Rita Figueira renuncia e é substituída por Filipe Nobre Guedes

Mudam os protagonistas mas o cheiro fica o mesmo :mrgreen:

SL

qual era a mais boa??

LOL
Esses já tem onus hipotecários desde a construção do estádio.
O dinheiro vem obviamente da maquia a receber da CML, que serviria para abater passivo bancário mas que servirá assim e bem para reforçar a equipa.

Isso seria escandaloso. O dinheiro da CML reverte para o Clube, não faz sentido que seja a SAD a gastá-lo/investi-lo.

Escandaloso?! Já pouca coisa me espanta no Universo Sporting :inde:

saiu porque não se compatibiliza com o team manager Salema que cada vez mais ganha protagonismo no Sporting.

Segue-lhe o exemplo Zé. Segue-lhe o exemplo…

No meio desta história ficamos mais uma vez com a certeza relativamente ao denominador comum dos funcionários da dinastia roquestista: pagos de uma forma louca e saem do clube de mansinho sem que se saiba ao certo quem sejam pois fizeram sempre questão de nunca aparecer, sem que tenham sido responsabilizados pelo que quer que seja.

Só demonstra a falta de compromisso e responsabilidade de alguns elementos da estrutura. Reforça a minha teoria de que o Sporting é um grupo de interesses pessoais.

Entre uma lampiã e o Salame “team manager”, prefiro este último, que ao menos é do Sporting.

Sempre havia alguém responsável pelo marketing? Não notei nada…

[b]Pedro Afra pode entrar para a SAD[/b]

A renúncia de Rita Figueira ao cargo de administradora da Sporting, SAD deixa um lugar em aberto na empresa que gere o futebol leonino e, de acordo com o que O JOGO apurou, Pedro Afra é o principal candidato à vaga criada no Conselho de Administração.

Quebrada que está a linha de gestão do grupo liderado por Miguel Ribeiro Telles, que contou, a seu lado, com Carlos Freitas e Rita Figueira, José Eduardo Bettencourt precisa de criar uma nova equipa que seja capaz de interpretar o novo modelo que o presidente pretende implantar. Neste contexto, o nome de Pedro Afra aparece no topo da lista de candidatos ao posto de administrador.

Pedro Afra, responsável pela área comercial e pelo marketing ao longo dos últimos anos e actual membro da Comissão Executiva, esteve na origem do conceito Gamebox e pode agora ver ainda mais alargada a sua esfera de influência.


http://www.ojogo.pt/25-309/artigo839592.asp

:lol: Deve haver algum acordo secreto entre a corja para manter a proporção de vermelhos na SAD. Este pedro afra há muito que está referenciado pelos “cretinos/anormais”. Assim, só mudam as moscas…

Mostra respeito pelo trabalho de Pedro “Milhafre” Afra. Tem sido digno dos maiores elogios, vindos de adeptos de vários quadrantes do seu clube…

Com os resultados desportivos da equipa, que resultados esperam do marketing?

Querem vender camisolas com o nome do Angulo e do Caicedo???

Querem vender gameboxes quando a equipa não joga a ponta há mais de 2 anos???

Apesar do Pedro Afra não ser lampião, prefiro ter um lampião competente que um leão incompetente. Infelizmente têm sido demasiados os leões incompetentes que têm passado pelo Sporting nos últimos 15 anos!

O lamps, tiveram que arranjar um sportinguista competente chamado Domingos Soares de Oliveira…

É impressão minha ou as malhas da ditadura estão novamente a apertar :cartao: :cartao: :cartao:

Para quem questiona de onde vem agora o dinheiro para investir, leia só o título.
Ou a entrevista, só interessa sublinhar que este se pudesse o Clube só detinha 20% da SAD!?

Mas não é ele que decide, pensar e opinar pode fazer como todos , mas como Sócio recente só tem um voto, e os Sócios em conjunto é que decidem o futuro do clube em AG, e a SAD é do Clube. ( …e não, nós nunca tivemos decisão na compra ou na venda de um jogador, nem antes da SAD nem agora nem no futuro, para isso existe uma direcção)

O Título e a entrevista, dizem o porquê de ser nesserário há muito renegociar com os bancos, voltaram a abrir a nossa linha de crédito, o truque agora é transformar investimento em lucro…

http://www.record.pt/noticia.aspx?id=7548a864-4347-4bc4-9644-23943f1df147&idCanal=00000024-0000-0000-0000-000000000024

A Dra. Rita Figueira, substituída pelo Dr. José Filipe Nobre Guedes, que na realidade se chama JOSÉ FILIPE DE MELO E CASTRO GUEDES, mantém-se, ao que se presume, como administradora de TODAS as outras sociedades do Grupo Sporting.

Se esta Sra. recebu no ano passado quase 200.000 Euros apenas da SAD, imagine-se a sua facturação na totalidade do Grupo.

