Política Nacional - Parte 2

1 Curtiu

Uma perseguição a um jovem apanhado a conduzir sem capacete uma moto sem matrícula terminou com uma patrulha da PSP cercada por dezenas de pessoas no Bairro da Ameixoeira, em Lisboa, na tarde de sexta-feira.

Vídeos da situação mostram que os agentes conseguiram travar o fugitivo, mas perante a reação de familiares e amigos do mesmo e a demora na chegada de reforços, o suspeito foi capaz de voltar a montar no motociclo e arrancar ainda antes de ser identificado.

Segundo o CM apurou junto de fontes policiais, ninguém foi detido neste caso.

Só mais um dia nesta república norte africana

O Armando Vara está aí…

Que vergonha do carai…

Moral da história : estudem ou empreendam para ter um emprego digno

Eu já ficava feliz se não impedissem a polícia de prender criminosos, mesmo que o criminoso seja um pai, filho, mãe , irmão, etc

1 Curtiu

Wtf? Já não basta a vergonha de não existirem tectos máximos, agora é esta de duplicar o valor aos 60 anos?

Eles merecem, trabalham muito

A Direita esta completamente desligada da Cultura portuguesa.

O motivo e que a Cultura portuguesa vive de subsidiodependencia.

E por a Direita em Portugal ter desaparecido.

1 Curtiu

“Contudo, o montante dos abonos, discriminado no documento da Caixa Geral de Aposentações, não corresponde à realidade”:upside_down_face:

hehe… o jornalista tem que aprender que a realidade é aquilo que nós quisermos.

O que são então, usando a tua expressão, “penas a sério”? E já agora, quem são os países que aplicam penas de maior duração? E os de menor duração?

Antes de se reverem penas, há muita coisa a mudar. Até porque se querem penas mais pesadas, há que começar a construir prisões. E depois quero ver quem é que as quer á porta de casa e quem as quer pagar. Se calhar prevenir sai mais barato.

Ou aplicar programas como na Finlândia em que os criminosos em vez de ficarem fechados numa cela sem fazer nenhum estão a limpar florestas e o cacete. Porque olhando para os criminosos, se vão para a prisão por tráfico de drogas ou roubo ou etc, quando saírem vao fazer o quê mesmo? É que se antes cometiam crimes porque era mais lucrativo ou porque não tinham outro modo de substância quando saiem estão ainda em pior condição profissional

Prevenir? Libertar é que sai mais barato…, não para as novas vítimas, mas para o “Estado” que não é sequer responsabilizado e obrigado a pagar indemnizações pelos reincidentes que liberta após o seu “trabalho de prevenção”, “reinserção” ou algo semelhante… Há criminosos capturados que repetem e repetem os seus crimes após sucessivas libertações…, e por aqui isso parece normal, custa caro mantê-los na prisão e as vítimas têm pouca importância nesse contexto…

1 Curtiu

Infelizmente, e em como tudo na vida, quem se lixa é o mexilhão

Vai ver o programa do almoço da TVI de hoje 26/09 a entrevista á idosa que levou no lombo da comunidade que tu dizes que não é problema.
Dá total razão aos teus argumentos.

Este país não tem cura mesmo. Também achei piada ao nome todo pomposo para designar a cunha

2 Curtiram

É para as pessoas perceberem que certos “beneméritos”, de beneméritos não têm nada.

2 Curtiram

Traduz lá isso para ignorantes como eu.
Entrou em medicina sem média para isso??

Sim, criaram uma espécie de quota para filho do Sr Doutor