Sporting nos Jogos Olimpicos 2012

Os Jogos Olímpicos de Londres começam a 25 de Julho e terminam a 12 de Agosto, mas a cerimónia de abertura terá lugar apenas no dia 27 de Julho, no Estádio Olímpico, uma vez que nos dias 25 e 26 apenas irão estar em competição os atletas do futebol e do tiro com arco.

Nesta olimpiadas serão entregues 302 medalhas. Em prova vão estar em 26 desportos, 39 modalidades. Terão lugar 300 eventos, 640 finais, numa competição que contará com a presença de mais de 10500 atletas.

No que há delegação portuguesa diz respeito, a história vai repetir-se com o Sporting Clube de Portugal e fazer-se representar com 15 atletas, sendo que o Clube também estará presente com as cores angolanas, devido à qualificação do nadador Pedro Pinotes.

As qualificações ainda prosseguem, mas são 16 os sportinguistas que já têm lugar garantido em Londres.

Lista de atletas do Sporting presentes nos Jogos Olímpicos:
Edi Maia (POR), atletismo, salto com vara
Emanuel Silva (POR), canoagem, K2 1000m
Francis Obikwelu (POR), atletismo, 100m/4x100m
Irina Rodrigues (POR), atletismo, lançamento disco
Joana Ramos (POR), judo, 52 kg
João Pedro Silva (POR), triatlo
João Pina (POR), judo, 72 kg
João Vieira (POR), atletismo, 20 km marcha + 50 km marcha
Maria Leonor Tavares (POR), atletismo, salto com vara
Naide Gomes (POR), atletismo, salto comprimento
Patrícia Mamona (POR), atletismo, triplo salto
Pedro Pinotes (ANG), natação
Rui Silva (POR), atletismo, 10 000 m
Vânia Silva (POR), atletismo, lançamento martelo
Vera Barbosa (POR), atletismo, 400 m barreiras
Vera Santos (POR), atletismo, 20 km marcha

www.sporting.pt

Edi Silva Maia nasceu a 10 de Novembro de 1987, em Lisboa (24 anos). Aos oito anos o pai levou-o ao Grupo Desportivo de Setúbal e começou por praticar um pouco de tudo, desde corta-mato, provas de estrada e marcha, sendo duas vezes campeão regional de marcha.

No entanto, foi aos 12 anos que lhe despertou o interesse e a paixão pelo salto com vara. Passou a frequentar uma escola de salto com vara, em Lisboa, treinado por um antigo atleta sportinguista e campeão da modalidade, Raposo Borges. Em 2004 venceu o seu primeiro título nacional, em juvenis.

Em 2007, foi sondado por Moniz Pereira e ingressou no Sporting Clube de Portugal, onde se mantém até aos dias de hoje.

A sua ambição é fixar o seu nome no top-20 mundial do salto com vara.

Londres 2012 é uma boa ocasião para demonstrar que esse objectivo está ao seu alcance.

Palmarés:
Recordista Nacional do Salto com Vara: 5,64 metros
2007: Campeão Nacional de Pista
2008: Campeão Nacional de Pista e Campeão Nacional de Pista Coberta
2009: Campeão Nacional de Pista e Campeão Nacional de Pista Coberta
2010: Medalha de bronze nos Campeonatos Ibero-americanos

[hr]

Emanuel Eduardo Pimenta Vieira Silva nasceu a 4 de Dezembro de 1985, em Braga. Iniciou-se na prática da canoagem em 1997, no Clube Náutico de Fão, mas unicamente como desporto de Verão. Até que com a sua participação em várias provas começou a dedicar-se mais intensamente à modalidade, começando a surgir os resultados, quando se mudou para o Clube Náutico de Prado.

Emanuel Silva já é considerado o melhor canoísta português de sempre, com um palmarés absolutamente invejável, e tornou-se um dos grandes responsáveis pela divulgação da canoagem em Portugal.

O agora atleta «leonino» foi o único representante nacional, da modalidade, nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, tendo sido sétimo classificado em K1-1000 metros (sendo também o segundo atleta mais novo na prova) e 21.º classificado em K1-500 metros. Marcou também presença nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008 em K1-500 metros (15.º) e K1-1000 metros (10.º).

Ao transferir-se para o Sporting tornou-se o primeiro canoísta do Clube, alargando ainda mais o já notável ecletismo do emblema «leonino».

Palmarés:
2003: Medalha de ouro em K1-500 metros nos Campeonatos do Mundo de juniores, no Japão.
2005: Medalha de ouro no Campeonato Europeu de Sub-23, na final de K1-1000 metros, na Bulgária.
2006: Medalha de ouro no Campeonato Europeu de Sub-23, na final de K1-1000 metros, na Grécia.

[hr]

Francis Obirah Obikwelu nasceu a 22 de Novembro de 1978, em Onitsha, na Nigéria. Obikwelu radicou-se em Portugal com 16 anos, depois de participar, em Lisboa, no Campeonato Mundial júnior de Atletismo, em 1994. Francis foi trabalhar para o Algarve na construção civil. Aprendeu português e, com ajuda da sua professora, estabeleceu contactos com o Clube de Futebol «Os Belenenses», onde recomeçou a correr, vindo posteriormente a transferir-se para o Sporting.

