Termómetro: como anda o vosso entusiasmo pelo Sporting?

Bom, visto que vários foristas têm manifestado os mesmos sintomas que me apoquentam nos últimos anos (decrescente entusiasmo pelo Sporting; facilidade crescente em não ver os jogos; desinteresse pelas notícias do dia-a-dia, etc) proponho uma votação para percebermos se isto é sintoma de meia duzia de malucos depressivos ou se de facto existem razões para preocupação. Eu acredito que sim, porque não é só aqui no fórum, é também na “rua” que cada vez observo ex-entusiastas a falarem num tom de conformismo e progressivo desinteresse pelo Sporting.

Como está o vosso entusiasmo?
Para não parecer tendencioso e não orientar isto para mais um “projecto vs antes do projecto” restringi o período que peço que considerem aos últimos 5 anos, ou seja, desde a dobradinha, incluam-na ou não na vossa reflexão, é como quiserem, o que me pareceu justo foi incluir apenas a parte final do projecto, em que inclusive pingaram mais títulos, mesmo que menos relevantes.

Obviamente convido a deixarem as vossas motivações para um maior, igual ou menor entusiasmo, embora já tenha pensado em seguida lançar uma nova sondagem para perceber razões, mas logo se vê se faz sentido.

Acho que a escala devia ser mais graduada. Das 3 opções disponíveis votei na última. Interesso-me menos por desporto em geral e futebol em particular que há uns tempos atrás, e pelo Sporting bastante menos desde que é um dado adquirido que quem manda no Clube são os bancos.

Hipótese 3, independentemente de futuras regraduações e improváveis alterações pessoais.

Não só mas também porque:

http://www.forumscp.com/index.php?topic=8573.msg249445#msg249445

Não terá isso a ver com os sporting ter deixado de lutar por titulos nas modalidades (as que tem)?

A segunda parte já era explícita. Quanto à primeira, ainda vamos tendo o atletismo, se bem que com menos conquistas internacionais.

A última.
Infelizmente já estou na fase que começo a ficar imune aos desaires do Sporting, e se calhar ainda bem. Sinto que o Sporting tirou-me anos de vida, que tem sido uma relação injusta, pois aquilo que dei ao Sporting nem de perto, nem de longe fui compensado.
O primeiro passo para a “desintoxicação” foi não comprar a Gamebox este ano, e ainda bem que o fiz.

cada vez menos. e quando so 40% da SAD pertencer ao clube provavelmente no minimo dos minimos.

idem Idem aspas aspas

Eu no Sábado cheguei ao ridículo de só me lembrar que o Sporting estava a jogar quando faltava um quarto de hora para o fim…

Antes isto era impensável, completamente irreal…

Mas é da maneira que sofro menos também…

Também votei na última,já é tudo mais “robotizado” que outra coisa,ainda posso dar um salto com um golo,mas já não é “aquele” salto.
Nem sei bem quais as razões,talvez seja temporário,talvez não,é o que sinto neste momento.

claro que para o resultado neste momento ajudam os ultimos resultados, se este topico tivesse sido feito pelo ano passado os resultados seriam mto diferentes… :twisted:

Na ultima opção, claro.

Gostava de saber quem foi o falso moralistas que votou na primeira. ::slight_smile:

Votei na última posição.
Critiquem o meu Sportinguismo à vontade, mas para mim não sou eu que estou a perder o interesse, mas sim o Sporting que está a desaparecer. A minha paixão pelo verdadeiro Sporting está em alta, sempre esteve e sempre estará. O problema é, onde está o verdadeiro Sporting? O que eu vejo ultimamente é na prática um Belenenses às riscas verdes.

Se fosse em 98 ou 99, talvez votasse na opção 1.

Giro giro, era se alguma coisa mudasse. O problema é que não muda. Aqueles papalvos à frente do Belen… ops, SCP, não estão interessados nos sócios, adeptos ou whatever. Somos apenas mais um número, e nem é dos mais importantes.

Agora que li mais atentamente as perguntas da sondagem, acho que a primeira hipótese está mal formulada, por assumir que o Sporting passa por dificuldades. Como é sabido, há sportinguistas que vêm o presente como bom e o futuro dourado.

Há alguns suspeitos óbvios :D, mas não vejo porque qualificá-los de falsos moralistas.

Este Termómetro tem poucos ‘graus’.
Por isso optei pela última posição, à falta de melhor.

