Quem arruinou o futebol do Sporting?

Depois de ler isto, só uma coisa me apraz “dizer” :clap:

:great: Sem dúvida! E porque os que já gostam do Sporting se esforçam por passar essa paixão aos seus filhos ou familiares. Não fosse esse “activismo” e a nossa situação seria muito pior.

Em relação aos golpes palacianos, é verdade que têm sido uma constante. O último foi no final de 2005, mais uma vez com os sócios a serem meros “expectadores”, e a “assinarem” por baixo nas eleições de Abril de 2006. Portanto, não concordo NADA que a maior instabilidade no clube se deva às “bases”. Deve-se sim ao escol dirigente, que nunca mais se renova e nem uns para os outros prestam.

é verdade aquela história de o porco ter tido para cima de 100 M para ajuda na construção do estádio e o Sporting apenas 20 e pouco ? outra coisa a academia foi integralmente paga pelo Sporting ?

Não estou totalmente por dentro do assunto, mas tanto quanto sei, a Câmara de Vila Nova de Gaia, pela mão do Menezes, ofereceu ao Porto o terreno para a construção do centro de estágio no Olival e pagou metade da obra. Actualmente, deve ajudar significativamente na manutenção do mesmo, que até tem o nome de Centro PortoGaia… Quanto ao Dragão, são por demais conhecidos os contornos do negócio ruinoso para as finanças da Câmara do Porto. É incontestável que o FC Porto teve ajudas que mais NENHUM clube teve, o que lhe permite gastar mais dinheiro na equipa de futebol (veja-se a actual crise no Boavista, provocada pelo sufoco financeiro do endividamente à banca por causa da ampliação do Bessa). Fez o estádio numa zona “desencravada” (ao contrário do Sporting e do Benfica) num terreno que não lhe pertencia, sem pagar mais por isso. Tudo graças ao consulado socialista na CMP.

O Sporting pagou o terreno em Alcochete bem como a totalidade da obra. A Câmara de Alcochete até só se deu ao trabalho de alcatroar de novo a estrada de acessso à Academia por causa de a Selecção lá estagiar durante o Euro 2004… Quanto à Câmara de Lisboa, nem é preciso dizer nada, pois não? É assim, os “andrades” são uns sacanas de uns mafiosos que movem meio mundo e outro tanto até terem o que querem. Isso é errado. Mas nós temos sido muito passivos. Num país onde muitas vezes só a corrupção pode vencer a burocracia, se não nos mexermos e pressionar-mos, somos passados a ferro.

Este é um mero aparte porque nao realidade o teu post, reflecte o que todos nós sportinguistas sentimos e por isso mesmo te aplaudo, mas eu li o livro desse grande senhor da bola a meu ver, Jose Mourinho e ele nunca este verdadeiramente ligado ao Sporting, nessa altura só Luis Duque o pensou para substituir um Inácio completamente caido na crise depois do campeonato ganho, mas mais ninguém quis e por isso mesmo o desejo de ter Mourinho como treinador do Sporting nao passou apenas disso mesmo de um sonhom, pois nem José Roquette, nem Dias da Cunha, nem outros vários dirigentes do SCP o queriam, isso esse facto é explicavel com a má imagem com que ele ficou depois de sair do SLB, onde foi dito que ele pediu mais ordenado, uma total mentira, pois ele apenas pediu um contracto que lhe desse uma maior estabilidade! Ficamos com pena mas verdade seja dito que o SCP tem tido muito olho para potenciais no mundo do futebol, este escapouse-nos!

“Quem arruinou o futebol do Sporting?”
A fraca qualidade dos nossos dirigentes.

a lideranca ou a falta dela!

quem arruinou o Sporting fomos tambem nós. Os adeptos como humanos erram, e ao fazerem juízos de valor, eivados (julgam eles) de razão, cometem-se erros que só mais tarde se notarão, tarde de mais: é o nosso lema.

Li excelentes posts neste tópico, mas para mim, aquilo que arruinou o futebol do Sporting resume-se a uma palavra muito simples, que até já passou a filme: Corrupção

A dualidade apareceu nos anos 60 em pleno regime de Salazar e dura até hoje, em pleno regime de Pinto da Costa.

Claro que existiram algumas Direcções, ou Treinadores, ou Jogadores melhores que outros no Sporting, mas nada nem ninguém influenciou de forma tão decisiva, como os factores exteriores sob a forma de favor.

