Qual é o filme que nunca viste e que gostarias de ver?

03

Pode ser um filme que já existe ou um filme que é fruto da tua imaginação. Também pode ser um filme baseado numa história verídica que nunca foi vista no grande ecrã.

Eu pessoalmente adoraria ver um filme com um ‘serial Killer’, um assassino em série cego, que se vitimiza por causa da sua condição física e assim se aproveita para cometer os seus assassinatos, depois das suas vítimas baixarem a guarda perante a vitimização. O ‘plot twist’ no final do filme seria a existência de outro serial Killer cego rival, com o confronto a acontecer durante um concerto de Richard Wagner no Madison Square Garden de Nova Iorque. O ‘serial Killer’ vencedor seria aquele que tivesse um maior poder de abstração no seu sentido de audição.

Estes são os títulos possíveis do filme:

blind blood
blind kill
blind street
blind friday
blindness in concert

1 Like

O Naufrágio dos croquetes em Alvalade.

Ahahahahahaahahah, muito bom. Com o Tom Hanks a fazer de Rogério Alves. Filme baseado numa história verídica.

Adorava ver filmes sobre algumas das personalidades mais interessantes da História de Portugal. Se figuras históricas como D. Afonso Henriques, Vasco da Gama ou Afonso de Albuquerque tivessem nascido noutros países, já teriam merecido a atenção do Cinema e com direito a blockbuster…

1 Like

Grande verdade. Até dos Descobrimentos e de Vasco da Gama não há nada. Também não há Um único filme sobre Fernão de Magalhães. Bartolomeu Dias, que foi o primeiro a dobrar o cabo da boa esperança, também não há nenhum filme. Os Lusíadas de Camões, que é uma excelente história para um filme épico, também ainda não foi feito e poderíamos estar aqui até amanhã de manhã. Que filme daria a batalha de Alcácer-Quibir, onde desapareceu D. Sebastião e que marca a origem do Sebastianismo.

2 Likes

Deep Throat do Gerard Damiano

2 Likes

Uma reedição do Maria Antonieta com Rogerio Alves no papel principal e Frederico Varandas no papel de Luis XVI. A parte de execução seria o ponto alto.

1 Like

Se estivesse aqui o @Sigurd, alterava o título para “Qual a gaja que nunca comeste, e que gostarias de comer?” :rofl:

Sequela do Lord of the Rings

Seriam todas. Já que as que comi não me deixam saudades.

Behind the Green Door dos irmãos Mitchell, numa versão remasterizada e em HD… :smiling_imp:

O Non, ou a vã Glória de Mandar (1990) do Manoel de Oliveira dedica algum tempo à Batalha de AQ.
É um filme constituído diria por sketches da história de Portugal (de derrotas militares, sobretudo), tem uma estrutura narrativa bastante interessante.
Sei que há alguma resistência ao Oliveira mas este vê-se muito bem.

Obrigado pela sugestão, vou tentar ver esse filme.

Isso está mesmo mal, companheiro! Estás mesmo a necessitar de umas viagens Mundo fora, para dares umas belas berlaitadas em vários idiomas :grin:

Um colega meu foi actor nesse filme. :smile:

Da história de D. Sebastião, raramente se conta o episódio do Mateus Álvares, falso D. Sebastião da Ericieira. Há historiadores que dizem que, se calhar, ele não era assim tão falso…

O filme de Alcochete, mas baseado em factos reais…

O Funny Games do Haneke mas com o Bagandas e o Rogério Alves como vítimas.

1 Like

Uma ideia minha para um filme:

O nome do filme é “Paranóia”

Numa aldeia perdida no interior de Portugal, rodeada de campos agrícolas onde trabalham muitos imigrantes… ora, dois “nativos” observam ao longe alguns desses imigrantes em dia de folga e metem na cabeça que são terroristas que querem instalar um estado islâmico em Portugal.

Começam a espalhar esta ideia pelas pessoas da aldeia e, se no início eram desmentidos, aos poucos as pessoas começam a assimilar essa ideia e ligam muitos actos que, à partida, seriam normais, a essa suposta guerra iminente… ao ponto de assassinarem alguns desses imigrantes… entra a polícia em acção, investiga, prende algumas das pessoas da aldeia e é noticiada essa “paranóia” colectiva.

Na última cena do filme, vê-se um dos imigrantes a chegar a casa vindo do trabalho nos campos agrícolas, lava-se, veste roupa lavada, desce à cave onde estão alguns colegas e essa cave está cheia de armamento.

A minha ideia era fazer um thriller inspirado no The Third Man com o Porto como figura de plano.