Tópicos dos químicos indesejáveis

Por acaso, sou sobrinho da autora do texto. É absolutamente verdadeiro, mas foi escrito quando ainda era assistente na faculdade. É natural, por isso, que circule há muito tempo.

Stromp1906 Roriz

:o este fórum não pára de me surpreender com as coisas que aqui descubro e aprendo.

Estás a dizer-me que Catarina Roriz existe mesmo, é tua tia, era assistente da Faculdade e foi ela própria a escrever esse texto? É que uma coisa é alguém escrever uma palermice qualquer por email, assinar com o nome de outrém e depois pôr aquilo a circular. Outra coisa é o texto ser escrito por uma docente universitária, presumo eu que investigadora na área das ciências.

Se for a segunda ainda fico mais chocado. O que leva uma pessoa com a responsabilidade da tua tia, a escrever um texto intimidatório sem qualquer suporte científico, e ainda por cima cheio de imprecisões, nomeadamente, como já referi, o facto de se confundir Sodium Lauryl Sulfate com Sodium Laureth Sulfate, que são coisas diferentes?

E já agora gostava de saber em que departamento é que ela trabalha e em que área é que ela faz investigação.

O meu desodorizante tambem nao me parece que tenha essa susbtancia…Uso o Polo ralph lauren blue.

Desculpa, Eddie, foi uma brincadeira pateta.

Tive a pesquisar um bocado e se a moderação me permitir deixo aqui parte da lista dos compostos e possiveis efeitos secundários:

Usados como corantes:
E100 Curcumina
E101 Riboflavina ou vitamina B2
E101a Riboflavina-5’-fosfato, outra forma do composto anterior
E102 Tartrazina possíveis reações alérgicas, como a asma, bronquite e urticária
E104 Amarelo quinoleína suspeita de provocar hiperactividade em crianças. Banido em alguns países.
E107 Amarelo 2G pode provocar intolerância e reações alérgicas, especialmente entre os asmaticos ou intolerantes à Aspirina. Banido em alguns países.
E110 Amarelo sol FCF a mesma coisa que o anterior, e ainda pode causar problemas de estomago, vomito, urticaria, pele inchada.
E120 Cochonilha, Ácido carmínico e carminas vestigios de choque anafilático.
E122 Carmosina, Azorubina o mesmo que o E107
E123 Amaranto, efeitos semelhantes ao E107, pode provocar, asma, hiperactividade, eczema, provocou deformações fetais e mesmo morte dos fetos, em alguns dos animais testados, suspeita de cancro.
E124 Ponceau 4R, Vermelho cochonilha A, supeita de hiperactividade, pode provocar intolerância e reações alérgicas, especialmente entre os asmaticos ou intolerantes à Aspirina. Carcinegenico nos animais testados.
E127 Eritrosina pode ser cancerígeno, causar fotosensibilidade, e TDAH
E128 Vermelho 2G pode causar alergias, cancerígeno
E129 Vermelho AC Provoca menos alergia pelos alergicos à aspirina e asmaticos, mas pessoas de pele sensiva devem ter cuidado. Registado cancro em ratos. Banido em alguns paises.
E131 Azul patenteado V não aconselhado a pessoas alergicas, pode provocar, sensibilidade da pele, comichão, nauseas, pressão baixa, tremores, problemas respiratórios.
E132 Indigotina a mesma coisa que o anterior
E133 Azul brilhante FCF Não recomendado para crianças, banido em alguns países.
E140 Clorofilas e clorofilinas
E141 Complexos cúpricos de clorofila
E142 Verde S a pesquisa ainda continua, no entanto já se sabe que causa hiperactividade, asma, insonia e urticaria
E150a Caramelo não recomendado a crianças
E150b Caramelo sulfítico cáustico o mesmo que anterior
E150c Caramelo de amónia o mesmo que o anterior.
E150d Caramelo sulfítico de amónia o mesmo que o anterior
E151 Negro PN, Negro brilhante Não recomendado para crianças, banido em alguns países.
E153 Carvão vegetal Não recomendado a crianças. Usado como tratamento em alguns envenenamentos, foi banido no states por suspeita de cancro, embora se acredite que tenha sido devido às impurezas.
E154 Castanho FK Banido em muitos países, incluindo a UE (excepto o Reino Unido)
E155 Castanho HT pode provocar intolerância e reações alérgicas, especialmente entre os asmaticos ou intolerantes à Aspirina. Banido em alguns países.
E160a α-Caroteno, β-caroteno, γ-caroteno
E160b Anato, bixina, norbixina
E160c Extracto de pimentão, capsantina e capsorubina, banido em alguns países.
E160d Licopeno
E160e β-apo-8’-carotenal
E160f Éster etílico de ácido β-apo-8’-caroténico
E161b Luteína
E161g Cantaxantina
E162 Vermelho de beterraba
E163 Antocianina
E170 Carbonato de cálcio, calcário, praticamente seguro, mas em grandes concentrações pode provocar, flatulencia, prisão de ventre, hemorroidas, feridas anais, e o uso continuado provoca dor abdominal, musculos fracos, pedras nos rins.
E171 Dióxido de titânio Desconhecem-se
E172 Óxidos e hidróxidos de ferro, tòxico em altas concentrações
E180 Litolrubina BK, pode agravar os casos de asma, renites, urticaria, e doenças de pele.