Naturalizado português em Outubro de 2001, Obikwelu tomou a decisão de correr com as cores de Portugal. É hoje um dos símbolos do atletismo do Sporting e de Portugal, recordista nacional dos 100 e 200 metros. Nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, tornou-se no primeiro velocista luso a arrecadar uma medalha. Com 34 anos, depois de já ter pensado retirar-se da alta competição, Francis apresentar-se-á em Londres disposto a não deixar os seus créditos por… pernas alheias.

Palmarés:
1997: Medalha de Prata na estafeta de 4x100 metros, no Campeonato do Mundo de Pista, em Atenas (Grécia);
1997: Medalha de Bronze nos 200 metros no Campeonato do Mundo de Pista Coberta, em Paris (França);
1999: Medalha de Bronze nos 200 metros, no Campeonato do Mundo de Pista, em Sevilha (Espanha); Medalha de Bronze na estafeta de 4x1200 metros, no Campeonato do Mundo de Pista, em Sevilha (Espanha);
2002: Medalha de Ouro nos 100 metros, no Campeonato da Europa de Pista, em Munique (Alemanha);
Medalha de Prata nos 200 metros, no Campeonato da Europa de Pista, em Munique (Alemanha);
2004: Medalha de Prata nos 100 metros, nos Jogos Olímpicos de Atenas (Grécia);
2006: Medalha de Ouro nos 100 metros, no Campeonato da Europa de Pista, em Gotemburgo (Suécia);
Medalha de Ouro nos 200 metros, no Campeonato da Europa de Pista, em Gotemburgo (Suécia);

Outros feitos:
Golden League
2000: Medalha de Bronze nos 100 metros (Roma);
2001: Medalha de Ouro nos 100 metros (Berlim);
2002: Medalha de Prata nos 100 metros (Bruxelas);
Medalha de Bronze nos 200 metros (Bruxelas):
2004: Medalha de Ouro nos 100 metros (Saint-Denis):
2004: Medalha de Ouro nos 200 metros (Saint-Denis);
2004: Medalha de Bronze nos 200 metros (Zurique);
2004: Medalha de Bronze nos 200 metros (Bergen);

Grand Prix:
2001: Medalha de Bronze nos 200 metros (Atenas);
2001: Medalha de Bronze nos 200 metros (Nice);
2001: Medalha de Bronze nos 200 metros (Melbourne - Final)
2002: Medalha de Ouro nos 100 metros (Lausanne);

Super Grand Prix:
2003: Medalha de Prata nos 200 metros (Madrid);
2004: Medalha de Ouro nos 200 metros (Madrid);
2004: Medalha de Prata nos 100 metros (Lausanne);

Foi agraciado com o Prémio Stromp por cinco vezes.

[hr]

Vera Lúcia Montez dos Santos nasceu em Santarém, a 3 de Dezembro de 1981e é uma atleta especializada nos 20 km marcha.

Entre 1998 e 2004 foi atleta do Clube de Natação de Rio Maior, cidade identificada como a «capital da marcha» no nosso país.

Em 2005 transferiu-se para o clube Juventude Operária do Monte Abraão, onde permaneceu até 2010, ano em que ingressou no Sporting Clube de Portugal, juntamente com o marido e treinador, João Vieira.

Há quatro anos, em Pequim, Vera foi nona na prova dos 20 km marcha e no ano seguinte, no Mundial, obteve um brilhante quinto lugar. Para Londres 2012, deixem sonhar a Vera, uma «leoa» na marcha.

Palmarés:
2003: Medalha de Prata nos 20 km marcha do Campeonato da Europa de Sub-23;
2003: 15.º lugar nos 20 km marcha do Campeonato do Mundo de Atletismo de Pista, em Paris (França);
2005: Medalha de Ouro nos 20 km marcha da Taça da Europa (colectiva);
2005: 15.º lugar nos 20 km marcha do Campeonato do Mundo de Atletismo de Pista, em Helsínquia (Finlândia);
2006: 8.º lugar nos 20 km marcha do Campeonato da Europa de Atletismo de Pista, em Gotemburgo (Suécia);
2007: 11.º lugar nos 20 km marcha do Campeonato do Mundo de Atletismo de Pista, em Osaka (Japão);
2008: Medalha de Bronze nos 20 km marcha da Taça do Mundo, em Cheboksary (Rússia);
2008: 9.º lugar nos 20 km marcha dos Jogos Olímpicos de Pequim (China);
2009: 5.º lugar nos 20 km marcha do Campeonato do Mundo de Atletismo de Pista, em Berlim (Alemanha);
2010: 6.º lugar nos 20 km marcha do Campeonato da Europa de Atletismo de Pista, em Barcelona (Espanha);
2010: Medalha de Prata nos 20 km marcha da Taça do Mundo, em Chihuahua (México);

2005 e 2010 – Campeã Nacional de 20 km marcha de Pista

A atleta sportinguista, Irina Rodrigues nasceu a 5 de Fevereiro de 1991 (21 anos) e é natural de Leiria (Marrazes).

