Paulo Bento vai renovar por dois ou três anos

[b]Sporting: Franco reúne com o técnico nos próximos dias Paulo Bento vai renovar por dois ou três anos[/b]

Paulo Bento vai renovar pelo Sporting por mais dois ou três anos. Segundo apurou o CM junto de fonte da SAD leonina, a assinatura do novo contrato pode ser feita na próxima semana, dado que nos últimos dias têm ocorrido diversas conversas com o treinador.

Quanto à questão de Bento renovar até final da temporada 2008/09 ou 2009/10, a mesma fonte adiantou que tudo irá depender de Filipe Soares Franco. É que o mandato do actual presidente do Sporting termina em 2009 e há dirigentes que consideram pouco adequado que o contrato do técnico vá para além desse ano. No entanto, a SAD leonina só termina o mandato em 2010 e há dirigentes da sociedade desportiva que entendem que têm toda a legitimidade para segurar Paulo Bento por mais três anos.

Perante tais opiniões, a mesma fonte da SAD adiantou ao CM que será Filipe Soares Franco, presidente do Sporting, a decidir até que ano é que o treinador irá renovar.

O CM soube, ainda, que Soares Franco mantém firme a ideia de que o Sporting deve propor a Paulo Bento um contrato de longa duração e que considera não haver qualquer problema com a questão dos mandatos da direcção e da SAD.

Franco, aliás, tem agendada para os próximos dias uma reunião com o treinador leonino. E será nessa altura que, de acordo com as mesmas fontes, será decidido até que ano é que Bento irá renovar.

Paulo Bento começou a treinar a equipa principal do Sporting em Outubro de 2005, substituindo José Peseiro. No final da época, a equipa ficou em 2.º lugar, atrás do FC Porto. Na temporada passada, Bento repetiu o 2.º lugar na Liga e a entrada directa na Liga dos Campeões, alcançando ainda a 14.ª Taça de Portugal para o clube de Alvalade, ao vencer o Belenenses, no Jamor, por 1-0, golo de Liedson.

http://www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=245593&idselect=214&idCanal=214&p=200

[b]Sporting: Franco reúne com o técnico nos próximos dias Paulo Bento vai renovar por dois ou três anos[/b]

Paulo Bento vai renovar pelo Sporting por mais dois ou três anos. Segundo apurou o CM junto de fonte da SAD leonina, a assinatura do novo contrato pode ser feita na próxima semana, dado que nos últimos dias têm ocorrido diversas conversas com o treinador.

Quanto à questão de Bento renovar até final da temporada 2008/09 ou 2009/10, a mesma fonte adiantou que tudo irá depender de Filipe Soares Franco. É que o mandato do actual presidente do Sporting termina em 2009 e há dirigentes que consideram pouco adequado que o contrato do técnico vá para além desse ano. No entanto, a SAD leonina só termina o mandato em 2010 e há dirigentes da sociedade desportiva que entendem que têm toda a legitimidade para segurar Paulo Bento por mais três anos.

Perante tais opiniões, a mesma fonte da SAD adiantou ao CM que será Filipe Soares Franco, presidente do Sporting, a decidir até que ano é que o treinador irá renovar.

O CM soube, ainda, que Soares Franco mantém firme a ideia de que o Sporting deve propor a Paulo Bento um contrato de longa duração e que considera não haver qualquer problema com a questão dos mandatos da direcção e da SAD.

Franco, aliás, tem agendada para os próximos dias uma reunião com o treinador leonino. E será nessa altura que, de acordo com as mesmas fontes, será decidido até que ano é que Bento irá renovar.

Paulo Bento começou a treinar a equipa principal do Sporting em Outubro de 2005, substituindo José Peseiro. No final da época, a equipa ficou em 2.º lugar, atrás do FC Porto. Na temporada passada, Bento repetiu o 2.º lugar na Liga e a entrada directa na Liga dos Campeões, alcançando ainda a 14.ª Taça de Portugal para o clube de Alvalade, ao vencer o Belenenses, no Jamor, por 1-0, golo de Liedson.

http://www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=245593&idselect=214&idCanal=214&p=200

:arrow: =D>

Não batam palmas antes do tempo!

Não se esqueçam que ele é um treinador, não é nenhum jogador!

Termine o contrato, se no final do contrato merecer uma nova aposta então renovem com ele!

