Relatório e Contas Sporting SAD - Época 2020-2021 - prejuízo de 32M

Vamos a parar com a vitimizacao caro Dakine…
Entraste a matar com a estoria do Basket, foste posto no lugar.
Como esperas ser levado a serio quando nem sabes diferenciar o que pertence ao clube e o que pertence a SAD?
Por isso demoraste tanto tempo a aqui vir defender a tua donzela, a cartilha nao foi entregue (pq perante tal descalabro, pouco ha a dizer) e tiveste que vir para a batalha sem orientacao previa, foi espalho imediato.
Como tal, e de acordo com o teu usual modo de actuacao, vamos comecar a lancar muito fumo para ver se o resto dos que aqui andam nao falem de coisas incomodas e os que tentam perceber realmente o que se passa, nao consigam, devido ao teu ruido…
Continua la a dizer-me que as VMOCS sao so em 2026… Tic-Tac, Tic-Tac…

4 Curtiram

Deixem o senhor jubas em paz as suas respostas tao curtas a alguns foristas relativamente a esta matéria são elucidativas são a prova evidente que se sente também ele frustrado com estes resultados financeiros . E óbvio que na sua posição não pode dizer tudo o que lhe vai na alma , mas nas entrelinhas todos entendemos a sua frustração ! As vezes o silêncio diz muita coisa , estamos perante essa situação …

2 Curtiram

33M de prejuízo após 40M em vendas, não há contexto que o valha.

2 Curtiram

Sobre as VMOC, vamos acrescentar que apesar dos 160M em receitas com transacções de atletas em 19/20 e 20/21, a conta reserva permanece nos 623 mil euros.

2 Curtiram

50, queres tu dizer :slight_smile:

Mas que estao a fazer a coisa de forma a que nem seja preciso as VMOCS passarem a acoes em 2026, para perder a SAD sem passar pelos socios, isso e visivel, se calhar mais 5 anos e muito para esta gente… O descalabro a que se assiste, com ou sem COVID, e Godinho on steroids…
A Apollo tem pressa, o Sobrinho tambem…

1 Curtiu

As VMOCS são só em 2026.

Discordo, o contexto não justifica tudo mas justifica muita coisa. A não ser que me apresentes um outro ano no último século em que tenhamos vivido uma situação de pandemia com consequências semelhantes. Se conseguires que coincida com o título de campeão melhor ainda.
Veremos o que acontece neste ano e no final do mandato tiramos as nossas conclusões.
Se aparecer uma lista melhor ótimo.

1 Curtiu

Como tinha previsto num post aí falei em 32M.

Pensei em mais ou menos num prejuízo de 12M neste trimestre que baixou graças às receitas de merchandising por termos sido campeões e a venda do Misic entre outras valores mais residuais tivemos 33M de prejuízo.

Agora como fazermos para ter positivo este ano a volta de 30M de lucro.

Tivemos rendimentos operacionais sem passes de jogadores a volta de 64M o que é baixo mas sem bilheteira e competições europeias era difícil fazer melhor.

O objectivo é subir para entre 90M -
100M.

Direitos de tv vamos ter a volta de 24M
Bilheteira 8M era muito bom ( deve de ser menos.
Patrocino publicidade 15M
Participação da uefa 30M
Merchandising 4M
ORG 10M

Isto tudo da a volta de 92M entre a minha média.

Baixar os FSE de 20M acho muito complicado sinceramente.
Encargos com o pessoal vai baixar apesar que não me importava pagar este valor se significasse prémios de campeão.

Mas como digo se conseguirmos termos gastos de 90M.

Vamos ter o tal resultado zero que disse

Com a venda do Nuno Mendes e mais uma venda de um jogador a volta de 10M -15M chegamos aos 30M de lucro que de para pagar o prejuízo deste ano. ( no sentido de que o Nuno Mendes entra neste relatório se não entrar e entrar no próximo temos que vender dois jogadores principalmente um jogador formado que de um bom valor de encaixe.

Agora imaginamos que o Nuno Mendes esteja já vendido um jogador que temos 100% do passe o encaixe e todo para a sad sem contar com a comissão. Basta a venda de um Sporar, Plata, Joelson.

Mas no meu ponto de vista não vai ser difícil ter lucro de 30M no próximo ano.

Em relação ao empréstimo obrigacionista já tinha vaticinado que iam aumentar o que para mim e um erro se for receber para pagar.

Mas se fosse com o objectivo de assegurar as VMOCS para ter uma percentagem de capital acima dos 90% para depois vender uma percentagem nem me importava.

3 Curtiram

Pá, os “efeitos” da Pandemia até são quantificáveis em vários parâmetros.

Desceram X, pelo histórico, mas neste exercício até foram imputados Y, em direitos televisivos adicionais.

Portanto arranja lá outro argumento.

Os resultados são maus, mas não podem ser vistos isoladamente. Logo, ver capitais próprios. Logo, ver dívida total. Logo, ver dívida corrente. Logo, ver activo corrente.

O Sporting neste momento tem uma almofada de segurança: o trabalho genial de Amorim. Com tudo o que isso implica, dado ser um funcionário e obviamente, com muita gente de olhos nele.

2 Curtiram

11 Curtiram

Exacto, só que claramente X > Y.
Não vês nenhum clube dizer: “Felizmente tivermos uma pandemia que nos permitiu ter Y”.
Y não anula X.

E sim, Amorim, fez um bom trabalho, mas Amorim sozinho não conseguiria fazer o que fez.

Pá, os números já foram escapelizados n vezes nos relatórios trimestrais do ano passado e a diferença é pouco relevante, no que respeita aos resultados operacionais.

Tivemos um RC consistente com os anteriores, registando-se a subida gradual da dívida, a deterioração da situação patrimonial e o empurrar para a frente de custos + antecipação de receitas.

Sem Amorim, isto estava tudo f*****.

1 Curtiu

O SCP não dura mais 5 anos se estes gajos continuam…teremos de vender a SAD , adeus sócios!! O ter sido sido campeões quase sem quer ,pelo facto de terem escolhido a sorte um treinador competente, vai servir para fazerem o que quiserem para gaudio do croquetes, vão fazer o que sempre quiseram, um clube privado!!
O Problema é que devemos ter os sócios mais burros do mundo, vaidosos com a mania que são mais espertos, vão cair que nem patinhos nesta jogada!!

8 Curtiram

Não dura mais 3… depois de venderem o Palhinha, o Matheus, Jovane e Inacio… nada resta!

O Sporting tem um grave problema de curto prazo para resolver. O próximo ano, ano e meio irão ser essenciais para se passar o cabo das tormentas e a partir daí dar sustentabilidade ao clube.

UCL é obrigatória e fazer uma boa prestação europeia este ano iria ajudar. Para o ano decerto que se irá vender mais peças chaves que este ano, visto que o dito entulho foi quase todo despachado este ano. Teremos algum de regresso, mas a uma boa parte penso que não volta.
De resto é preciso começar a comprar bem , e quando digo bem, é na valorização que se faz aos jogadores e não aos jogadores me si.
Por outro lado no final da época teremos as opções de compra para ativar, se bem que acredito que no caso do Porro, seja activa para vender logo de seguida.

Isso é um bocado redutor, não acha? Afinal o que é cocó senão uma parte de nós próprios que se exila voluntariamente para o bem do todo. E, como todos bem nos recordamos, o todo sagrou-se campeão! E é isto que importa.

É mais ou menos isto, certo?

Uma dúvida para quem já teve tempo de ler o Relatório.

Este prejuízo já inclui a antecipação da receita pela participação da Champions League por factoring? Ou os 33M de prejuízo ainda não contemplam essa verba?

Será que cederam novamente a exploração? E pela calada.
Será mesmo? Seria bom que algum acionista durante a AG tentasse o esclarecimento. Em tempos assisti a esta conversa de CVieira e tb num das celebres programas na Radio Estádio BdC divulgou uma serie de planos destinados a recuperar patrimonio e a fazer render o investimento.

image

Começou bem…

1 Curtiu