Prometheus [Filme] ("pseudo"-prequela do Alien)

Experimenta aqui: http://www.hd-subs.com/

Tens muito por onde procurar, aqui vão mais alguns:

http://www.legendasdivx.com/
http://www.opensubtitles.org/pt
http://subscene.com/subtitles/portuguese.aspx

Quem quiser rever … tá a começar agora no Hollywood o ALIEN (pt: Alien o 8º passageiro).

Novo international Trailer, com algumas surpresas e Spoilers:

Prometheus (K)

uuuuuuuuuuuuuh gosto do novo trailer :dance:

estreia quando, em junho?

Sim, dia 7 de Junho.

Novo TV Spot (Com Spoilers dos grandes :mrgreen: )
[youtube=650,535]http://www.youtube.com/watch?v=eOElOTxBado&hd=1[/youtube]

Já agora, o TV Spot Português:

[youtube=650,535]http://www.youtube.com/watch?v=0dgdJiw3X5I&hd=1[/youtube]

Novo preview clip (supostamente a sequência é maior, aqui está editada):

[youtube=650,535]http://www.youtube.com/watch?v=b0KdRc7jBgY&hd=1[/youtube]

O Alien é excelente! Inesquecivel!
O 2º sendo aceitável, mas fica a milhas do 1º onde se passa o tempo todo a tentar livrar-se de um, enquanto no 2º eles caem que nem passarinhos :o
Se vi o 3 não fiquei com nada na memória, e nada sei dos seguintes.
Quanto a Blade Runner é um excelente filme, baseado num livro de Philip K Dick, autor de livros em que se basearam igualmente Minority Report, o menos conhecido O impostor ou Os impostores (de 2001, com Gary Sinise), ou ainda Total Recall.
Em termos de livros deste escritor, gostei particularmente de Ubik, A penultima verdade, Os três estigmas de Palmer Eldritch, ou A máquina de governar.

o 3º Alien também é excelente (ao contrario do abominavel 2º), porque volta ao estilo do primeiro. é apenas um bicho contra muitos homens, e embora estes tenham a vantagem de já saberem contra quem lutam, o bicho é realmente um adversário fabuloso.

e o final também é muito bom, mas mesmo assim arranjaram maneira de fazer o 4º da série. ???

Yo String! What you doin’ the’e man?

o 2º Alien tem um pontinho subtil: vem da era dos filmes género Rambo, em que heróis armados até aos dentes vão não sei onde matar os maus todos e vêm-se embora uns grandes heróis. No Alien é assim, só que os comandos cheios de metralhadoras xpto morrem todos! :mrgreen:

É verdade, o Aliens, no contexto da altura em que foi feito percebo que tenha feito sentido. Mas continuo a achar que é um filme muito “Americano”, muito direccionado para a população que sofre de défice de atenção (ADD).

Mas claro que apesar disso tudo gosto muito do filme, mas não o considero o melhor do “franchise” como muita gente, para mim fica em 3º lugar como disse no primeiro comentário.

Quanto ao Alien3, maior parte das pessoas que o viram, só viram a versão que saiu para os cinemas, o que é pena, porque a versão Assembly Cut que saiu em 2003 na set da Quadrilogia é muito melhor, a meu ver.

E já agora falando de versões…

No Alien não consigo decidir qual a versão que gosto mais, a de cinema ou a Directors Cut.

No Aliens, prefiro a Special Edition, o conteúdo adicional torna o filme melhor, a meu ver. (E além disso, ficamos a saber que Ripley tinha uma filha que morreu enquanto a Ripley andou pelo espaço perdida durante anos em hiper-sono. E também como é que o pessoal no LV-426 encontraram o derelict (nave onde estão os ovos) e ficaram infectados.)

No Alien3, como já disse, prefiro mil vezes a versão Assembly Cut.

No Alien Ressurection, sinceramente tanto me faz, foi o que gostei menos.
Acho que o final do Alien3 teria sido o final ideal… mas a FOX decidiu que queria fazer mais uns $$$$$.

Para quem não sabe, podem ter acesso a estas versões (as normais e as especiais) no pack da Quadrilogia em DVD ou então no pack Alien Anthology em Blu-Ray que até existia numa versão em que a caixa era um Ovo, mas acho que já não existe à venda assim, agora só em “caixa normal”.

