SUGESTÕES, Análise e Prospecção de Jogadores

O Frankfurt quer manter o Trapp além do empréstimo.

http://www.mercato365.com/kevin-trapp-psg-conserve-francfort-8689048.html

Dito isto, podíamos resolver o nosso problema na baliza com o seu atual suplente, um velho conhecido: Frederik Rönnow. Muitos não se devem lembrar, mas deu um autêntico show contra nós, em 2012, num jogo para a Liga Europa, quando tinha apenas 20 anos.

https://maisfutebol.iol.pt/le-horsens-sporting-1-1-cronica

Saiu do Horsens para o Bröndby, e assinou em Julho pelo Frankfurt, mas está evidentemente tapado pelo Trapp. Custou 2,8M€. Não tendo praticamente jogado entretanto, não me parece que fosse custar muito mais que isso. Ainda só tem 26 anos, era GR para assumir-se como titular durante uns bons anos por aqui.

https://www.youtube.com/watch?v=Ff5YRQbdTWQ

(Vídeo um pouco antigo, não encontrei mais recente)

Gosto [member=18629]Inkie. Outro que eu acho que era bem sacado era o Kapino, que já nos foi associado. Contudo, este está longe de ser um valor seguro.

Noutra nota, não dá para devolver o Bruno Gaspar à Fiorentina por troca pelo Gilberto? :mrgreen:

Não te metas nisso. Ao menos o Gaspar é formado localmente, portanto sempre ajuda na inscrição da equipa. O Gilberto nem isso.

Acho que o sugiro desde que acabou o jogo contra o Horsens. Devolver o Renaldo, dar o Viviano e ficar com esse.

Enviado do meu Redmi Note 5 através do Tapatalk

Países Euro-Asiáticos
[sub](eu sei que o Irão de Euro não tem nada mas vamos imaginar que sim)
[/sub]
[hr]

Allahyar Sayyadmanesh - Ponta de lança de 17 anos do Esteghlal FC. Titular na selecção Iraniana que só caiu nas meias finais do mundial sub17 com a Espanha, tendo pelo caminho trucidado a Alemanha por 4-0. Apesar de ser de 2001 e logo um ano mais novo do que a maioria na competição, Allahyar foi titular e marcou 3 golos, um deles à selecção germânica. Ponta de lança completo: combina força física, remate, velocidade, capacidade de pressing, e mesmo força mental / determinação a um nível surpreendente (pelos vistos devido a problemas contratuais no Saipa foi posto de lado mais de meio ano, e acabou por fazer a sua preparação para o Mundial a treinar num parque público com um PT). Já foi apontado a Galatasaray, Besiktas e Benfica. Apesar de ter um contrato de longa duração a ideia do clube (alimentada pela federação iraniana) é meter o jogador na Europa, e a ligação Queiroz - Portugal - clube português poderia ser um chamariz interessante.

https://www.youtube.com/watch?v=kJQ5IX3G5yM

nota para que foi considerado pelo The Guardian (que manda as suas papaias em abono da verdade, mas não é propriamente um Daily Mail ou um The Sun) como um dos 60 melhores do mundo da sua geração: https://www.theguardian.com/football/ng-interactive/2018/oct/11/next-generation-2018-60-of-the-best-young-talents-in-world-football

Taha Shariati - Central de 19 anos do Saipa. Já tinha falado dele bastante por alturas do mundial, mas não é demais insistir. Central muito alto, rápido, com grande à vontade com bola, antecipa bem os lances. Foi escolhido para melhor XI do Mundial. Já prestou provas no PSV, contudo não joga há algum tempo devido a lesão. Falta-lhe ganhar alguma massa muscular, o que curiosamente o torna um jogador bastante semelhante ao Ilori

https://www.youtube.com/watch?v=XEskNWUFDoI

[hr]

Yarden Shua - Ponta de lança de 19 anos do Bnei Yehuda. A grande surpresa da liga israelita, superando largamente os números e o impacto do já muito “hypado” Manor Solomon (Shua na sua época de estreia como sénior conta com 6 golos e 4 assistências em 10 jogos). Um pouco como Allahyar, é um avançado centro que consegue fazer praticamente tudo a um bom nível, pois é muito rápido, tem boa técnica individual e qualidade de finalização. Dá-se como bastante provável a transferência para o Maccabi Tel Aviv em Janeiro por uma boa soma. Duas coisas a notar: a sua equipa joga essencialmente em contra-ataque e em bolas longas, portanto fica difícil perceber o que poderia render numa equipa de maior dimensão; e é um jogador com rasto (até esta época) de ter problemas disciplinares e uma entourage em seu redor (particularmente o pai) que estorva mais que ajuda. Em campo não ficam dúvidas que é um jogador diferenciado, mas a sua capacidade de adaptação é uma incógnita.

