Política Nacional - Parte II

Mas testar para quê?

O teste, quanto muito, garante-te uma resposta circunstanciada. Não te resolve problema nenhum.

O que ajuda a resolver o problema é diminuir o número de interacções sociais. Dentro desta premissa caberiam N medidas a adotar.
Muitas que dependem da sociedade civil.

Se o governo metesse a colher aí, ui era ver as acusações de ingerência.

Bem, eu cá vou continuar a implementar as minhas. Estou sempre de máscara na rua e só interajo socialmente por motivo de trabalho. Fora isso, posso estar em espaço público mas sempre afastado das restantes pessoas ou então só permito que se aproximem de mim se estiverem de máscara.

Não me tenho dado mal.

Só pra dizer que a Islândia, um dos países que mais testa e isola desde o início PSA pandemia, tem ao dia de hoje 313 novos casos/100k habitantes enquanto Portugal está ainda nos 166 casos/100k.

Testar é importante, mas não garante baixos contágios (como é fácil de constatar).

1 Like

Testar so detecta casos, não previne nada.

Aqui deste lado toda a família da minha mulher teve covid, todos com sintomas ligeiras ou a avó dela sem sintomas com 76 anos. A única pessoa que teve de ir para o hospital foi o pai durante uns dias por pneumonia e sem necessidade - tive uma pneumonia há ano e meio bem mais grave que a dele e fiquei em casa.

Aqui concordo com o PM que não se pode voltar a estupidez do confinamento que como se vê pelo aumento da mortalidade, tem consequências gravíssimas não só económicas como de saúde. O confinamento de Março poupou umas dezenas de mortos de Covid que provavelmente já morreram de outras coisas, e condenou milhares à morte por falta de tratamento, diagnósticos tardios, falta de condições de monitorização de doenças crónicas… Enfim. Daqui a uns anos vão olhar para o grande confinamento como a maior estupidez do séc. XXI

1 Like

E quanto mais testas, mais infectados encontras… E pleonasmo, mas real…

Há uns meses, a cmerda tv estava a passar uma reportagem, em como nos meses de confinamento, tinham morrido mais 400 e tal pessoas (acho que por mês) do que em anos anteriores, ou seja, gente que ficou com medo de ir ao hospital ou não teve sequer o direito a tal, que morreram por conta do vírus, sem sequer o apanhar.

Se a Islândia testa tudo quem entra, por exemplo, os novos casos surgem como?

Testar só por testar, concordo que de pouco serve. Tem que existir uma estratégia por trás.

Na Madeira, tudo quem entra é testado e isto tem permitido ter um controlo da situação. Sem baixar a guarda.

1 Like

Quem viaja pros Açores e Madeira, tem que realizar o teste 72 hrs antes.

Quem entra na Grecia tambem tem que fazer um teste obrigatorio desde Agosto penso.

Ainda ha uns dias andavam aqui a postar que eram obrigados a desinfectar as maos de loja em loja. Logo parece que havia algumas regras basicas a serem seguidas. Ou mesmo o puto que foi enviado para casa depois de quebrar o distanciamento na escola.
Mas ao mesmo tempo houve tourada, avante e mais uma coisa qualquer. Ai 'e que nao se percebe, porque os primeiros tem todo o sentido.

Todos os outros paises europeus estao a entrar em alerta vermelho, nao ‘e algo apenas em Portugal. Alias UK nunca deixou o confinamento.
Sem vacina e o milagre de desaparecer no verao, torna numa luta ingloria. Vamos andar em ciclos ate’ que a vacina chegue a todos.
O que aconteceu com a vacina que os russos tinham criado? Ou afinal era mais novichok?

E agora a app ‘e assim tanto problema? Estao com medo de ser vigiados? Ou chateados por estarem a ser obrigados?
Chegaram ontem a Portugal? Nao conehcem a mentalidade e casmurrice dos portugueses?
Nao esta’ certo haver coima por nao utilizacao, mas ha coisas que tem que ser forcadas para se chegar a algum lado.
Alias, alguns posts neste forum ja devem ter chegado ao SIS inclusive.

A Islândia não faz como a China em que têm todos de fazer quarentena de 2 semanas ao chegarem lá.

Além disso, a Islândia é um país com uma quantidade de relações comerciais de diferentes áreas com o mundo inteiro que não se comparam à Madeira, a qual tem turismo a entrar e pouco mais. Mesmo o turismo é mais do dobro a entrar todos os anos na Islândia em números absolutos que na Madeira.

Até estou admirado, o BE e o PCP até estão a defender os interesses dos portugueses. Será isto sinais de mudança, em que os partidos tão fartos de ver fundos europeus a desaparecerem?

Parece que o nicolau santos não é o único maluquinho em cargo de destaque na Lusa

Directora de informação da lusa:

E como nos EUA e aqui no Canada, a esquerda invadiu os media e nao ha nada a fazer, controlam tudo e ainda acham que teem a superioridade moral para nao o esconder.
Enquanto jornalistas nao deviam ter opiniao ou sequer mostra-la, devem informar e nao tomar parte, mas ai estao eles todos, a luta contra o papao da direita tem que ser travada todos os dias e ai de quem se atrever a desafia-los…

3 Likes

Os jornalistas em Portugal são praticamente todos de esquerda. Tive o desprazer de trabalhar num grupo de media nacional com muitos deles.

Acham que são uns artistas, uns poetas incompreendidos. E ao mesmo tempo umas vítimas da sociedade, que não lhes dá o devido valor como profetas e mensageiros da verdade.

Jornalismo em Portugal é merda. O que escrevem é para alimentar os amiguinhos políticos deles, consoante a agenda lhes dá mais jeito (O Sócrates ainda tem muitos amigos por aí, por exemplo…). Quem passar numa redação de um publisher qualquer em Portugal vê o quão descarado isso é.

4 Likes

Lol

É no observador, no expresso. Só gajos de esquerda…

O truque e’ dizer que tudo e’ esquerda para que extrema direita seja considerada como unica alternativa lol

3 Likes

Antes da extrema direita ainda existe a direita, não existe necessidade de ir a extremos. Eu pessoalmente nem acho que Portugal tenha uma presença de extrema esquerda assim tão grande, pelo menos não ao nível dos EUA, felizmente. Mas isso não quer dizer que não exista muita gente de esquerda.

SIC, TVI… tudo canais de TV fundados por malta de esquerda (de preferência marxistas ou la o que é). :smile:

Esquerda… esquerda everywhere.

1 Like

Qual é a dúvida?. Os jornalistas são todos de esquerda (>95% no minimo).
O Observador é o único que quebra a corrente, apesar de tambem aí os jornalistas serem todos de esquerda ( excepto luis rosa e mais 1 ou 2 na área economica), os colunistas já são quase todos de direita. E os cargos de topo também são ocupados por pessoas mais de direita.

Alias, nem é os jornalistas serem todos de esquerda, é serem todos de extrema esquerda. Lembrei-me agora de uma história que o paulo ferreira contou

1 Like

Sim, malta que nunca trabalhou na área ou com malta da mesma, como vocês, é que deve saber o que se passa ou não lol

Não saiam da echo chamber, não. Como dizia o outro, saiam da bolha, o mundo é “bué cenas”.

PS: Faço um reparo, pois de facto o Observador é uma clara excepção à regra. Aliás, também é o único publisher que não é auditado como os outros, para o bem e o para o mal.

1 Like