A especialidade de Irina é o lançamento do disco, a prova em que vai marcar presença nos Jogos Olímpicos de Londres e que começou a praticar em 2004 na Juventude Vidigalense, clube em que permaneceu até 2008.

Em 2009, Irina Rodrigues tornou-se atleta do Sporting, onde tem continuado a sua progressão, tentando conciliar a sua actividade como atleta com a frequência do curso de Medicina.

Palmarés:
Campeonatos Nacionais
Campeonato Nacional lançamento do disco (2008, 2011)
Campeonato Nacional Pista Coberta lançamento do peso (2012)
Campeonato Nacional Sub23 lançamento do peso (2011)
Campeonato Nacional Sub23 lançamento do disco (2011)
Campeonato Nacional Sub23 Pista Coberta lançamento do peso (2012)
Campeonato Nacional Juniores lançamento do disco (2008)

Campeonato ibero-americano
2010 – San Fernando, Espanha – lançamento do disco (6º Lugar)

Campeonato da Europa Sub23
2011
– Ostrava – lançamento do disco (5º Lugar)

Campeonato do Mundo de Juniores
2008
– Bydgoszcz lançamento do disco (Qualificações)
2010 – Moncton lançamento do disco (5º Lugar)

Campeonato da Europa de Juniores
2007
– Hengelo lançamento do disco (10º Lugar)
2009 – Novi Sad lançamento do disco (Medalha de bronze)

[hr]

Nascida em Coimbra a 16 de Janeiro de 1982, Joana Ramos forma com João Pina a dupla judoca «leonina» que vai estar presente nos Jogos Olímpicos de Londres. A «leoa» vai competir na categoria de - 52 kg.

Joana começou a praticar judo aos 13 anos no Clube Futebol Santa Clara, em Coimbra, onde esteve até à idade de juvenil, altura em que passou a representar a Associação Cristã da Mocidade, também de Coimbra.

Logo no seu primeiro ano sagrou-se campeã nacional em cadetes. Viria a ser campeã nacional júnior por duas vezes e cinco vezes já como sénior.

Em 2010 passou a ser atleta do Sporting Clube de Portugal e sob a orientação do treinador Pedro Soares continuou a sua progressão até ao topo da carreira de judoca, com a obtenção de medalhas importantes, como a de ouro no Grand Prix, de Abu Dhabi, e as de prata no Grand Prix, de Dusseldorf, e no Grand Slam, de Moscovo. Em Abril de 2011, conquistou a medalha de prata na categoria de -52 kg, no Campeonato da Europa disputado em Istambul (Turquia).

Em 2011 foi distinguida com o Prémio Stromp na categoria de atleta do ano. Em Londres, as esperanças «leoninas» passam pela «nossa» Joana Ramos.

Palmarés:
5 vezes Campeã de Portugal (seniores)
2 vezes Campeã de Portugal (juniores)
1 vez Campeã de Portugal (cadetes)

2002: Medalha de Bronze na Taça do Mundo, em Sófia (Bulgária)
2003: Medalha de Prata na Taça do Mundo, em Sófia (Bulgária), e em Leonding (Áustria);
2003: Campeã da Alemanha, em Russlesheim;
2004: Medalha de Prata na Taça do Mundo, em Roma (Itália);
Medalha de Bronze no Campeonato da Europa de sub-23, em Ljubliana (Eslovénia);
Medalha de Bronze no Campeonato da Alemanha, em Russlesheim;
2006: Medalha de Bronze na Taça do Mundo, em Birmingham (Inglaterra);
Medalha de Prata da Liga Madrilena, em Espanha; Vice-campeã (Judokan), em Valência;
2008: Medalha de Prata na Taça do Mundo, em Bucareste, (Roménia);
Medalha de Ouro na Taça do Mundo, em Belo Horizonte (Brasil);
2009: Medalha de Ouro na Taça do Mundo, em Lisboa;
2010: 7.ª classificada no Campeonato do Mundo de Judo, em Tóquio (Japão);
Medalha de Prata no Grand Prix, em Dusseldorf, (Alemanha);
Medalha de Ouro, no Grand Prix, em Abu Dhabi (Emiratos Árabes Unidos);
Medalha de Prata no Grand Slam de Moscovo (Rússia);
Medalhas de Bronze na Taça do Mundo de Budapeste (Hungria), Varsóvia (Polónia) e Bucareste (Roménia);
2011: 5.ª classificada no Campeonato do Mundo de Judo, em Paris (França);
Medalha de Prata no Campeonato da Europa de Judo, em Istambul (Turquia);
Medalha de Bronze no Grand Slam de Moscovo (Rússia).

[hr]

João Pedro Silva nasceu na Benedita (Alcobaça) a 15 de Maio de 1989. O triatleta «leonino» é um dos mais cotados da modalidade a nível internacional e surgiu como resultado de uma acção de detecção de talentos que a Federação levou a cabo em Rio Maior, em 2005. Anterior praticante de natação e de futebol, o João foi imediatamente integrado pela Federação no Centro de Alto Rendimento do Jamor.

