Sporting CP - Equipa Sub-23 - Época 2023/2024

O Ivan ia expulso agora, mesmo não sendo propositado, pisa o Mendonça.

Devíamos ganhar isto. Eles são realmente maus…

Maus é a favor

Parece a Champions o empate pá.eles

O Lucas Anjo e o Ewandro ainda tem alguma qualidade. N sei se há alguma problema com contrato do segundo para ele não ser titular.

“A jogar com menos um, o empate acaba por ser um mal menor…”

Lol, estes gajos do 11…

Até parece que o gajo do benfica foi expulso aos 5 minutos de jogo…

Este árbitro… Dos 6 minutos mal se jogaram metade e deu 1 minuto :sob:

Não entendi estes 6 min.

Jogou-se 2 vá.

1 Curtiu

Enfim ,com o quenda tínhamos ganho tenho a ctza agora é ganhar ao Estoril lá na amoreira mas dificilmente somos campeões

Os Misteres da formação do Sportign são fracos, com exceção do Mister dos juvenis o Jo´se João, que gosto de ver a equipa jogar.

Tenho ideia de que nenhum dos Clubes com Equipa B na Liga 2 ou na Liga 3 conseguiram ainda ser campeões. Aliás, nem sei se os Clubes que já ganharam têm mesmo equipa B. Se tiverem, será nos distritais.

E claro que isso tem influência, já que os melhores miúdos andam entre a equipa B, principal e emprestados.

Esta Liga Revelação é interessante para Clubes que não conseguem ter equipa B.

Para nós, pah, pode ter a sua utilidade. Recuperação de lesões, ganhar físico, proteger os mais franzinos dos caceteiros de 40 anos…

Agora, o que convinha mesmo, era termos uma equipa B em que efetivamente os nossos miúdos crescessem alguma coisa. Porque, regra geral, só vejo crescimentos nos que trabalham/jogam com o mister Amorim, ou que são emprestados. O Mateus Fernandes evoluiu muito mais num mês emprestado ao Estoril, do que numa época inteira de Liga 3. Até porque tinha um treinador anedótico…

Já nas épocas em que tínhamos equipa na Segunda Liga, é ver os jogadores que de lá sacámos, e o que eles evoluíram quando por lá jogavam. O João de Deus podia ser um treinador sem nível para uma Primeira Liga. Mas fazia os jogadores crescerem bastante.

Por isso digo. Os nossos miúdos, na Liga 3, pouco ou nada vão ganhar. Façam um plantel de barba rija para a subida. O que não faltam, nessas Ligas, são jogadores que aceitam contratos curtos, de um ou dois anos. O suficiente para subir e colocar a equipa em modo cruzeiro, na Segunda Liga.

Ganhando os três jogos, ganhamos a Liga.

1 Curtiu

Há jogadores nesta equipa e com 20 ou mais anos, não tem a mínima qualidade para representar o Sporting. E Faz me confusão como jogam jogos seguidos a titular com exibições mediocre.

DÉRBI CHUVOSO TERMINA EMPATADO

Por Sporting CP
02 Abr, 2024

SUB-23

Sub-23 dividem pontos no Seixal

A equipa sub-23 de futebol do Sporting Clube de Portugal empatou, esta terça-feira, a uma bola na visita ao reduto do SL Benfica para a 11.ª jornada da fase de apuramento de campeão da Liga Revelação.

Numa tarde de chuva no Seixal, os Leões, que estão na luta pelo primeiro lugar da competição e que não perdem desde a ronda inicial desta fase, há quase três meses, estiveram a perder, mas conseguiram o empate e acabaram o dérbi por cima e perto da reviravolta.

Entrou melhor o Sporting CP, que rapidamente começou a deixar a defesa encarnada alerta com o remate rasteiro de Manuel Mendonça ao lado, o cruzamento perigoso de José Silva ou o tiro de Rafael Besugo, após bela jogada de Leonardo Barroso, por cima.

O SL Benfica respondeu e, aos 13 minutos e na consequência de um livre para a área, conseguiu um cabeceamento à barra, com Diogo Clara - guardião verde e branco - a realizar uma excelente intervenção na recarga. O Leão entre os postes continuou a ter trabalho, negando os golos a João Rêgo e Gonçalo Moreira nos instantes que se seguiram, quando a chuva se intensificava.

Voltou à carga o ataque do Sporting CP, agora com José Silva a cruzar da direita para Rodrigo Marquês, que aproveitou a saída em falso de Luka Veličković, cabecear ao lado. Leonardo Barroso e Manuel Mendonça também ameaçaram com remates que falharam o alvo, o que motivou o 0-0 ao intervalo.

No início do segundo tempo, ainda assim, foi o SL Benfica a marcar e a colocar-se na frente. Após um cruzamento de Leandro Santos, Diogo Clara não conseguiu completar a defesa e a bola sobrou para José Melro, que não desperdiçou a oportunidade.

O Sporting CP reagiu através de José Silva, que atirou por cima, e, do outro lado, Diogo Clara respondeu à investida de João Rêgo com uma boa intervenção. Aos 67 minutos, Tiago Teixeira mexeu e colocou Tiago Parente, David Moreira e Luís Gomes nos lugares de Leonardo Barroso, Adam Arvelo e José Silva.

O clássico estava mais intenso, mas menos bem jogado do que na primeira parte, com cada disputa de bola a ser jogada no limite e com a componente física a ter cada vez mais importância, mas o Sporting CP conseguiu quebrar essa tendência e facturar, o que voltou a abrir o encontro. A pouco mais de 15 minutos do fim, num livre directo a partir da direita, Rodrigo Marquês rematou para o fundo das redes paa o 1-1. A bola ainda desviou na barreira, enganando Luka Veličković.

As chances de golo voltaram a surgir. Primeiro foi David Moreira a dar trabalho a Luka Veličković e, na baliza oposta, Ivan Lima não superou Diogo Clara em duas ocasiões. Aos 84 minutos, João Fonseca acabou por ser expulso com cartão vermelho directo por ter derrubado Rodrigo Marquês num momento que podia ter dado golo e, na recarga após a conversão do livre contra a barreira apontado por Luís Gomes, o avançado rematou a rasar o poste.

Ewandro Santos substituiu Rafael Besugo para os minutos finais, enquanto Henrique Arreiol continuava a dar espectáculo e a dominar o meio-campo. No quarto minuto de tempo adicional, um canto para o segundo poste encontrou David Moreira, que ficou muito perto de consumar a reviravolta, mas o forte remate foi bloqueado por jogadores adversários.

Houve ainda tempo para a entrada de Lucas Anjos (saiu Manuel Mendonça), mas o 1-1 não sofreu alterações. Na próxima jornada, o Sporting CP recebe o Gil Vicente FC.

Sporting CP: Diogo Clara [GR], Gonçalo Braga, Emanuel Fernandes, Lucas Taibo, Leonardo Barroso (Tiago Parente, 67’), Henrique Arreiol, Adam Arvelo (David Moreira, 67’), Rafael Besugo [C] (Ewandro Santos, 87’), José Silva (Luís Gomes, 67’), Manuel Mendonça (Lucas Anjos, 90+6’) e Rodrigo Marquês.

TIAGO TEIXEIRA: “JOGADORES NUNCA ESTÃO CONTENTES COM O EMPATE”

Por Sporting CP
02 Abr, 2024

SUB-23

Declarações depois do dérbi de sub-23

No final do empate (1-1) da equipa sub-23 de futebol do Sporting Clube de Portugal em casa do SL Benfica, Tiago Teixeira reagiu em declarações aos meios de comunicação Leoninos.

