Sporting nas competições europeias

A propósito de toda a discussão que em havido por causa dos sorteios das competições europeias, lembrei-me do que aconteceu quando foi lançado o livro “Sporting - 50 Anos a Rugir na Europa”.

Foi uma risada geral por parte dos adeptos do SLB e do FCP, principalmente por causa do “rugir”, e a verdade é que não deixam de ter uma certa razão; senão vejamos:

  • enquantos eles já ganharam duas vezes a Taça/Liga dos Campeões, nós o melhor que conseguimos foi chegar uma vez aos quartos-de-final, e já lá vão 25 anos;

  • a única Taça europeia que ganhámos já nem existe, e quando fomos a uma segunda final, ainda por cima disputada em casa, perdemos;

  • a esmagadora maioria das participações europeias do Sporting são na Taça UEFA, o que significa que no ano anterior não ganhámos nada (pelo menos até à extinção da Taça das Taças);

  • numa percentagem bastante elevada de vezes fomos eliminados à 1ª ou à 2ª eliminatória, frequentemente contra adversários inferiores;

  • que me lembre, à excepção da eliminatória com o Manchester United, em 1964, o Sporting nunca provocou uma surpresa (positiva), ou seja, nunca afastou uma equipa que fosse superior.

O Sporting é um grande clube, com uma grande história de que se pode orgulhar e fazer orgulhar os seus adeptos, mas realisticamente, em termos de competições europeias, estamos uns furos bem abaixo dos nossos 2 maiores rivais.

E eis que o meu ego acaba de rebentar…

Vamos passar o grupo este ano e o resto é conversa. Depois… logo se vê. :arrow:

Temos de admitir que em termos de resultados europeus estamos de facto abaixo dos nossos rivais, mas isso até ao momento. Nao acho que nos devamos agarrar ao passado, nem pela positiva nem pela negativa, e sinto que esta época temos uma boa oprotunidade de brilhar ao mais alto nivel. Passando a fase de grupos, que a sorte nos acompanhe e que este seja o nosso ano! Força leões! :victory:

Temos que ver que na época de ouro do SCP não havia competições europeias, o mesmo não acontecendo com os nossos rivais.

Se apenas considerarem o Sporting como um clube apenas de futebol, de facto estamos atrás nos rivais pelo simples facto de nos anos áureos do futebol do Sporting não existirem competições europeias. Se consideram o Sporting como um clube desportivo então estamos muito à frente dos rivais, e de grandes equipas de futebol mundial.

É polémica esta afirmação, mas nos últimos dez anos não temos sido assim “tãaaao” inferiores aos rivais. Temos até resultados bem melhores que o Fifica. E não dá para superar o Fóculporto por causa do fenómeno Mourinho que por lá passou.

Aliás, olhando para o ranking europeu dá para concluir facilmente o que acabei de dizer. Não nos conseguimos ainda afirmar na Champions porque também não tínhamos “calo” para essa alta roda. E ganhámos esse “calo” nas últimas épocas, sempre em grupos com dois tubarões… Agora, mais experientes, é para chegar aos oitavos e discutir a eliminatória dentro do possível. Depois, como diz o Nando, o resto é treta. :arrow:

Que me interessa saber se estou abaixo dos rivais nas competições europeias ? Olhando à volta, sempre encontraremos clubes maiores e outros menores, não é isso que me irá tirar o sono porque, simplesmente, não vivo de história(s) e ainda menos de comparações. Deixo este tipo de debate aos benfiquistas, eles é que são especialistas em interrogações existenciais sobre se são os maiores ou não. Quando uma instituição inventa que tem 14 milhões de adeptos no mundo, não sei o que é mais importante : ter mais títulos ou ter mais neurónios.

Claro, no hóquei em patins temos uma Taça dos Campeões Europeus, três Taças das Taças e uma Taça CERS; no futebol uma Taça das Taças, no atletismo 14 Taças dos Campeões Europeus.

