R&C 3°Trimestre 2016-2017 Sporting SAD: 35 Milhões de lucro

http://web3.cmvm.pt/sdi/emitentes/docs/PCT64814.pdf

Sociedade verde e branca regista perdas de mais de 10 milhões de euros face ao último trimestre. Dívida à Doyen já está contemplada

A Sporting, SAD comunicou à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), um resultado líquido positivo de 35,089 milhões de euros nos primeiros nove meses, no relatório relativo ao terceiro trimestre da época, com as contas fechadas a 31 de março de 2017.

Os números revelam, porém, uma perda de 11 milhões de euros face ao último trimestre, altura em que a sociedade apresentava um lucro de 46,5 milhões de euros. O volume de negócios ascende aos 138 milhões de euros e inclui as vendas de João Mário (40 milhões) e Slimani (30 milhões).

No relatório anunciado, a SAD do Sporting comunica ainda ter havido um aumento de Capitais Próprios, na ordem os 9,9 milhões de euros, e que a sociedade tem, numa conta reserva, 3,1 milhões de euros destinados à compra de VMOC aos Bancos. O Sporting estima que já no mês de julho essa conta atinja o montante de 10 milhões de euros, valor que permite à SAD comprar 32% de VMOC, garantindo a maioria do capital.

A Sporting, SAD informa ainda que o ativo inclui já os 18,2 milhões de euros, provenientes de receitas de competições europeias, que estão cativos na UEFA e que servirão para pagar a dívida à Doyen.

O jogo


PCT64814.pdf (1.51 MB)

Arranja o link [member=20291]RPedro78 CMVM

Excelente! :clap: :clap:

A escolha do título… que fdp’s

Espero que façam disto um audio também jornaleiros de merd*

Ja editei com o link :great:

Mas tens o anexo para sacar diretamente

:great:

Nada mau e já inclui a compra do Coates. Pensava que iria rondar do 30M mas superou as minhas expectativas.

Continuar o bom trabalho e corrigir alguns erros para termos resultados ainda melhores.

De salientar um ponto muito importante: Comprar os restantes 50% do Gelson Dala o mais rápido possível.

Resultado dentro do que esperava (talvez um pouco acima até). Bom trabalho!

Presidente agora é despachar os sedentários e arranjar um defesa esquerdo e se possível um PL ou apostar no Teo(não disse isto). Depois só colocar alguem com qualidade inegável para substituir alguém que saia.

Sem vendas até 1 de julho, a minha previsão está a bater certo. Vamos ver se deu para chegar aos 25M€, parece que a tendência é de minimizar as perdas por trimestre, por isso é possível, a menos que os prémios de final de época mexam um pouco nas contas.
-16 do 1º p/ 2º, -11 do 2º p/ 3º.

Bons resultados. É favor não foder tudo no mercado de Verão, embora as esperanças sejam quase nulas…

Parece-me um excelente resultado.
No 4o trimestre já entra a venda do Sacko (2M€) e a mais valia do Bruma, não?

Uma dúvida de ignorante: qd se pagar à Doyen, os ativos perdem o valor correspondente ou nao?
Os resultados operacionais já levaram com este valor o ano passado, isso é claro, alias refere-se que " não afectará a rentabilidade operacional futura".
No entanto tb se diz: “o activo inclui cerca de 18,2 milhões de euros decorrentes de receitas de competições europeias que estão retidas pela UEFA devido ao caso Doyen.”

É que se afetar os ativos, os capitais próprios passam outra vez a negativos…

não há dúvidas de ignorante :slight_smile:
Isto está provisionado pelo que quando o dinheiro “sai do banco” (ou mesmo que seja pago directamente pela uefa o que não acredito…), é por essa contrapartida.

ps- a nível de demonstração de resultados, resultado do exercício, isso já foi afectado nos anos anteriores

ps2- nota quanto ao balanço, o normal é alterar activo por contrapartida do passivo ou mesmo de activo.
Exemplo 1 . pagas a um fornecedor. diminui activo e diminui passivo.
exemplo 2. compras mercadoria.
diminui activo (banco/caixa) e aumenta activo (inventário)

Sent from my Redmi Note 3 using Tapatalk

Resultado esperado…ha que continuar o bom trabalho…

Não percebi bem aquela cena da venda do João Mário… Então recebemos o € todo e agora andamos a pagar às prestações a empresa durante 5 anos? :think:

Os resultados operacionais sem jogadores agravaram-se de 0.9M€ para 9.9M€.

Passivo aumenta 28M€ (6M€ longo prazo, 22M€ curto prazo).

O trabalho da gestão vê-se na estrutura, ou vamos passar a bajular aquilo que se critica nos vizinhos (viver das vendas de jogadores)?

Para uma equipa que não ganha nada… como é que isto são bons resultados?

Se aliarem esta política à antecipação de receitas da NOS… não prevejo grande futuro financeiro ao Sporting.

Sedentários? Bem que o Alan Ruiz quando chegou não tinha perfil algum de atleta desportivo :twisted:

Porque razão escolhem sempre os recortes do nojo para colocar no forum?

A estrutura de custos, principalmente na massa salarial, é desajustada até e principalmente, pelo rendimento desportivo.

Mas isso já se sabia desde o primeiro trimestre. Entretanto sofreu uns ajustes que não são suficientes.

O aumento do passivo deve-se principalmente ao investimento em jogadores ( fornecedores) . Nada de novo aqui também.

Excelente, estava à espera de resultados perto do negativo.

No Verão é favor de não desequilibrar as contas.