Sim, isto não é nenhum jogador por isso escusam de vir com as historias do Tello, etc…

Concordo com o Barbosa. Não se justifica dar contratos prolongados a treinadores. Um ano e outro de opção, é o que chega, e no fim de cada época faz-se a avaliação.

Pela entrevista de PB, fiquei com a sensação que a filosofia dele também é um pouco esta, resta saber se conseguirá resistir aos impulsos propangandistas de Pipinho, que está deserto para anunciar o “Ferguson do Sporting”.

E resta saber também quanto tempo teria durado no MU o Ferguson verdadeiro, se em vez de Schmeichels e Cantonas os dirigentes lhe tivessem dado entulho do Gilmar Veloz e Toranzos emprestados na 2ª divisão argentina.

PS - Depois só fica a faltar arranjar um Kenyon, mas como não consta que este se tenha formado na universidade da pesca desportiva, se calhar vamos ficar à espera.

PPS - Isto de os mandatos dos administradores da SAD terem duração superior aos dos órgãos sociais do Clube é uma coisa verdadeiramente extraordinária… :roll:

Concordo com os ultimos dois comentários!

Não gosto muito de contratos prolongados.

De qualquer forma pelo que o PB diz, ele proprio faz uma avaliação anual do seu trabalho, e disse claramente que se um dia ele ou o Sporting o quiserem fora da equipa, ele agarrava nas suas coisinhas e seguia a sua vida, e não queria nada em troca!

Mas do que se diz ao que se faz … ainda vão meia duzia de tostões!

De qualquer forma, acho inteligente da parte dele, apenas renovar no máximo até ao final do m,andato da direcção! Mostra que ele sabe como o futebol funciona, e sabe muito bem, que se uma nova direcção vier, poderá trazer logo um treinador com eles!

De qualquer forma, acho inteligente da parte dele, apenas renovar no máximo até ao final do m,andato da direcção! Mostra que ele sabe como o futebol funciona, e sabe muito bem, que se uma nova direcção vier, poderá trazer logo um treinador com eles!
Concordo inteiramente, mas retomando o meu PPS, note-se como os dirigentes que indigitaram os administradores da SAD não tiveram o mesmo tipo de inteligência. Tiveram inteligência de outro tipo...

No caso deles, uma nova direcção que seja eleita tem que os gramar na SAD, ou então indemnizá-los para se irem embora.

...

PS - Depois só fica a faltar arranjar um Kenyon, mas como não consta que este se tenha formado na universidade da pesca desportiva, se calhar vamos ficar à espera.

Nao precisas de muito para ir buscar um Peter Kenyon, basta teres dinheiro. Homems como ele movem-se onde ha dinheiro. Ou achas que o Caca e o unico commissionista?

Acho muito bem que o Kenyon receba milhões, desde que eles sejam voluntariamente pagos pelo seu patrão.

Uma coisa é ser muito bem remunerado para exercer uma função, outra é receber por baixo da mesa como paga num negócio que até pode não ser o melhor para o clube.

Se Kenyon é comissionista, admito que até possa ser. Mas qualquer comissionista que saia do gabinete e se meta num avião para ir observar jogadores referenciados, em vez de assistir aos vídeos dos jogadores que os empresários escolhem, será um comissionista melhor que Cácá.

Isto para não falar que Kenyon tem formação e curriculum na gestão de empresas, e empresas do ramo do desporto, enquanto Cácá tem o curso de tradutor do ISLA e uma breve experiência como redactor de pesca desportiva no Record.

... Isto para não falar que Kenyon tem formação e curriculum na gestão de empresas, e empresas do ramo do desporto, enquanto Cácá tem o curso de tradutor do ISLA e uma breve experiência como redactor de pesca desportiva no Record.

O background do Kenyon e marketing:

http://en.wikipedia.org/wiki/Peter_Kenyon

O homem e um sucesso sem duvida, mas sera esse sucesso construido com base em que?

http://football.guardian.co.uk/Columnists/Column/0,4284,1503443,00.html

E resta saber também quanto tempo teria durado no MU o Ferguson verdadeiro, se em vez de Schmeichels e Cantonas os dirigentes lhe tivessem dado entulho do Gilmar Veloz e Toranzos emprestados na 2ª divisão argentina.