Naquilo que me toca apenas posso falar do passado recente pois é o que conheço e aquilo que vivi.
O futebol do Sporting além de mal gerido e de uma constante instabilidade sofre de um mal geral que é o síndroma da meninice.
Num país em que reina a corrupção, o compadrio e a “chico-espertice” o Sporting é o menino que quer fazer sempre tudo certinho para não desagradar ninguém. Com esta atitude somos muitas vezes comidos por parvos e ultrapassados pelos outros galifões.

Não estou a querer com isto dizer que o Sporting deveria também ser um clube de aldrabões e corruptos como muitos outros que por aí andam mas deveriam ter a consciência dessas mesmas práticas e tomar medidas para que não sejamos vistos como os coitadinhos.

É a diferença entre o menino que leva um estalo e vai fazer queixinhas à mãe, e leva outro no dia seguinte, e o que responde com uma bofetada ao companheiro e ele passa a saber que ali já não faz farinha. ::slight_smile:

Acho que já foram escritas aqui explicações muito boas. Na minha óptica de forma muitíssimo resumida:

  • Quem arruinou o futebol português com o consequente distanciamento dos adeptos em relação ao futebol foi a Corrupção;

  • Quem arruinou o futebol do Sporting foram as sucessivas direcções que trataram o Sporting quase sempre como um hobby e não como algo que se tem de construir.

Também me parece que não se deve falar de Sporting futebol mas sim de Sporting Clube. O Clube, e consequentemente o seu futebol, andam pelas ruas da amargura. Tem vindo a minguar e a não saber adaptar-se aos tempos modernos. O espírito de tertúlia foi completamente afastado do Clube e os actuais dirigente pensam primeiro nos números e depois nos adeptos. Engane-se quem acha que após o tão famoso “reequilíbrio financeiro” o Sporting conseguirá recuperar a sua alma… quando transformarem por completo o SCP num produto, então aí conseguirão a proeza de tornar simples aos Sportinguistas mudar de produto como quem muda de banco ou de telemóvel.

e voces a dar-lhe… ::slight_smile:

Dias da Cunha dixit:

O ex-presidente leonino explica ainda que "[b]a densidade de construção do complexo excede largamente a densidade de construção prevista no PDM e só foi autorizada por se tratar do Sporting[/b], que alegou necessitar das receitas decorrentes da exploração dos diferentes edifícios para a sua viabilização"

http://www.forumscp.com/index.php?topic=8426.0

faz as contas a quanto te ofereceram…

Retiro uma frase : Para que se acorde !

E um paragrafo : que ilustra um pouco da excelente retropectiva efectuada.

Apraz-me dizer que sao posts como este do Nuno Lapa e do To-Mane que contibuem de forma significativa para a elevaçao qualitativa do forum.

É verdade que não podemos ser absolutamente ingénuos.

Quando jogámos em Roma, os apanha-bolas desapareceram precocemente. E em Alvalade, como foi? Jogou-se futebol até ao último segundo, com as consequências conhecidas…

Muito interessante este tópico e as análises que têm sido feitas por alguns participantes. Acho que isto deve ser realçado num momento em que o Forum está cheio de tópicos sem o mais pequeno interesse, com respostas que nada adiantam e com foristas que se insultam a propósito de banalidades.

Eu diria que o diagnóstico sobre a lenta agonia do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL já está feito há um bom par de anos. A cura para os males é que tarda em aparecer e não se vislumbra que isso possa acontecer nos tempos mais próximos. Duma coisa parecem estar certos e seguros todos os que sofrem com a lenta degradação do clube: sem um grupo de dirigentes com competência e disponibilidade para uma entrega total, não haverá inversão da tendência actual para o descalabro. Onde estão esses dirigentes? Não existirão no universo da massa associativa e adepta do SCP? Caso a resposta seja negativa, pouco haverá a esperar do futuro da instituição, para além de um contínuo deslizar para uma situação cada vez mais preocupante.

Claro que todos os sportinguistas têm esperança de que uma mudança radical possa surgir num prazo não muito dilatado. Mas não é tempo de apelos à paciência…

Arriscaria fazer uma sugestão aos moderadores/administradores dos diferentes tópicos: não seria útil limitar o tempo em que os tópicos ficam sujeitos à participação dos foristas? Após um certo período de tempo, não seria vantajoso fazerem uma súmula das intervenções mais interessantes, tentando separar o trigo do jóio?

Não tenho voto na matéria, porque não faco parte da Moderacão, mas arrisco-me a afirmar que o que sugeres é contrário à liberdade de expressão no seu sentido mais “pleno”, já que a fronteira entre o trigo e o joio não é propriamente a coisa mais fácil de distinguir… aquilo que se pode fazer é apelar e incentivar os foristas a escreverem posts de qualidade e não as futilidades e banalidades do costume e esse apelo estou eu farto de o fazer e já fui repreendido por mais que uma vez por foristas que acharam que eu estava a tentar exercer demasiado controlo.