Sem falar nos títulos individuais

Tirado de sporting.pt

História

Medalhas Internacionais

Equipas e atletas do Sporting que conquistaram lugares de podium em provas de âmbito olímpico, mundial e europeu

Ouro
1964
Futebol
Sporting - Taça Europeia dos Vencedores de Taças
1976
Atletismo
Carlos Lopes - Campeão do Mundo de Corta-Mato

1977
Atletismo
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus de Corta-Mato
Hóquei em Patins
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus

1979
Atletismo
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus de Corta-Mato

1981
Atletismo
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus de Corta-Mato
Hóquei em Patins
Sporting - Taça Europeia dos Vencedores de Taças

1982
Atletismo
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus de Corta-Mato

1984
Atletismo
Carlos Lopes - Maratona Olímpica de Los Angeles
Carlos Lopes - Campeão do Mundo de Corta-Mato
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus de Corta-Mato
Hóquei em Patins
Sporting - Taça CERS

1985
Atletismo
Carlos Lopes - Campeão do Mundo de Corta-Mato
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus de Corta-Mato
Hóquei em Patins
Sporting - Taça Europeia dos Vencedores de Taças

1986
Atletismo
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus de Corta-Mato

1988
Bilhar
Jorge Theriaga - Taça do Mundo de Triatlo (Três Tabelas, Livre e Quadro 71/2)

1989
Atletismo
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus de Corta-Mato

1990
Atletismo
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus de Corta-Mato
Full-Contact
Fernando Fernandes - Campeão da Europa, categoria 95 quilos (amadores)

1991
Atletismo
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus de Corta-Mato
Full-Contact
Fernando Fernandes - Campeão da Europa, categoria 95 quilos
Hóquei em Patins
Sporting - Taça Europeia dos Vencedores de Taças

1992
Atletismo
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus de Corta-Mato
Full-Contact
Fernando Fernandes - Campeão da Europa, categoria 95 quilos

1993
Atletismo
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus de Corta-Mato
Full-Contact
Edson Santos - Campeão da Europa, categoria 58 quilos
Ginástica
João Ferreira - Campeão do Mundo de Duplo Mini Trampolim (mais de 18 anos)
Luís Munes - Campeão Europeu de Duplo Mini Trampolim (mais de 18 anos)
Luís Nunes - Campeão Europeu de Duplo Mini Trampolim, seniores masculinos

1994
Atletismo
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus de Corta-Mato
Full-Contact
Fernando Fernandes - Campeão do Mundo, categoria 95 quilos
Fernando Fernandes - Campeão da Europa, categoria 95 quilos

1996
Atletismo
Francis Obikwelu - Campeão do Mundo dos 100 metros (Juniores, em representação da Nigéria)
Francis Obikwelu - Campeão do Mundo dos 200 metros (Juniores, em representação da Nigéria)

1997
Atletismo
Carlos Calado - Campeão da Europa do Salto em Comprimento (Sub-23)

1998
Atletismo
Rui Silva - Campeão da Europa dos 1 500 metros (pista coberta)

1999
Atletismo
Rui Silva - Campeão da Europa dos 1 500 metros (Sub-23)
Francis Obikwelu - Campeão de África dos 200 metros
Inês Monteiro - Campeão da Europa de Corta-Mato (juniores)
Bilhar
Sporting - Campeão da Europa de Pool Equipas
Pedro Grilo - Campeão Europeu de Pool Individual
Ginástica
Rita Costa - Campeã do Mundo de Duplo Mini Trampolim

2000
Atletismo
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus em Pista

2001
Atletismo
Rui Silva - Campeão do Mundo dos 1 500 metros (Pista Coberta)

2002
Atletismo
Rui Silva - Campeão da Europa dos 1 500 metros (Pista Coberta)
Francis Obikwelu - Taça do Mundo de Pista, 200 metros

2004
Atletismo
Naide Gomes - Campeã do Mundo do Pentatlo (Pista Coberta)
Yuri Bilonog - Campeão Olímpico do Lançamento do Peso (em representação da Ucrânia)

2005
Atletismo
Naide Gomes - Campeã da Europa do Salto em Comprimento (Pista Coberta)

Prata
1966
Bilhar
Jaime Pimenta - Campeonato da Europa, Três Tabelas
Jaime Pimenta - Campeonato da Europa, Partida Livre

1976
Atletismo
Carlos Lopes - Jogos Olímpicos de Montréal, 10 000 metros
Tiro
Armando Marques - Jogos Olímpicos de Montréal