Talvez o melhor livro de Philip K Dick seja ainda assim o “Do Androids Dream of Electric Sheep?” aka Blade Runner. O filme é pouco mais que um “policial” de sci-fi, mas o livro é muito muito muito mais denso e complexo. A seguir a esse o Ubik é o meu favorito, mas confesso que se trata de uma história meio alucinada, devia ser giro ver isso em filme. :stuck_out_tongue:

Sobre os Aliens, temos de ver que o Alien 1 é um thriller de suspense enquanto que o 2 é um filme de acção acima de tudo, penso que a sequência foi correcta e adequada para criar um clímax inter-película (primeiro um close-encounter e a seguir uma luta já a outro nível). O 3 não gostei porque destruiram todo o fio condutor do segundo sem necessidade nenhuma… se o tivessem aproveitado teriam ficado com um filme bem mais conseguido, com maior carga emotiva e maior riqueza de enredo. O 4 não passou de blockbuster para enganar os incautos, é um filme em que tentaram misturar tudo e que acabou sendo nem carne nem peixe (nem sequer deu pra sentir qualquer arrepio de medo ou saltar da cadeira ???).

Mas isto pra dizer que este filme (Prometheus) pouco tem a ver com o Alien. Terá eventualmente no suspense e nos elementos gráficos e de contexto da história que são semelhantes, no entanto deve ser encarado com um thriller de sci-fi stand-alone.

Eu penso ao contrário da maioria. Para mim o 2 (versão completa) é de longe o melhor dos Aliens.
Está para mim nos 10 melhores filmes de sempre.

MEGASPORTING:

Eu penso ao contrário da maioria. Para mim o 2 (versão completa) é de longe o melhor dos Aliens.

Calhou ser o primeiro que vi. Em 2 registos muito diferentes, não consigo dizer qual dos 2 primeiros da saga é o meu favorito. Mas foram filmes marcantes, de tal forma que “engoli” sem grande dificuldade o 3 e o 4 e mesmo filmes muitos menores e irrelevantes como os A Vs P.

Txi, eu sou um fã obstinado pela saga Alien, aliás pelos dois primeiros, pois o 3º e 4º pouco me disseram!

Começando pelo inicio, nunca mais me esqueço quando pela primeira vez na vida vi algo relacionado com o universo Alien, possivelmente no inicio da década de 90, teria eu uns 8 ou 9 anos. Lembro-me perfeitamente do anuncio do filme “Aliens” com o facehugger a sair do ovo com aqueles dedos de “pianista” cheios de ranho pegajoso. Logo aí fiquei em pulgas a pensar que tinha de ver o filme. Já na altura o meu imaginário de criança era povoado pelo universo da ficção cientifica - Guerra das Estrelas e Star Trek foram influencias importantes - e soube logo que não poderia falhar.

Estavamos no tempo a Lotação Esgotada às sextas feiras à noite na RTP (não sei se já havia SIC, sequer…) e naquela sexta feira comecei a ver o filme com a minha mãe - na altura o meu pai era emigrante e estava na Suiça. Lembro-me de como foi complicado ver o filme todo até ao fim. Por um lado o entusiasmo de um filme de ficção cientifica e acção, por outro todo o ambiente negro, de suspense e brutal. Nunca mais me esqueço também da minha mãe me perguntar se queria continuar a ver o filme, ao intervalo. Lá continuei e vi até ao fim. Lembro-me especialmente de duas coisas: de ter tremido a noite toda na cama :rotfl: :rotfl: :rotfl: e de ter ganho uma paixoneta pela Newt!! AHAHAHAHAHAHAHAHA :rotfl: :rotfl: :rotfl: :rotfl: :rotfl: :rotfl: :rotfl: :rotfl: :rotfl:

Anos mais tarde lembro-me de voltar a ver o filme na Suiça, num dos periodos que passei lá com o meu pai nas férias do verão, desta vez com o filme dobrado em francês e sem que tal fosse obstáculo para mim, pois na altura o gozo era essencialmente visual e não de enredo.

