Quem vai ser o Trinco na Banheira?

Polga.
com Beto e Enaka a centrais.

não gosto do Rochemback ali.

A única opção que eu consideraria é o Roca. Passava Sá Pinto para o seu lugar(10), e Douala para a frente.

A.A.

A trinco só pode ser o Beto ou o Roca, eu jogava com o Beto! :arrow:

curiosamente, tb pensei no polga -bom jogo de cabeça e com mais pernas que beto- aliás conheço um brasuca de porto alegre que me disse que o polga jogava melhor a trinco que a central....

Claro! É mais longe da baliza, tem menos chance de fazer m****

Receio bem que vá ser o Rogério ou o Beto :roll: , mas para mim o Roca seria a melhor opção.

Lembram-se do Tinga? Era o substituto ideal para o Custódio, mas… já se foi. Nas condições actuais o que sei é que de maneira nenhuma punha o Rogério. O Rochemback é demasiado faltoso para jogar nesse lugar… O Moutinho talvez fosse uma opção a considerar, a par com o Beto. Ou um ou outro. A escolher, punha o Beto, porque tem mais experiência internacional e neste jogo essa componente vai ter importância.

Isso do tinga ser o “ideal” é um bocado puxado lol.

Mas era mto melhor ter tinga, mesmo que fraco do que não ter nada como é o caso. Foi mais uma bela medida de gestão de Freitas, certamente avalizada por zé coveiro. Venderam o tinga mas opção tá quieto.

curiosamente, tb pensei no polga -bom jogo de cabeça e com mais pernas que beto- aliás conheço um brasuca de porto alegre que me disse que o polga jogava melhor a trinco que a central....

Claro! É mais longe da baliza, tem menos chance de fazer m****

Good point!.. :smiley:

alemid escreveu: JS_Veron escreveu: curiosamente, tb pensei no polga -bom jogo de cabeça e com mais pernas que beto- aliás conheço um brasuca de porto alegre que me disse que o polga jogava melhor a trinco que a central....

Claro! É mais longe da baliza, tem menos chance de fazer m****

Good point!..

Joga o Nelson então :lol:

Alto, descansado, com fome de bola…

Just kidding

Com as lesões de Polga e Beto este tema volta a ser incontornavel.

A opção Rochemback parece-me ser a mais consensual por aqui, mas na minha opinião o brasileiro não reúne as condições necessárias para desempenhar o papel de trinco. Ele faz muitas faltas e acima de tudo pela sua grande mobilidade não é jogador para se prender aos rigores tácticos que se exige naquela posição. Para além disso a sua dinâmica fará muita falta mais à frente, principalmente num jogo onde não pudemos cair no erro de recuar muito e onde precisamos de usar a nossa grande arma que é a capacidade de ter a bola.

Assim parece-me que Rogério volta a ser a melhor, quase a única solução. É verdade que na Madeira não resultou, mas com o Setúbal tinha funcionado bem e salvo erro em Viena, foi neste lugar que ele fez um dos melhores jogos com a nossa camisola.

Para além destas duas hipóteses não estou a ver mais nenhuma que não se possa considerar sem ser com um salto no escuro

Com as lesões de Polga e Beto este tema volta a ser incontornavel.

A opção Rochemback parece-me ser a mais consensual por aqui, mas na minha opinião o brasileiro não reúne as condições necessárias para desempenhar o papel de trinco. Ele faz muitas faltas e acima de tudo pela sua grande mobilidade não é jogador para se prender aos rigores tácticos que se exige naquela posição. Para além disso a sua dinâmica fará muita falta mais à frente, principalmente num jogo onde não pudemos cair no erro de recuar muito e onde precisamos de usar a nossa grande arma que é a capacidade de ter a bola.

Assim parece-me que Rogério volta a ser a melhor, quase a única solução. É verdade que na Madeira não resultou, mas com o Setúbal tinha funcionado bem e salvo erro em Viena, foi neste lugar que ele fez um dos melhores jogos com a nossa camisola.

Para além destas duas hipóteses não estou a ver mais nenhuma que não se possa considerar sem ser com um salto no escuro

[i]Ate podia concordar se nao fossem escassas as opcoes para defesa direito. E que tirando o Rogerio do seu “habitat” natural, perdemos duas posicoes, a de trinco que no esquema habitual do Sporting e um detonador para o ataque, e o Rogerio nao tem essa capacidade, e a de defesa direito, posicao para a qual nao temos candidatos nem de longe equivalentes ao Rogerio.

Infelizmente nao tenho solucao para este dilema, e acho que o Sporting tamben nao. A solucao teria passado por um reforco oriundo dos escaloes mais jovems ou do mercado de Inverno. Parece sem importancia mas o caneco esta cada vez mais longe muita a custa deste detalhe. Sem Custodio perdemos muita agressividade e muitas bolas a meio campo, e com a defesa que temos os resultados estao a vista.[/i]

em viena o rogério jogou no meio campo mas não na posição de trinco. Ele não joga mal em lado nenhum mas quando joga a trinco a sua influência na equipa é menor. Acho que vai acabar por ser ele o escolhido.

em viena o rogério jogou no meio campo mas não na posição de trinco.

Também tenho essa ideia. Jogou solto no meio campo, aparecendo bastante nas jogadas de ataque da equipa. Terá sido esse, provavelmente, o melhor jogo de Rogério ao serviço de Sporting.

em viena o rogério jogou no meio campo mas não na posição de trinco.

Também tenho essa ideia. Jogou solto no meio campo, aparecendo bastante nas jogadas de ataque da equipa. Terá sido esse, provavelmente, o melhor jogo de Rogério ao serviço de Sporting.

E penso que no 1º jogo (Gil em casa), jogou a médio direito, e também fez um excelente jogo (um dos golos é uma recuperação + centro para golo)

Segundo ouvi, é Roca a trinco, M.Sergio a defesa direito e “El Croissant” no meio campo.

E o Rogério não joga??? :?:

Dadas as ausências, apontava na solução Sá Pinto a trinco e o Douala na frente.

Sá Pinto tem características que podiam ser interessantes para jogar a trinco:
raçudo, bom de jogo de cabeça, rápido sobre a bola, boa técnica. Falta-lhe apenas a habituação ao lugar.
Isto permitia colocar Douala na frente, que seria importante perante os troncos que o Feyenord tem lá atrás.

É só mais uma ideia

A minha equipa seria:
Ricardo
Rogério; Enak; Hugo (não há outro); Paíto
CMartins; Roca; Moutinho; Viana
Sá; Liedson

Toda a equipa teria que ajudar a pressionar o meio-campo.

Contudo e tendo em conta a última experiência do Pesito, acho que ele vai pôr:
Ricardo
MSérgio; Enak; Hugo; RJorge
Rogério
CMartins; Roca; Viana
Sá; Liedson

A ver vamos, se formos defender,levamos na pá de certeza

Dadas as ausências, apontava na solução Sá Pinto a trinco e o Douala na frente.

Sá Pinto tem características que podiam ser interessantes para jogar a trinco:
raçudo, bom de jogo de cabeça, rápido sobre a bola, boa técnica. Falta-lhe apenas a habituação ao lugar.
Isto permitia colocar Douala na frente, que seria importante perante os troncos que o Feyenord tem lá atrás.

É só mais uma ideia

Ate e boa ideia…

Sá Pinto era o gajo ideal, lembro-de do Bolini dizer que ficou pasmado por ver que ele era o jogador do Sporting que recuperava mais bolas mas as ideias pré-concebidas do Peseiro devem atirar o Rogério para o meio-campo e o Miguel Garcia para a defesa.