1977
Atletismo
Carlos Lopes - Campeonato do Mundo de Corta-Mato

1983
Atletismo
Carlos Lopes - Campeonato do Mundo de Corta-Mato

1987
Atletismo
Domingos Castro - Campeonatos do Mundo, 5 000 metros

1994
Atletismo
Domingos Castro - Campeonato da Europa de Corta-Mato

1996
Bilhar
Sporting – Taça dos Clubes Campeões Europeus, Três Tabelas

1997
Atletismo
Francis Obikwelu - Campeonatos do Mundo, 100 metros (em representação da Nigéria)
Manuela Machado - Campeonatos do Mundo, Maratona
Carlos Calado - Campeonatos da Europa de Sub-23, 100 metros

1998
Atletismo
Rui Silva - Taça do Mundo de Pista, 1 500 metros
Rui Silva - Campeonatos da Europa, 1500 metros
Carlos Calado - Campeonatos da Europa (Pista Coberta), Salto em Comprimento

1999
Natação
José Couto - Campeonatos da Europa, 200 metros bruços

2000
Atletismo
Rui Silva - Campeonatos da Europa (Pista Coberta), 3 000 metros

2002
Atletismo
Naide Gomes - Campeonatos da Europa (Pista Coberta), Pentatlo
Francis Obikwelu - Campeonatos da Europa, 100 metros
Francis Obikwelu - Campeonatos da Europa, 200 metros
Bilhar
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus, Três Tabelas

2003
Pesca submarina
André Domingues - Campeonato da Europa

2004
Atletismo
Francis Obikwelu - Jogos Olímpicos de Atenas, 100 metros
Ionela Tirlea - Jogos Olímpicos de Atenas, 400 metros barreiras (em representação da Roménia)

2005
Bilhar
Sporting – Taça dos Clubes Campeões Europeus, Três Tabelas
Futebol
Sporting - Taça UEFA

Bronze
1965
Bilhar
Sporting - Taça dos Clubes Campeões Europeus, Três Tabelas

1981
Atletismo
Fernando Mamede - Campeonato do Mundo de Corta-Mato

1986
Bilhar
Jorge Theriaga - Campeonato da Europa, Três Tabelas

1987
Ginástica
Rita Villas-Boas - Campeonato da Europa de Trampolim Individual

1990
Ginástica
Carlos Nobre - Campeonato da Europa de Juniores de Duplo Mini Trampolim

1991
Ginástica
Luís Nunes - Campeonato da Europa de Seniores de Duplo Mini Trampolim

1996
Pesca submarina
António Silva - Campeonato do Mundo

1998
Ginástica
Nuno Magalhães - Campeonato do Mundo de Duplo Mini Trampolim

1999
Atletismo
Francis Obikwelu - Campeonatos do Mundo, 100 metros (em representação da Nigéria)
Natação
José Couto - Campeonatos da Europa, 100 metros bruços

2001
Atletismo
Sporting – Taça dos Clubes Campeões Europeus de Pista
Carlos Calado - Campeonatos do Mundo, Salto em Comprimento
Carlos Calado - Campeonatos do Mundo (Pista Coberta), Salto em Comprimento
Marco Fortes - Campeonatos da Europa de Juniores, Lançamento do Peso
Ténis de Mesa
João Pedro Monteiro - Campeonato da Europa de Juniores, Pares Mistos

2002
Atletismo
Sporting – Taça dos Clubes Campeões Europeus de Pista
Rui Silva - Campeonatos da Europa, 1 500 metros
Francis Obikwelu - Taça do Mundo de Pista, 100 metros

