Política Internacional - Parte 3

1 Curtiu

Continua a revolta da escumalha disgénica

https://x.com/dogrightgirl/status/1765041121430786075?s=46

https://x.com/steve_sailer/status/1790466261643850152?s=46

1 Curtiu

que porcaria!!

LOL

Apaguei porque achei que a minha resposta não estava totalmente correcta.

:slight_smile:

Tranquilo. Eu também estava a reinar, porque não vi uma gotinha de sangue.

Novo governo Holandes na calha

Tudo irrelevante na Zona Schengen.
Essas medidas têm de ser aplicadas na zona inteira.
Mas os parvinhos que não sabem mais votam nisso.

Vamos ver no que da vão ser tempos interessantes :smiley:

1 Curtiu

Espera só até haver o primeiro país a mandar o acordo de Schengen com o boda por causa dos desvarios dos sociopatas de brochelas

Não preciso de esperar, chama-se Inglaterra e Brexit.

E olha que também não é solução.



Enquanto não perceberem que estas tangas não resolvem nada, vamos continuar nisto.
Mas dá jeito à extrema-direita, vão sempre alegar que tentaram de tudo mas não têm poder para mais.
Depois um dia vamos ver e os fornos voltam à Europa, e em vez de judeus vamos queimar chamuças, indostânicos, e pretos. Depois vão os “outros”.
Como sou parte do grupo dos copinhos de leite, nada disto me afeta nem a mim, nem aos meus. Já a maltinha que parece que veio de marrocos mas anda a guinchar sobre deus, pátria, e família, espero que gostem de porco mal passado porque é assim que vão acabar.
Diz que “Roma” não paga a traidores.

ETA:

https://twitter.com/nexta_tv/status/1791069463430750225

Disseste um monte de nada.
Durante séculos os vários países tiveram controlo de fronteiras. Quando vinham “migrantes” nestes números para um território de outro povo, isso era considerado invasão e tratava-se do assunto.
Depois da segunda guerra mundial convencionou-se que os europeus não se podem defender, com o tipo de raciocínio que apresentaste, apelo ao holocausto.
Tu achas que mudar políticas de imigração é tanga que não resolve nada. Também posso concordar porque acho que já é tarde demais e não resolve o problema do lado dos que já cá estão. Preferes então que se desista da democracia e se parta já para a violência?

Podes achar o que tu quiseres. A tua choraminguice do que se passava há séculos atrás é irrelevante, porque não vives há séculos atrás.

Adiante. O que te digo é o seguinte e é factual aos tempos de hoje.

Não consegues impor regras de imigração na Holanda, que não passe também por impor essas mesmas regras em todo o espaço Shengen.
Tal como não consegues impor regras de migração interna entre Beja e Évora. Quem quer ir de um sítio para o outro vai, e nada os impede porque não há fronteiras. Nem a especulação o consegue parar, vão viver vinte para um T0 ou viver em tendas para a estação do Oriente.

Não consegues parar a imigração ao sair do espaço Shengen, tal como o Reino Unido não conseguiu. Aliás, só aumentou. Porque o Reino Unido não consegue nem quer parar a imigração, porque isso implica gastar dinheiro e impor regras que ninguém quer.

Não vai acontecer pela mão da extrema-direita que tanto aqui defendes. Porque já há vários e nenhum “conseguiu”. Porque nenhum deles verdadeiramente o quer. Esse é que é o verdadeiro monte de nada.

O Reino Unido tentou? Respondeste à tua pergunta.

Não se consegue controlar fluxos migratórios extra-UE? Consegue-se, senão não passavam a vida a chorar com o Orban.

Intra UE, é só continuar a putaria que Schengen vai em 2 décadas ser desmantelado.

Não mudes de argumento. Tu disseste que era sair da zona Shengen. Ora o Reino Unido saiu com o Brexit, e a imigração aumentou.

A malta não vai para a Hungria porque é uma merda para viver, não é porque tem boas políticas anti-migração.

Duas décadas para ser desmantelado… Que rapidez.
NOT. Até o Hitler levou menos tempo a limpar a Alemanha.

E Portugal é top queres ver?
Ou a Grécia. Ou Malta.

Depois da WW2 abriu-se os olhos para os nacionalismo exarcebados e a importância da cooperação e solidariedade entre os povos.
Daí os longos períodos de paz e desenvolvimento económico e social.

Nada contra políticas de imigração mais restritivas desde que o centro da mensagem politica não seja xenófoba, como muitas vezes é.

Às vezes pergunto-me que tipo de mundo os senhores querem no séc XXI.

Eu pergunto se querem mundo.

1 Curtiu

https://x.com/dvanlangenhove/status/1743700228341940607

Lel.
Quando e se chegar a cura para o cancro, não estarão os srs a protestar contra a indústria farmacêutica, a ciência e os governos que permitiram o desenvolvimento do medicamento?

Isto após culparem os africanos por ainda não haver essa cura.