[SUGESTÃO] Carta Aberta ao Presidente Sporting Clube de Portugal - Grupo Sócios Anónimos

Caríssimos,

Deixo aqui a sugestão de em conjunto, na qualidade de sócios e adeptos, sobretudo sócios enquanto associados da instituição Sporting e como tal detentores de todos os direitos e deveres associados, redigirmos uma carta aberta ao Presidente da instituição Sporting Clube de Portugal.

A ideia é redigirmos uma carta com perguntas claras, objectivas e centrais na vida do clube, manifestando a nossa profunda preocupação, por um lado, e direito de resposta e esclarecimento por outro, visto estarmos de facto a ultrapassar um dos períodos, desportivos e financeiros, mais difíceis da história do clube. Sinto que o Presidente da instituição Sporting não tem esclarecido os associados da instituição a que preside e quando aparece a falar são discurso preparados e sem perguntas essenciais. A carta deve ser EDUCADA, SEM PROVOCAÇÕES mas com as perguntas essenciais que se impõe fazer / esclarecer neste momento, perguntas incomodas mas essenciais para se perceber o rumo ou se existe rumo. O texto final deve ser mais ou menos consensual aqui na comunidade e depois enviado para todas as redacções da imprensa nacional, imprensa escrita, TV, Rádios e Sites. As perguntas servem para pôr o dedo na ferida e obrigar Frederico Varandas a sair da toca e responder aos seus associados perguntas essenciais mas objectivas.

Estas carta aberta deve ser apresentada como sendo redigida por um conjunto de sócios anónimos que na qualidade de associados da instituição Sporting exigem e têm direito a ser esclarecidos, porque se é verdade que as satisfações são normalmente dadas em sede de AG neste caso, como vivemos um momento anormal, o presidente da instituição Sporting tem o dever de informar e esclarecer os associados da instituição a que preside.

As perguntas, repito, devem ser CLARAS, CURTAS e OBJECTIVAS, perguntas essências em tom respeitoso mas que toquem nas feridas que a direcção quer esconder. As perguntas podem ser sobre a instituição Sporting ou sobre a SAD uma vez que sendo a instituição Sporting o seu accionista maioritário (ainda) cabe-nos o direito de também sobre esta nossa participação seremos esclarecidos.

Da minha parte deixo algumas sugestões…

1 - Qual o plano para pagar atempadamente e sem risco de perda da maioria do capital na SAD das VMOC’s? Garante que vão ser pagas atempadamente?

2 - Qual o fundamento para, numa entrevista recente, dizer que “hoje” o valor de Bruno Fernandes rondava os 20M quando, “hoje” o porto prepara-se para vender Diogo Leite por 20M?

3 - As modalidades tiveram redução do investimento 2 anos seguidos, é para continuar a baixar?

4 - Como justifica / comenta o facto de a lotação do estádio ter baixado drasticamente nas ultimas 2 épocas desportivas?

5 - Como justifica ou qual a razão para tantas mudanças (nunca antes houve tantas contratações / demissões) em cargos técnicos dentro da estrutura do futebol?

6 - Como justifica ou como vai melhorar o planeamento da contratação de jogadores quando no seu mandato adquiriu mais de 15 jogadores e hoje “apenas” 2/3 jogam regularmente?

7 - Como está o processo Rafael Leão que foi obrigado a indemnizar o Sporting e entretanto, que se saiba, não houve qualquer evolução nesse processo?

(…)

2 Curtiram

qual o real projeto para a formação (uma das suas pouquíssimas bandeiras de campanha, recorda-se?) para lá da aquisição dos colchões Pikolin?

Eu poupo-te algum tempo, até porque cartas abertas são respondidas por escribas profissionais, portanto esses têm mais cuidado e ainda vão ver umas coisitas antes de responder.

Vão-te responder com a mesma lenga-lenga da reestruturação financeira. E dizer que quem criou as Vmoc não foram eles. E que sim, os sócios aprovaram.

A pandemia. O caos. O confinamento. As receitas. Os relatórios a dizer que as tesourarias estão todas com dificuldades. Os relatórios europeus a falar sobre a descida no valor dos activos.

Ver entrevista de 8 Fevereiro 2020.

Verificar as declarações anteriores sobre como temos modalidades que não geram receitas, que nem vendemos camisolas dos atletas.

Lotação ou ocupação?

A reformulação é porque muitos tiveram problemas na vida pessoal. Outros porque coiso.

“Assumimos os erros e os certos, quer nos treinadores, quer nos atletas, mas as coisas não são como se diz por aí”.

“Finalmente acertámos no treinador. Um treinador pode valorizar jogadores. Um jogador que não vale nada hoje, pode sair amanhã por 30 milhões. Rúben Amorim vai potenciar estes jogadores, coisa que o Silas não fazia. Eu já sabia que o Keizer estava esgotado, mas ninguém despede treinadores que ganham troféus e fazem a melhor época de sempre. Mas eu já sabia que o ia despedir”.

“Agora vamos vender o Matheus Nunes e esse paga logo o Amorim”.

“Vamos contratar poucos jogadores. As verbas para reforços foram alocadas par ao treinador, porque um treinador valoriza jogadores. O RA vai valorizar o Vietto, o Camacho, o Doumbia, o Ilori, o Borja, etc. Ele não os quer, mas vai valorizar.”

Teremos um “plantel com 24 jogadores sendo que metade virá de Alcochete. Com o Battaglia para ensinar, com Acuña. Entre 8 a 12 serão formados na Academia”.

Nós só resolvemos a trapalhada de outros.


Agora a sério, se queres apanhar alguma coisa, tens de o meter a falar em directo e sem perguntas ensaiadas ou respostas por carta.

1 Curtiu

e tem mesmo que ser por escrito porque qualquer discurso verbal daquele sujeito é um imenso loop gaguejante em linha reta

A ideia não é provocar nenhuma revolução, para isso é preciso outros meios e formas e mesmo assim…, mas sim dar mais um toque na ferida para tentar, passo a passo, enfraquecer uma estrutura que está claramente a destruir o clube.

Quanto às perguntas / respostas tens aí algumas que não fazem muito sentido (embora possam ser respondidas desse forma, claro), e outras que mostram que as perguntas devem ser o mais objectivas possíveis precisamente para dar o menor espaço de manobra possível…

Por fim já sabemos que a probabilidade disto chegar à imprensa não é grande e muito menor é a probabilidade de ter resposta…, mas é mais uma acção, a possível neste caso, para tentar fazer alguma coisa e dar alguma voz aos sócios.

Não fazem sentido, mas eu não fiz mais do que colocar respostas que já foram dadas a perguntas semelhantes.

eu sei…

São respostas dessas e outras como… a valorização de Nuno Mendes, como se tivesse sido ele a ir recruta-lo ou como se a sua ascensão na equipa não fosse por “obrigação” visto a equipa não ter opções…

Contudo, acho, tudo o que se possa fazer para colocar o dedo na ferida deve ser feito.

Há perguntas ESSENCIAIS que nunca foram colocadas e é essas questões que gostava que fossem colocadas. A forma que vejo de o fazer é esta, mesmo sabendo que a probabilidade de sucesso da iniciativa é mínimo…, acredito que mais vale tentar que deixar andar…

Só isso.