Resposta da Liga ao Sporting

Penso que o Presidente faz mal. Devia divulgar. Em situação igual o orelhudo não ia perder a oportunidade de pressionar a equipa de arbitragem. Depois do que se passou na 4ª, era a cereja no topo do bolo.

Tambem acho que devia publicar,o orelhas nem perdia tempo.

Eu acho que ele faz bem. Deixemos os jogadores concentrados no jogo, principalmente o Stojkovic que ainda está a recuperar do frango contra o V.Setúbal. Este é mais um jogo com elevada carga emocional para o jovem guardião e se a imprensa se concentrar em falar dos 11’s prováveis, tanto melhor. É o que acho.

Na minha modesta opinião, também acho que deve deixar passar o jogo,depois só tem é que meter a boca no trombone! :twisted:

concordo com a posiçao do SCP neste caso, deixemos as coisas para depois do jogo

Agree com a decisão. O Sporting deve sempre procurar jogar limpo e sem esquemas montados nem recados encomendados. Amanhã resolve-se o que há para resolver.

Já está aqui disponível: http://www.sporting.pt/Info/Futebol/Noticias/noticiasfutebol_futrespostasliga_290907_37901.asp

Pensei que fosse alguma resposta “bombástica”… :eh:

Depois da vergonha de hoje, realmente o Sporting fez muito bem em ter ficado calado.

Hoje na 1ª página do pasquim do norte on line pode ler-se “Sporting abandona a Direcção da Liga” no entanto o desenvolvimento da notícia é sobre outro assunto.

O que é certo é que a estratégia delineada por FSF de estar representado na Direcção da Liga não está a surtir qualquer efeito, os árbitros são os mesmos de sempre e continuam a não respeitar o Sporting e a obedecer às máfias que os levaram ao topo da pirâmide.

Está na altura de endurecer o discurso e tomar posições fortes

aquela gente não sabe converter vários documentos PDF num único? ::slight_smile:

e de certa maneira é…porque se trata de uma “não resposta”.

continuamos os mesmos ingénuos de sempre, o SCP tem medo de fazer barulho, o resultado esta’ 'a vista, no entanto nao podemos pedir muito aos azelhas que estao na direcçao.

"Sporting defende que Com. de Arbitragem não pode alterar as leis

O Sporting defendeu, em carta enviada à Liga de clubes, que a Comissão de Arbitragem do organismo não tem legitimidade para alterar as leis, na sequência da polémica dos atrasos aos guarda-redes.

Na segunda jornada da Bwin Liga, o Sporting foi derrotado pelo FC Porto, graças a um livre indirecto apontado pelo lisboeta Pedro Proença, que considerou um corte de Polga como um atraso ao guarda-redes Stojkovic.

Na missiva enviada ao presidente da LPFP, Hermínio Loureiro, a 17 de Setembro, o Sporting lembrou a reunião do árbitro Paulo Pereira com os delegados ao jogo na visita ao Estrela da Amadora.

De acordo com os leões, o juiz de Viana do Castelo revelou que tinha “instruções concretas provenientes da Comissão Disciplinar para punir com a marcação de um livre indirecto qualquer bola que fosse tocada pelos guarda-redes com as mãos na sequência de um corte efectuado por um seu companheiro de equipa”.

“Este entendimento altera substancialmente as Leis do Jogo”, defende o Sporting, na carta assinada por Hugo Vaz Guerra, do departamento jurídico, e hoje divulgada no site leonino.

No mesmo documento, os leões apresentam as versões portuguesa e inglesa da polémica Lei 12, salientando em ambas a expressão “deliberadamente”, apesar de na versão em inglês estar a palavra “kick” (pontapé) e não “atraso” como na portuguesa.

“As Leis do Jogo são só uma, seja o desafio organizado pela LPFP, FPF, UEFA, FIFA ou outro organismo oficial, não tendo a Comissão de Arbitragem legitimidade ou competência para as alterar”, defendeu o Sporting.