Ferguson só ao final da 3ª temporada completa é que ganhou um título para o ManUtd e foi a FA Cup. Na altura ainda não havia Schmeichel nem Cantona. Bento ganhou um troféu ao final de uma época incompleta e outra completa.
Neste momento, em 22 anos como treinador do MU, Ferguson ganhou 9 Premier Leagues, 5 FA Cups, 2 League Cups, 1 Champions League, 1 Supertaça Europeia, 1 Taça das Taças, 1 Taça Intercontinental, 5 FA Charity.

Em Portugal e como treinador de um dos 3 grandes, não teria ganho nada, pois ao final da 2ª época sem ganhar nada, teria sido despedido. Aliás como um bocadito de sorte, ao final da primeira época sem ganhar nada, já tinha sido posto a andar.

Eu só acho que com Dinheiro a sério como o Chelsea tem, e com um campeonato Português ao nível do Inglês ( prestigio) o Cácá era bem capaz de trazer alguns bons jogadores, e bem caros para ganhar boas comissões!

Não me parece correcto comparar CáCá com Kenyon, pois não me lembro de nenhum jogador que Kenyon tenha descoberto com tostões apenas!

E se bem me lembro, a equipa do Chelsea foi escolhida pelo técnico, e alguns pelo presidente. Kenyon apenas negociou, mas não penso que tenha descoberto alguém!

Ferguson só ao final da 3ª temporada completa é que ganhou um título para o ManUtd e foi a FA Cup. Na altura ainda não havia Schmeichel nem Cantona. Bento ganhou um troféu ao final de uma época incompleta e outra completa. Neste momento, em 22 anos como treinador do MU, Ferguson ganhou 9 Premier Leagues, 5 FA Cups, 2 League Cups, 1 Champions League, 1 Supertaça Europeia, 1 Taça das Taças, 1 Taça Intercontinental, 5 FA Charity.

Em Portugal e como treinador de um dos 3 grandes, não teria ganho nada, pois ao final da 2ª época sem ganhar nada, teria sido despedido. Aliás como um bocadito de sorte, ao final da primeira época sem ganhar nada, já tinha sido posto a andar.

Sim, mas convenhamos que o que o Ferguson ja tinha ganho quando la chegou lhe dava um certo credito…

... E se bem me lembro, a equipa do Chelsea foi escolhida pelo técnico, e alguns pelo presidente. Kenyon apenas negociou, mas não penso que tenha descoberto alguém!

Pelo que consta a boca cheia, o Ballack foi uma aposta pessoal do Kenyon ,e o Shevchenko uma do Abramovich.

E resta saber também quanto tempo teria durado no MU o Ferguson verdadeiro, se em vez de Schmeichels e Cantonas os dirigentes lhe tivessem dado entulho do Gilmar Veloz e Toranzos emprestados na 2ª divisão argentina.

Ferguson só ao final da 3ª temporada completa é que ganhou um título para o ManUtd e foi a FA Cup. Na altura ainda não havia Schmeichel nem Cantona. Bento ganhou um troféu ao final de uma época incompleta e outra completa.
Neste momento, em 22 anos como treinador do MU, Ferguson ganhou 9 Premier Leagues, 5 FA Cups, 2 League Cups, 1 Champions League, 1 Supertaça Europeia, 1 Taça das Taças, 1 Taça Intercontinental, 5 FA Charity.

Em Portugal e como treinador de um dos 3 grandes, não teria ganho nada, pois ao final da 2ª época sem ganhar nada, teria sido despedido. Aliás como um bocadito de sorte, ao final da primeira época sem ganhar nada, já tinha sido posto a andar.

Mas a diferença é que desde que o Fergusnon chegou a Manchester sempre houve um investimento efectivo na equipa de futebol. O que não se verifica claramente em Alvalade. Logo acho muito injusta esta comparação.

Até posso compreender que o trabalho de Carlos Freitas seja um pouco ingrato, num clube como o Sporting.

É um clube que cada vez mais aposta na Formação, que cada vez mais espera fiascos nas contratações e que sem duvida alguma, dispõe de pouco dinheiro para seduzir jogadores com maior qualidade.

Sem dinheiro, pouco ou nada podemos fazer mas de uma coisa tenho a certeza:

  • Se o Carlos Freitas fosse mais profissional e pussese os valores do Sporting em primeiro lugar, teriamos melhor jogadores.

Existem bastantes jogadores que têm qualidade e que não custam balurdios. Ele foi contratado para isso mesmo e a sua principal função é corresponder com reforços de qualidade.

