Socialismo Sueco

Vi ontem no programa do Jon Stewart esta caricatura do socialismo sueco em comparação com o capitalismo norte-americano.

[youtube=425,350]http://www.youtube.com/watch?v=fCPvc0r_sIc[/youtube]

O exemplo das 5 mulheres para explicar o sistema é espectacular :lol:

O Jon Stewart é um espectáculo. :rotfl: :rotfl:

:rotfl: :rotfl: :rotfl:

Tens toda a razão. Vê lá que nunca tinha reparado ^-^

Muito, muito bom! :rotfl:

Lindo!

Era mesmo esta a ideia com que fiquei quando de lá saí… Pessoalmente, acho que é um sistema que me serve na perfeição, não dou muito importância ao facto de haver alguém que tenha mais posses do que eu e aprecio aquele género de homogeneidade… Não sou muito ambicioso e não me preocupo demasiado com controlos “a la Big Brother”, desde que esses controlos sejam moderados e utilizados para benefício da sociedade…

No entanto acredito que não seja um sistema para todos! Achei que esta “igualdade” tem uma base muito forte numa educação muito característica e num controlo bastante intensivo da população. Por exemplo, todo o pessoal jovem que conheci aceitava e cumpria as regras de uma maneira demasiado leve para os padrões portugueses e não me pareciam lá muito ambiciosos, nivelando as expectativas por baixo…

Consegui encontrar alguns que não estavam tão contentes com este sistema socialista, reclamando por algo mais liberal, dando possibilidades de enriquecimento. Mas nestas conversas eram logo contrariados pela maioria do grupo de conversa que respondia com algo como “Devias era considerar-te sortudo por não pagares nada na universidade e outras coisas como ele em Portugal…”

Mas é apenas a minha ideia, sei que há pessoal do fórum que lá está mesmo a viver que pode explicar melhor o que estou a tentar dizer :wink:

cumps,
ADNR

O video está bastante engraçado :rotfl: .

Não conheço em especial o tipo de tributação que é feita na Suécia mas será certamente muito elevada, não sei se o Paracelsus pode exclarecer na ordem de quanto será quer para individuais quer para empresas…

A Suécia é um exemplo a seguir por qualquer Estado assim que seja possivel para cada um, apesar de ser discutivel se deve ser um pouco menos ou um pouco mais (eles pelo menos parecem satisfeitos, o que é bom sinal ;D ). No extremo aposto estarão os EUA em que é uma perfeita estupidez um Estado com a riqueza que eles têm ter tão poucas preocupações sociais.

A riqueza e a possibilidade que a Suécia tem de fazer isto, prende-se com o facto de ser tecnologicamente muito avançado (dos mais avançados do mundo), para além disso é dos países que mais investe em Investigação e Desenvolvimento (I&D) o que lhe garante ter perspectivas optimistas para o futuro (apesar de estar com problemas pontuais com a crise), não são os mais produtivos mas serão dos que mais se estão a aproximar desse patamar, têm um sistema educativo em condições, têm mercados próximos de perfeitos com muita concorrência, têm dois gigantes mundiais de telecomunicações que exportam praticamente tudo o que produzem e que chamam ao território outros gigantes formando grandes centros de conhecimento tecnológico, têm mercados de capitais eficientes, o governo criou estruturas que incentivam à educação, à entrada no mercado de trabalho e ao investimento… E acho que conseguiram muito disto em “não muito tempo”… Nos anos 90 estiveram à beira de uma enorme crise parecida à de hoje em dia.
Contam já agora também com sindicatos responsáveis.

Nem todos os países se podem dar a este luxo sem que antes criem bases para o sustentar. Nós por agora andamos a discutir se fazemos uma linha de alta velocidade para poupar 30 minutos de viagem.

Bom, para caracterizar este país tinha de cá estar o dia inteiro a escrever. ;D

O killedbill já percebeu algumas das diferenças fundamentais: a educação sueca é muito rígida em determinados aspectos e demasiado laxa noutros que nós portugueses consideramos importantes.

Em relação à parte rígida, está a noção de consciência cívica, i.e., determinadas coisas como aceitar as regras de uma sociedade, não segregar, não discriminar, não criar situações de embaraço a alguém que tenha dificuldades, tudo isto está impresso na grande maioria dos suecos e é por isso que a grande maioria são não violentos, são muito pouco agressivos no trato e são pessoas que aceitam as tuas diferenças físicas e psíquicas, por muito bizarras que elas sejam. Esta rigidez faz com que seja muito difícil de aguentar as punições, dado que uma pessoa está sempre “sozinha” de alguma forma, e isso actua de uma forma algo “repressora”, moldando a personalidade dos suecos. Digamos que os extremos que se vê em Portugal em termos de agressividade e violência na forma de estar são inexistentes nos suecos… a amplitude de comportamentos é muito menor.

Para vos dar um exemplo de algo que não é fomentado posso referir o altruísmo. Os seucos são tudo menos altruístas. Primeiro pensam no seu bem-estar e depois no dos outros, na sua situação e só depois na dos outros. E se a dos outros estiver em desvantagem em relação à sua, pouco ou nada fazem, nem sequer se preocupam… afinal, é para isso que existe o sistema de protecção social, de subsídios, ensino, etc. Queres resolver algum problema que coloque de alguma forma em causa a minha situação económica / social / familiar, então resolve-o, não me peças a mim.

E fico-me só pela educação desta vez. Se tiver paciência descrevo algo mais da próxima.

O video está bastante engracado, fartei-me de rir. Se tivesse tido a oportunidade era para a Suecia que tinha ido e nao para Inglaterra (nao digam nada á minha namorada :wink: ) Nunca consigo perceber o porque dos outros paises nao fazerem o mesmo que os Sueco fazem, se resulta nos paises Nordicos nao podiam fazer a mesma coisa no resto da Europa ? Os Americanos coitados, não há mesmo salvação…Baconnaise, muito me ria eu…Imaginem mayonnaise a saber a curatos…Não temos um smilie a vomitar ?
Vinha mesmo a jeito.

post colocado no tópico errado. é favor apagarem.