Usados na decoração dos alimentos (ex: bolos)
E173 Alumínio, vários relatórios sugerem que grandes concentrações de aluminio interferem com o cálcio e Fósforo levado a deformações nos ossos, como a osteoporose
E174 Prata, consumo longo e regular pode lever a danos nos rins e a uma descloração azul-acizentada dos olhos, nariz e septo nazal
E175 Ouro, não se registam efeitos secundários, mas não se recomenda.

Não? Mas sempre ouvi dizer que o sabão azul e branco era o melhor para lavar a pele. Talvez não para o cabelo, mas para a pele, sempre ouvi dizer que era melhor que o sabonete… :eh:

Estava só a fazer uma chalaça com a cor de um dos nossos maiores rivais. :slight_smile:
Não pus em causa o que escreveste.

No 1º ano de faculdade, na disciplina de Biologia Celular o meu prof falou no E-202 como sendo um aditivo antifúngico e antibactericida que se adicionava aos iogurtes para estes impedirem a proliferação de microorganismos e manter em condições consumíveis o produto.

O que ele concluiu é que é melhor esquecer aqueles iogurtes que vêm com aquelas coisas maravilhosas que fazem bem ao tráfego intestinal (que o põem a funcionar como um relógio) porque isso desaparece tudo com o E-202.

Vou procurar base científica, isto é, alguns papers, e ver se posto aqui…

Bom espírito MRG, melhor do que o do teu professor de Bio Cel, mas não é preciso ir ao Pubmed pesquisar artigos em revistas indexadas para esclarecer a questão. Basta ir ao frigorífico e ler o rótulo dum Actimel, para constatar que o produto não tem corantes ou conservantes artificiais, portanto grande tiro ao lado do teu prof e grande demonstração de burrice, que é mais grave porque vem de alguém que tem a responsabilidade de ENSINAR e que, estando errado, está a propagar o erro exponencialmente.

Portanto, estamos a falar de produtos que existem há vários anos, têm mercado em todo o Mundo e são comercializados pelas maiores multinacionais do ramo dos lacticínios, e nunca ninguém se teria lembrado de que ao pôr E-202 no Actimel aquilo matava não só as bactérias patogénicas como os Lactobacillus, nem nunca se teria pensado numa maneira alternativa de conservar o produto. Tinha que ser um professor universitário, a falar sem conhecimento de causa, a descobrir a falácia dos leites enriquecidos com bactérias da flora intestinal.

E é com gente desta que se quer à força injectar conhecimento nos cérebros dos futuros diplomados. :cartao:

Nunca ouviram falar que “quem sabe, sabe; quem não sabe, ensina”?