2004
Atletismo
Sporting – Taça dos Clubes Campeões Europeus de Pista
Rui Silva - Jogos Olímpicos de Atenas, 1 500 metros

2005
Atletismo
Sporting – Taça dos Clubes Campeões Europeus de Pista

Atletas do Sporting membros de Selecções Nacionais

Ouro
1961
Futebol
Campeões da Europa de Juniores
Crispim, Oliveira Duarte

1967
Hóquei em Patins
Campeões do Mundo
Vítor Ferreira, Júlio Rendeiro

1968
Hóquei em Patins
Campeões do Mundo
Júlio Rendeiro, Américo Solipa, Salema

1971
Hóquei em Patins
Campeões Europeus
Júlio Rendeiro

1973
Hóquei em Patins
Campeões Europeus
Júlio Rendeiro, Chana, Salema

1974
Hóquei em Patins
Campeões do Mundo
Júlio Rendeiro, Chana

1975
Hóquei em Patins
Campeões Europeus
Júlio Rendeiro, Chana

1977
Hóquei em Patins
Campeões Europeus
Ramalhete, Júlio Rendeiro, Sobrinho, Chana, Livramento

1982
Hóquei em Patins
Campeões do Mundo
Ramalhete, Vítor Rosado, Sobrinho, Chana

1987
Hóquei em Patins
Campeões da Europa
Trindade, Luís Nunes, Serginho

1989
Bilhar
Campeões do Mundo, Três Tabelas
Jorge Theriaga
Futebol
Campeões do Mundo de Sub-20
Amaral
Campeões da Europa de Sub-16
Luís Figo, Paulo Santos, Emílio Peixe, Canana, Sérgio Lourenço

1990
Hóquei em Patins
Campeões Europeus, Juvenis
Rui Rodrigues, Bruno Adrião, António Ramalho, Luís Pina

1991
Futebol
Campeões do Mundo de Sub-20
Luís Figo, Emílio Peixe (eleito o melhor jogador), Paulo Torres
Hóquei em Patins
Campeões do Mundo
Chambel, José Carlos

1994
Atletismo
Campeões da Europa de Corta-Mato
Domingos Castro, Alberto Maravilha

1996
Atletismo
Campeões da Europa de Corta-Mato
José Regalo, Vítor Almeida
Futebol
Campeões Olímpicos
Emmanuel Amunike (em representação da Nigéria)
Campeões da Europa de Sub-16
Simão Sabrosa (melhor marcador), Hugo Calha, Sérgio Morujo

1997
Atletismo
Campeões da Europa de Corta-Mato
José Regalo, Domingos Castro, Alberto Maravilha

1999
Futebol
Campeões do Mundo de Sub-20
Aldo Duscher (em representação da Argentina)
Campeões da Europa de Sub-18
Vasco Faísca

2000
Atletismo
Campeões do Mundo de Corta-Mato, Prova Curta
Inês Monteiro
Campeões da Europa de Corta-Mato, Juniores
Adelino Monteiro
Futebol
Campeões da Europa de Sub-16
Carlos Marques, Hugo Valdir, Hugo Viana, João Paiva, Ricardo Quaresma

2001
Atletismo
Campeões da Europa de Corta-Mato
Ana Dias

2003
Futebol
Campeões da Europa de Sub-17
Mário Felgueiras, Miguel Veloso, João Moutinho, Carlos Saleiro

Prata
1988
Ginástica
Campeonato da Europa de Trampolim, Juniores
João Ferreira, Luís Nunes

1990
Futebol
Campeonato da Europa de Sub-18
Luís Figo, João Pinto II, Emílio Peixe, Paulo Pilar, Paulo Torres
Ginástica
Campeonato do Mundo de Trampolim
João Ferreira, Luís Nunes

1992
Atletismo
Campeonato do Mundo de Estafetas, Estrada
Carlos Patrício, Dionísio Castro, Alberto Maravilha, Carlos Monteiro, Domingos Castro
Futebol
Campeonato da Europa de Sub-18
Porfírio, Andrade, Poejo, Paulo Morais, Toto

1994
Bilhar
Campeonato do Mundo, Três Tabelas
Jorge Theriaga
Campeonato da Europa, Três Tabelas
Jorge Theriaga

1995
Atletismo
Campeonato da Europa de Corta-Mato
José Regalo

1997
Atletismo
Campeonato da Europa de Corta-Mato, Juniores
Manuel Silva

1999
Atletismo
Campeonato da Europa de Corta-Mato
Vítor Almeida
Campeonato da Europa de Corta-Mato, Juniores
Inês Monteiro, Sandra Dias
Bilhar
Taça do Mundo
Jorge Theriaga

2001
Atletismo
Campeonato da Europa de Corta-Mato, Juniores
Bruno Saramago

2004
Futebol
Campeonato da Europa
Ricardo, Beto, Rui Jorge

Bronze
1960
Futebol
Campeonato da Europa, Juniores
Crispim, José Carlos, Pedro Gomes

1966
Futebol
Campeonato do Mundo
Carvalho, Alexandre Batista, José Carlos, Hilário, João Morais

1984
Atletismo
Campeonato do Mundo de Corta-Mato
Carlos Lopes, Fernando Mamede, Joaquim Pinheiro
Ginástica
Campeonato da Europa de Duplo Mini Trampolim, Juniores
Luís Nunes, Luís Baltazar, Pedro Tavares, Rui Santos

1985
Ginástica
Campeonato da Europa de Trampolim
Lurdes Pereira, Maria Batista, Rita Villas-Boas, Teresa Martinho
Campeonato da Europa de Trampolim, Juniores
Luís Nunes, Luís Santos, Rui Santos

1988
Ginástica
Campeonato da Europa de Trampolim, Juniores
Maria Batista, Rita Villas-Boas

1989
Futebol
Campeonato do Mundo de Sub-16
Luís Figo, Emílio Peixe, Sérgio Lourenço

1992
Bilhar
Campeonato do Mundo, Três Tabelas
Jorge Theriaga

1993
Atletismo
Campeonato do Mundo de Corta-Mato
Domingos Castro, Paulo Guerra, Carlos Monteiro, João Junqueira, Carlos Patrício
Bilhar
Campeonato da Europa, Três Tabelas
Jorge Theriaga

1995
Futebol
Campeonato do Mundo de Sub-20
Alfredo Bóia, Beto, Dani, Diogo, Ramirez

1999
Atletismo
Campeonato do Mundo de Corta-Mato
Domingos Castro, Alberto Maravilha
Campeonato do Mundo de Corta-Mato
Ana Dias
Bilhar
Campeonato da Europa, Três Tabelas
Jorge Theriaga

2000
Atletismo
Campeonato do Mundo de Corta-Mato, Prova Longa
Alberto Maravilha

2001
Atletismo
Campeonato da Europa de Corta-Mato
José Ramos, Hélder Ornelas

2002
Atletismo
Campeonato da Europa de Corta-Mato
José Ramos

2004
Futebol
Campeonato da Europa de Sub-21
Carlos Martins, Miguel Garcia, Mário Sérgio, Custódio, Lourenço, Danny, Beto II

Recordes de âmbito internacional obtidos por atletas do Sporting

30 de Maio de 1981
Fernando Mamede – Recorde da Europa dos 10 000 metros – 27.27,7 (Lisboa, Estádio José Alvalade)

26 de Junho de 1982
Carlos Lopes – Recorde da Europa dos 10 000 metros – 27.24,39 (Oslo)

9 de Julho de 1982
Fernando Mamede – Recorde da Europa dos 10 000 metros – 27.22,95 (Paris)

2 de Julho de 1984
Fernando Mamede – Recorde do Mundo dos 10 000 metros – 27.13,81 (Estocolmo)
Nota: Carlos Lopes obteve 27.17,48 na mesma prova, a segunda melhor marca mundial de sempre.

12 de Agosto de 1984
Carlos Lopes – Recorde Olímpico da Maratona – 2.09.21 (Los Angeles)

20 de Abril de 1985
Carlos Lopes – Melhor Marca Mundial da Maratona – 2.07.12 (Roterdão)

31 de Março de 1990
Dionísio Castro – Recorde do Mundo dos 20 000 metros – 57.18,4 (La Flèche)

22 de Agosto de 2004
Francis Obikwelu – Recorde da Europa dos 100 metros – 9,86 (Atenas)

Desafio seja quem for a mostrar um palmarés superior ao nosso.

Barcelona.

Sei que tem mais titulos europeus do que nós, mas não sei se terá tantos exitos individuais.

A ganharem 100 medalhas por JO um clube chines ou americano, deve dar…

Quanto maior o país, mais clubes e mais dispersos estão os jogadores. Duvido que dê.