Ficou, portanto, como um filme de referência para mim. Marcou-me profundamente, e é até hoje talvez o filme que com maior nostalgia relembro.

Se é o melhor da saga? Não é de facto. Anos mais tarde vi o Alien, o 8º Passageiro, e se da primeira vez, sendo ainda puto, tive pouca empatia com o conceito. Com o tempo e com a idade fui “saboreando” melhor o filme, ao ponto de hoje o reconhecer como uma obra prima do género. Diria aliás que é o filme que define um género e nunca mais foi feito algo que sequer se aproximasse, e duvido até que algum dia isso aconteça. Aliás, o ambiente do filme em si é já uma caracteristica impar, reparemos na tecnologia que é ai representada: não falamos em LCD’s, ecrãs transparentes, touchscreens ou hologramas, falamos nos mais arcaicos e pesados computadores, com toscos botões coloridos, ecrãs monocromáticos e sistemas operativos em linha de comandos. Falamos num cenário cru e realista. Aquilo que realmente dava um toque “futurista” ao interior da Nostromo eram aqueles corredores almofadados brancos, e até aí se nota uma espécie de corrente artistica tipica da década de 70 (não me perguntem qual é que eu não percebo nada de arte e arquitectura… Bahaus?! LOL). Esses pormenores para mim era deliciosos. A ideia de colocar no centro do enredo uma equipa de “camionistas do espaço” carregando minério é também ela genial. E depois claro, depois aparece todo o universo Gigger que dispensa grandes apresentações: visceral, negro, claustrofóbico, angustiante, aterrorizante… enfim, you name it!
Podia continuar aqui a falar de Alien, o 8º Passageiro, mas penso que acaba por ser redundante. É quase unanimemente considerado o melhor da saga e inaugurador de um género.

Quanto à sequência, estou em total sintonia com o Paracelsus: parece-me que o Aliens a seguir a Alien fez todo o sentido e até a escolha dos realizadores não poderia ser melhor. Só Ridley Scott conseguiria realizar um Alien, só Cameron conseguiria realizar um Aliens! Aliás, por essa altura Cameron realizou dos melhores filmes de acção/sci-fi da década, pois além de Aliens realizou também Exterminador e Abyss (ambos com Michael Biehn em papel de destaque - o Hicks de Aliens).

Quanto aos dois filmes seguintes, comungo da opinião de quem diz que o Alien 3 foi um flop gigante, porque de facto destruir completamente o fio condutor do Aliens. Parece-me que existiram inclusivamente algumas incongruencias na forma como se tentou ligar um ao outro. Lembro-me de se dizer que a Alien Queen teria ficado na Sulaco e depositado ovos, que posteriormente teriam gerado facehuggers e teriam infectado Hicks, Ripley e Newt. No entanto, lembro-me bem que a Alien Queen foi sugada para o espaço no fim do Aliens, e além do mais, sem aquela bolsa de onde saiam os ovos, como é que poderia ter posto os tais ovos responsáveis pela infecção dos sobreviventes da Sulaco? Lembro-me na altura de ver outras desculpas mal amanhadas para justificar o 3º filme e nunca me terem convencido. De resto o ambiente do filme, foi uma tentativa de se aproximar novamente ao ambiente criado por Ridley Scott no primeiro, mas foi um fracasso completo. A própria ideia da colónia penal de gajos convertidos a uma espécie de eunucos proscritos e convertidos à religião pareceu-me demasiado exótica e rebuscada, e pouco condizente com o conceito geral da saga iniciada por RS. O conjunto de personagens e contexto criado sempre foram bastante objectivos e até de alguma forma familiares (a ideia de camionistas do espaço, de beberem café e comerem comida normal numa nave espacial, a ideia de colonos espaciais com as suas familias e rotinas diárias em nada diferentes das que vemos na realidade, etc…) e esta ideia peregrina de uma colónia penal cheia de Santos Agostinhos não me convenceu minimamente.

O 4º filme nem vale a pena falar muito. Blockbuster sem grande sumo, explorando um tema que estava na moda na altura (clonagem) e pouco mais! Uma treta.
Em suma, e do meu ponto de vista, nunca deveria ter existido um 3º filme a seguir ao 2º, pelo menos não da forma como foi feito.

Indo finalmente ao que interessa, devo dizer que há meses que ando em pulgas com Prometheus, e sempre que vão aparecendo trailers novos, vou tentando ver. O facto de ser RS a realizá-lo deixa-me com um elevado grau de confiança e expectativa. Muito me admiraria que dali saisse algo aquém do esperado, pelo que me parece que o filme poderá ser um sucesso, até mesmo para os mais cépticos. Apesar de se dizer que não é uma prequela, eu não consigo deixar de associar este filme ao Alien, o 8º Passageiro. É inevitável que Prometheus nos remeta para Alien, e não digo apenas pela utilização do mesmo universo (Space Jockey, derelict, xenofmorfos, etc) mas porque percebemos claramente que as questões que todos tivemos, e nos intrigaram durante tanto tempo relativamente ao primeiro filme, poderão ser respondidas com Prometheus. Quantos de nós quando vimos Alien, não nos perguntámos afinal quem era aquele Space Jockey, e aquela nave (o derelict) de onde tinha vindo? E que faziam tantos ovos dentro da nave? E porque tinha o Space Jockey aquele buraco no peito - teria sido um chestburster? E que raio era o instrumento que parecia estar a operar? Enfim… tanta coisa que ficou por responder naquela altura, que parece que iremos ter algumas respostas. Pelo que de facto não me parece que seja dissociável um filme do outro. E até digo mais: pelo que fui percebendo a ideia colocada cá fora de que não se tratava de uma prequela teve essencialmente motivações comerciais (por parte dos estúdios).

E pronto, mal posso esperar pela estreia do filme! :pray:

Sim, há quem diga que vai ser de facto a prequela e que esta estratégia de dizer que não é tem como objectivo único o de alargar a audiência para não serem só os fãs de Alien a irem ver a película (o que eu acho que tem alguma lógica). Ainda por cima o Ridley saiu-se com uma do género há uns tempos: “Nos últimos 10 minutos do filme as pessoas vão de facto reconhecer a vivência de ‘Alien’”.

O filme acabou de estrear em França! :dance:

3 ideias-chave (não vou colocar aqui as reviews para não dar spoilers):

[+]O filme é mesmo stand-alone e não uma simples prequela, abre uma linha completamente nova para ser explorada em futuras sequelas;

[+]Apesar do universo e envolvência ser de “Alien”, é descrito como sendo conceptualmente mais próximo de um outro filme de Ridley Scott - “Blade Runner” (é difícil de explicar melhor sem dar spoilers, pelo que não vou adiantar mais nada);

[+]A nível visual o filme é absolutamente magnífico e uma excelente obra de Sci-Fi cinematográfica.

:great: Bate certo com o que eu esperava e ainda bem, assim vem dar outra “profundidade” ao filme.
E muito provavelmente vamos ter um Prometheus II, acho que apenas vai depender do sucesso deste, porque o próprio guião até já deve estar feito em “rascunho”.

Eu nem tenho metido aqui nada de novo neste tópico porque sinceramente tenho evitado ler novidades acerca do filme, já estou farto de levar com spoilers (vídeos, imagens, etc) e tenho receio de ficar já a saber coisas demais antes de ir ver o filme lol

Andaram com tanto secretismo à volta do filme, mas agora nas últimas semanas antes da estreia tem sido demais a quantidade de vídeos, imagens e textos com spoilers.

Duas reviews sem spoilers: http://www.slashfilm.com/early-buzz-ridley-scotts-prometheus/ e http://moviecitynews.com/2012/05/review-prometheus-spoiler-free/

O filme tem sido bem recebido, vai neste momento com rating de 89% no rotten tomatoes, o que é um bom indicador, mas ainda com apenas 9 reviews.

O que parece já ser totalmente unânime é a qualidade visual do filme, um verdadeiro regalo para os olhos bem ao estilo do Ridley Scott. Quanto ao enredo, personagens, etc… a opinião já não é tão unânime mas no geral tem sido positiva.

Por muito bom que este filme seja, vai sempre sofrer com as inevitáveis comparações com o Alien, Aliens e até com o Blade Runner, é muito difícil “lutar” contra clássicos.

Mas até agora parece que vai bem encaminhado. :great: