Rugby

Em relação aos seniores masculinos, quais as perspectivas?

Fase final é o objectivo

1 Curtiu

TOMÁS CAMPOS É O NOVO TREINADOR DAS LEOAS DO RUGBY

Por Sporting CP
07 Set, 2023

RUGBY

“Continuar a perseguir a Glória” é o objectivo traçado

Tomás Campos é o novo treinador da equipa feminina de rugby do Sporting Clube de Portugal. Com histórico na modalidade como jogador e técnico, conta com passagens por emblemas como o Belas RC, o CDUL e o SL Benfica, cuja equipa feminina orientou na época passada.

Já na sua apresentação como treinador das Leoas, que contou com a presença de João Telhada, coordenador da modalidade Leonina, Tomás Campos revelou-se “contente” com o passo dado. “Surgiu a possibilidade de trabalhar no Sporting CP e foi uma agradável surpresa, porque era um clube que naturalmente ia seguindo. Estou contente por ter uma estrutura tão profissional, com os valores certos e a trabalhar na direcção certa”, começou por dizer aos meios de comunicação Leoninos.

Ciente do desafio de liderar uma equipa habituada a vencer - actual Campeã Nacional de XV e de Sevens e detentora também da Supertaça -, Tomás Campos frisou que o objectivo é “continuar esse caminho”, embora não esconda que “é, sem dúvida, uma grande responsabilidade”.

“Gosto de encarar o meu trabalho de forma séria e só o facto de estarmos à frente de uma equipa já é uma grande responsabilidade. Neste caso é-o de forma acrescida, pela parte competitiva”, referiu, acrescentando: “Quero desenvolver-me como treinador, trabalhar no desenvolvimento do rugby feminino e continuar a perseguir a Glória com que o Sporting CP tem vindo a habituar os seus adeptos”.

De seguida, o novo técnico verde e branco revelou que a equipa “já está a trabalhar” e, além disso, reconheceu que as primeiras impressões têm servido para comprovar, acima de tudo, a “competitividade” das Leoas do rugby.

“É uma equipa que observei, e agora sinto, que quer ganhar a todo o custo sem descurar, obviamente, os valores do rugby. Essa vai continuar a ser a característica forte desta equipa e, depois, temos todas as condições para trabalhar no resto”, atirou.

Por fim, Tomás Campos já olhou também para o início da nova época, que terá início a 5 de Outubro com a disputa da Supertaça. “Entre épocas sobram sempre poucas semanas, temos de encontrar o equilíbrio com o descanso das jogadoras e isso é muito importante para agora estarmos a trabalhar a 100% para entrar bem na época, já com uma grande decisão pela frente”, apontou.

Ainda temos muito a melhorar no nosso rugby.

As equipas seniores masculina e feminina treinam no mesmo espaço e em simultâneo…


1 Curtiu

Não há campos disponíveis. Haverá nos treinos de sexta-feira.
Os treinos são coordenados e sectorizados em função disso. Um campo de rugby ocupa mais espaço que um campo de futebol. É difícil resolver isto de outra forma.
E haverá surpresas nos próximos tempos.

Vai-se finalmente investir nos Seniores Masculinos ?

Só se for para 2024, já temos calendário para o “Top 10”.

Os regulamentos dos campeonatos entretanto desapareceram…que coisa mais estranha…no regulamento para o CN2 estava que as equipas “satélite” (entre as quais Oeiras e Tondela) não poderiam subir de divisão, vamos ver se isso se mantém.

Vai voltar a haver reunião para confirmar formatos do CN2.
Equipas satélite podem subir, mas as regras vão ser diferenciadas em relação à época passada.

1 Curtiu

A nível de infraestrutura, sim.

1 Curtiu

Estamos a perder 5-15 ao intervalo

Aos 47 minutos estamos a perder 5-18.
Não vamos a lado nenhum :pensive:

Aos 60 minutos está 10-18 a perder

https://x.com/SCPModalidades/status/1709944703725265277?s=20

1 Curtiu

Por aqui tb já se percebeu qual o caminho, ainda na época passada…

Ainda se fosse para investir no masculino, mas nem isso.

Foto Sérgio Martins

LEOAS FALHARAM REVALIDAÇÃO DA SUPERTAÇA

Por Sporting CP
05 Out, 2023

RUGBY

Reacção insuficiente na final diante do Sport Clube do Porto/CRAV (10-23)

A equipa principal feminina de rugby do Sporting Clube de Portugal caiu, esta quinta-feira, na final da Supertaça por 10-23 frente ao Sport Clube do Porto/CRAV, num duelo disputado no Centro de Alto Rendimento do Jamor.