Talvez não fosse má ideia trabalhar na ideia de uma FUSÃO com o Belenenses !
Estou a falar a sério :great:
Ao menos, recuperavam-se algumas modalidades que abandonámos nos ultimos anos e voltava-se a ter uma boa pista de atletismo, para além de que, sem dúvida o Estádio deles é o mais bonito de Lisboa.
Estou a falar de Estádio e não de ‘Campo da Bola’…

Votei na última hipótese, mas ainda não consegui decidir se o facto se deve ao estado actual do Clube, se por estar a ficar mais velhinho e dar agora mais importância a outras coisas.

Penso que a primeira hipótese seja a que mais influência tem no meu ‘afastamento’ emocional do clube… se a isto juntarmos as vergonhas que vão passando impunes no futebol português, as arbitragens vergonhosas, a fraca qualidade do futebo que se vai vendo, encontro grande parte da explicação para este facto.

Este ano pensei bastante se compraria a Game Box ou não e apenas o fiz por insistência de um companheiro de bancada… mas ou muito me engano ou esta será, de facto, a última Game Box que comprei.

Eu votei na segunda opçâo,nâo que os ultimos resultados nâo me afectem negativamente e talvez me queira enganar a mim proprio mas por outro lado jà houve situaçôes identicas e de uma forma ou de outra o SCP sempre deu a volta por cima ,algo me diz que tambèm agora vamos ter boas surpresas!! :pray: :pray: :pray:- Vamos là pessoal, aquando do começo da epoca o SCP vinha da conquista da taça de Portugal e conquistou a super taça, as perspectivas estavam bem là no alto e isso aliado a resultados menos bons que ultimamente se têm verificado originam uma descrença e tristeza torturantes!" -Acho que temos de discutir o momento,(negativo) mas sem cair na tentaçâo de dizer que isto è o fim, e que jà nâo hà volta a dar!!- Olhando para esta època somos o unico clube que jà ganhou alguma coisa,nâo podemos sò olhar para as coisas negativas!!-Eu continuo a sentir o SCP da mesma maneira e isso nâo vai mudar,(pelo menos nesta vida :))

Não sejas assim :).
Penso que não existe ninguém, mesmo os mais acérrimos e convictos defensores da linha actual que tenha a lata de dizer que o clube não passa dificuldades, em que plano for: financeiras, desportivas (2 títulos em 10 anos de projecto não é cumprir o prometido e o desígnio do clube) e contextuais, de ambiente. Outra conversa é se isso afecta ou não o seu entusiasmo e fé.
Penso que até pelo rumo que isto leva podia ser um bom tópico para enviar, integral, ao Sporting, embora imagine bem qual a forma como somos vistos pelos autistas lá estabelecidos ou simplesmente por aqueles que não se interessam muito pelo futuro do clube e que lá estejam a viver.

eu também já pensei nisso mas sabes… mesmo velhinho esqueci-me por momentos da conjuntura e comovi-me, no estádio nacional, no meio da Juve (que nem é meu hábito) a ouvir o “até morrer Sporting”. Portanto os sentimentos estão lá, estão é afundandos e fechados numa caixa bem rija feita de desilusão, ressentimento, desconfiança e completa descrença no presente e no futuro, com culpados bem definidos.

A idade engana… teremos sempre a capacidade de chorar pelo Sporting, independentemente da idade, caso não a matem à nascença. É isso que sinto que têm feito à minha capacidade. Também faço parte desse grupo que já não grita os golos sequer, como gritava, como se de uma mágoa permanente toldasse o meu comportamento para com o Sporting e restasse apenas aquele sentimento de “obrigação” que o amor eterno arrasta.

Quanto à sondagem / votos:
vamos respeitar os votos… acredito até que pessoas que não se identifiquem com o rumo que as coisas levam mesmo assim mantenham vivo o entusiasmo, participantes de claques por exemplo. Não vamos malhar no voto em si, cada um vive à sua maneira, até para não cairmos no mesmo erro que por vezes caem aqueles que consideram que ser sportinguista é nunca ter uma palavra crítica ou desiludida.

Quanto aos graus eu pensei em colocá-los mas… temi que mais graus viciassem o resultado, para que lado fosse. Em boa verdade as 3 posições são bastante objectivas e assim torna tudo mais claro: ou estamos menos empenhados, ou estamos igual a sempre ou estamos até mais do que antes. Tudo o resto seria complicar o que é simples parece-me. Aquela velha questão de com muitas opções se votar no meio, neste caso nem está a acontecer. Existiria também o perigo de colocar mais opções num sentido que noutro, assim estão bem claras e equilibradas as opções salvaguardando claro está, e ligando ao que o angel brincou, que não existe ninguém que com sinceridade acredite que vivemos hoje em dia anos felizes, seja em que plano for.