Aquilo que sugiro é que cada forista coloque a mão na consciência e perante as boas ideias que por aqui vão “desfilando” ponha os seus dedos a trabalhar e escreva uma “súmula” própria, uma espécie de artigo que conste na Redaccão Sporting, que é o fórum mais adequado para este tipo de posts que se querem de alta qualidade.

pequeno BALANÇO do tópico:

Este tópico propõe que se debatam as razões por que o maior clube de futebol português até à entrada da década de 60 o deixou de ser.

Alguns foristas relacionam o período de hegemonia do Benfica (décadas de 60 e 70) com uma mudança de atitude, mais intervencionista, do regime do Estado Novo em relação ao futebol, a partir dos anos 50 (to-mane, old lion). O to-mane defende que o futebol foi então usado pelo regime autoritário para fins propagandísticos e para distracção da guerra em curso nas antigas colónias. Segundo ele, o Estado Novo elegeu o Benfica, o “clube do povo”, como clube do regime, em prejuízo do Sporting e, naturalmente, também do Porto. Há mais foristas a concordar com eles.

Uma razão óbvia para explicar neste tópico a hegemonia do Porto dos anos 80 até ao presente, e também a crise mais profunda de resultados desportivos no Sporting, é a “corrupção” (Balakov2007, Gabriel Alves, regio, Paracelsus). Para diversos foristas, os dirigentes do Sporting, várias gerações de dirigentes, devem ser também responsabilizados (Garibaldi, nunolion, Lionheart, Hidden, PONTADELANCA, Paracelsus, F), apontando-se-lhes sobretudo a incompetência das suas gestões desportivas (Garibaldi, Majestade, Joao SCP e suponho que também o Mauras, o Nuno Lapa, o vasconeves e o Romagnoli). Dois membros (Lionheart, old lion) referem ainda a hostilidade da comunicação social em relação ao Sporting. O Majestade acha que também os adeptos devem ser responsabilizados (possivelmente, o Nuno Lapa, o vasconeves e o Romagnoli também concordarão com ele).

Em termos de gestão desportiva, o desvio do Eusébio tem sido citado recorrentemente. E o Nuno Lapa (com a concordância do vasconeves e do Romagnoli) refere outros dois “desvios” importantes que relaciona com conquistas internacionais subsequentes do Porto: a transferência de Futre para o Porto e a contratação abortada de José Mourinho. Aponta ainda um terceiro “desvio” com a mesma direcção: a rescisão com Bobby Robson.

Dois membros do fórum (F, plnauta) contestam explicitamente a ideia de que o futebol do Sporting esteja em ruína.

Em primeiro lugar há que ser menos pessimista. O futebol do Sporting e o Sporting não estão arruinados. Podem estar numa fase algo critica da sua história sob diversos pontos de vista, mas certamente vão ultrapassá-la.

Porque a força do Sporting são os seus sócios e adeptos. E somos nós que vamos manter este clube vivo e Grande.

Parece-me óbvio que, mesmo admitindo factores externos (ciclo político, sistemas de influências / corrupção, etc), o grande problema do nosso clube tem sido a qualidade dos dirigentes. Por vezes parece um certo partido político que está cheio de barões e notáveis mas não consegue arranjar um líder de jeito há já não sei quantos anos.

Excelente. Muiot bem para um iniciado ;):clap: :clap:
Eu só acrescentava que em meu entender as razões são todas as que são apontadas pelos lagartos que aqui esrevem.
A corrupção, o muito bom treinador que lá fez escola, os péssimos dirigentes que tivemos (sobretudo aqueles que quiserem usar as mesmas armas - tipo Jorge Gonçalves e Cintra), os adeptos e (o que está relacionado com a falta de influência) a péssima imagem nos media que não faz uma cobertura imparcial quando comparada, sobretudfo entre o Benfica e o Sporting. Tudo isto somado deu no que deu.

Mas estou como o F, o clube não está na ruina, tem activosvaliosos e sobretudo continua, como mais ninguém a produzir o activo mais importante - jogadores de qualidade com mercado quase garantido. Não vejo mais ninguém assim em Portugal.
Mais tarde oun mais cedo isto dará os seus frutos. :great: :victory:

Lagartos? :cartao:

Ahahahah

Qual é o mal?

O meu pai, sportinguista dos quatro costados, sempre disse aos amigos, referindo-se a mim: “É todo lagartão!”

Eu também não levo a mal o termo lagarto. Bem melhor que galináceo ou lampião. :lol: