting CP no início da presente temporada, esteve oito meses ao comando da equipa.

“As pessoas são extraordinárias, foi uma bela experiência, mas optei por voltar a casa, para junto da minha família. Foi um prazer treinar os jogadores do Sporting CP. Também pelos adeptos, são fantásticos. Agora sou Sportinguista e quero voltar aqui muitas vezes”.

O Sporting Clube de Portugal deseja as maiores felicidades pessoais e profissionais a Thierry Anti e agradece todo o profissionalismo e empenho que sempre demonstrou ao serviço do Clube.

Andebol vai levar com tudo em cima portanto. Próxima época e participar apenas.

Calma ! Até parece que a saída do Anti já não era “conhecida” . Fica em principio o Rui Silva que iria assumir apenas em 21/22 …
Agora vamos ver o plantel para tirar conclusões …

mais um por causa do covid?

Nossa, é pior do que eu pensava…
Mais um passo rumo ao abismo. Rui Silva? Boa sorte para ele, mas não me metam palas à frente dos olhos.

1 Like

Queres quem para treinador? O regresso do Canela?

E não eras tu que tb dizias que aquelas notícias do Anti vinha dos antis? Se não foste tu foram outros aqui.
Não vale a pena fazeres damage control pá… O que está negro é esta direcção. E o Albuquerque para mim acabou, aqui e agora. A não ser que apresente a demissão nos próximos tempos. Muito mau tudo o que está a acontecer debaixo do seu nariz e já me é indiferente se é da cabeça dele ou da do lado. No mínimo é complacente com todas as anormalidades feitas nas modalidades desde que esta direcção assumiu o controlo do clube e, consequentemente, ele assumiu o cargo.

2 Likes

não conseguem outro treinador estrangeiro? que tenha curriculo ?

Acho que ficamos todos com certeza absoluta que o Anti ia sair naquela entrevista em que ele diz que em Portugal o Porto é de longe a melhor equipa ou algo parecido …
E já agora não lembra a ninguém assinar por um Clube a 18 meses do final do contrato actual … é no minimo pouco ético …

Valerá a pena ter um Anti 2 se depois os reforços ficam em casa? Estamos numa fase onde para se ganhar cá dentro não basta ter um bom plantel ou um bom treinador, e preciso ambos, e não parece que haja essa disponibilidade.

não me parece que o plantel seja mau , sairam 2 atletas até agora , com um bom treinador e 2 bons reforços , chega

O Anti sai precisamente porque, pelo segundo ano consecutivo, não lhe arranjaram os reforços que queria. Ele tem mais que fazer do que estar num clube que não consegue arranjar um lateral direito, sem defeito de fabrico ou de reforma, minimamente decente ou que ainda deixa os melhores jogadores sair para entrarem suplentes dos suplentes de outras equipas estrangeiras.
Ainda por cima nem Champions há. Ele tem mais que se preocupar. Nem se deve importar muito de ficar um ano a descansar.

1 Like

Enfim.

Até porque quem estava à espera que o Anti fizesse crescer a equipa não aconteceu algo de significativo … até existiram ali alguns equivocos graves … salvo toda a qualidade do treinador … isso não está em causa …

Neste plantel actual tens mais nomes do que outra coisa. Tem muito nome , mas pouca rentabilidade. O andebol deve ser a modalidade do Sporting pior rentabilidade. Gasta se muito para a quantidade de tempo que se tem uma equipa a 100% .Isto na minha opinião.

E verdade que se esperava mais do Anti, mas o homem também quando veio desde o dia 1 que foi claro nas queixas que fazia sobre o plantel e o que se via sempre era opções de recurso que eram um autêntico 50/50 no que podia de bom dar ao Sporting.

O melhor que faziam, sem qualquer ironia, era libertar o Frankis do contrato e meter o Salvador já a titular. Esta época já foi de ■■■■■■■ antes de começar, ou menos vão já preparando os putos.
Pelo menos seria um plano de futuro e libertava, de facto, dinheiro.

O mau estar foi evidente e a saída precoce vem provar que Anti não teve aquilo que lhe foi prometido.

O desinvestimento é grande e já vem da época passada. O Covid não pode ser culpado de tudo.

A direção tem de encontrar soluções e não desculpas. Tem de aumentar ou pelo menos manter as receitas de quotização. Assim como os patrocínios e publicidade. Os direitos de TV tem de ser aumentados. Quando uma direção não consegue apresentar soluções deve-se demitir e Miguel Afonso e Albuquerque deviam ser os primeiros.

O Nuno Dias também queria ter ficado com o Leo e com o Alex e ainda ir buscar o Penezio, o Elisandro e o Santana em simultâneo.
Ao Anti faltou compromisso com o Clube … volto a referir… assinar por outro clube a 18 meses do final do contrato mostra bem o seu compromisso …

Epa, não chega mesmo tanto damage control? Desde quando uma situação se compara à outra? Além de estares a falar de factos quando são apenas especulações…
O Vujin só veio depois do treinador andar a chorar durante meses aos microfones que não tinha 1(!) lateral direito no plantel. 1!!!
Este ano vê saírem Frade e Ghionea, os destaques da equipa, para entrarem jogadores de qualidade muito duvidosa.
É uma comparação sem sentido, tanto por não ser factual como por não serem comparáveis os contextos.
Relembro que esta direcção fodeu as modalidades todas para meter o Basket dentro do clube e agora não tem dinheiro para nenhuma. Que novidade… Com covid ou sem covid, só fazem merda.

2 Likes