A sua carreira brilhante, com várias medalhas em campeonatos da Europa e do Mundo de juniores, leva-o muito rapidamente a ser considerado um dos mais promissores atletas desta exigente modalidade, o que leva o Comité Olímpico a premiá-lo em 2007 na categoria de «Jovem Promessa».

Os anos de 2010 e 2011 consagram-no definitivamente como uma das maiores apostas do desporto português, com vários grandes resultados a nível internacional que o levaram a ocupar uma posição de destaque na qualificação olímpica. O ano de 2010 fica também marcado pelo seu ingresso no Sporting Clube de Portugal, reforçando de forma significativa a secção de triatlo.

João Pedro Silva, que estuda medicina em Lisboa, parte para Londres com aspirações e pode brilhar na sua estreia em Jogos Olímpicos. Mas também é um daqueles jovens atletas que pode vir a alcançar a sua maturidade nos Jogos de 2016, no Rio de Janeiro. Com a persistência, a raça e a sua paixão pelo triatlo, o céu é o limite para este super-atleta «leonino».

Palmarés:
2006: Medalha de Bronze no Mundial de juniores;
Campeão Nacional de juniores de Triatlo;
2007: Campeão Nacional de juniores de Triatlo;
2008: Campeão Nacional de juniores, de sub-23 e Europeu de sub-23 de Triatlo;
2010: 5.º lugar no Mundial de Elites;
Medalha de Ouro na Taça do Mundo, em Monterrey (Canadá);
Campeão Europeu de sub-23 de Triatlo;
2011: Primeiro atleta masculino português a ganhar uma etapa do Campeonato do Mundo, Yokohama, (Japão);
Campeão Europeu de sub-23 de Triatlo;
Campeão nacional de corta-mato de sub-23

João Pina nasceu em Lisboa, a 31 de Julho de 1981 e é, a par de Joana Ramos, um dos símbolos do judo no Sporting Clube de Portugal.

Pina é praticante desta modalidade desde os quatro anos, tendo-se sagrado campeão nacional de juvenis e de esperanças e conquistado a medalha de bronze no campeonato da Europa de juniores, em 2000.

Já como sénior, João Pina foi conseguindo grandes resultados a nível internacional, destacando-se o quinto lugar nos Mundiais de Osaka, em 2003, o sétimo lugar nos Europeus de Bucareste e nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, e o quinto lugar nos Europeus de Belgrado, em 2007.

Em 2010 chegou ao Sporting Clube de Portugal e passou a ser treinado por Pedro Soares. Em Abril de 2010, com 28 anos, o atleta «leonino» sagrou-se campeão da Europa, em Viena de Áustria ,na categoria de -73 kg. A 12 de Junho desse mesmo ano, Pina chegou ao lugar mais alto do pódio na final da Taça do Mundo, levando ao delírio milhares de adeptos presentes no Campo Pequeno, em Lisboa.

A 22 de Abril de 2011 o judoca João Pina revalidou o título de campeão europeu da categoria de -73 kg, numa competição disputada em Istambul.

Em 2010 e 2011 foi distinguido com o Prémio Stromp. João Pina é também estudante de Fisioterapia, em Lisboa.

Londres 2012 serão os seus terceiros Jogos Olímpicos. Em Atenas 2004 foi sétimo classificado e em Pequim 2008 alcançou o 11.º posto. Na capital inglesa, num dia bom, João Pina pode aspirar a tudo. E leva com ele o seu habitual espírito de conquista e raça «leonina».

Palmarés:
2000:
Medalha de Prata no Campeonato da Europa de juniores, em Nicósia, (Chipre);
2001: Medalha de Bronze na Taça do Mundo, em Sófia, (Bulgária);
Medalha de Bronze no Grand Slam de Paris (França);
Medalha de Ouro no Grand Prix Citá, em Roma (Itália);
Medalha de Ouro no German Open Bonn, em Bonna (Alemanha);
2002: Medalha de Bronze no Campeonato da Europa de Clubes, em Abensberg (Alemanha);
2003: 5.º lugar no Campeonato do Mundo de Judo, em Osaka, (Japão);
Medalha de Prata na Taça do Mundo, em Varsóvia (Polónia);
Medalha de Prata no Campeonato da Europa de Clubes, em Harleem (Holanda);
2004: 7.º lugar nos Jogos Olímpicos de Atenas (Grécia);
Medalha de Ouro no German Open Braunschweig (Alemanha);
Medalha de Bronze no Grand Slam de Paris (França);
Medalha de Bronze no Campeonato da Europa de Clubes, em Abensberg (Alemanha);
2006: Medalha de Bronze nas Taças do Mundo de Lisboa, Boras (Suécia) e Praga (Rep. Checa);
2007: Medalha de Bronze na Taça do Mundo, em Birmingham (Inglaterra);
Medalha de Bronze no Grand Slam de Moscovo (Rússia);
2008: Medalha de Ouro na Taça do Mundo, em Praga (Rep. Checa);
Medalha de Bronze no Campeonato da Europa de Clubes, em Tallin Estónia);
11.º lugar nos Jogos Olímpicos de Pequim (China);
2009: Medalha de Bronze no Campeonato da Europa de Clubes, em Abensberg (Alemanha);
2010: Medalha de Ouro no Campeonato da Europa, em Viena (Áustria);
Medalha de Ouro no Grand Prix de Roterdão (Holanda);
Medalha de Ouro na Taça do Mundo, em Lisboa;
Medalha de Bronze no Grand Prix, em Dusseldorf (Alemanha);
Medalha de Bronze no Campeonato da Europa de Clubes, em Cheboksary (Rússia);
2011: Medalha de Ouro no Campeonato da Europa, em Istambul (Turquia);
Medalha de Prata no Grand Slam do Rio de Janeiro (Brasil).

