Preparação da Época Desportiva 2021/2022

E continua-se a achar que um treinador recusa reforços (daqueles verdadeiros).

Pode é haver treinadores que recusam certos reforços, porque não o são.

2 Curtiram

O jogo de hoje demonstrou o que já se sabia! Estamos super curtos na zona central da defesa. Espero que no mercado de Inverno existam ajustamentos. Caso contrário na próxima época precisamos de 2 centrais de qualidade!

Na posição de avançado centro também estamos curtos.

No meio-campo é preciso ver o que joga o Ugarte com a camisola do Sporting. Porque se for Flop também estamos curtos, sobretudo a nível de competências defensivas!

Aqui preparam-se projectos, preparar épocas e construir planteis é para os fracos.

Estava na cara que muito mais do que avançados centro (e ainda menos de Slimanis), o que o Sporting precisava mesmo era de um central / defesa para o lado direito da linha de 3. Muito curto quer em qualidade quer em quantidade. E agora com as lesões estamos de cuecas nas mão.

Fiáveis só há Coates e Inácio. O Coates aliás é “meia-equipa”, sem ele é o salve-se quem puder. Neto atualmente é uma espécie de André Almeida dos centrais, serve só para consumo interno e quanto menos melhor. Feddal está um jogador em fim de carreira, quem não olhasse para a ficha diria que tem 37 anos; a dúvida é se a última época foi amparado por Mendes + Coates ou se é só um péssimo momento de forma (provavelmente será a combinação das duas). Matheus Reis não conta, Esgaio ainda menos. Na B não há ninguém minimamente preparado.

Quaresma não seria solução e concordo com o empréstimo, mas saindo tinha de entrar alguém. Não há volta a dar. A estratégia passava por rezar que não houvesse lesões? É que bastam duas para o Sporting apresentar uma defesa que nem dignificava o Vitória Guimarães.

O plantel no geral é engraçado, mas houve muita incúria nesta posição. Agora é pagar a fatura.

5 Curtiram

Correto. Essa seria a necessidade premente. Até porque entrando um elemento para aí, o Inácio poderia ir para a esquerda e finalmente teríamos saída de bola desse lado. E nem era apenas esta época, já em Janeiro essa entrada teria sido importante.

Nem é mas. É com ele ou sem ele.

Concordo. A decisão de não contratar ninguém para essa posição (porque sim foi uma opção, não uma necessidade por falta de verbas) é aliás incoerente com a ideia do Amorim de ter duas opções para cada lugar. Por mais criatividade que se tenha na polivalência de certos elementos, falta sempre alguém.

Pois, não tenho essa certeza. Pelo menos não se o perfil requerido for o de um Inácio, mas de pé direito e já com rodagem a bom nível.

André Almeida dos centrais? Quem nos dera que tivesse um rendimento próximo do André Almeida antes da lesão.

sim é verdade, o André Almeida era bastante melhor. Atualmente ainda não deu para perceber se mantém o nível.

1 Curtiu

Mas eu concordo com o teu ponto de vista. Desde Julho q ando a bater na tecla de q devia ter sido contratado um central de nível semelhante ao Coates, com características diferentes. O Feddal ficava como quarta opção.

Em vez disso foram investir no Ugarte e empatar dinheiro. A única explicação q encontro foi o desespero de vender alguém e n sabiam se saía o Nuno Mendes, Palhinha ou Matheus Nunes.

Isso e provavelmente iludiram-se com a solidez defensiva no Tugao do ano passado. Ontem chegou a fatura. E daqui a 2 semanas em Dortmund ainda pode ser pior se o treinador n for mais criativo.

Depois chorem q ninguém oferece muito dinheiro pelos nossos jogadores.

Aproveitem cralhes

Em janeiro?

Está sem clube, por isso podia ser já