O clube de Alvalade pediu ainda ao presidente da Liga que esclarecesse o “teor das instruções dadas pela Comissão de Arbitragem e, sobretudo, que garanta a correcta aplicação das Leis do Jogo no âmbito das competições organizadas pela LPFP”.

“Na eventualidade de tal não acontecer, não restará à Sporting, SAD outro caminho senão o de solicitar à FPF e à FIFA que tomem posição oficial quanto a esta matéria”, concluem os leões.

Na resposta, igualmente tornada hoje pública pelo Sporting, Hermínio Loureiro referiu que a CA encontra-se disponível para prestar “todos os esclarecimentos de carácter técnico que jogadores e/ou equipa técnica julguem por conveniente ou ainda reunir com a direcção ou departamento de futebol para questões de diferente teor”.

De acordo com a mesma carta, a CA da Liga já reencaminhou, tal como exigem os regulamentos, para a Comissão de Análise a reclamação do Sporting, tendo pedido, igualmente, “um pedido de esclarecimento à Comissão Técnica Nacional, órgão adstrito ao Conselho de Arbitragem da FPF”.

Tal como a CA tinha defendido no início do mês, num esclarecimento técnico, o árbitro “deverá analisar se, quando o colega do guarda-redes atira a bola com o pé (ou com os dois pés) na sua direcção, o faz ou não de forma deliberada”.

“Sendo que, só o acto intencional deve ser punido e este julgamento é da exclusiva competência do árbitro no terreno de jogo”, esclarece.
Hermínio Loureiro acrescentou ainda que “as regras de comunicação implementadas para o sector da arbitragem não proíbem os árbitros, ou árbitros assistentes falarem à comunicação social”

in Ojogo.pt

Nesse sentido, uma das primeiras medidas de fundo do presidente do Sporting é prestar-se ao papel de figurante - para não dizer palhaço - em mais uma farsa branqueadora do Orelhas:

:wall: :wall: :wall:

“É preciso mudar pessoas”, sim. A começar por estes dois. :arrow:

Palhaço do nosso presidente.
Tão depressa arma-se em adepto fervoroso a dizer que vai deixar de assistir a jogos na tribuna vip do clube adversário para festejar melhor os nossos golos, como aparece em dia de derby na capa de um pasquim a brindar com o presidente do clube rival. Para depois à noite ser barbaramente roubado pela arbitragem.

Nós podemos começar por mudar…o nosso presidente! :sick:

Capa no sábado para “comemorar” os 100 anos de um derby que jogamos contra um clube fundado (com este nome, por fusão) em 1908 já era mau. :-\

Novamente uma capa destas na segunda ainda é pior! Eu até pensei que o homem da banca se tinha enganado… >:(

Vai-te embora ó melga! :cartao:

Estes gajos não aprendem :o ^-^ :wall:

Parece-me ser montagem ou uma imagem antiga.

No pasqui do norte

Um dia após a polémica gerada pela arbitragem de Pedro Henriques no dérbi de Lisboa os responsáveis do Sporting decidiram-se por manter uma postura conservadora em relação à permanência do emblema verde e branco na Direcção da Liga de Clubes. Os leões já ponderavam a possibilidade de deixar aquele órgão, fruto da discordância com algumas decisões e posições relacionadas com a arbitragem e a sua Comissão - sendo a comunicação interna, relativa à interpretação da Lei XII, que define em que circunstâncias os atrasos para o guarda-redes devem ser punidos com livre indirecto o expoente máximo -, e o sucedido no confronto com o Benfica esteve prestes a precipitar uma decisão no sentido da saída. Ainda assim, ao que O JOGO apurou, os dirigentes verdes e brancos optaram por adiar medidas mais drásticas e, para já, o Sporting vai continuar a fazer parte da Direcção do organismo que tutela a organização das competições profissionais.

nao me surpreende nada essa capa do pasquim a Biblia, o presidente do SCP e’ um triste e um ignorante de primeira