[hr]

João Paulo Garcia Vieira nasceu a 20 de Fevereiro de 1976, em Portimão. Aos dois anos de idade mudou-se para Rio Maior, conhecida como a «capital» da marcha em Portugal. João Vieira iniciou a carreira juntamente com o seu irmão, Sérgio, e cedo começaram a correr em provas na região. Fruto dos sucessos alcançados, foram convidados para ingressar no Clube de Natação de Rio Maior.

Em 1994, João Vieira bateu o recorde nacional dos 10 km de marcha, durante o Campeonato Mundial de juniores, disputado em Lisboa. No ano seguinte bateu essa marca em mais de um minuto.

Em Setembro de 2010, João Silva transfere-se para o Sporting juntamente com a sua mulher e marchadora, Vera Santos, de quem é também treinador.

Apesar da sua veterania, João Vieira continua a obter marcas de grande qualidade e vai apresentar-se nos Jogos Olímpicos de Londres disposto a revelar o espírito lutador, uma das suas imagens de marca.

Palmarés:
1995:
Recordista Nacional juniores nos 5 km marcha, na Hora, nos 20 km (estrada) e nos 20 km (pista);
1996, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003,2004, 2005, 2006, 2007, 2009 e 2011: Campeão Nacional nos 20 km marcha;
2000: Medalha de Prata nos Campeonatos Ibero-Americanos, no Rio de Janeiro, nos 20 km marcha.
2004 e 2008: Campeão Nacional nos 5 km marcha;
2006 e 2010: Medalha de Bronze nos Campeonatos da Europa de atletismo em Gotemburgo (2006) e Barcelona (2010), nos 20 km marcha;
2011: Campeão Nacional de 10 km marcha.
2011: Campeonato Nacional Pista Coberta 5 km marcha.

[hr]

Maria Leonor Ribeiro Tavares é a melhor atleta portuguesa de salto com vara, tendo como treinador o francês Gerald Baudoin.

A atleta sportinguista nasceu a 24 de Setembro de 1985, sendo a mais nova de três irmãs que também praticam a mesma disciplina. Maria Leonor iniciou a sua carreira em 1999, como atleta do DAC de França – país onde sempre viveu com a sua família – e onde permaneceu até 2001. Entre 2002 e 2005 competiu também em Portugal, pelo Marítimo. Em 2010 reforçou o Sporting, juntando-se assim à sua irmã mais velha, Elisabete Tavares, que já era atleta leonina. São, portanto, duas «leoas» nas alturas.

Palmarés:
2002: Campeã Nacional de Juniores no Salto com Vara;
2006: Campeã Nacional Sub-23 em Pista Coberta no Salto com Vara;
2007: 29.º lugar no Campeonato Europeu de Atletismo de Pista;
2009 e 2011: Campeã Nacional de Pista no Salto com Vara;
2009: 30.º lugar no Campeonato Europeu de Atletismo em Pista Coberta;
2010: 20.º lugar no Campeonato Europeu de Atletismo;
2011: Campeã Nacional de França no Salto em Vara;
2011: Campeã Nacional de Pista Coberta no Salto com Vara;
2011:13.º lugar no Campeonato Mundial de Atletismo de Pista;
2011: 31.º lugar no Campeonato Europeu de Atletismo de Pista Coberta.

Naide Gomes é um dos grandes símbolos do Sporting Clube de Portugal, clube que representa desde 1998, e onde é treinada por Abreu Matos.

Enezenaide do Rosário da Vera Cruz Gomes nasceu em São Tomé e Príncipe, a 20 de Novembro de 1979.

Em criança, Naide entrava na sua escola e vencia todos os seus colegas nas diversas disputas, o que levou os seus professores a incentivarem-na a enveredar pela carreira atlética, que começou assim aos 13 anos de idade.

Apesar de se ter especializado no salto em comprimento, a sua carreira no mundo atlético internacional começou pelas provas combinadas de pentatlo, em pista coberta, e no heptatlo, ao ar livre.

No ano 2000, Naide representou São Tomé e Príncipe, o seu país de origem, nos Jogos Olímpicos de Sidney, na prova de 100 metros barreiras, tendo ficado a apenas 21 pontos dos mínimos de qualificação na prova do heptatlo para a mesma competição.