Na decisão - um jogo que marcou ainda a estreia oficial de Tomás Campos como novo treinador Leonino – o início foi desde logo complicado para a formação verde e branca, que teve de correr sempre atrás do prejuízo. Com dois ensaios, o Sport Clube do Porto/CRAV chegou aos 0-10 à passagem dos 20 minutos e, depois, ainda aumentou a vantagem para 0-15.

Já a resposta das Leoas chegou mesmo em cima do intervalo e pelas mãos da ucraniana Anastasija Kryzhanovska, que através de uma excelente iniciativa individual fixou o 5-15 ao intervalo.

Depois, na segunda parte, a conversão de uma penalidade ainda voltou a distanciar o Sport Clube do Porto/CRAV, mas à passagem do minuto 60 o Sporting CP voltou a reagir com um ensaio de Edna Santini (10-18).

Contudo, apesar do esforço verde e branco, a reacção seria insuficiente até que a Supertaça ficou definitivamente fora do alcance com o 10-23, que durou até ao fim.

Depois de na época passada as Leoas terem conquistado os Campeonatos Nacionais de XV e de Sevens e também a Supertaça, agora em 2023/2024 não conseguiram abrir a nova época da melhor maneira, com a revalidação deste troféu.

Sporting CP: Sara Balcão, Carolina Menoita, Maria Teixeira, Mariana Fonseca, Ana Freire, Margarida Cunha, Inês Barbosa, Bárbara Barros, Leonor Amaral, Marta Pedro, Joana Vassalo, Edna Santini, Anastasija Kryzhanovska, Beatriz Teixeira, Tetiana Tarasiuk, Mariana Santos, Blessing Bomboka, Leonor Roque, Matilde Pedro, Maria Bernardo.

1 Curtiu

Não percebo nada da modalidade, mas elas pareceram claramente melhores e a vitória é justa.

Mais uma supertaça perdida. Que dia.

1 Curtiu

O melhor nome ninguém nos tira…

TOMÁS CAMPOS: “ESTAMOS CÁ PARA CONTINUAR A TRABALHAR”

Por Sporting CP
05 Out, 2023

RUGBY

Treinador e Maria Teixeira no rescaldo da Supertaça de rugby

Após o desaire por 10-23 diante do Sport Clube do Porto/CRAV, Tomás Campos, treinador da equipa principal feminina de rugby do Sporting Clube de Portugal, analisou a partida em declarações aos meios de comunicação Leoninos.

“As sensações são más pelo resultado, mas o que falamos a dois minutos do fim, já com o resultado fechado, foi mostrar que queremos trabalhar e desenvolver-nos. Estamos no início da época, com uma equipa renovada e sabíamos que ia ser um jogo muito difícil. O SC Porto/CRAV tem vindo a ficar forte e dominou-nos completamente nas mêlée, que são uma área que pode definir aquilo que pode ser o jogo táctico”, considerou, antes de realçar que as Leoas também fizeram “coisas muito boas” ao longo do jogo.

“Conseguimos ser equipa e trouxemos as jogadores mais novas para terem a responsabilidade de fazer parte das 15 dentro de campo. Isso é de louvar. Conseguimos dar boas réplicas e, por vezes, controlar o jogo, mas faz parte, tem de haver sempre uma equipa que ganha e outra que perde”, atirou, realçando: “Estamos cá para continuar a trabalhar”.

Olhando já para o que segue em 2023/2024, que acabou agora de começar, o técnico quer manter o foco no trabalho semanal: “Temos agora a fase regular para trabalhar e semana após semana ir melhorando com o objectivo de angariar o máximo de pontos até às fases finais em Janeiro para, aí, voltar às vitórias nos jogos decisivos”.

Depois, a jogadora Maria Teixeira também destacou que a equipa esperava “um jogo difícil”.

“Continuamos sempre a trabalhar. Isto é um processo e as equipas fazem-se de ciclos. Nós estamos a fechar um, que foi o ano passado, de muitas conquistas, e agora estamos a construir outro. Trouxemos pessoas novas, a dar-lhes responsabilidade e isso é muito importante”, enalteceu, frisando depois que este resultado na Supertaça “não define a época” e que as Leoas estão “preparadas para fazer uma óptima época”.

“Sabemos o que temos de trabalhar e acho que nos vamos unir mais como equipa. Saímos deste jogo muito mais equipa do que éramos. Sabemos qual é o nosso percurso, é horrível perder, mas isso também mostra que o nível do rugby está a subir e é isso que nós também queremos”, sentenciou.