R&C 1º Semestre 2015/2016 Sporting SAD: Prejuízo de 18,2 M€.

Da CMVM:

01-03-2016 | 07:37 | PRESTAÇÃO DE CONTAS SEMESTRAIS [url=http://web3.cmvm.pt/sdi/emitentes/docs/fsd137338.pdf] A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD publica o Relatório e Contas do 1º Semestre 2015-2016 [/url]

A circunstancia da Doyen tem de facto um peso relevante nas contas. Não diria que é um imprevisto. Era uma situação passível de influenciar os números. Tanto quando foi benéfico como agora quando é prejudicial.

A circunstancia de ser eliminado da Champions também é relevante, mas não é um factor anormal como parece ser o caso na comunicação que o clube fez. A história do Sporting até demonstra o contrário. Não ter dinheiro da champions é a normalidade. Até porque o insucesso desportivo faz parte das variáveis naturais da Sporting SAD.

O mais relevante de assinalar é a influencia da tomada de decisão que está plasmada na trajectória de custos com pessoal que duplicou em relação aos últimos 2 anos. O Sporting gasta hoje o dobro do que gastou nas duas épocas anteriores (e possivelmente fechará o ano muito perto dos 50 milhões).

O Sporting aumentou em 13M os custos com o futebol. :think:

Esperava que a contratação do Jesus aumentasse o orçamento mas não esperava um acréscimo tão elevado. Certamente que as renovações de jogadores nucleares tiveram um peso importante. A nossa massa salarial subiu em flecha.

Confio a 100% em quem gere o clube. A situação é calculada e tenho a certeza que está tudo dentro do previsto e do lucro esperado no futuro.

Creio que nessa rubrica estão as assinaturas “a custo zero” de algumas aquisicões (que totalizam pelo menos 10 M€).

A despesa com o futebol subiu consideravelmente, mas a qualidade do plantel não está consideravelmente melhor. Até sou da opinião que está ligeiramente abaixo da última época. O salário do Jorge Jesus tem um peso considerável. As renovações de William e Adrien também. Há que manter o rigor, se subimos a massa salarial, temos obrigatoriamente que subir a qualidade do plantel.

O prejuízo era esperado, é o efeito Doyen nas contas.

Este valor ja incluiu a venda do Montero?

Não.

SL

Obrigado.

Se retirarmos o efeito Doyen nas contas, temos cerca de 4M de prejuízo. Sem vendas de jogadores, sem receitas da champions. Isto significa que está longe de ser um prejuízo crónico, ao contrário do que acontecia na direcção do GL. Isto significa que, apesar de ter aumentado imenso o custo com pessoal, a SAD continua relativamente equilibrada. Ou seja, esta direcção conseguiu encontrar receitas para fazer face a um aumento de custos no pessoal. E aqui ainda não entra o negócio com a NOS e a PPTV.

Se não vendermos nenhum jogador até ao final de época, a SAD dará prejuízo este ano. Mas é uma situação pontual. Com o aumento de receitas nas próximas épocas, será possível até investir mais na equipa que até agora. Estou completamente tranquilo e não trocava em nada a nossa situação pela dos rivais, que continuam a precisar de vender jogadores, mesmo com Champions, para manter as contas equilibradas.

Sem Doyen o prejuizo seria de 3.909M. As vendas de Montero e Viola renderam 4.608M.

SL

Atenção que neste trimeste nao consta o negocio da nos nem as vendas efecuadas em janeiro.

E isso mesmo, eu até acho que é um resultado muito bom! Não esquecer o caso doyen e a eliminação da Champions.

Situação nao é a ideal e nao tentem passar essa mensagem.

Ouve um investimento feito com objectivo de ganhar o campeonato e a classificação automatica para a champions que garante 12M a cabeça.

Obviamente que se ambas as situações falharem foi uma aposta fracassada porque o Sporting nao se pode dar ao luxo de arriscar tanto e nao ter retorno. E necessário que o lucro no próximo semestre seja acima dos 10M

Tendo em conta que as vendas do Montero e o negócio com a NOS não entra para estas contas, diria que é um resultado espectável.

já era expectável um resultado negativo, devido á doyen e á não entrada na champions… custos subiram fruto da aposta este ano… estou confiante que o próximo relatório as contas já estarão equilibradas, fruto dos recentes negócios… :great:

Para manter este orçamento e dar lucro, precisamos de ir à Champions todos os anos.

Estive a ler o R&C e tenho uma dúvida: o Montero, sozinho, não tinha sido vendido por 5.000.000 €?

Como é que a venda dele e do Viola renderam 4.608.000 €?

Ou descontaram-se aqui comissões ou vencimentos pagos?

Só para efeitos de comparação:

Custos com pessoal do Sporting: 23M
Custos com pessoal do benfas: 26M
Custos com pessoal do porto: 36M

Isso seria a mesma coisa de todas as semanas jogares 2€ no Euromilhões e decidires numa semana jogares 10€ e esperares automaticamente que por uma aposta maior o Euromilhões teria de sair para ti.
Apostar em algo não é garantia de retorno nem de resultados confirmados. Uma venda considerável é o suficiente para acertar tudo isso. Fora as questões que, apesar de termos ido resolvendo, ainda vamos mantendo de jogadores que têm de sair para aliviar a folha de salários. Não me parecem, de todo, resultados descabidos com aquilo que tem sido a realidade do clube.

Sem Doyen e com Champions estávamos cerca de 6 milhões positivos, o que é extraordinário.

Já com todo o investimento desta época. Praticamente sem nenhuma venda. E sem negócio NOS.

Surpreendeu-me a contracção de custos do Benfica. Tenho de ler os relatórios para perceber como o conseguiram. Com as compras que reali…