:offtopic:

Aposto que a prova foi da parte da tarde. :mrgreen:

Os beifiquistas se tivessem vergonha nem falavam na dimensão europeia do beifica. A protecção do Estado permitiu a esse clube atingir o palmarés que tem e duas taças dos campeões. Não lhes convém que se recorde que o Salazar não deixava sair nenhum jogador desse clube para o estrangeiro. É mais que sabido que o Eusébio queira ir para o Inter. Por absurdo, imaginem quantos campeonatos e taças a mais, e, quem sabe, competições europeias, poderia ter o Sporting se o Guterres não tivesse permitido as saídas do Figo e do Simão Sabrosa, o Durão Barroso feito o mesmo com Ronaldo e Quaresma, e o Sócrates com o Nani. Com o sistema hiper-protegido do antigo regime, o Sporting teria podido ficar com esses jogadores e de certeza que não tinha tanta falta de títulos. Portanto, o clube do regime chamado beifica, há-de ter sempre essa mancha. Haverei sempre de lhes atirar à cara que eles são um Steua de Bucareste à portuguesa.

Convém que os sportinguistas aprendam a não discutir estas coisas só do prisma que interessa aos outros. E a nossa situação, aquém do desejável, não é um caso perdido. A história faz-se.

ó meus amigos…nós nem mentalidade vencedora a serio temos para as competiçoes de trazer por casa quanto mais pensar em lutar ombro a ombro na europa com os principais colossos.
eu nao sonho em passar para a porra dos oitavos da champions…o meu sonho é ganha la…mas depois olho para exemplos tristes como o de quarta feira em Madrid e volto á terra. Pensem é numa maneira de aumentar a exigencia no seio do clube e so depois e aí sim poderemos pensar em ascender a o voos mais altos.

vi hoje a exibiçao magistral de um ex-jogador nosso que por acaso até Sportinguista (danny - zenit-)de coraçao e questiono me…porque raio eles na nossa equipa nunca dao nada? que mentalidade é esta que nos inibe?

‘que me lembre, à excepção da eliminatória com o Manchester United, em 1964, o Sporting nunca provocou uma surpresa (positiva), ou seja, nunca afastou uma equipa que fosse superior.’

Na década da 80, o Ajax e o Feyenoord.

Sporting nas competições europeias<<<

A mim pareceu-me óbvio que o tópico é sobre futebol, daí quem contrapôs os feitos noutras modalidades estar a “fugir com o cu à seringa”.
Sempre achei que temos que assumir quer a nossa grandeza quer a nossa pequenês, e quanto ao tópico, sempre achei que o espaço natural, actual, do Sporting era a Taça UEFA. É uma questão de realismo. Não temos tido dinheiro para mais.
Só que se a nível nacional nos apuramos pra a a Champions, temos que aceitar que estamos ao nível dela, visto que a nível nacional somos o que somos, mesmo se isso não corresponda ao que devia ser (somos melhores do que os resultados recentes mostram).
O que é grave é só termos ido a uma final da Taça UEFA. A performance da época passada é um bom exemplo disso.

A lista de clubes que estiveram as competições europeias pode ser consultada no site de sempre:
http://kassiesa.com/uefaclubs/

Dados curiosos desta lista:
1015 clubes no total
Clubes com mais participações:

Real Madrid 52 FC Barcelona 51 Anderlecht 49 [b]Sporting CP Lisbon 49[/b] Benfica 48 Glasgow Rangers 48 FC Porto 47 Juventus 46 Internazionale 45 Ajax 45 Celtic 44 Rapid Wien 43 Olympiakos Piraeus 43 Panathinaikos 42 Bayern München 41 PSV Eindhoven 40 Dinamo Bucuresti 40 AC Milan 39 CSKA Sofia 38 Feyenoord 38 Glentoran 38 Austria Wien 37 Club Brugge 37 Galatasaray 37 Liverpool 36 AEK Athens 36 Ferencváros 36 Linfield Belfast 36 Steaua Bucuresti 36 Fenerbahçe 36 Atlético Madrid 35 Grasshoppers Zürich 35

Apesar no número intenso de participações, e que é possível porque em Portugal só os 3 grandes dominarem, sem intervalos, o topo da classificação em Portugal (semelhante ao que ocorre com os 2 gigantes espanhóis, o Anderlecht, os 2 escoceses, os 3 italianos, os 3 holandeses, os 2 gregos, o maior alemão…), a verdade é que a participação do Sporting foi quase sempre discreta. Temos que ver a realidade como ela é. Raramente nos superamos, temos 1 Taça das Taças, 1 presença na final da UEFA, e penso que 2 meias finais.

Portugal tem 22 equipas que participaram desde sempre:

Sporting CP Lisbon 49 Benfica 48 FC Porto 47 Boavista 19 Vitória Setúbal 15 Vitória Guimarães 14 Sporting Braga 11 CF Os Belenenses 10 Maritimo Funchal 6 Leixões SC 4 Académica Coimbra 3 GD CUF Barreiro 3 Nacional Funchal 2 União de Leiria 2 Beira Mar 1 Estrela Amadora 1 FC Barreirense 1 Farense 1 GD Chaves 1 Paços de Ferreira 1 Portimonense SC 1 SC Salgueiros 1

Reparem no salto, na diferença entre os 3 grandes e o resto; e reparem também porque é que conseguimos chegar ao 6º lugar no ranking que nos deu hipóteses de ter mais um clube na LC: a enorme prestação do Boavista. Só com 3 clubes, como há sempre um que faz asneira (infelizmente, normalmente somos nós, embora tenhamos feito boas campanhas no ano passado e há 4 anos), não há capacidade para manter Portugal lá em cima; mas este é um problema que se passa também noutros países, por isso penso que todos eles passarão por este sobe-e-desce: conseguem colocar mais clubes, mas depois os mais fracos não aguentam, fazem maus resultados, descem no ranking e sobe outro país para o ranking que repete o mesmo ciclo.

E agora o que interessa, os jogos do Sporting:
http://kassiesa.com/uefaclubs/search/fm.php?search=Sporting%20CP%20Lisbon

Alguns números:
Com este ano, teremos 116 confrontos com outras equipas: isto inclui as eliminatórias e as fases de grupos, por exemplo este ano já estão contabilizados 3 confrontos da fase de grupos. 116 a dividir por 49 participações dá 2,36, ou seja normalmente ficamos pela 1ª ou 2ª fase.

No seguinte post irei abordar melhor os adversários do Sporting.

Tivemos então até agora 113 encontros internacionais, normalmente jogados a 2 mãos, cá e lá, com algumas excepções:

  • a final da Taça das Taças era suposto ser só 1 jogo mas como houve empate, repetiu-se
  • a final da UEFA (apenas 1 jogo)
  • a fase de grupos da UEFA (4 jogos a 1 mão, em casa ou fora, por sorteio)
  • 3 eliminatórias que foram a um 3º jogo
    As fases de grupos da LC também são a 2 mãos, mas não são bem eliminatórias.

Peguei nestes jogos todos e classifiquei: quando éramos favoritos, quando o adversário era favorito, ou quando havia divisão no favoritismo; e qual o resultado da eliminatória…
Resultados…
Em 72 confrontos éramos favoritos.
Ganhamos 43 deles apenas! - 60%:

Shelbourne, Atalanta, APOEL Nicosia, Club Brugge, Fiorentina (década de 60), Valencia (década de 60), LASK Linz, Floriana, Lyn Oslo, Hibernian, Cardiff City, Sunderland AFC, FC Zürich, Sliema Wanderers, Bohemians Dublin, Red Boys Differdange, Southampton FC, CSKA Sofia, Sevilla (década de 80), AJ Auxerre, Dinamo Tirana, Athletic Bilbao, IA Akranes, FC Tirol Innsbruck, Kalmar FF, Real Sociedad (década de 80), KV Mechelen, Politehnica Timisoara, Vitesse Arnhem, Bologna (década de 90), Kocaelispor, Maccabi, Haifa, Montpellier, Beitar Jerusalem, Lierse SK, FC Midtjylland, Halmstads BK, Malmö FF, Rapid Wien, Panionios, AZ Alkmaar, FC Basel, Bolton Wanderers

Perdemos os restantes 29!
Situações que tínhamos maior prestígio ou éramos mais fortes e era suposto vencermos:

Dundee FC, Cardiff City, Espanyol (década de 60), Vasas Budapest, FC Zürich, Newcastle United (década de 60), Carl Zeiss Jena, 1.FC Magdeburg, SC Bastia, Baník Ostrava, Xamax Neuchâtel, Real Sociedad (década de 80), Dinamo Minsk, Atalanta (década de 80), Dinamo Bucuresti, Grasshoppers Zürich, Austria Salzburg, Rapid Wien, FC Metz, Bologna, Spartak Moscow, Partizan Belgrade, FC Sochaux-Montbéliard, CSKA Moscow, Udinese, Spartak Moscow