“É um empate que, atendendo ao que se passou em campo nos últimos minutos, acaba por saber a pouco. Na primeira parte não estivemos da forma como gostaríamos, também por mérito do SL Benfica. No entanto, os jogadores conseguiram reagir mais uma vez. Sofremos o golo, respondemos, empatámos e podíamos ter feito o 1-2 a acabar. O grupo é fantástico e os jogadores nunca estão contentes com o empate. Procuramos sempre a vitória, infelizmente não foi possível”, começou por dizer, falando depois do que resta da temporada.

“Pensamos jogo a jogo. Temos vários objectivos definidos e têm principalmente a ver com o crescimento dos jogadores. Hoje garantimos os quartos-de-final da Taça Revelação e se ficarmos nos quatro primeiros vamos jogar em casa. São pequenos objectivos que conquistamos todas as semanas. Há que olhar também para estes jogadores. Alguns dos que começaram connosco estão na equipa B, onde outros vão entrando. Estamos muito satisfeitos com todo o processo e queremos, agora, transformar isso tudo numa vitória no próximo jogo”, contou o treinador verde e branco.

Rodrigo Marquês, autor do golo verde e branco, também falou na zona de entrevistas rápidas: “São jogos que todos queremos jogar. O que falhou foi o detalhe. Na primeira parte não estivemos ao nosso nível, mas fomos buscar o resultado na segunda. Fomos mais intensos, tivemos mais bola e empatámos o jogo. Se tivéssemos feito o segundo seria muito justo porque estivemos sempre por cima e foram poucas as vezes em que eles chegaram à nossa baliza”.

O avançado referiu também que “preferia ter ganho sem marcar nenhum golo”. “Por acaso fui eu a marcar, mas só tenho de continuar a trabalhar para continuarmos a ganhar. (…) Somos uma equipa muito unida. Podemos estar a perder que vamos sempre em busca do resultado, trabalhamos muito e acho que essa é a chave”, concluiu.

TIAGO TEIXEIRA: “ESTAREMOS CERTAMENTE PREPARADOS”

Por Sporting CP
08 Abr, 2024

SUB-23

Sub-23 enfrentam Gil Vicente FC na terça-feira

No Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete, a equipa sub-23 de futebol do Sporting Clube de Portugal recebe, esta terça-feira (17h00), o Gil Vicente FC (17h00) para disputar a partida da 12.ª - e antepenúltima - jornada da fase de apuramento de campeão da Liga Revelação.

Em declarações aos meios de comunicação Leoninos, Tiago Teixeira, treinador verde e branco, fez a antevisão do encontro, salientando a série de dez jogos consecutivos sem perder que a formação do Sporting CP acumula nesta fase. “Está a ser uma fase de apuramento de campeão bastante positiva e temos essa série de dez jogos sempre a somar. Apesar de nos últimos dois não termos ganho, temos tido desempenhos positivos, apenas nos faltou mais eficácia”, apontou o técnico, reconhecendo-se, acima de tudo, “satisfeito” com o rendimento dos jovens Leões.

Neste momento, os sub-23 Leoninos estão no segundo lugar (22 pontos), a três pontos do líder GD Estoril Praia. Com três jornadas para o fim - e um duelo entre os dois emblemas na jornada seguinte - Tiago Teixeira realçou que a equipa “não sente a pressão dos resultados”, mas sem nunca esquecer também a ambição do grupo que orienta.

“Os adversários também têm qualidade, nesta fase todos querem dar o seu melhor e não podemos esquecer que estão aqui as melhores equipas das primeiras fases. É muito difícil ganhar os jogos, mas vamos à procura de ganhar o próximo, naturalmente”, atirou o treinador, antes de perspectivar o jogo com o conjunto de Barcelos, que já venceu o líder, mas ocupa o sétimo - e penúltimo - lugar nesta fase final.

“É uma equipa bastante combativa e não esperávamos que estivessem na posição em que estão. É muito objectiva a jogar, com jogadores de muita qualidade e que nos colocou muitas dificuldades no jogo fora [na primeira volta, o Sporting CP venceu por 0-1]. É isso que esperamos agora também, além de uma equipa forte nos duelos e nas transições”, enumerou, acrescentando, no entanto, que a sua equipa estará “certamente preparada”.

