Sporting - Que futuro e que modelo de gestao?

Esta é a pergunta que já deveria ter sido feita em AG há muito tempo. O que é que os Sportinguistas querem para o futuro do Sporting?
Que venha a ser controlado por alguem ou empresa que o compre nacional ou estrangeiro, ou o clube ser dono de si mesmo e da SAD sendo que quem escolhe quem manda no clube sao os socios atraves de eleicoes?
Qual dos 2 modelos querem para o Sporting?

Tudo depende dos moldes em que for feito. E do investidor. Há casos bem sucedidos, outros mal… No Man Utd já nem se lembram do Glazer, no Liverpool todos os jogos há protestos contra os americanos. Uma coisa é verdade: se até os clubes ingleses, bem abastecidos financeiramente, são comprados por multi-milionários porque razão não o são os pobres clubes portugueses. Não digo que seja uma medida correcta para o nosso Sporting mas que dá que pensar dá… Há que pesar os benefícios e os prejuízos. Mais tarde divulgarei a minha opinião mas lá está, penso que depende sempre do investidor em si.

O investidor ninguem pode escolher. A partir do momento que o Sporting pertença a alguem pode ser vendido. Há muitas SADs por essa europa fora nas maos de fundos, o caso mais recente desse tipo é de um fundo árabe que está a tentar comprar o Liverpool aos americanos.

Eu apostava numa cooperativa onde todos poderiamos deixar algo…Passar a ferro as camisolas, cozinhar para os jogadores, faze los correr a volta do Estadio, dar aulas de portugues aos estrangeiros do plantel…nao me importava de ir cortar a relva de vez em quando, sempre foi meu sonho conduzir aqueles carrinhos de cortar a relva :drool:

Já repararam na quantidade de discussões que se geram em torno do dinheiro, quando tudo o que nos interessa é que a nossa equipa marque mais golos que os adversários?

Gestão, dívidas e passivo, venda de Património, Banca, Mercado de Valores, transferências de jogadores, percentagens, cláusulas de rescisão, ordenados, preços dos bilhetes, …

A lista é interminável… o País é pobre… o Sporting está endividado e a ser mal gerido.

Acho que só nos resta a satisfação de o Sporting pertencer aos sócios… se bem que essa há muito que deixou de ser uma verdade inquestionável.

Desculpem-me… siga a discussão… :inde:

EDIT: supersonik, a tua mensagem deveria ter sido postada depois da minha. Genial. Só era preciso era convencer os craques a virem para o Sporting para “comerem o que nós plantássemos”.

Definitivamente, o Sporting ser dono de si mesmo. Aquilo que está a acontecer com o Liverpool é assustador: alguém que o clube com dinheiro do próprio clube, imagine-se (mais um pouco e parece o escândalo do BCP). Imaginem que o Abramovich decide que se cansou de futebol e do Chelsea: o que acontece ao clube?! Pois, é algo que eu não desejo ver a acontecer no Sporting.

Porém, e tendo em conta o estado actual do clube e as pessoas que defendem esta linha de gestão(?) - basta ver a caixa de comentários do “Leão de Verdade” - cada vez mais me convenço que o clube ruma ao abismo, e cada um aproveita-se ao máximo enquanto pode. É a tal cena Titanic - enquanto afunda os violinos continuam a tocar ^-^ :’(

Acho que a pergunta é um bocado parva, mas pronto, siga.

[/b]

Olha que tenho umas couves bem jeitosas na horta… :lol: nabos nao sao precisos, temos em quantidade :shifty:

O Clube deve pertencer aos seus adeptos, pelo menos na sua maioria.

OPs exemplos de clubes que pertencem a individuos ou empresas, são muitos, e cada vez mais esses exemplos tornam-se maus exemplos.

Basta olhar para o Sporting e perceber que basta a pessoa ou pessoas erradas para destruir aquilo que era bom. Se pensarmos que esta ou estas pessoas mesmo limitadas conseguem fazer a porcaria que fazem, imaginem alguem com poder total.

Não, Obrigado!

Dono de si mesmo. Algo que espero que nunca chegue a avançar. Ter um investidor é sempre um risco, pode ser um louco qualquer. O caso do Liverpool é o mais mediático mas vejam o que aconteceu ao Alavés, por exemplo. Acho-o bem mais grave. O Sporting terá que ser sempre maioritariamente dos sócios. Acho que se devem vender acções, de forma a existirem investidores privados mas nunca sem perdermos a maioria.

Temos de ser donos de nós próprios. Toda a vida o fomos, e não me parece que tenhamos melhorado muito com este “novo” caminho.
Não aceito que alguém, do tipo “eu quero, posso e mando” só porque lhe aptece pegue no clube de todos nós e faça o que quiser. Somos um clube desportivo, que criou uma SAD, para ter um gestão mais racional e equilibrada dos seus recursos, e NÃO PARA SER UMA EMPRESA, muito menos de alguém :naughty:

Gestão empresarial de um clube desportivo. Não percebo porque insistem em só ver a parte que diz “empresa” :hand:

O sporting é nosso e mais nada. sempre assim foi e sempre assim será.

Este bicho do conselho leonino acha que nao, que a gestao deve ser “partilhada” com um “investidor”.

Conhecido por aparecer no Trio de Ataque a defender esta direccao.

para mim é óbvio que o melhor futuro, útópico, seria um Sportinguista tipo nós, ganhar o euro milhões e pegar nos destinos do clube fazendo juz às muito boas ideias que por aqui se lêem. :arrow:

Ou não…

Tinha que ser um duplo jackpot, pelo menos.

Não há mesmo nada a fazer, ou se espera e se vai pagango aos poucos e fazendo temporadas de m**** e se vai pagando isto e aquilo com publicidade, e com a venda de jogadores, ou então tem que vir alguem do estrangeiro um gestor muito bom que faça algo que supere o senso comum. Não acredito que exista alguem neste pais c capacidade para virar esta situaçao, precisamos de alguem com olho para o negocio e sucesso que pegue nisto e leve a bom porto.

talvez o do boavista precise de aterrar o helicóptero em lisboa :twisted:

O Pinto da Costa nao é estrangeiro que eu saiba. E percebe de futebol. E nao está no discurso do FCP vender o clube a retalho

A questão do futuro de modelo de gestão do Sporting deveria ser algo que “incomodasse” as mentes dos Sportinguistas…

O problema é que nesta altura o Sporting já não é dos sócios, logo os adeptos não estão em condições de discutir futuros investidores, já que quem infelizmente manda em Alvalade é o BES, que faz do clube seu refém e que tem como preocupação sacar de lá os seus juros ao final de cada ano, e não o sucesso desportivo! O Sporting é um clube que procura lucro financeiro, e então luta pelo segundo lugar, que é o lugar que dá acesso ao dinheiro da Champions e que poupa pagamento de prémios aos jogadores pelo título! Este é o modelo de gestão que vigora em Alvalade e que foi “escolhido” para os próximos anos…