Emilinações pura e simplesmente vergonhosas. Cuidado que a leitura das seguintes linhas podem trazer problemas de saúde, fará recordar os piores momentos europeus do Sporting:

Viking Stavanger, Gençlerbirligi, Halmstads BK

Em 24 confrontos em que havia equilibrio
Vencemos em 14 vezes:

DOS Utrecht, Olympique Lyon, MTK Budapest, Girondins Bordeaux, Dinamo Zagreb, Feyenoord, Ajax, Celtic, AS Monaco, Dinamo Tbilisi, Feyenoord, Middlesbrough, Newcastle United, Dinamo Kiev

Perdemos nas restantes 10:

Partizan Belgrade, Standard Liège, Partizan Belgrade, Glasgow Rangers, AS Saint-Étienne, Vasas Budapest, 1.FC Kaiserslautern, Honvéd Budapest, Celtic, Glasgow Rangers

Em 17 confrontos o adversário era favorito:
Vencemos apenas 1!!! UMA!!! UMA!!! F/#/&#&&"%"!!!

Manchester United

“Empates” - 2 vezes

Newcastle United - 1 jogo, fora, na fase de grupos da UEFA, empatamos lá Internazionale - 2 jogos para a fase de grupos da LC, 1-0 e 0-1

Derrotas - 14

Arsenal, 1.FC Köln (na altura eram uma potência), FC Barcelona, Napoli, Internazionale, Real Madrid, Bayer Leverkusen, Real Madrid, Bayer Leverkusen, AC Milan, Internazionale, Bayern München, Manchester United, AS Roma

Acho que estes quadros dizem tudo do que é o nosso percurso europeu. Um grande feito apenas, os 5-0 que permitiram eliminar o Manchester quando vencemos a Taça das Taças. O mais próximo que estivémos disto foi quando quase eliminamos Barcelona (1-0, 1-2, o tal golo do Roberto), Nápoles de Maradona (0-0, 0-0, 3-4 em penalties), Real Madrid (1-0, 1-2, obrigado Lemajic), ou ainda quando conseguimos ultrapassar com brilantismo equipas do nosso nível, sobretudo holandeses com quem nos costumamos dar muito bem: Dinamo Zagreb (equipa de topo da Jugoslávia, na altura muito forte, 1-0, 0-3, 3 golo do Oliveirinha :slight_smile: ), Feyenoord (2-1, 1-3), Ajax (2-1, 2-4), Celtic (1-0, 0-2), Mónaco (na fase de grupos da LC, 3-0 e 2-3), Dinamo Tbilissi (vitória fora por 4-0, na fase de grupos da UEFA), Feyenoord novamente (2-1, 2-1, na época da final da UEFA, bomba de Rock e jogaço do Moutinho no jogo fora), Middlesbrough nessa época (1-0, 3-2), Newcastle dessa época (1-0, 1-4), Dinamo de Kiev (época passada, fase de grupos da LC, 1-2, 0-3).

Em suma, em 113 confrontos, 2 momentos de glória (eliminação do Manchester logo a seguir a final da Taça das Taças), e eliminação de 14 equipas do nosso nível; somar 43 confrontos em que éramos favoritos e 2 “empates”, e vou ainda contar com a final sa UEFA - 62 boas eliminatórias, 51 derrotas entre as quais 29 em que éramos favoritos.

Ou resumindo ainda mais, 16 grandes momentos, 29 péssimos.

É esta a nossa história. É isto que acho que temos que superar, e nem sequer é preciso um esforço enorme, acho que com um bocado mais de investimento e bastante mais cabecinha, temos hipóteses de conseguir chegar mais longe, espero que esta seja a primeira época de uma nova era, mas cuidado, olhando para a nossa história, e se a mesma se repetir, iremos fazer grandes exibições com o Barcelona (1V, 1D), com o Basileia teremos tendência para ajavardar (1V e 1E/1D), com o Shaktar teremos a incógnita de saber o que irá acontecer, mas que tanto pode ser 1V/1E como 1E/1D)…