Em 2001 o seu processo de naturalização ficou concluído e estreou-se em 2002 como internacional portuguesa, no Campeonato da Europa de Pista Coberta, no pentatlo. Uma estreia brilhante com a conquista da medalha de prata.

De então para cá temos assistido aos feitos de uma das mais espectaculares atletas nacionais, averbando várias medalhas em grandes competições internacionais e fazendo soar várias vezes o hino nacional, enchendo de orgulho os portugueses e os sportinguistas, muito em particular.

Depois da desilusão de há quatro anos, em Pequim, Londres 2012 é o próximo objectivo da «leoa» indomável. Força, Naide!

Palmarés:
2002
: Medalha de Prata no Pentatlo do Campeonato Europeu de Pista Coberta, em Viena (Áustria);
2003: 5.º lugar no Pentatlo do Campeonato do Mundo de Atletismo de Pista Coberta, em Birmingham (Reino Unido);
2004: Campeã Nacional de Pentatlo de Pista e de Pista Coberta;
2005: Medalha de Ouro no Salto em Comprimento do Campeonato Europeu de Atletismo de Pista Coberta, em Madrid (Espanha);
2005: 5.º lugar no Salto em Comprimento do Campeonato do Mundo de Atletismo de Pista, em Helsínquia (Finlândia);
2006: Medalha de Bronze no Salto em Comprimento do Campeonato do Mundo de Atletismo de Pista Coberta, em Moscovo (Rússia) (com recorde nacional, 6,76 m);
2006; Medalha de Prata no Salto em Comprimento do Campeonato Europeu de Atletismo, em Gotemburgo (Suécia);
2006: Medalha de Prata no Salto em Comprimento da Taça do Mundo, em Atenas (Grécia);
2007: Medalha de Ouro do Salto em Comprimento do Campeonato Europeu de Atletismo de Pista Coberta, em Birmingham (Inglaterra);
2007: 4.º lugar no Salto em Comprimento do Campeonato do Mundo de Atletismo de Pista, em Osaka (Japão);
2008: Medalha de Ouro no Salto em Comprimento do Campeonato do Mundo de Atletismo de Pista Coberta, em Valência (Espanha);
2008: Recorde nacional (7,12 metros) no Meeting Herculius, no Mónaco (França);
2009: 4.º lugar no Salto em Comprimento do Campeonato do Mundo de Atletismo de Pista, em Berlim (Alemanha);
2010: Medalha de Prata no Salto em Comprimento do Campeonato do Mundo de Atletismo de Pista Coberta, em Doha (Qatar);
2010: Medalha de Prata no Salto em Comprimento do Campeonato Europeu de Atletismo de Pista, em Barcelona (Espanha);
2011: Medalha de Prata no Salto em Comprimento do Campeonato Europeu de Atletismo de Pista Coberta, em Paris (França);
2011: 10.º lugar no Salto em Comprimento do Campeonato do Mundo de Atletismo de Pista, em Daegu (Coreia do Sul).

[hr]

Patrícia Mamona é natural de São Jorge de Arroios, em Lisboa e nasceu a 21 de Novembro de 1988.

A melhor atleta portuguesa da actualidade do triplo salto começou a carreira em 2002, na Juventude Operária do Monte Abraão (JOMA), onde permaneceu até 2010. No ano seguinte ingressou no nosso clube, onde é treinada por José Uva.

Foi também em 2011 que se tornou a recordista nacional de triplo salto com a marca de 14,42 metros, alcançados no Campeonato de Portugal de 2011.

Desde 2008 que Patrícia Mamona estuda medicina na Universidade Clemson, no estado americano da Carolina do Sul, alternando a sua presença em provas nacionais ao serviço do Sporting com a participação em competições no circuito universitário americano. Londres 2012 é mais um passo no seu crescimento como atleta.

Palmarés:
2005 – Campeonato Mundial de Juniores – 4.º lugar, nos 100 metros
2008 – Campeã Nacional de Triplo Salto
2009 – Campeã Nacional de Triplo Salto
2006 – IAAF Campeonato Mundial de Juniores – 11.º lugar
2010 – Campeã Nacional de Triplo Salto
2010 – Campeonato Europeu de Atletismo – 20.º lugar
2011 – Campeã Nacional de Triplo Salto
2011 – Universíadas, em Shenzhen, na China – Medalha de Prata
2011 – IAAF Campeonato do Mundo em Atletismo – 13.º lugar, em triplo salto

[hr]

Pedro Miguel Alves Pinotes nasceu em Viana (Luanda), no dia 30 de Setembro de 1989 e vai representar a natação «leonina» e o seu país, Angola, nos Jogos Olímpicos de Londres. O «capitão» da equipa de natação masculina do Sporting Clube de Portugal vai marcar presença numas olimpíadas pela primeira vez, depois de já ter participado em quatro Campeonatos do Mundo (dois de piscina curta, em 2008 e 2010, e dois de piscina longa, em 2009 e 2011).