Assim, apesar de tudo, o foco está única e exclusivamente no encontro desta terça-feira. “Desde o início da época que nos focamos no que temos de trabalhar em cada semana”, referiu Tiago Teixeira, destacando que os seus jogadores estão “completamente focados” no Gil Vicente FC e “abstraídos do que possa acontecer mais à frente”. Até porque, traçou o técnico, há objectivos a cumprir já nesta jornada.

“Queremos garantir já um lugar entre os quatro primeiros, que nos dá o jogo em casa nos quartos-de-final da Taça [Revelação]. Queremos garantir esses três pontos e, depois, quando acabar [o jogo], logo pensamos nos próximos”, reforçou o treinador dos jovens Leões, antes de deixar um apelo também aos adeptos Sportinguistas.

“A presença dos adeptos é sempre fundamental e sentimos que tem sido isso também que nos tem ajudado a ganhar os jogos”, concluiu.

Por sua vez, o defesa Lucas Taibo considerou que o bom momento Leonino “é a recompensa do trabalho feito desde o início da época” e, tal como o seu técnico, apontou ao embate com o Gil Vicente FC com concentração máxima.

“Sabemos que, se não ganharmos ao Gil Vicente FC, o jogo com o GD Estoril Praia fica mais difícil. Primeiro, temos de ganhar este jogo e só depois nos vamos focar no seguinte”, disse o galego de 18 anos, realçando ainda a valia, quer do campeonato, quer do emblema de Barcelos.

“Todas as equipas que estão nesta fase são mais ou menos do mesmo nível e, por isso, a liga é muito competitiva. O Gil Vicente FC defende muito bem os espaços e treinámos durante a semana para contrariar isso”, frisou Lucas Taibo.

Por fim, o esquerdino, que esta época leva 21 jogos nos sub-23 e três na equipa B, deu conta da sua satisfação por poder evoluir na Academia Cristiano Ronaldo, onde chegou na temporada passada: “É um orgulho representar o Sporting CP. Têm-me ajudado muito a melhorar, estou agradecido ao Clube e espero continuar aqui durante mais tempo”.

Vencemos!! Jogo sólido e vitória por 3x1… Se vencermos os dois próximos (e últimos) jogos, somos campeões!!

Para quem puder ir apoiar, próximo jogo (16/4) é no Estoril e o último em Alcochete (25/4).

Acho que ninguém acredita em grandes vitórias nos nossos actuais escalões de formação…

Foto José Lorvão

REGRESSO AOS TRIUNFOS

Por Sporting CP
09 Abr, 2024

SUB-23

Sub-23 vencem na recepção ao Gil Vicente FC

A equipa sub-23 de futebol do Sporting Clube de Portugal recebeu e bateu, esta terça-feira, o Gil Vicente FC por 3-1 na 12.ª jornada da fase de apuramento de campeão da Liga Revelação.

Depois de dois empates, os Leões - que estão na segunda posição e que não perdem há 11 jogos, desde 9 de Janeiro - voltaram aos triunfos e vão, na próxima ronda, visitar o primeiro classificado GD Estoril Praia naquele que pode ser o encontro decisivo no que diz respeito ao vencedor da prova.

Contra o Gil Vicente FC, entrou melhor o emblema de Alvalade, que podia ter marcado aos 12 minutos, quando Rodrigo Marquês tentou servir Manuel Mendonça, mas um defesa conseguiu cortar. Pouco depois, Ewandro Santos rematou muito ao lado.

Aos 22 minutos, foi assinalado pontapé de penálti a favor do Sporting CP depois de Rodrigo Marquês ser derrubado na área adversária. Na conversão, foi o próprio avançado a bater e com sucesso, inaugurando o marcador no Estádio Aurélio Pereira.

