Política Nacional - Parte 2

Mais um caso que não deu em nada

Isso é verdade.
Mas a questão do porquê que deu em nada não é a mesma.
A não ser que estejamos perante um subsistema de comunas a sabotar para proteger os russos, o que não me espantaria.

Os meus avós paternos tiveram 8 e os meus maternos 14 dos quais 12 chegaram a idade adulta.

Como muitos outros na altura, os filhos eram uma fonte de riqueza e a relação familiar em nada se compara à que temos hoje… Não digo que não existisse afeto, mas na prática o que interessava era que fizesse o 4o ano para depois aos 10/11 anos irem trabalhar e trazer dinheiro para casa, e aos 18 emigraram para a França ou para a Suíça para aumentarem o rendimento que traziam aos pais nas zonas do interior.

Não é comparável… Ainda bem que não temos este tipo de natalidade e hoje em dia a malta se preocupa em ter condicoes para criar os filhos que mete cá fora