Elemento-chave da natação do Sporting, equipa da qual é «capitão» desde 2008, participou em vários dos títulos colectivos obtidos pelo nosso Clube. Pinotes é recordista nacional angolano em várias distâncias e vários estilos (da mariposa aos bruços, passando pelas provas combinadas e estafetas, num total de 12, só para falarmos em piscina de 50 metros!).

Pedro Pinotes estuda em Lisboa, estando prestes a concluir o mestrado integrado em Engenharia Civil no Instituto Superior Técnico. Entre estudos e natação, 2012 pode vir a ser um ano inesquecível para o nadador leonino.

Palmarés:
2008:
Medalha de Bronze nos 200 metros mariposa dos Campeonatos Africanos de Natação, em Joanesburgo (África do Sul);
Recordista nacional angolano absoluto (piscina de 50 metros): 400 m livres, 800 m livres, 1500 m livres, 100 m mariposa, 200 m mariposa, 200 m costas, 100 m bruços, 200 m bruços, 200 m estilos, 400 m estilos, 4x100 m livres, 4x 100 m estilos.

Rui Manuel Monteiro da Silva nasceu a 3 de Agosto de 1977, em Santarém. Iniciou a sua já longa carreira no Estrela Ouriquense, sagrando-se campeão nacional de juvenis, em corta-mato, aos 16 anos.

Em 1997 transfere-se para o Sporting Clube de Portugal e, sob a orientação de Bernardo Manuel, inicia uma progressão verdadeiramente espantosa, especializando-se nos 800 e 1500 metros, em cujas corridas se sagrou, por cinco vezes, campeão nacional, batendo sucessivos recordes nacionais.

Em 1998, logo na sua primeira grande competição, sagrou-se campeão europeu dos 1500 metros em pista coberta e, poucos meses depois, a 20 de Agosto, chegava a vice-campeão na mesma distância nos Europeus de Pista, disputados em Budapeste.

É um dos Heróis que em 2000 conquista o título de Campeão da Europa de Clubes para o Sporting, tendo competido em duas provas (1500 e 3000 metros). Daí para a frente não parou de ganhar medalhas, com natural destaque para o bronze conquistado nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, também nos 1500 metros, depois de já ter estado presente nas olimpíadas de 2000, em Sidney.

Depois dos Jogos Olímpicos de Atenas, o sportinguista falhou os Mundiais de Osaka (2007) e os Jogos Olímpicos de Pequim (2008).

Em 2007, o atleta ribatejano mudou radicalmente a sua vida. Abandonou os negócios ligados à construção civil e dedicou-se inteiramente ao treino, tendo passado a treinar sob a supervisão de João Campos, o técnico que levou Fernanda Ribeiro ao ouro olímpico, em Atlanta 96.

Uma experiência no Europeu de corta-mato, em 2007, valeu-lhe uma prometedora medalha de bronze. Mas as lesões voltaram a comprometer a sua preparação para Pequim 2008, levando o atleta a assumir publicamente que preferia ficar em Portugal caso sentisse não poder lutar por uma medalha. Assim foi.

Em 2009, nos europeus de atletismo de pista coberta, em Turim (Itália), Rui Silva voltou a subir ao lugar mais alto do pódio dos 1500 metros, interrompendo um longo calvário que o afastou das grandes competições internacionais.

Londres 2012 poderá ver regressar o Rui Silva de sempre, um «leão» que luta até ao fim.

Palmarés:
1998: Medalha de Ouro nos 1500 metros do Campeonato da Europa de Pista Coberta, em Valência (Espanha);
1998: Medalha de Prata nos 1500 metros da Taça do Mundo, em Joanesburgo (África do Sul);
1999: Medalha de Ouro nos 1500 metros do Campeonato da Europa de Sub-23, em Gotemburgo (Suécia);
2000: Medalha de Prata nos 3000 metros do Campeonato da Europa de Pista Coberta, em Gent (Bélgica);
2001: Medalha de Ouro nos 1500 metros do Campeonato do Mundo de Pista Coberta, em Lisboa;
2002: Medalha de Ouro nos 1500 metros do Campeonato da Europa de Pista Coberta, em Viena (Áustria);
2002: Medalha de Prata nos 1500 metros do Campeonato da Europa de Pista, em Munique (Alemanha);
2004: Medalha de Prata nos 3000 metros do Campeonato da Europa de Pista Coberta, em Budapeste (Hungria);
2005: Medalha de Bronze nos 1500 metros do Campeonato do Mundo de Pista, em Helsínquia (Finlândia);
2009: Medalha de Ouro nos 1500 metros do Campeonato da Europa de Pista Coberta, em Turim (Itália);

Recebeu o Prémio Stromp por cinco vezes.

[hr]

Vânia Silva nasceu a 8 de Junho de 1980, em Leiria, e é lançadora de martelo no Sporting e na selecção nacional.

Vânia começou a praticar a modalidade em 1998, na Juventude Vidigalense, passando a integrar os quadros do Sporting em 2009.

