Tópico das séries e filmes de ANIME

Nao acredito que publiquem nada no espaco de 1 ano por respeito, mas devem trabalhar na manga e depois sai tudo de rajada

1 Like

Quem for fa que apoie e va’ ao cinema

1 Like

Normalmente filmes de anime da sempre asneira (dragon ball, bleach, etc). Poucos se Safam

O ultimo de dragon ball foi um sucesso de bilheteira (independentemente de se gostar ou não)

Eu tinha visto isso. Mas isso é muito vago, pode significar muitas coisas.

Mas mais que a continuidade, ou não, da obra o que me preocupa é o rumo que possa tomar. Esperar para ver.

Audio japonês, legendas em inglês, também possível encontrar episódios com audio em inglês.
Lançamento de animes rápido.

ou

Audio japonês, legendas em PT-BR.
Lançamento de animes mais lento que opões anteriores.

2 Likes

Comecei a ver Jujutsu Kaisen recentemente e estou a gostar bastante. Se alguém não viu e precisa de uma série para seguir recomendo

3 Likes

Este também é muito bom e é português. Tem muitos animes em pt pt

1 Like

Ha’ um que anime que tenho shortlisted para ver faz anos e sempre ouvi dizer bem por ser mais adulto, filosofico, thriller e dark…Monster
Alguem viu?

(No spoilers)

Parece interessante, vou ver os primeiros episódios. Obrigado

1 Like

do melhor que há.

1 Like

‘E sem duvida interessante e bastante diferente de qualquer outro anime que tenha visto. Muito humano e sem aspectos sobrenaturais.
Mas tambem nao ‘e para todos os gostos, mesmo dentro dos fans de anime. Muitos episodios slow paced que ao inicio ate’ parecem fillers mas acabam por enquadrar na historia.
Outro ponto que alguem aqui referiu ter gostado no Attack on Titan era o facto de personagens morrerem, entao neste ate’ se torna frustrante porque se comeca a gostar das personagens…

é um anime mais profundiade e dark ou adulto, ao estilo ( com as respetivas diferencas) de Ginga Eiyuu Densetsum, psycho pass, kaiji, ergo proxy, parasyte, gungrave, serial experiment lain, wolfs rain, when they cry, steins gate, ou ate mesmo vinland saga e code geass etc

Para alem da parte psicologica que todos temos um monstro dentro de nos, acho fenomenal o autor ter utilizado uma decada historica na europa (pre e pos queda do muro de Berlin), os problemas com os neo-nazis e a migracao turca, e finalmente locais e referencias que realmente existem mas alguns com outros nomes.
Ate’ a comida esta’ retratada.
Para um japones, deve ter passado uma boa temporada entre Rep Checa e Alemanha para conseguir transferir isto tudo para uma obra.

@setaverde Descobri no outro dia um filme anime de 1995 inspirado no Alien e The Thing.

1 Like

Passei neste tópico por mero acaso, nunca imaginei que o pessoal falasse já de anime/manga por aqui sem ser o que está “bombar” de momento, os clichés habituais apesar de terem, naturalmente, o seu valor.

Berserk sempre me acompanhou, sempre me fascinou como nenhuma outra obra e assim foram durante longos anos. Não escreverei muito sobre ela, porque não há palavras para o tratado que a mesma é.

Tributo a Berserk ficara-me-á sempre gravado… não muito longe de onde tenho a minha tatuagem do Sporting.

RIP Miura Sensei e muito obrigado!

3 Likes

no mesmo mangaka, tens o 20 century boys que é muito bom tambem

1 Like

Berserk vai ser sempre a minha obra, mas a melhor narrativa que já vi, seja em séries ou anime, é esse mesmo Monster. Dou o ■■■■■■ direito se o veres todo e dizeres que foi tempo perdido

Tenho-o todinho aqui, mas tenho o tenho original em DVDS.

1 Like

Estou a gostar bastante de Monster, merecia um remake, apesar de ser um anime mais psicológico e um remake fazer mais sentido em animes com mais acção penso que esta obra merecia. Ainda não acabei de ver mas vai facilmente ser um dos meus animes preferidos dentro deste género.

1 Like

Um anime ( 6 OVA’s ) que também gostei muito e que não é o que anda a bombar agora, estilo cómico. Bom anime para passar o tempo e para quem se estiver a sentir um pouco em baixo.

Também o tenho original (eu faço colecção) foi um anime que só consegui comprar zona 1 (USA) e passou na SIC RADICA há muitos anos já em horas tardias… foi assim que o conheci.