Os minhotos responderam e, aos 35 minutos, Gonçalo Maia ficou perto do empate num remate que ainda desviou em Emanuel Fernandes. A ameaça passou a realidade pouco depois, com Gonçalo Maia a facturar e a estabelecer o 1-1 no marcador.

Já no segundo tempo, o Sporting CP entrou com tudo e contou com várias oportunidades de golo nos minutos iniciais. Ewandro Santos bateu um livre directo para defesa de Bruno Carvalho, guarda-redes do Gil Vicente FC que voltou a estar bem na recarga de Rodrigo Marquês. Logo a seguir, e no seguimento de um canto, Ewandro Santos deu de calcanhar e só o poste negou um grande golo ao brasileiro.

Já depois de Lucas Taibo, de cabeça, falhar o alvo, o conjunto verde e branco marcou mesmo: excelente cruzamento de Leonardo Barroso da direita para Tiago Parente, ao segundo poste, fazer o justo 2-1.

Conseguindo dominar o Gil Vicente FC na totalidade no segundo tempo, o Sporting CP continuou a ameaçar, como aconteceu com o cabeceamento de Tiago Parente ou o remate de Ewandro Santos, ambos para fora. Aos 71 minutos, David Moteira entrou para a saída de Manuel Mendonça, com Ewandro Santos a dar lugar a Isnaba Mané cinco minutos depois.

O golo da tranquilidade surgiu a cerca de um quarto de hora do fim, com Henrique Arreiol a responder ao canto de Rafael Besugo com um cabeceamento de grande qualidade.

O 3-1 podia ainda ter sido aumentado no cabeceamento de Rodrigo Marquês (após cruzamento de Isnaba Mané) para fora ou no livre directo de Henrique Arreiol que Bruno Carvalho defendeu, mas não se verificaram mais alterações para além da entrada de João Assunção - saiu Rafael Besugo - já durante o tempo de compensação.

Sporting CP: Diogo Clara [GR], Gonçalo Braga, Emanuel Fernandes, Lucas Taibo, Tiago Parente, Henrique Arreiol, Manuel Mendonça (David Moreira, 71’), Rafael Besugo [C] (João Assunção, 90+4’), Leonardo Barroso, Ewandro Santos (Isnaba Mané, 76’) e Rodrigo Marquês.

TIAGO TEIXEIRA: “VEMOS TRABALHO, EVOLUÇÃO, MATURIDADE”

Por Sporting CP
09 Abr, 2024

SUB-23

Declarações depois do triunfo dos sub-23

No final da vitória da equipa sub-23 de futebol do Sporting Clube de Portugal sobre o Gil Vicente FC por 3-1, Tiago Teixeira analisou o desafio.

“Entrámos muito bem neste jogo. Conseguimos controlar um Gil Vicente FC com linhas compactas e a equipa muito baixa, mas não fomos tão objectivos como queríamos. Conseguimos corrigir isso na segunda parte. Chegámos à vitória de forma justa. São 11 jogos sempre a pontuar e regressámos às vitórias, mas não pensamos apenas nisso. Pensamos em tudo o que os jogadores têm feito. Vemos muito trabalho, evolução, maturidade e é isso que nos orgulha e que queremos continuar a fazer”, começou por dizer ao Canal 11, lançando o próximo embate contra o GD Estoril Praia, que pode ser decisivo.

“Temos preparado os jogos semana a semana. Muita coisa pode acontecer nos próximos dois jogos. Todos ambicionam o título e não somos excepção, mas vamos preparar o jogo com o GD Estoril Praia da mesma forma que preparámos os outros”, prometeu.

Tiago Parente, autor de um golo, garantiu que os Leões estão “muito felizes”, mas têm “de começar a pensar nos próximos jogos”. “Queremos fazer o nosso trabalho para jogarmos bem contra o GD Estoril Praia. (…) Temos de pensar jogo a jogo e no trabalho da próxima semana. Queremos perceber o que podemos fazer melhor”, acrescentou.