Carlinhos, trabalha e começa a fazer os trabalhos de casa. Por muito pouco dinheiro que tenhas, com muito dinheiro todos conseguimos contratar jogadores com qualidade (não é dificil).

Ferguson só ao final da 3ª temporada completa é que ganhou um título para o ManUtd e foi a FA Cup. Na altura ainda não havia Schmeichel nem Cantona. Bento ganhou um troféu ao final de uma época incompleta e outra completa. Neste momento, em 22 anos como treinador do MU, Ferguson ganhou 9 Premier Leagues, 5 FA Cups, 2 League Cups, 1 Champions League, 1 Supertaça Europeia, 1 Taça das Taças, 1 Taça Intercontinental, 5 FA Charity.

Em Portugal e como treinador de um dos 3 grandes, não teria ganho nada, pois ao final da 2ª época sem ganhar nada, teria sido despedido. Aliás como um bocadito de sorte, ao final da primeira época sem ganhar nada, já tinha sido posto a andar.


Não havia Schmeichel e Cantona, mas já havia Leighton, McClair, Hughes ou Ince.

Mas não é essa a questão. Ele durou três anos até conquistar um troféu, mas teria durado vinte sem Schmeichels e Cantonas?

... Mas não é essa a questão. Ele durou três anos até conquistar um troféu, mas teria durado vinte sem Schmeichels e Cantonas?

Teria Ince’s e Huges’s. :lol:

A serio, o homem quando chegou ao Manchester tinha ja cumulado muito credito como treinador, e a verdade e que transformou uma equipa de bebados (e nota que nao sou eu que os qualifica assim numa equipa decente, e no ano seguinte consegui ser segundo. O pior ano curiosamente foi o terceiro, mas no ano seguinte la ganhou a taca que lhe safou o lugar , porque a verdade e que mesmo tendo a equipa que tinha , tendo batido o record britanico de transferencias com o Pallister o lugar estava por um fio e nao fosse a taca tinha ido mesmo de vela. Nem os nomes o safavam, o que prova que mais que os jogadores um tecnico precisa tambem de ter um bocado de sorte e contar com alguma paciencia dos dirigentes, e mais que os nomes o que tem safado o Ferguson foi esta paciencia inicial.

jmlima:
Mas em Portugal o crédito anterior não serve para nada. Tem de se ganhar logo no primeiro ano, senão já não serve para nada. E não basta uma Supertaça: tem de ser logo de campeonato para cima. Claro que existem excepções e o PB foi uma excepção.
Mas até podes olhar para os nossos vizinhos da 2ª circular quando tiveram lá o velho italiano. O velho até lhes deu um campeonato (não importa a forma como foi ganho), tinha um currículo anterior assombroso (melhor que o do Ferguson) e no final do campeonato se o velho não tem fugido, 80% dos orcs queriam que ele fosse embora. Devo reconhecer que o tipo de futebol que eles jogavam na altura não me agradava mas a verdade é que ganhou um título logo no 1º ano e mesmo assim quiseram livrar-se dele. E não vale a pena referir-se que somos diferentes deles, pois neste aspecto os 3 grandes são absolutamente iguais.
No futebol português (sobretudo nos 3 grandes), infelizmente o imediatismo prevalece sobre o planeamento a longo prazo. E depois admiramo-nos com a falta de resultados.

Mas com ou sem currículo anterior, digam-me o último treinador de um dos 3 grandes tugas que se tenha aguentado no clube sem ganhar nada em 3 anos. Acompanho o futebol desde o início da década de 80 e garanto que não encontram um único exemplo nos 3 grandes desde essa altura. Antes disso, não sei se isso terá acontecido por exemplo com o Pedroto no Porto.
Por isso, digo que é possível acontecer um treinador estar 5 anos no Sporting ganhando 2 campeonatos nos dois primeiros anos, mas já é mais difícil um treinador estar 5 anos no Sporting ganhando 3 campeonatos nos 3 últimos anos.

Mas não é essa a questão. Ele durou três anos até conquistar um troféu, mas teria durado vinte sem Schmeichels e Cantonas?

Dificilmente ganharia troféus se apenas tivesse jogadores de 2ª categoria, mas isso serve para qualquer treinador. E hoje em dia é muito fácil bons treinadores não ganharem títulos com jogadores da craveira do Cantona.