https://www.youtube.com/watch?v=-4zjmwEgcFo

[hr]

Erik Vardanyan - Médio ofensivo de 20 anos do Pyunik Erevan. Considerado o maior talento do campeonato local, já prestou provas em vários clubes da liga espanhola e italiana, tendo firmado um pré acordo com o Leganés que não se concretizou. Jogador alto (1m82) e esguio, de perfil físico que as equipas europeias normalmente procuram (seco e com bom core, sem muita massa que lhe retirasse agilidade, logo um bom físico para ser trabalhado), com passada larga (não sendo particularmente rápido), muito bom controlo de bola, e um remate forte. Um pouco como Mahrez, é mais forte a ir de fora para dentro, mas também surge bem a receber de frente para a baliza.

https://youtu.be/suBQs8TNcgw

[hr]

Khvicha Kvaratskhelia - Extremo de 17 anos do Rustavi. Jogador que já causou algum controvérsia no seu país, dado que apesar de ser o wonderkid do Dínamo de Tiblissi optou por assinar por uma equipa recentemente promovida, de forma a garantir minutos na primeira divisão. Algo que enfureceu o milionário dono do Dínamo, que pretendia vender Khvicha a uma equipa europeia já. Avançado que joga tanto a extremo, segundo avançado ou até como nove. Rápido, óptima técnica, e boas decisões com bola. É tido pela crítica local como um jogador ao nível de Chakvetadze (muito elogiado, e bem, nas últimas páginas) em termos de talento, mas mais dotado fisicamente. Apontado insistentemente a Lokomotiv de Moscovo e (não sei se de forma fiável) ao Bayern de Munique.

https://www.youtube.com/watch?v=J-SrLFn8YoA&index=91&list=PLOG_1qXFkD856xDF9CpVztgCNFzaJNg45&t=0s

fds [member=24344]Vylela, espetáculo vir a este tópico!

:arrow:

os 2 georgianos (Chakvetadze e Kvaratskhelia), o israelita (Yarden Shua) e o central iraniano (Taha Shariati) parecem muitíssimo interessantes (o central iraniano até parece ter características que permitiriam uma adaptação a médio defensivo)

Mariusz Stepinski.( Nunca carregam a imagem que meto. O que faz andar de “pulseira electrónica” aqui no fórum)


Mariusz Stepinski.jpeg

Nova geração de Pokemons?

Juntar um Isrealita e um Iraniano era capaz de ser engraçado :lol:

:lol:

Deve ser, porque para um lateral marcar mais de 10 golos época :lol:

Lateral que não tem jogado quase nunca a lateral. Joga a médio direito, médio esquerdo, até a número 10. É um verdadeiro “faz tudo” do Vasco. Mas é muito bom jogador mesmo. E baratíssimo.

Os nossos laterais direitos são fraquinhos, mas dão para o gasto. Contudo, se o objetivo for dar o upgrade gostava que fosse um destes dois a vir: Bruno Peres ou Daryl Janmaat.

:arrow: :arrow:

Mesmo quando joga a lateral chega facilmente à área, tem um grande “pulmão” e tira excelentes cruzamentos. A sua capacidade de subir no terreno desequilibra bastante qualquer equipa adversária. Gosto muito de o ver jogar.

Já falei aqui milhares de vezes do Yago Pikachu.

Maximilian Wober.

Os experts que digam de sua justiça

Já deixei no tópico da preparação da época, mas deixo aqui também. Sou da opinião de que seria uma bela jogada juntar ao nosso lote de avançados o Fabrício, ex-Portimonense. É um avançado com alguma mobilidade, contudo, garante golos. É exatamente o que nos falta. Alguém que consiga juntar estas duas caraterísticas. Tendo em conta a relação qualidade-preço, parece-me a opção ideal para se assumir como alternativa ao Bas Dost e ao Montero.

No ano passado, faturou 16 vezes pelo Portimonense. Este ano regressou ao Japão e já leva 7 golos em 10 jogos.

Nice job my friend! :great:

Juninho Capixaba

(Não se esqueçam de carregar a imagem :lol: , estou farto de estar moderado :rotfl:)


capixaba.jpg