É também uma realidade que em muitas das empresas a fiscalização está a cargo de um fiscal único de nome … BDO.

$$$$$$$$$$$$
€€€€€€€€€€€€

Publica-se que em relação à entidade: Nº de Matrícula/NIPC: 503840874 503840874 Firma: SPORTING - COMÉRCIO E SERVIÇOS, S.A. Natureza Jurídica: SOCIEDADE ANóNIMA Sede: ESTÁDIO DE ALVALADE Distrito: Lisboa Concelho: Lisboa Freguesia: Lumiar 1600 LISBOA

Matriculada na: Conservatória do Registo Comercial de Lisboa

pela Apresentação AP. 209/20090922 209/20090922 , referente à inscrição 3,
foi efectuado o seguinte acto de registo:

Insc. 3 - AP. 209/20090922 16:04:42 UTC - DESIGNAÇÃO DE MEMBRO(S) DE ORGÃO(S) SOCIAL(AIS)

DESIGNADO(S):

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO:

Nome/Firma: JOSÉ EDUARDO FRAGOSO TAVARES DE BETTENCOURT
NIF/NIPC: 125672705 125672705
Cargo: Presidente
Residência/Sede: Paço da Rainha, nº 19, 1º
Lisboa

Nome/Firma: JOSÉ FILIPE DE MELO E CASTRO GUEDES que também usa José Filipe Nobre Guedes
NIF/NIPC: 173252273 173252273
Residência/Sede: Rua Martin Sain, nº 7
Estoril

Nome/Firma: RITA GAGO DA SILVA CORRÊA FIGUEIRA PINTO CARDOSO
NIF/NIPC: 191026425 191026425
Residência/Sede: Rua das Amoreiras, nº 99
Lisboa

FISCAL ÚNICO:

Nome/Firma: BDO, BDC & ASSOCIADOS, SROC
NIF/NIPC: 501340467 501340467
Residência/Sede: Av. da República, 50, 10º
Lisboa

SUPLENTE(S) DO FISCAL ÚNICO:

Nome/Firma: GONÇALO RAPOSO DA CRUZ
NIF/NIPC: 167237152 167237152
Residência/Sede: Quinta do Brito, Lote 33, 2º esqº
Cartaxo

Prazo de duração do(s) mandato(s): quadriénio de 2009/2012
Data da deliberação: 20090907

O teu querido FSF acenou com o mesmo antes dos sócios aprovarem a venda de património não-desportivo.

“Ah e tal o dinheiro servirá para reduzir o passivo e reforçar a equipa”.

Um nome “ah e tal sim senhor” como convém neste sporting. Se tivesse a dupla consoante podia aspirar outro cargo.

Esta pode muito bem ter sido a razao da sua saída:

De onde é que vem o dinheiro para os reforços de Inverno? É a esta pergunta que vários antigos dirigentes do clube de Alvalade querem que José Eduardo Bettencourt responda, depois de no início da época ter dito que não havia dinheiro para contratar jogadores, uma queixa que também se ouviu da boca de Paulo Bento, então treinador dos leões.

Isabel Trigo de Mira, ex–elemento do Conselho Directivo nas presidências de José Roquette e Dias da Cunha, pede mesmo uma assembleia geral. “Tanto os sócios quanto os accionistas gostavam de ser esclarecidos para saber de onde veio o dinheiro. Seria normal e mais transparente haver uma assembleia geral da SAD em que fossem dadas explicações aos accionistas. Tenho muita pena de que o dinheiro não tivesse entrado no início da época, o que teria evitado a saída de Paulo Bento. E não estaríamos em 5º lugar”, disse ao CM.

Jesus Oliveira, ex–presidente do Conselho Fiscal (CF) dos leões, também se mostrou crítico: “Esta é uma medida um bocado populista. O presidente pode estar demasiado entusiasmado. O orçamento não previa uma verba para atacar o mercado desta forma. Espero que não esteja a haver antecipação de receitas, e estranho que haja dinheiro, pois o Sporting não teve receitas.”

Já Abrantes Mendes, também ex-líder do CF, espera explicações. “Dizia-se que a política era de contenção e agora há incongruência pois já se gastou alguns milhões. Estou à espera de uma explicação, e é necessário que ela seja dada. Mas José Bettencourt fez bem em reforçar a equipa”, afirmou ao CM.

Só existe uma explicaçao para o súbito surgimento de dinheiro: antecipaçao de receitas, que acaba por ser uma fuga em frente. Por outro lado, futebol é risco, e este conjunto de jogadores nunca poderia ambicionar grandes êxitos. Logo, concluo que o investimento, mesmo sendo arriscado, teria de existir… só nao concordo com o timing. É no mercado de verão que se contratam os melhores jogadores, os que sao titulares das suas equipas, os que terminar contrato e podem ser transferidos a troco apenas de umas luvas generosas. Gastar agora é tarde e dá prejuízo.

JEB terá de explicar esta situação aos socios que depois terao de forçosamente fazer a sua analise.
De onde vêm o dinheiro e porque nao existiu no inicio de epoca, sao as perguntas a que JEB nao pode e nao deve fugir.

SL