Vânia Silva sagrou-se campeã nacional de lançamento do martelo por sete vezes e tem continuado num plano de progressão. Foi assim que no ano passado voltou a bater o recorde nacional, alcançando a muito respeitável marca de 69,55 m. Resultado que lhe valeu mesmo ultrapassar a melhor marca ibérica, que pertencia à espanhola, Berta Castels, com 69,36 m.

Londres 2012 poderá dar a Vânia o melhor resultado de sempre numa grande competição internacional.

Palmarés:
2000 –
Campeã Nacional de lançamento do Martelo
2001 – Campeã Nacional de lançamento do Martelo
2001 – Campeonato do Mundo de lançamento do Martelo – 25.º lugar
2003 – Campeã Nacional de lançamento do Martelo
2003 – Campeonato do Mundo de lançamento do Martelo – 28.º lugar
2005 – Campeã Nacional de lançamento do Martelo
2007 – Campeonato do Mundo de lançamento do Martelo – 34.º lugar
2008 – Campeã Nacional de lançamento do Martelo
2009 – Campeonato do Mundo de lançamento do Martelo – 37.º lugar

[hr]

Vera Barbosa nasceu em Vila Franca de Xira, a 13 de Janeiro de 1989. De origem cabo-verdiana, obteve a nacionalidade portuguesa em 2007 e cedo começou a marcar recordes nacionais nos 400 metros planos e barreiras.

Vera iniciou a sua carreira atlética em 2005 no JOMA, onde se manteve até 2010. Foi exactamente em 2010 que venceu pela primeira vez o Campeonato Nacional de Pista Coberta, nos 400 metros. No final do mesmo ano, a atleta integra-se no Sporting Clube de Portugal, vencendo o Campeonato Nacional Absoluto de 400 metros barreiras. Já no Sporting, em 2011, bateu o recorde nacional dos 400 metros barreiras, com 55, 81segundos, na final dos Campeonatos Europeus de Sub-23, realizados em Ostrava, na Rep. Checa, onde se classificou em quarto lugar. Em 2012, Vera Barbosa tem vindo a confirmar-se como uma atleta com uma grande margem de progressão que poderá ficar já bem patente nos Jogos Olímpicos de Londres, ou nas olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016.

Palmarés:
2010:
Campeã Nacional dos 400 metros em Pista Coberta;
2010: Campeã Nacional Absoluta dos 400 metros barreiras em Pista;
2011: 4.º lugar no Campeonato Europeu de Atletismo de Sub-23 em Pista

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.436139819743113.102875.142705815753183&type=1

[hr]

Tópico aberto a discussão.
Deixo desde já o meu desejo de muitos sucesso a todos os nossos atletas. :clap:

Boa abertura de tópico, Silvia! :clap: :great:

[hr]

Excelente comitiva! Boa representação do Sporting Clube de Portugal.
Também desejo o maior sucesso possivel aos atletas!

PS: O Alexis (natação) não conseguio os minimos?

Fantástico @SCasanova :clap:

A nossa dupla de Remo não estava apurada? :think:

A juntar o Capel e o Jeffrén, que ainda não estão lá oficialmente mas devem ir, e a dupla de Remo chegamos aos 20 :victory:

Do futebol só deve ir o Capel e o Labyad. A dupla de remo foi aquela polémica toda e não sei se serão atletas do Sporting.

:clap: :clap: :clap: SCasanova. Fenomenal. :great:

Marrocos apurou-se? Não sabia :great:

O Jeffrén também era suposto ir, ou não? Pelo menos todos os pasquins diziam que sim…

Quanto ao Remo, eu acho que devias pôr mesmo que digam que não são nossos atletas. Afinal já foram apresentados e provavelmente é o Sporting que lhes paga os salários (se forem profissionais). Mas é só a minha opinião :great:

Sim. E curiosamente está no grupo da Espanha.
Quanto ao Jeffren a convocatória já saiu e não estará presente.

Fico à espera de confirmação do site oficial do Sporting. :great:

Excelente tópico :great:

Excelente trabalho :clap: :clap: :clap: :clap:

Excelente tópico :clap:

Adorava 3 medalhas (Pina, Naide e Rui Silva) :drool:

4 se contar com o Remo, porque me parece que a dupla vai fazer um tremendo sucesso

EDIT: ainda não existe um tópico de Londres 2012?

Obrigado pelo tópico :great:

Não é por serem nossos, mas temos grandes probabilidades de ter vários medalhados olímpicos este ano (Capel, Pina, Naide Gomes, Rui Silva, João Silva, Emanuel Silva) :drool:

Sonhar não custa! :pray:

Bom tópico :great:
Quero desde já desejar boa sorte aos nossos atletas :clap: :clap:

Excelente tópico :great:

Mas é certo que o Capel vá? É que ele já tem mais de 23 anos e já li há tempos que não é certo que ele seja um dos 3 escolhidos…
Li que esses 3 seriam o Mata, o Adrian e o Javi Martinez.

Excelente tópico @SCasanova :clap:

http://www.maisfutebol.iol.pt/desporto/rodrigo-capel-espanha-benfica-sporting-maisfutebol/1328065-4062.html :great:

[hr]

Obrigado a todos. Não custa nada. 8)